Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ESCRAVA E PUTA

Click to this video!

ESCRAVA E PUTA



Meu nome é Noemia, e sou amiga de Babinha há muitos anos, desde a época do nosso colégio e de nossas primeiras travessuras em relação a sexo.

Quando eu tinha doze anos, fui estuprada por meu tio, irmão de minha mãe, e durante dois anos fui sua amante e escrava. Fazia tudo que ele queria, sentia-me presa a ele, por tesão e medo.

Adorava quando ele me tratava como escrava, quando me batia então, meu gozo jorrava.

Mais nem tudo que é bom dura para sempre, um dia me vi sozinha, ele havia sofrido um acidente e tinha falecido.

Chorei durante seis meses inteiros, mais a velha amizade com Babinha tinha renascido, ela neste período foi uma pessoa muito importante para o meu renascimento.

Eu estava com dezesseis aninhos e ela já beirava os vinte, ela era mais velha do que e inclusive já vivia maritalmente com a pessoa que até hoje é seu macho e senhor.

Um dia estávamos sozinhas em minha casa, e comentei com ela a falta que sentia de meu tio, da forma como ele me tratava, de seus carinhos e de sua fúria para comigo. Falei-lhe também como eu ficava com tesão todas as vezes que lembrava dele, e que naquele momento minha calcinha estava meladinha de prazer, ela rindo, propôs que todas as vezes que eu tivesse com muito tesão, que eu me masturbasse gostoso e que fizesse eu gozar na ponta de meus dedos. Falei com ela que não conseguia, que já havia tentado, mais isso não me proporcionava prazer.

Ela então me disse que eu ficasse calma, pois ela teria uma solução, mais que eu deveria confiar cegamente nela, falei-lhe que claro que confiava, afinal éramos amigas há muitos anos e sempre tínhamos nos querido bem.

Ela pediu então que eu fosse até o quarto de meus pais, que não estavam em casa, e pegasse quatro gravatas e trouxesse o mais rápido que eu pudesse. Rapidamente retornei com quatro gravatas e entreguei-lhes perguntando para que aquelas velhas gravatas serviriam... ela sorriu e mandou que eu me deitasse na cama e fechasse os olhos, e atendesse a tudo que ela pedisse.

Deitei-me na cama, ela pediu que eu abrisse os braços em forma de cruz, e senti quando um de meus pulsos foi amarrado a cabeceira da cama, abri os olhos e perguntei o que era aquilo, ela simplesmente fez com o dedo sinal de silencio e continuou a sua tarefa, e logo eu estava com meus braços presos pelo pulso na cabeceira da cama, e minhas pernas abertas, presas pelos meus tornozelos também aos pés de minha cama.

Logo a seguir ela em pé na cama, começou a tirar sua roupa, ficando inteiramente nua e perguntava para mim o que eu achava de seu corpo, se eu a achava atraente, pois ela me achava muito atraente e tinha um tesão muito grande por mim, e que se eu concordasse ela iria me fazer gozar até ver todas as estrelas do céu... e ai achando que era brincadeira falei-lhe que há muito tempo eu não sabia o que era gozar, e que eu a achava muito linda, e que seu marido deveria achar o mesmo, pois ela estava sempre alegre e bem disposta, e isso para mim era sinal de que ela era bem fudida... e ela falou-me então com voz sensual e rouca... viu no que dá se meter com quem não sabe te tratar bem, você ficou cheia de complexos, sua vida se transformou em um inferno quando você esta na idade de gozar gostoso e fazer os outros babarem por você... nem se tocar vcê se toca... e ela então enfiava os seus dedos em sua bucetinha lisinha, sem um pelo... e mandava eu olhar, e eu olhava e aquilo foi fazendo com que eu começasse a me excitar, não aguentei muito tempo aquela demonstração e falei-lhe que extava excitada vendo-a se tocar, ela então enfiou profundamente dois dedos em sua xota lisinha e mandou que eu lambesse seus dedos até que ficassem sequinhos, custei a obedecer e logo uma tapa estalou em meu rosto e ela com sua voz de tesão falou-me... mandei você chupar meus dedos para você saber como é meu gosto, porque depois você vai chupar minha xota inteirinha em sua boca e vou te dar muito melzinho para beber, agora mama meus dedos... e eu com a quentura da tapa em meu rosto comecei a lamber seus dedos... devo dizer que inicio não gostei muito não, mais com a continuidade de vezes que ela enfiava os dedos na xota e enfiava em minha boca, lembro que cheguei a pedir por seus dedos.

