Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
JŠ estŠ liberada a Šrea de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

UMA LINDA JAPONESA ENTROU EM MINHA VIDA

Click to this video!

J√¬° contei aqui como Anna entrou literalmente na minha vida, usando e abusando de suas fantasias e de um monte de brinquedos er√¬≥ticos que us√¬°vamos para apimentar nossas transas. Linda e sedutora, ela adorava inverter a situa√¬ß√¬£o, me dominando e se deleitando enquanto me comia de todas as formas poss√¬≠veis. Para ela, nunca houve tempo ruim na cama; tudo era permitido e desejado. Contei tamb√¬©m como foi o final de semana que passamos em uma ch√¬°cara, quando ela me amarrou e me comeu usando uma cinta com um pinto de borracha. Minha surpresa vou ganhar depois um CD com um v√¬≠deo de nossa transa. No v√¬≠deo, que eu guardo at√¬© hoje, mostrava movimentos de c√¬Ęmera, aproximando e mostrando v√¬°rios √¬Ęngulos, deixando claro que outra pessoa estava presente, gravando tudo. A d√ªvida que me perseguiu por um tempo era quem tinha participado da cena preparada por Anna. Quem sabia que eu estava sendo sodomizado por ela. Eu fiquei apreensivo, pois a hist√¬≥ria poderia se espalhar entre nossos amigos ou, pior ainda, o v√¬≠deo poderia cair na internet. Neste caso, eu estaria mesmo fudido. Mas isso felizmente nunca aconteceu. O que me deixou chateado foi ter terminado com Anna, que voltou a viver com o seu ex-marido e est√¬° gr√¬°vida do primeiro filho.



Mesmo n√¬£o estando mais juntos, temos amigos em comuns e nossa rela√¬ß√¬£o √¬© de amizade, pois partilhamos por algum tempo muitos segredos. Anna vive me apresentando suas amigas, inclusive dando algumas dicas para eu me aproximar. J√¬° rolou v√¬°rias paqueras e transas, mas nenhuma tinha chamado muito a aten√¬ß√¬£o, pois Anna continuava imbat√¬≠vel na minha mem√¬≥ria. At√¬© que Mara surgir. Morena bronzeada de cabelos longos e negros, 28 anos, 1,60 de altura, malhada, e com humor ferino, essa descendente de japoneses logo me cativou. Rolou empatia de cara, trocamos telefones, e-mail e marcamos de sair. Fomos pra boate e amanhecemos num motel. Mara √¬© uma del√¬≠cia, tem um corpo lindo, uma boca gulosa e um apetite voraz. Sua buceta parece mel, de t√¬£o doce e cheiroso. E o tempo todo ela ficava olhando nos olhos e conversando sem pressa, deixando a transa ainda mais prazerosa. Foi mesmo um encontro muito gostoso. Passei o dia inteiro pensando naquela japonesa linda e carinhosa.



Na noite seguinte, Mara aparece na minha casa dizendo estar com saudade. Pedimos comida japonesa e ficamos conversando. O saqu√™ nos deixava bastante assanhados e come√¬ßamos a nos abra√¬ßar no meio da comida. Depois de alguns amassos provocantes, quando j√¬° est√¬°vamos sem roupa, ela me empurrou no ch√¬£o e sentou-se sobre mim, na posi√¬ß√¬£o de quem quer dominar o jogo. Continuamos nos beijando e conversando. Ela contou ent√¬£o sentia tes√¬£o em mim antes mesmo de me conhecer pessoalmente. Rindo e me olhando nos olhos com uma serenidade desconcertante, disse que era a melhor amiga de Anna, e que sabia de quase todos os seus segredos e fantasias. E completou dizendo que me conheceu em uma noite especial em uma ch√¬°cara h√¬° cerca de tr√™s meses, mas que eu n√¬£o a via naquela noite. Ela explicou que era s√¬≥cia em uma empresa de filmagem e que havia participado de uma fantasia de Anna. Disse que tinha sido o melhor v√¬≠deo que j√¬° tinha feito, e que aquela noite tinha despertado nela um monte de vontades loucas. Eu estava sem a√¬ß√¬£o, meio que desnorteado. Aquela mulher linda em cima de mim, falando de uma hist√¬≥ria que era muito particular, que era para ser segredo.



