Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

CHANTAGEANDO A MENINA DA CAMPANHA

Click to this video!

CHANTAGEANDO A MENINA DA CAMPANHA



Foi duas semanas desde que minha aventura sexual com Angie e

billy não saia de minha mente. Eu não tenho

visto Angie desde aquele dia mas eu vi sua mãe, Sarah,

frequentemente. Ao falar com ela eu não paro de pensar em sua pequena filha me lambendo a buceta me deixa toda molhada todas as vezes que me lembro







Desde eu tenho seguido então minha rotina diária do normal. Meu

marido, David, estêve em Europa no negácio para as últimas três

semanas e eu sou solitário. Eu retornei apenas de meu workout aerobic

da manhã no clube da saúde e eu estou sentando-me na frente do

computador aproximadamente para apreciar um climax explodindo da mente

enquanto eu enfio meus dedos dentro e fora de meu

rabo e buceta. Eu estou fazendo a minha sessão diária de

masturbação ao ler uma histária em meu local favorito de porn,

Literotica. Uma mulher mais velha seduziu apenas uma menina da

faculdade no sexo lesbian e são envolvidos em uns sessenta nove

quentes. Minhas pernas estão na mesa e eu levanto minha bundona fora da

cadeira e eu deixo escapar para fora um gemido alto como eu experimento um

climax estonteante.



Como eu caí para trás na cadeira eu ouço a campainha da porta.

Merda do Oh! Eu tenho que atender a porta. Eu estou esperando um

pacote dos correios e eles não me entregam a menos que eu assine. Eu

removo minhas mãos de minha vasta floresta e coloco um pouco da porra grossa do sexo em

minha boca. Eu amo comer porra. Eu me enrolo em uma cortina da casa

ando abaixo escadas, com minha buceta que pinga a cada etapa da casa

que ando, através do foyer e à porta dianteira.



Eu tento compôr-me enquanto eu abro a porta. Lá está é uma menina

loirinha de cabelinho cheinho, bonita que veste uma malhazinha azul para a campanha de reeleição do presidente George Bush.

É alta, mas não tão alta quanto eu, com os olhos

azuis enormes .



"meu nome é Ann Wharndahl e eu sou com a campanha para re-election de

George Bush. Nás estamos pedindo contribuições para sua eleição."



"meu nome é Betty. você gosta de vir dentro por um minuto? Aqui fora está

terrivelmente quente "



"sim, mas..mas. eu não me importo de entrar." Disse com um sorriso

completamente molhado bonito.



Seus dentes são brancos e reluzem no sol do meio-dia. Seu lábio

inferior é cheio e cor de cereja. Meu primeiro pensamento era que eu gostaria

de provar a pequenina xaninha desta menina bonita. Eu sei que eu sou uma Mulher

safada e neste momento estou incredibly morna. Eu estou agitada e não acabei

inteiramente de atingir meu climax. Eu sei que eu estou mais ou menos lambuzada

e minha buceta sem calcinha está transbordando. Meu suco grosso da

buceta está escapando abaixo para o interior de minhas coxas e em meu

rabo. Minha cara está melada ainda e húmida de meus dedos sujos de meu gozo e eu espero que ela não

observe.



Eu sugeri, "Vamos para a cozinha se você não se importar

e nás podemos falar."



"Sim Maam! está bom eu vou. A senhora tem tem certamente uma casa

agradável." Ann disse com um sorriso bonito.



"Oh, obrigado! você gosta de um coke ou de algo beber?" Eu perguntei



a "água seria bom."Ela respondeu.



Eu derramei-nos um vidro da água fria e eu sentei-me oposto a ela na

mesa de jantar. A nada mais era tão bonita quanto ela . Seu cabelo era longo e além

da malha que vestia da campanha de Bush teve em um par de shorts brancos apropriados

frouxos. Teve uma barriga lisa e um corpo delgado. Suas pernas eram

longas e firmes. O olhar dela fêz minha boca começar ao salivar e

eu engoli. Eu decidi então que eu estava indo lhe

fazer uma proposta. Porque ela não me conhecia e ninguem por aqui e nem eu a conhecia também.

Nás éramos desconhecidas perfeitas. Esta situação coube

certamente meus critérios para sácias possíveis do sexo.



"E você, é uma estudante de faculdade Ann?? e quantos aninhos você tem? Eu

perguntei.



"sim maam eu sou. Eu atendo à universidade de Minnesota e eu tenho 16.

Eu tranquei o semestre para trabalhar na campanha para o presidente Bush."



" pagam-na para fazer o isso?"Eu perguntei.



"somente as despesas," eram sua resposta.



"são seus pais que pagam o seu collegio?"Eu a inquiri.



"Não, mas... Eu tenho uma concessão que paga a taxa de matrícula e

o quarto e a placa e eu trabalho para ter o dinheiro das despesas.

É uma maneira resistente ir mas eu estou indo fazer isso."Ela me respondeu

com um olhar determinado em sua carinha.



Eu detetei e comecei a colocar meu plano em prática."Você é uma menina extremamente atrativa,

Ann. gostaria de lanchar comigo?"



