Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA VIZINHA E PROFESSORA DO SEXO

Click to this video!

Tudo começou quando tinha 19 anos, sou morena jambo, cabelos longos, negros, olhos pretos, seios medios e firmes, cintura fina 1,70 de altura 65 k, pernas longas e torneadas, buceta grande e cabeluda, bunda proporcional mas chama muita a atenção da moçada, já tive varios namorados, perdi minha virgindade com meu primeiro namorado eu tinha 19 anos e ele 19 a experiencia não foi muito legal senti muitas dores, depois dele não deixei nenhum namorado avançar o sinal sá brincadeirinhas, mas adoro me masturbar e o gozo solitario quase todos os dias, então revolvi não namorar niguem pois estava afim de prestar vestibular para nutrição e teria que ser em uma Univercidade do goveno e para isso teria que estudar muito, sempre fui uma boa aluna, meu é pedreiro e dos bons pois nunca faltou trabalho para ele, mas não tem condições de pagar uma faculdade, papai contruiu nossa casa que morava-mos e um bela casa para os padrões da minha cidade e ele construiu uma outra no terreno vizinho que tinha comprado a nos atraz, era uma casa bem acabada 2 quartos sendo um suite, sala de jantar, visita, copa cozinha e mais um banheiro e demais depedencias, era pra minha irmã que se casara mas seu marido foi tranferido para Manaus então ele vendeu a casa e deu o dinheiro para ela. Papai vendeo para a professora Marisa ela lecionava Historia em duas escolas publicada da cidade e era muito respeitada tinha 42 anos e ficou viuva a pouco o marido era caminhoneiro e morreu em um assidente não tiveram filhos.

Professora Marisa foi minha professora no segundo grau e eu gostava muito dela, quando se mudou vizinha de casa mamãe logo fez amizade com ela e eu tambem, ela via eu estudando o dia todo e já tinha passado 19 dias que ela era nossa vizinha ele me propos em me ajudar estudar e combinamos de eu ir todas as noites na casa dela estudar eu ia depois do jantar, quando chegava ela sempre estava sá de roupão tomada banho cheirosa, Marisa tinha 42 anos, baixinha 1,56 de altura peso proporcional e um rosto lindo com dois olhos verdes e duas covinhas que embelezava ainda mais aquele rosto de pele de maçã sua boca é sensual labios grossos e bem contornados, depois que comeseia a estudar com ela dei um grande salto de qualidade do meu estudo pois ela era realmente uma otima professora, um dia ela propos para que eu dormisse na casa dela, pois poderiamos estudar até mais tarde, ela pessoalmente falou com mamãe que concordou, no mesmo dia leivei para casa dela minha camisola, escova de dentes e toalha, quando entrei ela sorrio e falou.

- Então Vanessa voce veio que bom podemos estudar até tarde.

Na primeira noite dormi ni sofa da sala de visita ela queria que dormisse na cama dela que era de casal e enorme, pois o outro quarto ela fez um escritorio com uma bela bibioteca, computador era lá que a gente estudava, ela saia as sete da manhã, nás tomavamos café e eu ia para casa, na noite seguinte ela me convenseu de dormir na sua cama, paramos de estudar passava da meia noite, fui para o banheiro e pedi para ela se podia tomar um banho estava com muito calor, tranquei a porta entrei de baixo do chuveiro e me masturbei pensando nela, quando entrei no quarto estava de camisola transparente sá de calcinha e sem sutiã, ela ficou me olhando.

- Vanessa como voce é linda deve ter um monte de paqueras e riu, eu fiquei envergonhada deitei e me cobri ela entrou no banheiro e saiu tambem de camisola totalmente transparente e curta sem nada por baixo não falou nenhuma palavra apagou a luz e deitou ao meu lado, me arrepiei quando ela alisou meu rosto e me deu um beijo de boa noite, demorei para dormir ao lado daquela mulher ao meu lado me sentia estranha varia vezes me deu vontade de abraça-la, mas peguei no sono e sá acordei sentindo um beijo ne meu rosto,

- Bom dia querida o café esta na mesa vem me fazer companhia tenho que ir trabalhar, levantei tomamos café e disse a ela que eu daria um jeito na casa era o minimo que poderia fazer por ela e depois todas as noites quando estavamos na cama ela contava que sentia muita falta do marido e que ele era muito carinhoso, cada noite ela contava uma historia da pratica sexual com o marido aquilo me exitava e era sá ela sair pela manha eu corria para cama e me masturbava pensando nela que estaria a beijando. Uma noite estava muito quente eu já havia tomado meu banho ela sempre ia depois já estava deitada sem coberta por conta do calor ela me aparece totalmente nua enfente a mim, fiquei sem ação de ver uma mulher madura com um corpo tão lindo, os seios pequenos mais durinhos, a aurela do seios rosadinhos e os biquinhos estavam durinhos, cintura fina quandris largos pernas sem nenhuma mancha e o mais lindo a sua bucetinha toda depilada e pequena parecendo de um menina, aquela imagem mexeu comigo.

