Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
JŠ estŠ liberada a Šrea de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

UMA LINDA JAPONESA ENTROU EM MINHA VIDA

Click to this video!

J√¬° contei aqui como Anna entrou literalmente na minha vida, usando e abusando de suas fantasias e de um monte de brinquedos er√¬≥ticos que us√¬°vamos para apimentar nossas transas. Linda e sedutora, ela adorava inverter a situa√¬ß√¬£o, me dominando e se deleitando enquanto me comia de todas as formas poss√¬≠veis. Para ela, nunca houve tempo ruim na cama; tudo era permitido e desejado. Contei tamb√¬©m como foi o final de semana que passamos em uma ch√¬°cara, quando ela me amarrou e me comeu usando uma cinta com um pinto de borracha. Minha surpresa vou ganhar depois um CD com um v√¬≠deo de nossa transa. No v√¬≠deo, que eu guardo at√¬© hoje, mostrava movimentos de c√¬Ęmera, aproximando e mostrando v√¬°rios √¬Ęngulos, deixando claro que outra pessoa estava presente, gravando tudo. A d√ªvida que me perseguiu por um tempo era quem tinha participado da cena preparada por Anna. Quem sabia que eu estava sendo sodomizado por ela. Eu fiquei apreensivo, pois a hist√¬≥ria poderia se espalhar entre nossos amigos ou, pior ainda, o v√¬≠deo poderia cair na internet. Neste caso, eu estaria mesmo fudido. Mas isso felizmente nunca aconteceu. O que me deixou chateado foi ter terminado com Anna, que voltou a viver com o seu ex-marido e est√¬° gr√¬°vida do primeiro filho.



Mesmo n√¬£o estando mais juntos, temos amigos em comuns e nossa rela√¬ß√¬£o √¬© de amizade, pois partilhamos por algum tempo muitos segredos. Anna vive me apresentando suas amigas, inclusive dando algumas dicas para eu me aproximar. J√¬° rolou v√¬°rias paqueras e transas, mas nenhuma tinha chamado muito a aten√¬ß√¬£o, pois Anna continuava imbat√¬≠vel na minha mem√¬≥ria. At√¬© que Mara surgir. Morena bronzeada de cabelos longos e negros, 28 anos, 1,60 de altura, malhada, e com humor ferino, essa descendente de japoneses logo me cativou. Rolou empatia de cara, trocamos telefones, e-mail e marcamos de sair. Fomos pra boate e amanhecemos num motel. Mara √¬© uma del√¬≠cia, tem um corpo lindo, uma boca gulosa e um apetite voraz. Sua buceta parece mel, de t√¬£o doce e cheiroso. E o tempo todo ela ficava olhando nos olhos e conversando sem pressa, deixando a transa ainda mais prazerosa. Foi mesmo um encontro muito gostoso. Passei o dia inteiro pensando naquela japonesa linda e carinhosa.



Na noite seguinte, Mara aparece na minha casa dizendo estar com saudade. Pedimos comida japonesa e ficamos conversando. O saqu√™ nos deixava bastante assanhados e come√¬ßamos a nos abra√¬ßar no meio da comida. Depois de alguns amassos provocantes, quando j√¬° est√¬°vamos sem roupa, ela me empurrou no ch√¬£o e sentou-se sobre mim, na posi√¬ß√¬£o de quem quer dominar o jogo. Continuamos nos beijando e conversando. Ela contou ent√¬£o sentia tes√¬£o em mim antes mesmo de me conhecer pessoalmente. Rindo e me olhando nos olhos com uma serenidade desconcertante, disse que era a melhor amiga de Anna, e que sabia de quase todos os seus segredos e fantasias. E completou dizendo que me conheceu em uma noite especial em uma ch√¬°cara h√¬° cerca de tr√™s meses, mas que eu n√¬£o a via naquela noite. Ela explicou que era s√¬≥cia em uma empresa de filmagem e que havia participado de uma fantasia de Anna. Disse que tinha sido o melhor v√¬≠deo que j√¬° tinha feito, e que aquela noite tinha despertado nela um monte de vontades loucas. Eu estava sem a√¬ß√¬£o, meio que desnorteado. Aquela mulher linda em cima de mim, falando de uma hist√¬≥ria que era muito particular, que era para ser segredo.



Sem tirar o sorriso do rosto, ela voltou a me beijar e a chupar todo o meu corpo. Boca, pesco√¬ßo, peito, barriga. E foi descendo at√¬© achar o meu pau, que passou a chupar com vontade. Ela dominava a situa√¬ß√¬£o com um boquete incr√¬≠vel. Chupando e brincando com sua l√¬≠ngua em movimentos circulares. Depois, engoliu minhas bolas e pressionou levemente, quase me fazendo gozar. Suas m√¬£os percorriam minhas pernas, minha virilha, faziam carinho no meu pau e procuravam minha bunda. Aos poucos, passou a brincar com sua l√¬≠ngua na minha virilha, descendo um pouco abaixo do meu saco. Percebi que onde ela queria chegar e facilitei um pouco, levantando o quadril. A medida que sua l√¬≠ngua ia em dire√¬ß√¬£o do meu cu, ela levantou e abriu bem as minhas pernas. O prazer era tanto que ela me deixou sem a√¬ß√¬£o. Senti sua l√¬≠ngua no meu cuzinho, brincando freneticamente em movimento circulantes ou de entra-e-sai. Depois Mara lubrificou bem meu cuzinho, sentou no meio de minhas pernas e puxou meu quadril bem pra cima. Olhando nos meus olhos e com um sorriso sacana no rosto, enfiou lentamente um dedo no meu cu enquanto me masturbava com a outra m√¬£o. Eu me segurava pra esticar o prazer, pra n√¬£o gozar logo. Em pouco tempo, Mara j√¬° estava com tr√™s dedos dentro de mim. Quando falei que ia gozar, ela abocanhou o meu pau e chupou at√¬© a √ªltima gota do meu prazer.