"obrigado senhoria Betty! Eu gostaria se a senhora realmente não

se incomodasse. É quase meio-dia e eu estou com fome. Era hora de eu almoçar ou fazer um lanchinho rápido

."Ela respondeu com esse

sorriso bonito.



"quanto tempo você tem menina?"



"nás não seguimos uma programação mas eu tenho que encontrar-se

com o grupo em aproximadamente duas horas."



Eu decidi-me ir para quebrei e segui com, "então nás temos todo o tempo.

Eu tenho um proposta para você, escute-me com

cuidado e tento-o por favor não offende-la com o que eu digo. Eu estou

indo doar uma quantia de $250 para a campanha

de Bush."



"wow! Aquele é um amount."A senhora é generosa ela exclamou..



"e eu dar-lhe-ei $300.00 em dinheiro para seu uso pessoal," Eu disse e

esperei então sua resposta.



Com um olhar confundido em sua pequenina carinha ela perguntou, " Mas porque a senhora quer dar o dinheiro

adicional para mim?"



"eu quero algo em troca, Ann ."



"e o que é, senhora Betty?"



"eu quero faze-la comer minha buceta." Eu respondi.



Um olhar chocado veio sobre sua carinha e ela perguntou. "é..é, sério?"



"Sim é. Você ja comeu uma buceta adulta antes?



Sua resposta indignada era, "No.! Nunca! Eu não posso acreditar que

a senhora me pediu isso. Porque o fêz?"



"Ann, bebê, eu a acho muito atraente e eu quero fuder com você.

Esta é uma situação perfeita para ambas. Nás somos

desconhecidas totais e ninguém vai saber o que nás fizemos aqui. Os

benefícios que seus pais dão a você e a campanha de Bush fazem pouco dinheiro de

despesa extra. Eu apostarei que você pensou sobre o que fazer com uma quantia tão alta

menina. Não me diga que você não está ao menos um pouco

interessada."



"A senhora é uma lesbian?"Ela perguntou.



Minha resposta indignant era, "No.! Eu sou uma mulher feliz casada com

duas crianças e eu não pretendo estragar meu casamento. Eu coloquei

a primeira menininha para comer a minha buceta aproximadamente a duas semanas há e eu gostei

disso. Eu descobri que eu gosto apenas do período do sexo. Eu amo ainda

um caralho grande, duro mas eu gosto de colocar garotinhas para me comer a buceta.

Se você se decidir a aceitar minha oferta você ficará com o dinheiro.

Acredite-me."



"Senhora Betty, se eu sair for embora agora a senhora pode me dar

a contribuição de Bush?"



Minha resposta era, "a oferta é tudo ou nada e essa é a minha proposta que sá de pensar a minha buceta ja está toda molhada

. Quando você veio a minha porta

eu estava em cima das escadas me masturbando e eu tive apenas um

orgasm fantástico. Minha buceta está gotejando e molhada e eu gostaria de

ver sua boca pequena bonita me lambendo e me deixando limpa. O que você diz menina

Annie?"



Com um olhar perplexo em sua cara bonita ela disse, "eu não posso

acreditar que isso está me acontecendo. Quea senhora está falando

desta maneira comigo. Eu não posso acreditar que a senhora me propos tal coisa considerando

sua oferta. Eu devo ir embora daqui mas aquela é uma contribuição grande e eu

posso certamente usar o dinheiro. Eu encontro esta situação estranha

e fico pensando sobre isso. E eu fico pensando eu nunca fiz isso nem com meninos e a senhora é muito mais velha que eu e o

pensamento de lamber a senhora me deixa nervosa

. Mas eu nunca fiz qualquer outra coisa

semelhante antes. A senhora promete que se eu fizer que ninguém vai saber?"



Em uma tentativa de pô-la na facilidade Eu disse, "ninguém, nunca

conhecerão a menina bonita. Eu certamente não direi. Eu não

quero estragar minha união mas eu sou bem Má."



Um olhar de choro veio sobre sua carinha e ela disse, "eu estou receosa.

Fazer isto seria sujo mas quando eu penso no dinheiro eu fico sem saber... Eu pensei sobre

fazer isto mas eu sei que é errado e não me

levaria a Nada! Eu ja tenho uso certo para esse dinheiro de despesa. Eu

não posso acreditar que eu sou uniforme considerando o. Eu me sinto

assim suja. Deve ser o suddenness dele. Eu nunca pensei que isso iria

acontecer-me. Se a senhora me prometer que ninguém vai saber. tudo bem,

mas a senhora terá que mostrar-me o que fazer porque eu como ja disse nunca fiz isso."



Eu andei até a pia da cozinha. Eu olhei para trás

sobre meu ombro para ela e disse:. "menina suja venha até aqui

fique de joelhos atrás de mim. Faça exatamente como eu digo e

venha.. e começe o seu lunch."



Ela estava com muita dificuldade por causa de sua tremedeira Ann começou a tentativa de andar para mim. Eu inclinei-me sobre a pia da cozinha e descansei-me meu corpo superior nele.

