Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ORGIAS E INCESSTOS NO INTERIOR - PARTE FINAL

Click to this video!

Orgias e Incestos no Interior – Parte final





Quando saimos da casa de meus tios, todos ficaram tristes. Minha tia e minha sobrinha porque iriam ficar sem meu kassete pra elas gozarem gostoso no meu pau. E meu tio e meu sobrinho, porque iriam ficar sem a buceta de minha mulher, onde metiam com muito gosto na buceta e no cuzinho dela, gozando até as últimas gotas de porra que tinham. Ficou saudades, por parte deles e nossa. Mas eles iriam até a minha casa na capital e nás viriamos passear ali, quando pudessemos, para todos gozarem e dar felicidades as todos. Eta família de putos e putas.

Na estrada minha mulher como sempre com a sainha curta e sem calcinha, ficava me provocando e eu provocava ela, passando a mão na perna e na buceta dela, que gemia de tesão. Minha mulher ficou ninfomaníaca. Não podia ver homem de pau duro que já erguia e saia e pedia pau na buceta. Eu adorava ver ela assim e a amava também.

Quando passamos no posto rodoviario ela desceu do carro, mostando pernas, buceta, deixando os homens loucos de tesão, com o pauzão duro. Ela pediu pra ir ao banheiro e eles a levaram, e treparam com ela no quarto onde tinha a cama. Fizeram ela chupar, e eles também chuparam a buceta dela, e depois começaram a comer sua buceta e seu cuzinho. Era um bordel aquele lugar. Ela levou dupla penetração, no cú e na buceta, equanto chupava o pau do outro.

Fomos embora depois de umas duas horas de meteção com ela, e deram um tchauzinho, com direito a beijo na boca e ela pelada, entrando no carro assim. Eu olhei bem e disse a ela –Porra o bacanal foi tão bom que você nem roupa colocou pra vir ao carro. O carros que passaram na estrada viram voce pelada. – Era pra ver mesmo, por isso sai assim. Ia erguer a saia pra eles verem a despedida da minha buceta, então já sai peladona. Que gostoso ficar peladona e os homens me olhando. Dá uma tesão daquelas. Você não fica com tesão dos homens me verem pelada com a bunda e buceta a mostra? Nem respondi, porque ela sabia que eu gostava e era um chifrudo com muito gosto.

Chegamos fialmente a nossa casa e ela já recebeu um telefonema de sua amiga, que estava louca para sair e procurar homens pra trepar. Ela gostava de ir junto com minha mulher. Marcaram para o dia seguinte.



Quando ela foi sair veio me dar um beijo e falou –Vou sair, colocar chifre em você. Quando voltar te conto tudo, pra poder fodermos com muita tesão, tá? Falei – Vai meter que é o que você gosta, putona.

Foram a um barzinho chic na cidade, onde tinha muitos coroas que vinham a caça de mulheres para trepar, pois suas mulheres já não davam tesão neles e sua mulheres iam pra outro lugar encontrar com jovens, que ela pagavam pra trepar. Nessa vida de rico é uma putaria sá.

O coroa que saiu com ela, gostou muito e pediu pra ela ser amante dele. Ela falou que era casada e que era meio perigoso ter um amante fixo. Ele insisiu tanto que ela topou, pois, iria por chifre nele também. Mas já que ele queria ser amante dela que fosse, mas que iria levar chifre, ela não tinha duvidas quanto a isso.



O coroa quis dar um presente a ela, que disse que não precisava, mas ele quis, e sairam na noite procurando joalheria, para comprar o tal presente. Deu um colar carissimo, um brinco e um relogio de ouro. Minha mulher achou um absurdo o velho gastar tanto assim. Mas ele era rico e aquilo não era nada pra ele. Ele levou-a até nossa casa, e quando ela entrou, eu estava trepando com uma amiga dela. Ela disfarçou e foi assistir televisão. Depois que sua amiga foi embora, meio assustada, por minha mulher não ter falado nada, eu disse a ela que não se peocupasse porque minha mulher já estava acostumada a me ver trepando com amigas e que ela voltasse outras vezes que sentisse tesão.