Depois que recuperei o f√¬īlego, ela me serviu mais saqu√™ e voltamos a conversar. Ela contou que nunca tinha pensado que um cuzinho desse tanto prazer e que nunca tinha transado daquela forma. ‚¬Ä¬úCulpa da Anna, que me convidou para gravar uma fantasia er√¬≥tica‚¬Ä¬Ě, ela disse. A√¬≠ eu disse que era a minha vez de retribuir o prazer. Virei e em encaixei no meio de suas pernas, chupando sua buceta linda e cheirosa. Depois, coloquei Mara de quatro e me encaixei entre suas pernas, fazendo aquela japonesa gozar feito louca. Eu e Mara estamos juntos, ainda descobrindo uma rela√¬ß√¬£o que tem muito sexo e erotismo. E devemos tudo o que estamos vivendo a nossa amiga Anna. Quem quiser trocar hist√¬≥rias, meu e-mail √¬© [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELE«√O DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Incesto de contos eroticos sou agora mulher do meu ex primo viuvoBebendo porra do filhinho contoseroticosconto eurotico eu fui viajar e minha esposa saiucontos estupro teencontoerotico de escoterascontos minha m√£e punheta entregadorContoseroticos.com.br/home.php?pag=3contos gay educa√ß√£o fisicaisso viadinho engole essa rola vou estrupar sua gargantaconto nao aguentei e fudi minha sobrinha de oito anosvideo de sexo encochando garotinhas e gozando nas coxas e pernas.contos de coroa com novinhocontos er√≥ticos de gay comi a bunda do irm√£o do meu colegaamigo pai velho gay contoscontos inoc√™nciacontos eroticos de urologista e pacienteConto comendo a cu dar empregada por chantage so as japonesinha cabiceiras trasandocontos de trai√ß√£o com motoboydanada da minha cunhada louca pra darpirokinha com leitinho contos eroticoscasadas que postam fotos de itanhaemContos de incesto menina pequena com medo da chuvatravesti de microsaia fica de pau duro na ruahomem enrrabadocontos minha enteada minha amantemulher traindo o marido com entregador arvores de natalcontos er√≥ticos / desde menininhoAs 3 porquinhas do vizinho Contos er√≥ticosamigocome casal conto eroticoconto er√≥tico prima da minha amigacontos eroticos minha mulher me mandou pra farracache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html contos fodi com o meu sogro gstsamolecendo dentro da xanacontos er√≥ticos com idosas viuvasmeu tio safado gosta de mim ver de vestidinho curto pornocontis eroticos peguei minha esposa enfiando a buceta na cabeceira da camacontos reais de casais iniciando no swingPiroca de 25cm - conto eroticocontos eroticos gay fui enrrabado apanhei e gosei com um desconhecidocontos eroticos um casal de amigos nos convidou pra uma jantaseduzida por uma lesbica contocontos de afilhadahomem se alisar em mim no √īnibus conto er√≥ticocontos er√≥tico de lesbianismoComtos namorada fodida para pagar dividas do namoradocontos casadas malandrasler relato de suruba na casa da comadriconto - bucetinha novinha cheirosa e depiladasubi a saia da e comi minha empregada vadiavizinha abrindo a cortina contosPMS contos er√≥ticosconto er√≥ticos sado a for√ßacontos er√≥ticos bab√° olhando o volumecomi meu primo novinho contoscontos erotico dei o meu cu a forca pro caminhoneiroan√£o transando com jamaisproctologista me comeu gayzoofikia contis eriticos homem aosixonado pela eguaContos eroticos cegoContos erroticos visinho fodedo novinhaconto erotico gay com cunhado velho coroa grisalhoConto erotico sou vadia maduraContos er√≥ticos dando de mama pra minhas irm√£zinhascontos er√≥ticos travesti dando o cu para homem do pau grandeconto erotico esposa olhava por marido e gemia com cara safadacontos putinha do matagala puta mulher do meu irm√£o contos er√≥ticosvizinha conto realsalvando meu filho contosContos porno minha noiva bebadacontos casada foi espiar e se deu malContos eroticos detalhes por detalhes e falas dos autores e personagens eu era uma menina de 18anos o cara do onibus me fudeucontos de aluciando pela buceta peluda da maeNegras malhadinhas com muinta vantade de dar a bucetasurprendida pela minha amiga lesbica contos eroticoscontos eroticos namorada casa de praiaconto erotico gay: meu amigo japones me arromboucontos freirinhameu genro me comeu contos