Eu olhei para trás enquanto ela se ajoelhou para baixo. Eu ajuntei a cortina

da casa em torno de minha cintura para expor

completamente minha enorme bunda e buceta a ela. Eu ouvi seus engasgos e ela balbuciava.

"N, nossa e ..eu nunca vi uma buceta assim antes. A senhora está muito molhada."





"lick a menina bonita. Lick o com sua lingueta inteira. Ponha essa

cara bonita nela." Eu exiji.



Sem hesitação a menininha inclinou-se para a frente e licked o comprimento de

meu rego com uma lingueta lisa.



Eu a forcei ela se engasgou, "olha isso é ela Annie. Lick menina boa. Prove meu

suco grosso da buceta. É bom menininha?



"Oh senhora Betty Eu estou tremendo.. eu to muito nervosa Eu não posso acreditar

que eu estou fazendo isto. Seu suco é assim grosso. eu nunca provei uma coisa assim .

E nunca vi uma desse tamanho que nem a da senhora



. Eu gosto de foder de costas para voce assim

sobre. Assim foder quente! Eu quero fazêr uma posição boa para você me comer "que

começou a sugar ruidosa e slurp em minha caixa do amor.



o "Oh suga-a bebê, sim aquele é ele, suga-o." Sua respiração tinha

crescido mais pesada e eu senti-a as mãozinhas pequeninas dela mover-se para abrir as minhas nádegas enormes da minha bunda

Eu afastei mais as minhas pernas e dobrei

meus joelhos um pouco para dar-lhe o acesso melhor. Eu levantei o alto

de meu corpo e removi a cortina que estava dobrada embaixo de mim. Eu olhei para baixo entre minhas pernas

e eu poderia ver um ponto úmido grande no shortinho dela



Como eu adoro a sensação da pia de mármore fria em

meus bicões duros emitidos ondas de choque para baixo na minha buceta

Ann começou a sugar meus lábios da buceta em sua boquinha e eu comecei a

mover minha enorme bunda em um movimento bombeando lento. Sua lingueta partiu

meus lábios e trabalhou lentamente para baixo a meu clit com um som

slurping alto. Meu, clit estava ficando raramente longo, a minha torneira aparecia, meu enorme clit estava projetando-se.

Estava começando a crescer na carinha dela e é assim que era I. Eu não posso

acreditar que esta menina bonita, que eu me encontrei com apenas 19 aninhos,

está comendo minha buceta.



"sugue minha menina pequena olhe o enorme clit. Sugue o big clit da senhorita Betty.

E eu terei orgasmos múltiplos, assim ..não para. Maldita bebêzinha que

você está indo me fazer esporrar."



Ann começou a lick e sugar meu clit grosso com um vengeance enquanto eu via

que eu estava práxima, ordenei que ela segurasse meus quadris e puxasse a minha buceta

firmemente para sua cara e sugava e chupava fazendo sair um som alto.



Eu comecei rebolar meus quadris porque eu espremia meu sexo em sua cara e ela engasgava

gasped, "Ohhhh Yessssss, deus Yessss do Oh." Mais duro!! como ele está duro! engula!, Aahh Vou estourar!! "você tem sua cara inteira nela. Bebê Yessss De Yessss. Foda Yessss, I'mmmm

Cumminggg!"



Eu parei de rebolar e eu poderia sentir meus quadris e corpo tremerem . Ann

continuava a lick a lentamente e se sujar no suco das dobras de minha

buceta .



de "bebê Annie você fêz bom. Você gostou de lamber a buceta da

senhorita Betty?"



Ela engasgou e parou para respirar e respondeu, "eu não posso acreditar que eu

a fiz gozar. Eu suguei-a ao orgasm e a senhora veio assime saiu muito. Seu suco é

assim grosso. Eu, e eu ja posso parar

de licking??."



"não por favor. Nás não terminamos ainda. Mova sua lingueta

mais para baixo."



Ann moveu sua lingueta mais altamente até que estêve na parte

mais baixa de minha buceta.



"Oh não é assim bebê, move sua linguinha mais pra baixo."



Ela Não compreendeu completamente o que eu estava mandando e começou a beijar e licking as

nádegas de minha enorme bunda . Pela maneira que ela licked me poderia dizer que a

sensação de minhas nádegas em sua boquinha a excitou. Eu a prendi para

baixo entre minhas pernas e comecei friccionar meu big clit.



"olhe isso menina do bebê, lick agora meu cu!."Eu a mandei.



Annie hesitou, mas por somente um segundo, e moveu sua boca

para meu cu. Assim que sua lingueta tocar em me lá eu deixei

para fora de mim um gemido, de "o bebê bonito dos yessss Ohhhh, yessss do

ohhhh que é o que eu gosto. Yesssssss. Isso é o que a senhorita

Betty gosta."



Ela começou a friccionar sua lingueta através dele. Meus quadris indicados

para girar furiously e rebolar um pouco enquanto eu esfregava meu big clit.



"deus sim Annie. Oh yesss ohh deus, faça meu bebê,assim no rabo."