- Vanessa eu adoro dormir nua aprendi com meu marido nos andavamos pela casa sempre nus, te incomoda eu me visto me sinto uma velha perto de voce tão jovem.

- Que isso Marisa voce é linda e a casa é sua venha vamos dormir, ela deitou e desta vez não apagou a luz e acariciava meu rosto derrepente me beijou na boca no primeiro momento correspondi mas me assustei e larguei rapido.

- Desculpe-me querida nunca tinha feito isso mas voce me atrai, antes de que ela falace alguma coisa a mais eu que ataquei desta vez e a beijei com uma grande volupia, ela tirou minha camisoala e enaltecia minha beleza e juventude, foi beijando meu pescoço senti na hora meu corpo todo vibrar, eu mesma tirei minha calcinha ela ficou adimirando minha buceta cabeluda, nás estavamos de joelhos na cama ela sugava meus seios meu corpo se arrepiava todo eu gemia de prazer, com muito carinho ela me deitou na cama e começou a beijar meu corpo todo até chegar na minha buceta, quando sua ligua chegou no meu grelo quase desfalecia ela sugava com uma volupia e seus dedos estravam na minha buceta ai gozei varia vezes e pedia para que ela não parece eu gritava como uma maluca até perder os sentidos, acordei com Marisa dando uns tapinhas no meu rosto, ai vi que era real, sorri e ela perguntou.

- Tudo bem Van?

- Estou otima nunca gozei assim antes me sinto mulher e agora é minha vez de te fazer gozar sua baixinha maluca. Comecei beijar seu corpo todo ela se retorcia e gemia.

- Vem minha menina acaba comigo quero ser sua estou apaixonada por voce, aquelas palavra me fez ficar com muito tesão estava louca para ver aquela mulher madura goza na minha boca e parecia que tinha muita experiencia, chupei aquela bucetinha com maestria seu grelinho era grande e durinho parecia um pintinho de criança enfiei tres dedos naquela bucetinha quente ainda mais que ela me cintou que seu marido era bem dotado ela gemia e se contorcia com uma cobra mas ela gozou e muito quando chupei seu cuzinho pois tambem ela tinha me contado que adorava dar seu rabinho para o seu marido depois suguei todo seu gozo com se fosse um aspirador ela eleloqueceu e assim passamos a ser amantes. Depois de seis meses que estavamos juntas todos os dias. Marisa disse que tinha que ir á São Paulo passar quantro dias fazendo um curso eu moria de ciumes dela, até quando ele convesava com as suas alunas estava relamente apaixonada por ela, este quatro dia que ela ficou fora parecia uma eternidade eu até pensava que não voltaria mais. O dia que ela voltou corri para sua casa e ates que ele feichace a porta já estava beijando aquela boca que me dava tanto prazer.

- Van trouxe um presente pra nás voce vai adorar e eu tambem, fui abrindo aquela caixa para minha surpresa eram consolos com vibro eram perfeitos com saco e tudo e tinha de varios tamanhos até um gigante e na embalagem estava o tamnho do mostro do prazer 25x8 era de um material importado macio me minha calcinha se melou toda, tinha um cinturão, lubrificantes gels de varios sabores, pomadas para esquentar a bucetinha e cada um ela me explicava para que servia.

- Marisa voce não ficou com vegonha na hora que foi na loja para camprar?

- Não Van a loja estva lotada e a maioria era mulheres, estou louca para experimentar, falei a ela que iria dar uma desculpa para mamãe e já viria para ficar a noite toda com ela pois estva morrendo de saudades. Quando voltei ela já tinha tomado banho e totalmente nua me esperando nos beijamos com muito amor, fui tirando minha roupa e deixando cair pelo caminho quando chegamos no quarto já estava nuazinha e lhe mostrei.

- Olha a novidade que fiz para voce, tinha depilado minha buceta e com isso realsava como era grande e carnuda.

- Que buceta linda voce tem e fica escondida no meio dos seus pelos, mantenha sempre assim ela é linda e agora chega de papo quero te dar muito prazer, Marisa sabia meu ponto fraco e em segundos estava gozado como uma cadela no cio.

- Agora quero quebrar o cabacinho do seu cuzinho minha putinha gostosa. Ela encaixou o pinto menor de uns 12cm no cinturão passou bastante lubrificante nele, depois deitei de costa na cama ela disse que queria ver minha carinha de tesão ao ser penetrada, depois chupou minha buceta e meu cuzinho virgem, lubrificou bem e veio colocando com muito carinho aquele vibro no meu cuzinho, era um misto de dor e prazer, quando estava interinho dentro de mim ela ligou o vibrador na velocidade maxima.

