Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

EU E MINHA PRIMA JOANA - II

Click to Download this video!

Abraçado nas costas dela, dormimos e fomos acordados pelo som do telefone. Ela foi atender e na volta, parou da porta do quarto, com um sorriso lindo, perguntou-me o que pensava.”-Aquela criancinha transformou-se numa baita loira de olhos esverdeados medindo 168m, pesando entre 49 a 54 kg. Engraçado que reparava ela sempre preocupada com a balança, coisa de mulher, mas nunca tinha observado-a com mulher, simplesmente como prima.”

Abraçou-me, beijou e acariciando-me falou “Com sinceridade, eu te olhava, não somente como primo, mas também como homem,pois ficava curiosa e até com pouco de ciúmes a maneira gentil que você trata as mulheres e minhas amigas”.

“Mas isto faz parte da educação familiar”. Rebati, acrescentando;”que eu sabia, estamos quebrando um tabu na família” e beijando-a, acariciei e abracei. Ela ainda com jeitinho de safada “dizem que para tudo na vida, tem-se a primeira vez”. Minha mão direita percorria seu corpo, acarinhando rosto, seios, barriga, coxas e tocando-lhe a xaninha, enquanto ela também retribuía os carinhos e segurando meu pau que já voltava a ficar duro “nossa, o gostoso dá dando sinal de vida, querendo mais”.

“Como não querer mais com você nuazinha, sedenta” E fiquei tocando sua vulva, volta e meia colocando a pontinha no dedo indicador na bucetinha já molhada dela.Enquanto alisava ela falou do papo do telefone “a Camila convidou para irmos ao buteco do Bira, pois o namorado dela, vai tocar lá. Marquei de pegá-la por volta das 22:30h. Até lá, vamos nos amar. Quero ser todinha comida várias vezes, pelo teu gostoso pau”

“Huum que delicia de putinha que você está sendo, também quero te comer muitas vezes mais” e fui beijando, lambendo e mordendo todas as partes do corpo que aparecia na minha frente, até chegar a bucetinha, já molhada e ainda com cheiro de porra, de leite nas entranhas e fiquei deliciando naquela xaninha aparadinha por vários minutos, quando ouvi ela pedir implorando “me fode, me come, gostoso, enfia este pau, quero sentir todinho”. Virando-a de ladinho, acariciando suas costas, beijando e mordendo seu pescoço e ombros, coloquei a cabeça do pau entre suas coxas e começei a roçar a portinha da buceta, por trás e de ladinho. Ela gemendo e alisando, por entre suas coxas, meu pau e a bucetinha dela. Levei minha mão direita em cima da sua mão e cochichei no seu oovido:”me ajudar a te comer assim de ladinho, por trás, gostosinha” e nossas mãos, direcionaram a cabeça do pau para entrada da bucetinha e fui vagarosamente enfiando, ouvindo ela gemer, suspirar, palavras “huuum que delicia, que gostoso, me come, me fode, quero todo este cacete na minha bucetinha”. Enfiei todo, atolei naquela xaninha recém conhecida, mas já toda gravada na cabeça do meu pau. Abraçava-a, acariciava seus seios, sua barriga. Beijava, lambia seu pescoço, seus ombros. Ela se remexia de tesão, rebolava, esfregava mais, forçando sua bundinha para trás “Mete mais, gostoso, tira e soca, quero tudo, quero mais”. Minha mão direita junto com a mão dela, revezava os toques na portinha da buceta, no grelinho dela “delicia minha putinha, minha prima gulosa. Joana cadela, puta, delicia”. Quando ela aumentou o ritmo e a respiração, joguei para trás e deitado de costa, puxando-a pelos cabelos disse “Vem cavalgar o teu macho, vem sentar no pau que te fode toda.” Ela jogando a perna esquerda para outro lado do meu corpo, sentada com as pernas dobradas, segurou meu pau com a mão esquerda e com a direita, levemente tocou na cabeça dele e subindo sua bucetinha, foi colocando a cabeça do pau na entradinha e com uma carinha onde misturava ternura e safadeza “não falei que tudo tem a primeira vez, nunca cavalguei,até agora nas poucas relações, apenas papai e mamãe e uma vez em pé.