Incentivada por minhas palavras pôs sua boquinha sobre meu cu e

começou a beija-lo francês como se estivesse beijando uma boca. Isto emitiu-me em um frenzy e eu comecei

a rebolar mais duramente. Outra vez agarrou-me por ambos os meus quadris largos e

puxou minha enorme bunda em sua carinha. Sua boca estava apertada em meu cu

agora sua lingua entrou toda e me fodeu enquanto eu rebolava. Mordiscaria a borda

apertada de meu furo e sugá-la-ia então e enfiou a linguinha profundamente. Eu

furiously esfreguei meu enorme clit e rebolava enquanto ela devorava meu cu .



"YESSS... DEUS YESSSSS DO OH... ENFIE MINHA MENINA BEBÊ A LINGUINHA NO RABO

AHHH NO RABO.... BEIJA ELE COMO SE ESTIVESSE BEIJANDO UMA BOCA ANDE! AH, YESSS OHHH YESSSS MINHA BEBÊZINHA YESSS NA BUNDONA

ANNIE... OHHH GAWWWD!



Eu gozei outra vez enquanto eu espirrava violentamente. Eu caí para a

frente da pia e relaxei por um momento. Eu então endireitei

lentamente meu corpo e me virei para olhar para ela. Ela ainda estava de

joelhos e olhava para cima, para mim. Essa cara bonita estava lambuzada e lisa

com meu suco da buceta.



Sorriu para mim com um olhar ligeiramente espantado em sua carinha e falou,

"Eu licked seu cu. Eu não posso acreditar que eu fiz isso. Eu

sou uma menina suja. Eu fiz o Beijo francês dentro do seu cu e fiquei muito nervosa .. eu nao gostei de

fazer senhorita Betty" aquilo era a bunda da senhora em mim?



"sim era menina bonita. Minhas pernas estão tremendo ainda. Aquele era o

mais melhor orgasm que eu experimentei sempre. Deixe-nos ir upstairs e

começá-lo limpado acima. Olha como você fêz um mess em seus

shorts."



"senhorita Betty, eu estou assim quente! Minha xaninha está estranha

não fui girado nunca sobre como este em minha vida. Eu tive um orgasm

demasiado quando eu estava sendo suja e lambendo sua bunda eu

quero parar. Eu não quero mais fazer isso



Eu agarrei-a pelas mãos e levantei-a acima. Eu conduzi-lhe acima das

escadas a meu quarto de computador que junta nosso quarto mestre da

cama. Deixou-me conduzir-lhe ao bedroom. Quando nás entramos eu

sentei-me na borda da cama quando estêve diretamente na frente de

mim.



"Tire logo sua roupa fora eu quero ver esse corpinho

bonito." Ann não hesitate e puxado rapidamente sua camisa sobre sua

cabeça alcançada então atrás dela para trás e não undid seu bra.

Deixou-o deslizar fora dela ombros e para baixo ao assoalho. Seus

melharucos eram bonitos e firmes. Eram sobre o tamanho de uma maçã

com os bicos de ponta que erm tão duros quanto um eliminador

em um lápis. Minha menina pequena do bebê foi despertada ainda

profundamente.



Eu alcancei acima e puxei-mea para e eu disse, "retarde abaixo pouco e

deixe-me provar aqueles melharucos pequenos bonitos."



Enquanto se inclinou para a frente eu prendi minha boca em um daqueles

bocais turgid e começo a sugar delicadamente. Eu flicked a com minha

lingueta e começo a morder delicadamente nela com meus dentes.



Ann gasped e disse, o "Oh Jesus doce que sente bom. Morda minha

senhorita Betty dos bocais. Sugue meus titties!"



Palavras do incentivo spurred me sobre e eu começo a sugar duramente

em seus bicos enquanto eu trocava de um para o outro. Eu tentava

ver de quanto de seu peitinho eu poderia colocar em minha boca

enquanto eu suguei e mordisquei. Eu olhei acima e sua boca estava

entreaberta e uma combinação de saliva e de meus sucos da buceta

estava gotejando dos cantos. Seu labio inferior cor de pêssego grande foi

inchado e parecida com uma baba de quiabo de licking minha buceta e minha enorme bunda. Deus, que porcariada eu fiz na carinha dessa putinha bonita!

Eu tive que provar esse lábio inferior. Eu estive-o acima e

fi-l exame d entre meus bordos e comecei-o a sugar delicadamente. Sua

lingueta alcançou para fora de e licked em meus lábios e nariz

superiores assim que eu liberei seu lábio e procurei sua lingueta

sondando em minha boca. Eu poderia provar meus sucos em sua lingueta

e eu suguei-a mais duramente. Eu deslizei então minha lingueta em

sua boca e começou a sugá-la. Annie foi virando realmente sobre e eu

pensei de que ela sugaria a porra direito para fora de minha boca.



Eu puxei para trás e ela engasgou, "retire seus shorts. Eu quero ver sua pequenina xaninha

" Sem hesitação eu agarrei seu shorts na cintura e

puxamo-los para baixo. Ann desgastava um par do feito sob medida

completamente, panties azuis do algodão da luz. O crotch foi embebido

completamente com seus secretions e quase transparente. Eu poderia

claramente ver o esboço de seu bichano. Sucos estava gotejando quase

do pano.



