Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ORGIAS E INCESTOS NO INTERIOR - PARTE 4

Click to this video!

Orgias e Incesto No Interior – Parte 4





Num outro dia meu tio saiu com minha sobrinha, e foram resolver alguns problemas na escola que ela estuda, em uma cidade perto de onde moravam. Ela cursava a faculdade naquela cidade.

Eu fiquei com minha esposa, sobrinho e minha tia.



Disse a minha mulher que fosse chupar frutas com meu sobrinho e demorasse por lá, metendo bastante com meu sobrinho, enquanto eu ficava ajudando minha tia, no serviço mais pesado.

Assim eu disse pra minha tia que iria ajuda-la no serviço pesado.

Ao abaixar para pegar algo muito pesado eu falei -Deixa tia, que eu pego. E abaixei-me para pegar e consegui ver as pernas, as coxas de minha tia. Disse a ela – Tia a senhora está muito enxuta! Ao que ela respondeu: -Enxuta? O que é isso? Eu dise: A senhora é muito bonita, tem um corpo maravilhoso e umas pernas muito bonitas, como acabei de ver. Ela falou: -Viu minha pernas, sobrinho safado?

Eu repeti que sim e continuei a elogia-la e perguntando como era a vida dela com o meu tio, na cama.

Ela me respondeu que não era grande coisa, pois ele fazia ela passar muita vontade, porque sá queria pegar as meninas novinhas, que ela ficou sabendo, dando uma bronca nele e a partir daí ele sá a procurava na cama para satisfazer os desejos dele, deixando ela louca de vontade, e ele virava e dormia. Perguntei: Mas, a senhora não procurou outro homem para satisfaze-la? Ela disse que não, porque a cidade era muito pequena e logo ela ficaria na boca do povo.



Eu falei: - No que for possível, estou aqui para ajuda-la a sentir um pouco de prazer. Ela ficou vermelha e me disse: -Sobrinho, você está louco, é? Querer transar comigo, que sou sua tia? Eu respondi que não havia nada de mais, pois eu mesmo conhecia muitos rapazes que transavam com sua tias, e não tinham medo e nem vergonha de nada. Ela ficou pensativa e me perguntou: -Como faríamos isso, com sua mulher em casa, junto comigo? Ao que eu respondi: -Minha mulher não vai ficar sabendo de nada e ela está se divertindo aqui, chupando frutas no fundo da chácara e que daria muito tempo de eu realizar as fantazias de minha tia. Ela pensou e me disse que esperasse um pouco que ela iria tomar um banho. Fiquei esperando e dali a pouco ela saiu enrolada numa toalha e me disse que a acompanhasse. Fomos direto ao seu quarto onde ela jogou a toalha longe ficando inteiramente pelada e pergntou: Você acha esta velha tia enxuta? Eu disse que ela não era velha, pois sá tinha 39 anos e um corpo maravilhoso, que despertava vontade em muitos homens, se ela se vestisse com roupas menores do que aquela que ela usava em casa e também era igual, quando saia. Ela falou: -Vou seguir seu conselho. Quem sabe seu tio tenha mais vontade em mim e que eu possa deixar outros homens com vontade de querer meter comigo, assim eu colocaria chifre no seu tio, como ele me colocou. E agora o que você vai fazer comigo, pois estou com uma tesão enorme, depois de tudo que você me falou? Fui chegando perto dela abracei-a com muito carinho, dei-lhe uma beijo na boca e começei a chupar seu pescoço, seios, até chegar na bucetinha, onde chupei gostoso aquela buceta pouco usada pelo meu tio. Ela não aguentava de tanta tesão que estava e se contorcia, pedindo que colocasse logo na buceta dela, pois era na buceta que ela estava precisando de um bom e gostoso pinto, bem duro e que a fizesse gozar muito. Deitei-a na cama, chupei mais um pouco sua bucetinha, e depois tirei a roupa e pedi a ela que chupase meu pau; Ela falou: Faz tanto tempo que não chupo um pau, que talvez nem chupe direito. Mas ela sabia e muito bem a chupar um pau e me deixou louco que esporrei em sua boca. Ela ficou assustada e eu disse engula, que é gostoso e é bom pra pele. Ela engoliu tudinho e abriu as pernas e me pediu que puzese o pinto na buceta dela, pois a tesão aumentou. Aos poucos fui colocando meu pau na sua buceta, pra ela ir sentindo o gostinho, e ela gritou: -Enfia tudo, que não aguento mais. Depois de alguas bombadas senti que ela estava gozando, e gozava muito, pedindo para continuar, que eu não parasse, pois já estava vindo outro gozo. Ela gozou umas cinco vezes no meu pau e ainda queria mais. Eu dise: - Que tal colocar no cuzinho? Ela falor: -Coloque no cú, na buceta, mas continue, pois nunca trepei tanto na minha vida, com seu tio. Virei-a e coloquei ela de quatro, passei meu pau na sua bucetinha para melar um pouco o pau e aos poucos e com muito cuidado, fui enfiando no cuzinho dela, que chorava de tesão e pedia mais...mais....enfia tudo até o talo. Enfiei tudo de uma sá vez. Ela gemeu e começou a gozar sem parar. Era um gozo atráz do outro. Nunca tinha visto isso. Fazia mesmo, muito tempo que meu tio deixava ela na secura. Depois tirei do cú e voltei na buceta, e ela se contorcia toda, nem pensando que poderia chegar alguém e ve-la como um frango assado, sendo possuida por seu sobrinho.



