Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A MASSAGISTA DO ESTAGIO

Click to this video!

A Massagista do Estagio



Ola, caros leitores. Meu nome é Robson (fictício), tenho 25 anos, 1.75, 90kg e uns 19 cm de pica e moro no Rio de Janeiro. A historia que vou contra agora é verídica (todas serã o), então vamos a ela e espero que gostem!

Tudo começou quando comecei a fazer estágio em uma clínica no Catete. Sou formado em fisioterapia e na época estava no terceiro período. Nesta clinica havia uma massagista que era uma delícia, uma preta de 1,65 63 kilos uma bela bunda sem muito peito e um cabelo encaracolado até os ombros. Ela tinha 34 anos era casada, até tinha uma filha, e seu nome era Ana (fictício). No início não tínhamos muita intimidade e sá conversávamos sobre assuntos corriqueiros. Mas depois de um tempo em uma de nossas conversas surgiu o assunto sexo e ela disse que não transava muito e quando transava era o básico pois o marido dela era uma pessoa muito reservada e não variava muito as posições. Perguntei se ela nunca havia ficado com um negão e ela disse que não, ate porque casou muito nova e não teve muitas experiências sexuais na vida. Então eu disse a ela que o dia em que um negão pegasse ela de jeito ela não iria querer saber de outra coisa, e disse que se ela quisesse eu poderia ensiná-la a fuder direito.Ela topou na hora (por incrível que pareça) e disse que era sá marcar o dia. Era melhor aos sábados porque alem da clinica ela atendia pacientes particulares.

Nos encontramos num sábado às 14:00 na Tijuca e fomos direto para o motel.Chegamos no quarto ela foi tomar banho e eu fiquei sá de bermuda deitado na cama vendo um filme de sacanagem sá para aquecer. De repente ela sai do banheiro enrolada numa toalha... vou ao seu encontro e dou um beijo daqueles envolvendo sua cintura com meus braços e puxando levemente seu cabelo.Quando tirei a toalha ela estava sem sutien com uma calcinha amarela toda enfiada no rabo e de lacinho. Aquilo me deixou com um tesão incrível e minha pica sá faltava explodir rasgandio minha bermuda. Se4ntei na cama deixando-a de pé na minha frente beijando sua barriga. Tirei os laços devagar expondo sua buceta raspadinha e dei um molhado beijo nela...virei-a de costas e vi uma bunda linda! Apertei, abri e beijei seu cuzinho seguindo com uma lambida.... levantei da cama e botei ela de quatro com a buceta virada para o espelho e de frente para min e fui tirando a bermuda e depois a cueca expondo meu membro duro como rocha e ela disse: Nossa!, eu disse : o que foi nunca viu um desses? Ela disse: não, o do meu marido e bem menos, vc vai me arrombar! Eu disse: calma amor, te arrombo com carinho! Então ela começou a chupar gostoso... mal cabia em sua boca, lambeu meu saco, passou na cara, eu disse: isso piranha, chupa essa pica q vai te comer! Deixa ela bem molhada cahorra, hoje tu vai fuder de verdade!

Mandei ela deitar e fiquei entre as pernas... fui beijando seu pescoço..barriga, parte interna da coxa ate chegar na buceta... comecei com uma lambida geral do cu ate o clitáris fazendo ela soltar um gemido... fiquei sá massageando o grilinho com minha língua enquanto dedava devagar para alargar um pouco pois ela era apertadinha...virei-a de quatro e tome linguada no cu, ela gemia,gritava dizendo: vai meu preto gostoso chupa esse cu e essa buceta vai, faz o que meu marido não faz vai!... depois virei-a de frente de novo, posicionei minha pica e fui metendo devagar... senti a minha pica arrombando-a a cada centímetro que entrava... segurei la dentro um pouco depois comecei a bombar devagar, ela gemia muito gostoso dizendo: ai caralho que piroca gostosa, me fode porra, me arromba caralho, vai meu preto gostoso come essasua puta come!... isso me deixava com mais tesão e eu ia metendo mais forte... virei-a de lado e deitei ao seu lado fudendo de ladinho beijando e mamando seus peitos, fudi bem aquela piranha...depois mandei ela ficar de bruços expondo aquele rabo de novo abri suas pernas e meti gostos, sua buceta já tava arrombada, lubrificada e querendo mais pica... deitei em cima dela chupava sua orelha dizendo: ta gostoso puta ta, e assim que se fode o piranha, toma vara na buceta toma! Gemíamos como loucos, depois mandei ela ficar de quatro, caralho que rabo bonito, segurei firme na cintura e meti ate o talo fazendo ela gritar! Ela dizia; porra assim eu vou querer todo sábado, tu fode muito cachorro! E eu metia como louco, bombando rápido depois devagar massageando a buceta com minha pica. Segurei- a pela cintura sem tirar a pica e fui levantando da cama ate ficar em pé no chão... comi ela de pe sem apoiar em nada, ela ficou louca, nunca tinha sido comida assim! Tenho coxas fortes e aguento bem... depois apoiei no espelho e continuei metendo com ela no meu colo. Tirei a pica sentei na beira da cama, mandei ela virar de costas e sentar gostoso, não e que a puta rebolava bem?... apoiou na minha coxa e sentou como uma louca engolindo minha pica ate o talo, eu puxava seu cabelo e batia na sua bunda e chingava: vai cachorra senta nessa pica o vagabunda! Fode esse pau preto que tu gosta! Virei_a de quatro na beira da cama sem tirar minha pica e meti com vontade.. ela disse que estava quase gozando dizendo: vai gostoso me fode que eu to quase gozando! Vai porra! Eu disse: goza na minha pica vagabunda! Mela essa piroca com a tua porra vai! Ela disse ai, ta vindo mete, mete! mete! Aiiiiiiiiiiiii! E caiu sem forças na cama. Virei-a de barriga para cima e disse : agora e minha vez! Meti devagar enquanto ela se recuperava.. depois fui aumentando... quando estava quase la, tirei a pica e enchi sua cara de porra com 3 jatos de gozo quente e espesso! E cai ao seu lado.