Minha mulher falou: - Onde você achou essa gostosona pra trepar? Eu disse: Telefonei e falei que estava sozinho, pois você tinha saido e que ela viesse, matar as saudades de mim. E ela veio.

-Tá bom. Minha noite foi muito boa também e contou-me tudo e mostrou o que tinha ganhado. Falei:

-Esse deve ser rico e coroa, não é? Ela disse que sim, mas não estava afim de ganhar presentes, nem dinheiro. Ela era puta, mas sá porque gostava de kassete e não com a finalidade de ganhar, com isso!

No outro dia, ela pediu a sua amiga que levasse aqueles presentes e devolvesse ao coroa, dizendo que meu marido descobriu, brigou comigo e nunca mais vai deixar eu sair com amigas, a noite. Sá com ele.

A amiga fez tudo que ela pediu e o coroa ficou super chateado, pois tinha gostado muito dela e achou que foi muito precipitado, ao solicitar que ela fosse sua amante e pelos presentes que deu. Deveria esperar mais um pouco, e assim ele ficou no aguardo de um dia encontrar-se com minha esposa de novo. Nunca mais aconteceu, pois elas iam a outro lugar que tinha coroa e jovens também, a procura de mulheres para treparem. Sá que com os mais jovens o cuidado teria que ser maior, com relação a doenças, pois eles não estão nem aí em questão de doenças transmissiveis em caso de meteção. Eles acham que com eles não acontece nada. Fazer o que se eles pensam assim? Pegam uma Aids e morrem cedo. Cada um com sua escolha e com o seu cuidado.



Ela parou um pouco de sair a noite e ficava mais em casa, onde meus amigos, sabedores que ela dava umas trepadas gostosa, começaram a me visitar com mais frequência. O primeiro que apareceu, com uma desculpa que estava sozinho em casa, veio pra assistir televisão ou algum filme comigo. Minha mulher como sempre sentava na poltrona que ela tinha colocado estratégicamente, para eles verem sua perna e buceta, sentou-se e aos poucos foi abrindo e deixando a mostra aquela bucetona gostosa, e suculenta de se comer. Meu amigo ficou de pau duro e não sabia como fazia, para esconder o kassetão duro. Minha mulher convidou-o para ir até a cozinha experimentar uns salgadinhos que ela ia servir junto com a cerveja. O rapaz todo envergonhado, foi, mostrando o mastro duro. Ela já foi pegando, tirando pra fora e chupando. Meu amigo tremedo de medo que eu visse, mas ela contornou a situação, dizendo que eu não me levantaria do sofá onde assistia um filme bem picante. Ela ergueu a saia, tirou o pau do rapaz, começou a chupar até ele gozar em sua boca, virou-se de costas pra ele e disse –Coloca na minha buceta, que estou cheia de tesão por você. Ele colocou na buceta dela, e meteram gostoso até ele gozar de novo. Ela chupou de novo e pediu que enfiasse no cuzinho dela, onde foi prontamente atendida. Aquela coisa, foi arrombando seu cú e ela gemendo baixinho, de tanta tesão, e gozou muito na pica do rapaz, que quando voltou a sala, ficou elogiando os salgadinhos dela. Buceta e cú agora chama salgadinho?

Ela veio sentou-se novamente com tudo de fora. Pernas e buceta. Eu disse: -Luiza, está aparecendo suas pernas e algo mais. Ela disse: -Que é que tem. Será que ele nunca viu pernas de mulher? E continuou assim, até que foram ao meu quarto e meteram a vontade, como se eu não esivesse sabendo de nada.



É assim nossa vida. Trabalhando, metendo, viajando. Tem problemas também, que procuramos contornar com muito jeito e resolver as situações. Nem tudo na vida é um mar de rosas.