Sem tirar o sorriso do rosto, ela voltou a me beijar e a chupar todo o meu corpo. Boca, pesco√¬ßo, peito, barriga. E foi descendo at√¬© achar o meu pau, que passou a chupar com vontade. Ela dominava a situa√¬ß√¬£o com um boquete incr√¬≠vel. Chupando e brincando com sua l√¬≠ngua em movimentos circulares. Depois, engoliu minhas bolas e pressionou levemente, quase me fazendo gozar. Suas m√¬£os percorriam minhas pernas, minha virilha, faziam carinho no meu pau e procuravam minha bunda. Aos poucos, passou a brincar com sua l√¬≠ngua na minha virilha, descendo um pouco abaixo do meu saco. Percebi que onde ela queria chegar e facilitei um pouco, levantando o quadril. A medida que sua l√¬≠ngua ia em dire√¬ß√¬£o do meu cu, ela levantou e abriu bem as minhas pernas. O prazer era tanto que ela me deixou sem a√¬ß√¬£o. Senti sua l√¬≠ngua no meu cuzinho, brincando freneticamente em movimento circulantes ou de entra-e-sai. Depois Mara lubrificou bem meu cuzinho, sentou no meio de minhas pernas e puxou meu quadril bem pra cima. Olhando nos meus olhos e com um sorriso sacana no rosto, enfiou lentamente um dedo no meu cu enquanto me masturbava com a outra m√¬£o. Eu me segurava pra esticar o prazer, pra n√¬£o gozar logo. Em pouco tempo, Mara j√¬° estava com tr√™s dedos dentro de mim. Quando falei que ia gozar, ela abocanhou o meu pau e chupou at√¬© a √ªltima gota do meu prazer.