“-Taradinha, vamos fazer muitas vezes e variar sempre, agora cavalga sua puta meu pau, engole todo com tua xaninha medonha e inexperiente este pau que te foderá muitas mais vezes, mete esta buceta, envolvendo, agasalhando meu pau”.Descendo devagar e gemendo foi envolvendo, cravando todo dentro na buceta “Nossa,sinto-o como se tivesse batendo no meu útero, ta lá dentro, bem fundo, delicia”. “Rebola safada, mexe tuas ancas, sua vaca!”. Mexendo meio descompassada,um pouco sem ritmo, sugeri “Mexe, pra frente e pra trás, lentamente e depois deixa fluir o ritmo pelo teu tesão, desejo”. Ora segurando e forçando sua cintura pra baixo, ora, alisando seu corpo e agarrando seus seios, apertando as pontinhas duras deles e também dando leve tapas no rosto e na bunda, além de puxar seus cabelos quando a forçava entrar mais. Ela gemendo e suspirando mais seguidamente, aumentando o ritmo das mexidas pra frente e pra trás, com rosto vermelho, cheio de tesão, puxei-a pelo pescoço, dobrando-a sobre meu corpo, beijando com gana “vem, putinha deliciosa, continua a mexer pra frente e pra trás e força pra baixo”. Dando palmadas mais fortes e apertando sua bunda, ela rodopiava sua cabeça pedindo “me aperta mais, me bate mais safado, meu macho, aperta, bate, vou gozar, gozaarrrr!” E deixou seu corpo úmido cair sobre o meu e abraçou dando um baita suspiro. Tirei ela de cima de mim “ainda não acabei safada Joana e com as pernas dobradas ao lado do corpo dela, levantei a cabeça dela com a mão esquerda e com a mão direita me punhetava “Vou gozar abre tua boca e toma meu leite, sua vaca, cadela, encosta tua boca na cabeça do pau. Não quero uma gotinha fora, sua puta vadia, gostosa”. “-Me dá leitinho, quero tua porra, vou engoli tudo, nada escapa da minha primeira vez, goza puto, goza na boca na tua priminha vadia, tua puta, tua fêmea” Ela, ora alisando, ora apertando levemente meu saco, de boca aberta e xingando-me, recebeu os primeiros jatos da minha porra, uns saltaram no rosto, mas a maior quantidade foi parar dentro da boca dela, engolindo tomando tudo. Apoiei-me na mão esquerda, enquanto ela segurando meu pau, lambia a cabeça como se quisesse sugar mais porra e colocava todo o pau dentro da boca dela, chupando, lambendo e com carinha de puta, de mulher fêmea satisfeita “que gostinho bom mesmo parecendo água sanitária”. Esticando seus braços, puxou-me pelo pescoço e beijou-me com sofreguidão. Esticando-me sobre seu corpo quente, beijando-a e acariciando seu rosto “gostosa, fêmea, mulher deliciosa”

“Você que está me fazendo sentir-me assim, delicioso. Fica quietinho sobre meu corpo, me abraça” E puxando a colcha, nos encobrimos, silenciosamente, abraçadinhos, corpos colados e febris.”