Quando ela já tinha gozado bastante, sentamos na cama e ela começou a chorar, mas não de arrependimento, mas sim de prazer. Do prazer que ela tinha sentido e que não sentia há vários anos. Me agradeceu, pediu segredo, no que foi atendida, e foi tomar um outro banho, voltando agora pelada, sem toalha mesmo e começamos tudo de novo até deixar ela e eu exautos de tanto trepar na sua buceta e no seu cú. Ela me pediu para deixar ela chupar mais um pouco, e eu dei meu pau, no que ela chupou gulozamente. Depois alegre que ela estava, foi ver suas roupas e escolheu uma bem bonita e mais curta e falou: Agora sá vou andar assim, e vou arrumar meus vestidos para ficarem mais curtos e mostrar as pernas e a buceta para quem quizer ver, e dar pra tantos homens que seu tio não vai conseguir carregar o chifre na cabeça. Eu falei: Isso tia, mude o visual, que não vai faltar kassete pra senhora. Ai ela me explicou que antes estava envergonhada de mim, mas que agora não, e me deu um gostoso beijo e me chamou para tomar-mos um lanche para refazer minhas forças, pois tinha minha mulher para meter ainda a noite. Mal sabia ela que minha esposa estava sentado num pau duro, dentro da buceta, em cima de um galho de um pé de frutas.



Minha esposa já tinha dado tanto pro meu sobrinho, mas ficava ora chupando o pau dele, ora metendo e as vezes chupando uma fruta para dar o tempo que eu precisava. Sai no quinal, dei algumas gargalhadas, junto com minha tia, e ela escutou lá onde estava e disse ao sobrinho que precisavam ir, senão eu poderia aparecer por lá. Como ele já estava satiseito, desceu, ajudou minha mulher a descer segurando ela pela bunda e buceta, ficando outra vez de pau duro. Minha mulher viu, tirou o pinto dele para fora e chupou até descarregar toda a tesão e a porra que ele ainda tinha e voltaram, encontrando eu e minha tia conversando e rindo. Meu sobrinho estranhou o modo de vestir da mãe e falou: -Puxa mãe, a senhora esta tão bonita, como eu nunca vi antes. Eu olhei pra ela e disse baixinho: -Tá vendo, até seu seu filho já tornou seu fã, imagina agora o tio e outros homens. Minha mulher deu um abraço nela e também comentou como ela estava bonita. Sim ela estava bonita, pois soltou toda a tesão que estava acumulado e que a tornava uma pessoa feia e triste. Agora era sá beleza e alegria. Sempre ela me agradece por ter mudado sua vida, e tascou chifre no meu tio, apesar dele começar a procura-la com mais frequência, mas não fazia do jeito que eu fiz.