Eu disse, do "bebê bonito batente, eu necessito provar aqueles

panties."



Eu inclinei-me para a frente enquanto eu me puxei seu crotch para e eu

licked a parte dianteira de seus panties. O gosto era ambrosia. Eu

suguei o material em minha boca e savored o gosto dela sucos.



Annie gasped e disse, "Jesus doce! Meu bichano está no fogo! Coma

minha senhorita Betty do bichano. Coma-o agora."



Eu retirei seus panties e sentei-a na borda da cama. Eu então

agarrei-a atrás dos joelhos e empurrei-o seus pés para trás até

que tocaram nela ombros. Seu bichano era largamente aberto e bonito

com os bordos inchados cheios. Sucos era fluindo e funcionando na

rachadura de seu burro. Pouco Annie estava certamente no fogo.



Eu ajoelhei-me entre seus pés e disse-me, "eu estou indo lick o

menina boa do bebê. Eu estou indo devour esse bichano bonito."



Eu estava com fome para seu bichano e eu não desperdicei em qualquer

altura que. Eu beijei e licked minha maneira abaixo o interior de seus

thighs e começou faz sons gasping pequenos enquanto esperou para ter

seu bichano licked para a primeira vez. Eu pus minhas mãos sobre o

interior de seus thighs e forcei seus pés mais mais distante e eu

então licked lentamente o comprimento de seu cunt do gotejamento de

seu asshole a seu clit. Ann agitou com um mini-mini-orgasm pequeno.



Eu licked o comprimento cheio de seu excesso do bichano um excesso,

duramente e retardo, fazendo o tão ruidoso como eu poderia. Eu

slurped alta enquanto eu engoli seu néctar doce. Ambrosia! Eu estava

no heaven do bichano. Eu tive minha cara inteira nela e meus cara e

queixo eram embeber molhado. Eu salivating como louco e meu cuspo

adicionados ao concoction. Eu não poderia começar bastantes e eu

licked a repetidamente e manteve shuddering, pondo a as mãos sobre o

alto de minha cabeça como se estava receosa que eu pude parar. Seu

clit era duro e distended. Era quase tão por muito tempo quanto meus.

Eu furei um dedo em seu bichano e movi-me até seu clit e comecei-me a

sugar sua torneira pequena.



Annie bucked duramente em minha cara e gritado, "eu ESTOU INDO CUM AO

BEBÊ! Coma meu bichano! Sugue meu clit do caralho!



Então começou a chant alta, do "deus Oh, deus do Oh, deus do Oh, o

deus do Oh que é ele! Sugue-o senhorita dura Betty. Ohhh Yessss, Oh

Yesss eu sou cummminnng! E gritado. FODA SIM! I'MMM CUMMMMING!



Eu era sugando e slurping alta em seu clit porque bucked em minha

cara. Porque terminou Cumming relaxou e seu tipo do corpo do slumped

na cama. Uma combinação de seu suco do bichano e de meu saliva tinha

escapado para baixo a seu asshole pequeno bonito. Eu fiz exame de um

de meus dedos e lubrifiquei-o delicadamente. Eu continuei a lick

languidly seu bichano enquanto eu furei meu dedo em seu burro. Gasped

enquanto eu pressionei meu dedo dentro, lentamente até que estêve

junta enterrada profundamente em seu burro pequeno apertado. Eu

deslizei então meu dedo dentro e fora de seu furo firmemente enquanto

eu recomecei sugar seu bichano.



Quase imediatamente transformou-se bucking rígido e começado outra

vez e começou-se a gritar, "VOCÊ ESTÁ INDO FAZER-ME CUM OUTRA VEZ!

AQUELE É ELE FODA DO DEDO MEU ASSHOLE. FODA-O BEBÊ DOCE DURO! EU

ESTOU INDO MORRER CUMMING! OHHHH SHHITT EU SOU CUMMMIINNNG!



Eu puxei meu dedo de seu burro e dei seu bichano um lick por muito

tempo então me estive acima, liberado seus pés, e slumped esgotado

na cama.



"Ann, levanta-se em todos os fours e permanece-se na borda da cama que

eu não sou completamente com você ainda. Eu quero comer esse burro

apertado."



Fêz como dito e começado nela as mãos e os joelhos na cama. Olhado

então para trás em mim e dito, "coma minha senhora bonita do burro.

Eu não posso começar bastantes desta merda boa. A lingueta fode-me

bebê."



Eu deixei cair a meus joelhos e dei seu bichano que molhado sopping um

longo lick de seu clit a seu asshole. Quando minha lingueta bateu seu

asshole saltou como batido com eletricidade. Eu agarrei seus hips e

puxei seu mais práximo e começado licking seu asshole. Eu rolei

minha lingueta acima e tentei-a furá-la tanto quanto iria. Writhing

e movido seus dedos para seu clit e começado friccionar. Spasmed um

par das épocas de encontro a minha cara e começou-o então buck

duramente. Estava indo a cum outra vez.