LASCA

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto enfrentando um pau grossoconto erótico, fala que ta gostandocontos eróticos mãe e filho de araraquraVer vidios porno de exetos e contos eroticos somente de pai chupando a bucetinha propria filha, pequenininha da filinha caçula que e pequena de tudo que nem tem penugem na bucetinha ele chupa na mara:) patricinha safadas se lambendocorno leva mijada em casa contosContos eróticos à força de negros brutoscontos eroticos no consultorio medico tomando injeçãoconto erotico eu e meu marido brigamos e eu o traieu sou solteiro eu sou empresário eu moro sozinho no meu apartamento minha linda e gostosa secretária casada da minha empresa eu sempre eu quis fuder sua buceta eu conversando com ela dentro da minha sala eu disse pra ela eu queria ter uma esposa como você pra morar comigo no meu apartamento ela disse pra mim patrão eu me separei do meu ex marido porque eu descobrir que ele tinha uma amante eu perguntei pra ela você que ir morar comigo no meu apartamento pra você ser minha esposa ela disse pra mim eu quero patrão ir morar com você pra eu ser sua esposa eu dei um beijo na boca dela eu levei ela comigo pro meu apartamento eu levei ela pro meu quarto ela me deu um abraço ela me deu um beijo na minha boca ela tirou sua roupa ela deitou na minha cama eu chupei seu peito eu disse pra ela sua buceta raspadinha e linda eu comecei a chupar sua buceta ela gozo na minha boca ela pegou no meu pau ela disse pra mim seu pau e maior e mais grosso que o pau do meu ex marido ela começou a chupar meu pau eu fui metendo meu pau na sua buceta eu comecei a fuder sua buceta eu disse pra ela sua buceta e muito gostosa de fuder eu disse pra ela agora que você e minha esposa eu vou fuder sua buceta todos os dias ela disse fode minha buceta eu fundendo sua buceta ela gozo ela disse pra mim eu quero dar meu cu pra você conto eróticocache:fqKHdRAEKq0J:studio-vodevil.ru/mobile/conto_27513_bebi-demais-e-virei-corno-na-praia.html conto erotico com meu sogro peladoconto erotico sou loira olhos azuis tranzei com um negão Conto erotico filhinha de niquinicontos eroticos minha mulher apanhaminha esposa escolheu vibradorcontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos-meu cuzinho quer teu paucontos eróticos branquinha casada dp vibrador mamae levou meus amigos pra acampar contos eroticosos bêbados mais lindas gostosas de todos os tempos pelados mostrando o paucontos eroticos de negros na praia de nudismomandou fotos nua e recebeu chantagemconto erotico madura gorda e a submissa ninfetinha e gostosacontos eroicos gay casei com o caseiroNovinha Bebi porra do meu amigo contopapai voce me acha bonita contos eroticoscontos fudi minha filha evangelicacontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaconto erotico arrombei o travesti do baile funkFui confessar e comi a madre contosContos eroticos corno panacacontos gozando primeira vez orgasmo 19 anoscontos eu novinha peguei num cacetao pretoTennis zelenogradhomens velho gay contosso putao dando o cu e gozando e gritandominhas duas prima foi dormi em casa cime fou a duastaras de ficar olhando outroa fuderDei a bucha pro meu sobrinho virgemcontos eróticos com manobristafui trabalhar e meu marido usou minha calcinha fio dental contosAi manuel porno contos eroticosokinawa-ufa.rucontos de atiivo x passivo fodendoComto lesbico fragante fazendaComtos eroticos dei pro tio jorge com pau minusculoarrombada e feliz contosdando pro genro. contos eróticosNovinha Bebi porra do meu amigo contoveati roupa de menina e dei para um coroa contoscontos eróticos doeu mas gozeiconto eróticos a cumhada q eu tinha raivaSou menina bem safadinha casa dos contos eroticosO amigo dele me comeu contosputa feia trai corno na lua de melvoyeur de esposa conto eroticominha tia bucetuda de mine saia contoso que acontece se ficar com penis infiando 30hora parado dentro da bucetacontos erótico de incesto eu novinha ano ... meu tio com 26*6cm de rola me arrombou conto erotico sogra Alzheimercontos eróticos com vizinha viúvaconto erotico fetiche patroa velha ataca empregadarose empregadinha contosconto erotico com pai velho coroa grisalhomeu filho me comeu contosContos eróticos irmã peludacontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos casada bunda com celulite fotos velhaesposa conta para o marido que ele é corno e que seu amante vai fuder ela na frente do corno e depois vai transformar o corno no maior viado e vai leva sua outra amante pra fuder com a esposaEROTICO-minhas ferias lindasamigas gostam de passar margarina no corpo nucontos exitantes de sexo na marrra delicioso historias reaisCasada viajando contosme depilei pro carnaval contoscontos bebendo porracontos eróticos - dando carona pra duascontos eroticos gay eu sendo arrombado por dois amigos negros do caralhão grossoCasada dificuldades financeiras e velhos dotados contos eroticosconto minha mulher colocou um piercing na bucetaacampando com o garotocontos eroticosconto erotico mulher fodendo escondido no pomaropastorporno