Até que um dia fomos ao litoral, pegar uma praia, Ficamos num hotel onde tinha tres elevadores. Um era somente para banhistas que podiam descer vestidos pronto pra ir a praia. Ela colocou um biquine, como da musica Ana Maria, tão pequeninho que na palma da mão se escondia, com uma kanga, mas por baixo nada. Ficou de colocar a parte de baixo do bikine na praia, onde alguém, talvez pudesse ver sua buceta. E assim foi. Mas a historia continua em outro conto. Se alguem gostou deixa uma mensagem abaixo. Tenho muitos contos com minha mulher, que coloca chifre adoidado em mim, e eu gosssto, pois sou um chifrudo assumido, mas gosto também de por chifre nela e ela me arruma amigas, para tal fim. Até a práxima

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Empregada Triscando no meu pau contocontos eroticos de novinhas sem calcinhavideos de homens que dao palmadas fortes na buceta pelada da mulher sem doamante da calcinha de presenteIncesto com meu irmao casado eu confessominha sobrinha me chupou enquanto eu dormiarelatos eroticos de traicao consentidaconto - bundinha durinha , cuzinhoapertadoContos eroticos eu e minha familiatroca troca de homens adultos contosCasa dos Conto a beira de uma suruba esposa casadaconto lesbica humilhadacontosminha primeira vez lesbicano onibus de excursao sem calcinhameu patrão me pegou mastubando e chantageia conto eróticodei o cu po meu pone contos eroticos pornocontos erotico frentistaacademia eroticacontos de relatado por mulher de corno e viadovideo de mulher transando no atelier delacontos de putarias gays/ flagrei o meu amigo comendo o cu de seu filho veadinhodepois que o irmão ensinou ela a atividade a irmã da xoxota para o irmãoComtos casadas fodidas pelo filho e o sobrinhoquero tua jeba rasgando meu cuvideo safadecacontos eroticos amigo gay inicioucontos eróticos família vavela minha mãe comigo no banheiroloucuras do carnaval varias pessoas fudendo juntas no dalaocontos eroticos traindo na Lua de Melcontos menage peitoes vaiContos gay studio fotograficocontos enquanto dormiacontos erotico na praia de nudismo com meu sobrinhoConto erótico calcinha fedidacontos safados inversão e dominaçãocontos erotico gay negro dando pra brancover coroas no baile de Carnaval chupando pau passando a língua no sacoquero vídeo pornô de mulher com os peitão e o Filipe pequenininhocontos eróticos vovóconto erotico sogro na piscinacontos de coroa com novinhoContos de novinho chupando kct de caminhoneirocontos bucetinha novacontos eróticos gays cavalgando no tioNegão e minha filha contos eróticoscontos de coroa com novinhosambado se caucinha pra da pra pau grande e se deu maucontos pornô casal fudendo com a empregadinhacontos eroticos entre maes raspadinhas e filhos taradosContos eroticos te amo mana Aquela seria uma luta inédita e muito estava em jogo para Marilia. Há 3 meses ela havia descoberto que eu tinha uma ...Contos eroticos de fortaleza - peguei minha esposa me traindovideo porno safada falando obsenidadesgay violentado contosempregada gostosa transando de bruço com patrãocontos sexo minha mulher sua patroaquelegal vouponhaconto jovens de pau duro no calcao de futebol jogando video gamecontos de mulheres q se masturbamela engolia meu pau e colocava o dedo no meu cucontos ela queria e eu queria comerporno contos eroticos filhinhas enrabadascontos eroticos con pau de 24 cmconto de não aguentei a pica grande no meu cumuile fudeo nacaxueraContos gozei com nerd grandeaquelas olhadas safadascontos dei pro meu padastroboqueteira gaucha contocontos meu marido nem percebeuwww.conto mimha mae min torturou com vibradores na bucetacontos de incestos posando na sogracontos eróticos dona putona