Ann começada fazer todos os tipos dos ruídos. do "deus Oh, oh, oh,

oh, oh oh eu estou indo a cum outra vez. Eu não posso acreditar que

você é lingueta que fode meu burro. Mais profundo, senhorita Betty,

mais profundas e mais duramente. Os franceses beijam meu burro que

você bitch! Tongue a foda ele, foda da lingueta meu burro. FODA SIM,

MIM SÃO CUMMMINNNG!



Caiu esgotada em sus lado e configuração que panting lá enquanto

tentou vir para baixo de sua elevação sexual. Mas eu não era

através contudo eu tive este desejo oprimindo fodê-la realmente.

Nesse momento eu desejei que minha torneira longa, dura a furar

em seu bichano pequeno doce. Então eu

decidi fazer a melhor coisa seguinte. Nás poderíamos

friccionar nossas bucetas juntas.



Eu coloquei minhas pernas entre a dela até que minha buceta encostou em sua xaninha e se tocaram. Eu

pus minhas mãos atrás de mim para a sustentação e eu rebolava nela.

Meu clit estava enorme outra vez e começei também a rebolar nela. Ai eu a furava a sua xaninha, e interior das coxas com meu gordo pinguelo

ai eu pressionei minha buceta peluda na pequenina xaninha dela e eu comecei

a friccionar meu enorme clit sobre seu bumbumzinho, xaninha e uma parte de sua barriguinha, juntas, reveling no prazer.

Nossas bucetas estavam inacreditàvel molhadas e porque nás os

deslizamos junto nás fizemos ruídos chapinhando sloppy.



Eu compus minha mente esse I necessitado comprar sobre uma cinta boa.

Eu agarrei seu tornozelo e moí minha buceta na dela. Eu fodi então

o seu cuzinho com meu triangulo peludo e moí-a outra vez. Era rebolando e moendo porque

nossos clits friccionaram junto. Gemendo e muito nervosa ela choramingou enquanto

moia - isso pequenina puta se esfregue em minha buceta molhada bonita, em minha torneira inchada e encharcada na sua. Eu estava práxima de gozar outra vez quando Ann começa a falar.

Ann começou a fazer todos os tipos dos ruídos. Do “deus Oh, oh, oh, oh, oh oh eu estou indo a cum outra vez. Eu não posso acreditar que você é lingueta que fode meu burro. Mais profundo, senhorita Betty, mais profundas e mais duramente. Os franceses beijam meu burro que você bitch! Tongue a foda ele, foda da lingueta meu Rabo. FODA ASSIM, eu vou CUMMMINNNG! Caiu esgotado em seus lado e configuração que panting lá enquanto tentou vir para baixo de sua elevação sexual. Mas eu não estava satisfeita, contudo eu tive este desejo oprimindo de fodê-la realmente. Nesse momento eu encostei meu Big Clit longo e duro como uma torneira a furar em sua xaninha pequena e doce. Desde isso não era possível mim decidiu-se fazer a mais melhor coisa seguinte. Nás poderíamos friccionar nossas bucetas juntas. Eu entrelacei as minhas pernas entre as perninhas dela até que nossos fundos tocaram. Eu pus minhas mãos atrás de mim para minha sustentação e eu Rebolava nela. Minha torneira tocou em seu bumbumzinho, no interior das coxas e na xaninha ela e eu mandei ela também relolar em mim. Porque meu enorme Clit tovava em sua xaninha e bumbum e ela sentia meus pelos a esfolando e eu comecei a friccionar minha torneira nela e ela sentia. e disse que estava muito duro e quente, juntas nás revezávamos no prazer. Nossas Bucetas estavam inacreditàvel molhadas e porque eu deslizava ela em seu corpinho e sentia até sua barriguinha juntas nás fizemos ruídos chapinhando sloppy. Eu compus minha mente e vi que eu necessitava de comprar uma cama melhor. Eu agarrei seu tornozelo e moí minha Buceta na xaninha dela. Eu Cavalguei então ligeiramente e moí outra vez. Era rebolando e cavalgando porque meu Big Clit esfolava toda a sua xaninha. Eu gemia e balbuciava coisas e ela choramingava pedindo para eu parar e eu disse; Esfregue essa pequenina xaninha bichano molhado bonita, inchada de tanto eu esfregar na minha! ande!!.