Ela disse que gsotou muito e que iria querer mais aulas como aquela. Eu disse que podíamos nos encontrar com frequência, mas aconselhei ela a não mudar a postura na cama com o marido se não ele ia perceber. Ela perguntou se eu já tinha ensinado muitas outras mulheres casadas, eu disse que não muitas mas que eu era novo mas não era muleque. Tomamos um banho, fudemos mais um pouco e fomos embora! Ficamos nos encontrando durante um certo tempo mas depois sai do estagio e perdi o contato com ela.

Espero que todos tenham gostado. Favor enviar comentários para: [email protected] Mulheres do Rio de Janeiro querendo uma boa foda ou apenas uma amizade enviem e-mails e podemos nos conhecer melhor. Ate breve!

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos porno de corno compartilha esposinha branquinha na viagem de onibus com negros hiper dotadosxerequinha juvenil de perna abertavirei puto do vovo conto gayeu e minha cunhada lesbica fizemos um bacanal com sua irma e mae incestocontos eu e meu marido adoramos ir no cinema ver pornocontoseroticos sogra e genro na agua da praiabumbum arribitado na rolaminha cadelinha zoofilia contoscontosasfantazias das mulher de pornoconto sem calcinha a troco de doceconto erotico cuzinho virgemsogro engoxada no honibus condos erotigoscontos de rasguei o cuzinho do moleque novinhoContos eroticos forçada a dar para um.cavalo na fazendacontos de coroa com novinhocontos eróticos mulheres casada adoram pau grandecontos eroticos fui cuidado meu sogro e ele viu meus pritoscomi minha enganado contos eroticosPorno contos incesto familia prazer total qualquer idademaisexo vidio de zoofilia com travestisfingi que dormia pra ver ela meter contoscontos gay me montei pra elecontos eróticos mulecadafui fazer uma vizita e perdi as pregas video pornocontos eroticos acampamento pirenopolismulher leva enrabado de cachorrocontos incesto comendo minha mae no sitiocontos travestis praiacomi o cuzinho do vizinho novinho contos heroicoscontos eroticos convenci meu priminho vestir a calcinha de sua maeai devagar porra caralho sua pica e muito grossapornô doido p*** fazendo fio terraconto+foi+arebentado+grupo+travestesbucetinha contoscontos eroticos amigo gay experimentou meu biquinesendo possuida pelo servente do colegio parte 1!!!contos eroticosContos porno minha noiva bebadaconto erótico "Um dia minha familia ia fazer um churrasco em casa, e minha mãe chamou "contos eróticos mulher bundudaconos eróticos verdadeiro convenceu a mulher a a bundacontos de mulheres casadas que colocaram o dedinho no rabinho de seus maridos e eles adoraramcontos eroticos sou adotadalésbicas castigando o rabo da parceriacasa dos contos erotica me doparammeu subrinho enfiou o dedo no meu cu contoconto erótico gay taxista manauscontos eroticos gerro tomado umas cervejas com a sogra sozinhos e da em cima delaCasa dos contos: Virgem na baladacontos comer cu sogra e filhana casa de swing recife contoContos supreendida pelo novinhominha sogra/contocontos eróticos esposa e um amigo gayContos rasga o cu filhinhadominador pé gostosomorro de tesão pela a minha madrasta/videosmulher nua e corpo melado de margarinaxv leke dormindo .com madrstacontos incesto troca de filhashome subimisso bebi xixi da rainha contos de zoofilia sobre eguas e jumentascontos de meninos putinhosContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorcontos de lesbicas coroaschantagiei minha sobrinha contosconto gay de pai com vaqueirocontos eroticos meu padrasto e eu no ranchovideo de sexo encochando garotinhas e gozando nas coxas e pernas.fui trepada pelo jegue di meu sogro. conto eróticoconto erotico niseta bebadacontos amigas carentesuma coroa da bunda grande do cabelo liso e peidando a b***** para o cachorropapai enfia no meu cuzinhocont erot recem casada um velho mecontos eroticos gay fui buscar uma pipa em uma construçao e os karas me comeramcomtos de incesto com subrinha bebada depos da balada no carrovídeo porno de menina goza no pau enomeContos gay Massagemporno coroa pauzeramulher da um grito cachorro éra soca pica cú da mulherso sadomasoquismo com maridos violentos contos eroticosContos eroticos amadores dividi minha esposa com meu patrão do sítio que moramos