Depois que recuperei o f√¬īlego, ela me serviu mais saqu√™ e voltamos a conversar. Ela contou que nunca tinha pensado que um cuzinho desse tanto prazer e que nunca tinha transado daquela forma. ‚¬Ä¬úCulpa da Anna, que me convidou para gravar uma fantasia er√¬≥tica‚¬Ä¬Ě, ela disse. A√¬≠ eu disse que era a minha vez de retribuir o prazer. Virei e em encaixei no meio de suas pernas, chupando sua buceta linda e cheirosa. Depois, coloquei Mara de quatro e me encaixei entre suas pernas, fazendo aquela japonesa gozar feito louca. Eu e Mara estamos juntos, ainda descobrindo uma rela√¬ß√¬£o que tem muito sexo e erotismo. E devemos tudo o que estamos vivendo a nossa amiga Anna. Quem quiser trocar hist√¬≥rias, meu e-mail √¬© [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELE«√O DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos sbcestrupando visinha desmaiada por remedios contosvelhos peludos gay contosviciadinha em dar o cu contosdiana sentindo pica pela primeira vezcontoseroticosviolentadaswww.eu aronbei minha sobrinha de doze anos de idadeporno conto erotico depois de malhar fui fodida na academiaContos eroticos gratis de estagiarias lesbicaasContos eroticos de mesticascontos eroticos gays,tio jorge me feis mulhersinhaBuceta cabeluda em contoscontos eroticos minha sogra franciscacachorros rendidos gozando pornocontos erotico comi ocu.da mulherdo meuvizinhofui enrabado pe lo o yravesti na baladaContoseroticos minha enteada novinha sendo estuprada por dois roludoscontos eroticos minha sobrinha adorava mamar minha picacunhadinha de 10 sem calcinha conto eroticocache:fqKHdRAEKq0J:studio-vodevil.ru/mobile/conto_27513_bebi-demais-e-virei-corno-na-praia.html contoseroticos comendo sebo e bebendomijo de picacasado contos er√≥ticoscachorro lambendo buceta.deilhever travesti dano o cu pra sincaras r chupano pimtoconto erotico safadesa no cinema com travesticonto er√≥ticos c afilhadahist√≥rias de cunhadas punheteiraPorno contos incesto pais e maes e suas meninas iniciando o melho sexo familharrecebe conto erotico de casais de mais de quarenta anos por emailvidios pornu mulhe qUe gota de trasa vetida com fataziaSou magrinha e gosto de rolas enormes contos er√≥ticoscontos er√≥ticos minha esposa trouxe sua sobrinha para morar com a gentecontos er√≥ticos da sobrinha toma leitinho na cama do tiocontos eroticos gay dei meu cu desde oito anos de idade e sou gaycomendo agostoza da irpregada iu marido ligandocontos porno estuprar√£o meu marido na minha frentecontos eroticos eu e meu padrastoamigos sexo troca troca contosConto erotico vizinha bobinhaContos er√≥ticos japonesav√≠deos porn√ī muller que esta usando vestido de veludo analver contos eroticos de empres√°rios comendo o cu de.funcion√°riossou uma mulher casada mais adoro trai meu marido adoro da minha bucetinha meu cuzinho a outro homem e tambem adoro chupaconto de travesti comendo bucetacachoro da familia gozando detro da buseta da mulhecontoerotico.cabelereiro de minhA esposa atende a domiciliocontos eroticos de enteadasiniciando um viadinho contoeu e minha filha no baile funk contos eroticoscontos fiz titio gozarerotico minha filha bota a m√£ominha namoradinha me provocou pra fuder brasilcontos fofinha menina de dez anosconto er√≥tico de mulheres crente traindo maridov√≠deos porn√ī de av√ī sentando a netinha de sainha curtinha no colosoxo com umanoivinhacontos de incestoMinha m√£e e eu no carro 2contos como dopar maridoporno pulando carnaval com a tia Mostre minha rola cabe√ßuda para o cone e falei que ia comer sua mulher quando er√≥ticoscontos eroticos filho da minha vizinha amante maravilhosocontos eroticos de tia masturbacaocontos safada na lavouraconto.erotico..casada.18..anosfui dormir na casa da tia e comeu o Helenade santinha a putinha e um pulo contos eroticospai enche a rachina da filha de leite videos pornoO coroa me levou pra sua lancha conto eroticocontos eroticos a filhinha da empregadacontos eroticos peguei meu marido chupando os peitos da prima deleconto mandaram esposa toda espprradav√≠deos e contos er√≥ticos de gays novinhos bonitos afeminados perdendo a virgindadeSou a boqueteir√° da pica do vizinho contoseroticosamigo emrabando o outro contocontos eroticos- supositorio no cu da filhacontos er√≥ticos troca de casalminha xana piscavaContos cunhada e sogra casada que adora dar a bundaconto gay fui feliz em salvadorcontos bebi com meu tio e acabei transando com elemaisexo peituda senta e goza na boca do macho contos er√≥ticosconto minha mulher gostosa da academia trepa com os personais e amigo,scontos eroticos com a velha vizinha cabeludafudendo a sogra conto ingenuaContos.Minha.sobrinha.bucetuda.tomando.banho.minha cunhada traindo meu irmao com o patrai contoscontos eroticos sinistroscontos er√≥ticosperdendo as pregas do cuzinhocontos er passando em casacontos er√≥ticos namorada tirou a roupaVem vem safado contocontos esposa bi sexual marido sortudocontos er√≥ticos mete um milho na bucetacontos er√≥ticos e fetiches paguei boquete no meu irm√£owww.finhinhas.porn