Ah, eu gosto desta merda safada. Eu amo os ruídos que nossas Bucetas fazem. Eu amo falar sacanagens. Quero que esfregue essa xaninha na minha Buceta. Fazer-me gozar outra vez. Faça sua menina safada gozar. Fazer-me cum você sua cadela nasty!” Mais força Rebole, gritou! “Eu ESTOU INDO A CUM OUTRA VEZ! Eu ESTOU INDO A CUM OUTRA VEZ! OHHH GAWWWD SIM! FODER-ME COM ESSE BICHANO! FODER-ME BEBÊ! I'MMMM CUMMMMING! Eu gritei, “ISSO SUA MENINA SAFADINHA, o TRABALHE ESSA XANINHA DO CARALHO. GOZE BEBÊZINHA! GOZE PARA A MOMMA! GOZE PARA A SENHORA BETTY! Nás relaxamos e repomos na cama, panting e tentando travar ou em respirações. Mas não para longo. Ann agitou-lhe, levantou-se as mãos e os joelhos e rastejou-se ao redor até que sua cara estêve diretamente mina excedente mas no sentido oposto. “Senhorita Betty, eu quero beijar sua cara bonita.” Beijou-me na boca e deslizou-a sua linguinha entre meus labios e licked meus dentes. Como sondou um delicado mais profundo de I sugada sua lingueta que prova meu suco da Buceta. Nás trocamos beijos e eu mandei ela sugar meus lábios, delicadamente no início e então com mais força depois. Como usual, eu estava salivando muito e isso combinou com os sucos que escorriam abaixo meu queixo. Ela removeu sua linguinha de minha boca e licked delicadamente esta loção da minha cara, queixo e abaixo da minha garganta. A sensação era inacreditável. Quando alcançou meus peitos e sugou meus bicos pela primeira vez. Eram longos e duros. Ann mordiscaria delicadamente com seus dentes enquanto trocava de um ao outro. Mumbled, “seus bicos são assim, ficam duros por muito tempo e é que nem pedra eu nunca vi assim antes. Assim como seu clit. Eu gosto de sugá-los.” Seus melões bonitos estavam sobre minha carinha e eu suguei-os. O sexo é uma coisa pensamento maravilhosa para mim. Pode qualquer coisa ser melhor? Ann moveu-se de meus bicos e licked lentamente abaixo meu estômago até que sua lingueta alcançou meu navel. Todo o quando eu imitei suas ações. Ela beijou entãoos músculos de minha barriga como se fosse Bucetas diminutas. Abaixou para minha Buceta e nás começamos simultaneamente a lick lá a quantidade de néctar. Ela não falava agora porque nás ambos começamos a comer as nossas bucetas. Nás executávamos um sessenta e nove clássicos e eu adorei!. Os únicos sons que poderiam ser ouvidos eram os ruídos sugando alto feitos por nossas bocas. Teve já cum muito e eu amei o gosto do suquinho dela. Eu a lambi e a deixei limpa era muito novinha e ainda tinhe cheirinho de xixi, e mandei ela fazer a mesma coisa. Suas boquinha e linguinha sempre sondando trabalhavam outra vez lá a mágica em minha Buceta e eu sabia que eu estava práxima de esporrar outra vez. Eu Pressionava a xaninha pequenina dela em minha cara e eu pensava que se fosse uma adulta poderia me sufocar... Começou a deslizar para trás seu bumbumzinho e para enviar e eu podia travar respirações pequenas do ar. Ann fodia realmente minha cara. Sem respiração ela disse, “eu, eu acho que.. senhora Betty. q que sensação estranha está tudo rodando. Vamos Gozar juntas Eu disse.” Nás começamos a intensify nossas chupadas e a sugar, se aquele for possível. Eu senti-a endurecer-se enquanto liberou mais de seu néctar doce em minha boca. Nás viemos quase simultaneamente e relaxamos nossos corpos e continuamos a lick e engolir lentamente nossos sucos. Nás estamos acabadas finalmente. Â“É quase duas horas bebêzinha bonita. Você deve começar limpando tudo. Sua carinha bonita é uma porcariada sá. O chuveiro é lá.” A “senhora Betty, esta foi uma experiência incredible. Gawd! Eu não posso acreditar que isto aconteceu realmente. Eu agi como uma animal depravada e eu fiquei muito nervosa de fazê-lo.” “Use o chuveiro e lave sua cara. Eu amaria regar outra vez toda sua cara mas nás começaríamos somente uma outra vez e você e eu temos que trabalhar e você fazer sua reunião. Quando você regar eu escreverei a verificação eenviarei seu dinheiro e pronto. Vá agora antes que eu queira essa xaninha de criança outra vez.” Quando retornou era radiante bonita. Sua cara era aglow. “Minha roupa está toda suja do melado da senhora o que eu vou usar? “Eu quero manter suas calcinhas e seu uniformezinho e naturalmente você não pode usar aqueles shorts manchados. Eu dar-lhe-ei um par de minhas calcinhas e uma roupinha para você vestir eu tenho aqui um par de shorts brancos que são quase idênticos ao seu. A outra menina era quase do mesmo tamanho que você assim tudo deve caber.” Escolheu as calcinhas que eu ofereci e disse, “mas a senhora Betty estas são caras e as minhas são assim lisas e baratas. Eu comprei-as no Wal-Mart.” “Ann, a sua calcinha embebida com seus sucos e sua roupinha toda lavada com meu gozo será para mim um tesouro. Eu provavelmente vou cheirá-las e sugá-las mais tarde hoje e provavelmente masturbar-me com elas sobre minha Buceta Adulta. Eu deixarei certamente David foder-me com elas quando ele retornar da viagem.” “Senhora Betty, a senhora está sendo assim amável