Eu estava num estado de sensualidade tão grande, que comecei a gozar quando ela começou a rasgar minha roupa, me colocando toda nua encima da cama... novamente senti sua mão batendo em meu rosto e ela falou... da práxima vez que eu te deitar, quero você toda depiladinha, pois vou te transformar na putinha que você sempre foi e não quero ser desobedecida nunca, a partir de hoje nás duas formaremos uma dupla e viveremos momentos de sexo que antes você nunca pensou existir.

Naquela noite ela dormiu lá em casa, juntinha comigo na cama, e eu obedeci a tudo que ela pedia, amei mamar sua xota, e bebi todo o seu gozo derramado em minha língua. Claro que neste meio tempo, ela havia me soltado de minhas amarras, e eu estava livre para poder sentir o calor de seu corpo em meus dedos e em minha boca.

A partir daquele dia, passei a seu sua escrava, amiga, mais escrava, fizemos muitas coisas juntas e somos amigas intimas até hoje, mesmo comigo casada e mãe de uma menina linda de treze aninhos que já passou por experiências sexuais comigo, com Babinha e com o marido dela, isso com o conhecimento de meu marido, que é corninho, adora ser corno e ama dar sua bundinha para os machos que as vezes eu trago para casa. Virei uma puta para ela e para o marido dela, e faço tudo que eles me mandam fazer... em breve contarei mais... beijos







VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos herodico de vadia sendo arromba por um cachorrocomtos de incesto com subrinha na caxuera no carrovhupou minha buceta lesbicaconto eróticoconheci a vara do meu padrasto muito novinha contos eroticosboqueteira gaucha contoMinha filhinha com shortinho muito curtinho ve contosConto doente mental gozeipeguei minha sobrinha do interior matutinhadando pro genro. contos eróticoso masagista fasendo masagem na mulher o pau dele encostou no rosto dela e ela chupouContos eroticos seios machucadostinha perder sua coroa no seu pau do negrãoContos eroticos anciãs casadas e maridos cornoscontos eróticos sendo tratado como mulhermeu genro comeu meu cu e me dominou contos gaymeu buraquinho guloso no teu pauTravessa gostosa lavando a b***** em casa com cama escondidamete tudopapai contosrelato transei "por engano"Musi como tu e tua tia tua tia e uma cadela como tu e tua ruelaContos eróticos dotadoscontos eróticos esposa sodomizada no metrôvidios dos bucetao mais carnudo e enchados nusvoyeur de esposa conto eroticocontos eroticos homens cavalos e mulheres fogosascu de bebado não tem dono contos eróticos gaycontos eróticos pra lésbicas miga sapataConto gay muay thaimulher da um grito cachorro éra soca pica cú da mulhercontos gay com homens grandes e peludos terminadasvesti as roupas da minha mulher por curiosidade fui flagrado pelo vizinho e virei sua putinha gaycontos eróticos de bebados e drogados gaysMeu primo me convenceu a mostra meu pau para elegozando la dentro da buceta vermelhinha da dimenocontos eroticos virgem se masturbandoconto meu marido acha que sou santa mais ja dei o cutravesti dotadu no rneu meu caseiro e minha filha e suas amigas contosContos com belas picasconto erotico ninfetinhasexe conto com foto finji dormi e papai mi enrabohistoria e contos lesbica primeira vez com minha babaconto sexo meu cunhado meu donocomendo minha irmã enquanto a minha mãe olha o BingoNao aguéntei e meti o dedo no cu da minha irma no bisao contoxanimhaBucetas aregaladas e raspadibhaencoxada bem arroxadaconto anal carnuda carenteContratei um travestir e ele comeu meu cuContos eroticos cunhada safada jeovacontos veridicos por garotas teenscontos eroticos sogra mijonaconto eróticos dei o cu novinhacontos de sexo com velhos babõesesposa bebada se abrindo apos a farra no bar contoconto erotico esposa hotelxanimhadei minha filha p meu amante pauzudo desvirginar contosconto dominadora comi a bundinha dele novinho enfiei o dedoconto porno gay cinemacontos eroticos nupcias blogspotcontoserotico loira fudendo com negaoContos eroticos gay olixeiroporno de marido bebedo em casa obricando a esposa a fazer sexo com elecontos eroticosdescobrindo o amorContos Eróticos vi minha amiga sendo emrabada pelo maridão bem dotado fiquei com muito tesãorelato de corno que deu a esposa para o cunhadoComi minha filha dopada conto eroticocontos eu minha esposa e dois comedorescontos porno de velhos caipira comendo viadover filme porno com massagista se a susta com o tamanho da piroca do clientes e pede para tocar uma pueta e pede para ela bater um pueta ele goza na boca de delacontos filha pequenacontos como dopar maridolencol conto heteroVanessinha criando pelo na xaninhacontoerotico sou postituta adoro safadeza na familia