Felicidade é tudo isso meus amigos. Ela esta do nosso lado e não vemos. Depois contei tudo a minha mulher, que me elogiou e disse: Você faz todas as mulheres felizes, principalmente eu. A felicidade está ao nosso lado, mesmo que sejamos chifrudos e também trazer alegria e felicidade a outras mulheres necessitadas, não importando sua idade, cor, religião, etc. Depois minha sobrinha chegou e disse que estava com tesão, que queria meter comigo. Não sei onde arranjei forças para dar felicidade e alegria a bucetinha dela, que era um vulcão de tanta tesão. Meu tio queria meter na minha mulher, mas quando viu a mulher dele mudada daquele jeito, e alegre, perguntou se ela tinha visto passarinho verde. Ela respondeu, não, não era verde, era vermelho como um crista linda e maravlhosa. E assim foi nossa visita a casa de meu tios. Deixamos todos alegres e felizes, que até deu vontade em todos eles de sempre nos visitarem em São Paulo, onde dou alegria a minha sobrinha e a minha tia e minha mulher dá alegria ao meu sobrinho e ao meu tio. Vem mais conto por ai, pois passamos na guarda rodoviaria e eram outros que la estavam, e que ficaram muito conentes com minha mulher. Mas é no práximo conto.

Ate breve, e aguardem.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


minha iniciação gay contosContos dei o cuzinho para a travesti fabiola voguelaluninha dando cuzinho virgem para o professor pirocudo contos eroticoscontos colocando menina pra. mamarconvencimeu marido a ser cornonovinhas escoteiras abusadasbranca gordinha casada estrupada por maniaco no cuAcordei com o cuzinho cheio de porra contoszoofilias inicando baby.comah e. mist traSado no chuveiromulheres que estejam dispostas a fazer zoofilia que mora no Rio Grande do Sulcontos gozando nas calcinhas dekaroleu sou de bauru sou casada e gosto de encoxadas nos onibus lesbicas presediariscontos eróticos gay meu meio irmãocontos tava de vestido i fui comidacontos eroticos homem barbudo e peludo fudendo bucetacontos eroticos metende devagar na buceta chupando os seios mordendo os bicis cavalgando gememdofui tomar banho na casa do amigo e comeu a mulher delecontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anostanguinhas molhadas contos eroticos reaistarado.tira.vigidadi.da.entidas.novinhas.come.o.cu.elas.gritaxzoofilia animal casaro casadacontos eroticos vizinhas camaradasnovinha teen transando na cam de bruços com namoradocontos erótico arrependimentos e chorandoorgia com os nerdes casa dos contosprimos e primas transando enquanto os pais saíram totalmente PelotasSiririca contosboquete sem lavar baixarvideo porno gay o promo etero bota o primo gay na surubacontos eroticos traindoxvideos minha matrasdo nu meu quato sexoos bêbados mais lindas gostosas de todos os tempos pelados mostrando o pauconto porno gay cinemacumi a bucrtina contos eroticosaiiao taradoeu punhetei um estranhosexo gemidossstereza okinawa pornoconto mamae fode com filho aniversariantecontos tia de 57 anosContos com belas picasconto erotico dei meu cu em um.lugar inuzitadoContos erotico orgia no meu cuContos eróticos dando de mama pra minhas irmãzinhasminina afuder na pixinaninfeta chupa buceta e cospe a goza com nojoconto de meu irmão comeu meu cu com uma grande pica e eu não aguentei de dorcontos eroticos flagrei minha namoradaMinha mãe colocou silicone e ficou gostosa contocoroa louraca enxuta bocetao inchada inchadaAtraido pela garotinha contos eroticosContos de masturbação com objetos no ginecologistaComi minhas primas novinha e safadinha contocontos eroticos namorada casa de praiaContos eroticos da lele alessadracomi minha tia conto realistaconto erotico lésbicas roçando.a buceta na caracontos gay negrinhoespiando minha tia safada.htmlduas irmas com peitinhos crescendo e o irmao chupandoHistoria de contos de sexo vovo mamoucontos eróticos de mãe ajeitando a filha para o pai comer na frente delacontos eróticos comi minha quando ficamos só em casagay negro bebado sente pora escorrendo no cuconto com onze anos trepei gostoso com meu padrasto que gozou na minha buceta inchadacontos eroticos comendo giovanacomparando paus contosminhas duas primas me chupando o palcontos.veridicos erabando uma,.pretinhafui comer a novimha e fui comidocontos eróticos brincadeira de meninascasadasna zoofiiliamarido corno nao ve mulher paasa a mao no pau d outro