pra mim. Você pensa de que nás somos safadas e depravadas para fazer as coisas que nás fizemos apenas uma a outra?” “Somente você e eu podemos ser os juizes daquele para nás somos únicas que sabem sobre o que aconteceu aqui. Eu sou Safada e depravada, mas de uma maneira boa, e eu desejo que nás tenhamos a oportunidade de fazer outra vez.” “Eu quero muito!” Exclamei. “Então que é a resposta a sua pergunta. Ninguém foi ferido aqui e nás ambas tivemos coragem. Deixa-me ter seu número de telefone e eu lhe telefonarei. Minha informação está na verificação de seu número.” Porque puxou minhas calcinhas e falou, “e se a minha mãe atender?” “Bebê fantástica! Mas você não a deixe atender seja rápida e não perca tempo.” Hurriedly terminou de vestir-se e moveu-se para mim. Nás abraçamos e trocamos um beijo macio. Era hora para ela de ir. Ela virou-se e andou para fora de meu Quarto, desceu as escadas e para fora a porta. Eu movi-me para a janela para olhá-la na rua e eu prestei atenção que a criatura bonita andava lá embaixo e caminhava para longe de minha vida.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto erótico de casada que chegou em casa completamente arrombada e o marido percebeupeguei um menino pra comer minha buceta velha contoscontos bi eu e meu primo e minha prima meu primo gozo no meu raboenpurou no cu so para ve o gritoContos de casadas gravidas fudendo com dois ao mesmo tempoMulher negra fodendo com o sogro contosvideo porno gay de garoto com o calção com o fundo rasgado de parnas areganhada na casa do amigo tarado do pau gande e grosoConto erotico mamae deixou papai come meu cu em quanto chupava elacontos fui brincar amoite de esconde esconde e dei o cu pra todos mulequescontos realizei o sonho do corno engravidei de outrosambado se caucinha pra da pra pau grande e se deu maucontos adoro dar minha bundinhacontos gay meu amigo me ensinou a darcontos eroticos gay fui enrrabado apanhei e gosei com um desconhecidoContos de ninfetas que gostam de andarem nuascontos eroticos chifrecontos sou baiana e adoro paus grandesprimeiro conto de aline a loirinha mais puta e vadiaConto erotico de sexo incesto cheiro da buceta suada da irmaestoria porno a fantasia do meu marido e c cornoWww loira casada gosta de negro dotado na casa dos contosContos o caminhoneiro me chupou inteiracontos velha sogra da cuhomem interra tudo na buceta inxada da sua cadelaminha ex namorada tonta dando pra outro contoscontos eróticos casal Passei a noite no autorama no Ibirapueracasa dos contos eroticos meu marido trabalha eu meu filho rodulo me fodenovinha de 13com peitinhodei para meu genroXupano apiroca doirmao sentada novazo dobanherotraiminha namorada com o pau na cara contos relatos estorias eriticosmulher com contracionar peladaporn contos babesitter em casa familiaconto gay metemos.o dia todocontos reais meu marido fez uma deliciosa DP com seu amigoConto de cadelinha depósito de porra dos machos no barconto erotico arrastaram minha namorada na festaComtos eroticos com cumada novinhacontos pornor me comeramcontoseroticos comendo ocu dtiticomi o cuzinho do vizinho novinho contos heroicosandava só de cueca no carro. conto gay teenmarido demarleni ve ela transandorola na madrinha/contocontos di mulheris que ralaram pela primeira vezcontos eroticos perigodeu o c* não aguentou o cilindroesposa comvemceu maridu deixa. ela da para outro..comtos eroticoscontos fazendo vovô gozarvoyeur de esposa conto eroticoqueria saber mulher realista metendo muito morena peitudamenina de calcinha pornoe chiorts curtoscontos eróticos Paula vizinha casada gostosacontos de menino bem novinho usando calcinhacrossdressing miudinhacontos eroticos da minha tia amadorasContos eroticos incesto casos reais pag 170contos eróticos cheirando a bunda de mamãecunhadas esfomeadascontos eroticos engravidei uma novinha faveladacontos/ morena com rabo fogosocontos eroticos de marido corno bebedor de porraconto erotico enteadahistória verdadeira de sexo entre homens bi sexual no banheiro metrô trem ônibuscontos negao limpando quintal da casadacomi minha madrinha na casa dela contoscontos eroticos mamei no pintinho do nmeu filhinho pequinininhoremedio para durmi contoseroticosconto sentei no pau do meu tio com dez anoscomo minha esposa aguentou 23cm no rabocoroa gostosa se arrumando namorada em Pouso AlegreContos eu e as colegiascontos gay meu amigo me ensinou a darmelhorescontos eróticos gosando pelocuconto erótico esposa foi parar no hospital com a buceta sangrandoengolindo ate o talo contoscontos eroticos de enteadasesposa seria se bronzeando em casa contolego na dano a buceta dormindocontos eróticos soco sacoConto erotico o shorti.ho que meu marido comprouminha esposa revelou ser muito safadaconto erotico minha patroa me viu de pau durocontos eroticos a coroa submissacontos eroticos decornos amigosContos erotico dei pro meu amigo ra comer a namorada delecontos eróticos inversão bêbadogay surra chinelo putinhameu primo mobral contoconto gay caseiro patrao carlos