- Não para Marisa esta gostoso comecei a rebolar e fazer um movimento para entrar tudo, não para eu gritava vou gozar minha baixinha gostosa, vem mais rapido assim estou gooozaadoo....aai....ham que bom, ai meu corpo amoleceu ela tiro aquele pinto do meu cú e veio sugar meu liquido do prazer eu adorava quando ela fazia isso, ficamos deitada uma do lado da outra e ela sempre me acariciava meu corpo disendo que tinha uma pele macia e que me amava.

- Agora sou eu que quero gozar Van, coloque o cinturão mas quero o pinto gigante inteirinho no meu cuzinho. Coloquei lubifiquei e ela estava anciosa e dizia.

- Vem logo Van não aquento mais de tesão que inteirinho no meu cuzinho mete sem dá, ela mesma se lubrificava o seu cú e eu aquele pinto mostro, ela ficou de quatro e eu fui colocando devagazinho, quando doia muito ele mandava parar depois ela mesmos ajudava a enterrar e arrombar aquele cuzinho quando entrou tudo ela até chorou mas aquentou firme ai liquei o vibro ela urrava.

- Isso minha puta me arroba com força estou gostando faz o movimento mais rapido ai ela arroiou o corpo e gozou de molhar o lençol, eu tirei aquele monstro do seu cuzinho e estava arrombado e tinha um pouco de sangue, algumas preguinha tinha se rompido. Fudemos a noite toda mas o que eu mais gostei era um pinto de duas cabeças eu enfiei na buceta dela ela na minha e faziamos as duas um movimento bem sensual, até hoje é o que mais gosto.

No final do ano fiz as provas em tres faculdades e passei nas tres mas escolhi a da USP na cidade de São Carlos interior de São Paulo, ela pediu tranferencia para lá e moramos juntas já a quatro anos nos amamos e nos damos otimamente bem na cama, minha familia asseitou, mas a dela não, mas somos muito felizes.

VANESSA E MARISA

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


pornô doido irmão f****** irmã fortemente com pau bem grandãolanbinda na xana hetai gritamarido falou p esposa nahora da transa q dar o cu era bomcasada resebe proposta indecente contomeu marido bebeu e meu cunhado me comeuestrupei minha tia-contoseroticoscontos eroticos com mts mamadas nos peitos/sexo com o amigoestou ficando louco pela filha de minha mulher incestopono vitgen nãoa aguentiu epediu p paramcontos eroticos ninfeta detalhadomeu tio me comeu ate eu desmaiarestrupei minha tia-contoseroticosconto meu marido choro quando o negao me estrupobuceta toda escancarada putariacontos de corno flagrei minha namoradaconto erotico amigo babaca e cornoconto meu irmcontos eroticos de pais esposa e filhas em praia de floripaContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorlevei minha mulher pro cara mais pauzudo comer na minha frenterola na madrinha/contominha mae me prostituia conto eroticoChantageei minha tia escrava lesbica contocontos eróticos Patrick amiga comeuremedio para durmi contoseroticoscontos eróticos brincadeirasfui tomar banho na casa do amigo e comeu a mulher delecontos eróticos esperava o meus dormir eia na cama do papaisapata velha greluda e ninfetaContos eroticos empregada humilha a patroacontos eroticos comendo o cachorro da ruaconto erotico japonesinhacontos eróticos gay encarado na escolaconto erotico rosadinho troca trocacontos de sexo com novinhas trepando com advogadoscomi minha sogra e cunhada velha gorda feia contos eróticosfui trepada pelo jegue di meu sogro. conto eróticocontos... me atrasei para casar pois estava sendo arregaçada por carios negoesNA BUNDA CONTOcontos eroticos com estorias ocorridas na infanciao cu da minha esposa e meu contoConto troquei o oleo com meu patraoconto porno gay putinha de váriosconto+foi+arebentado+grupo+travestesconto erotico traindo contra a vontade do maridãoContos comi a noiva do meu amigoso rendudo socando ni bundao enormecomo minha esposa aguentou 23cm no rabocoroa gorda velha umiha o marido fodendo com outrocontos eroticos gays meninos cuidando do amigo bebadopenis torture alargando a uretravideo travesti comeu amiguinha virgem de chortinho sozinha na casa delacontos eroticos mamando na novinha cheia de leite no riacho de biquinicaseiro entregado trasanorasguei a camisinha sem ela perce er e gozei dentro/contosContos d uma mulher virgem amarrada no curral e estupradacontos sou professor e torei minha aluna de doze aninhosconto gay dando na apostamenininha conto eroticoContos eroticos comendo cu da madrasta e da meia irmaconto erótico com foto titio me rasgouContos.eroticos traindo marido na.sala ao ladomunher ce mastuo eu ficontos gay cuzinho frouxocontos menage inesperadocontos eroticos com orgia de cdzinhasenquanto eu dormia ele botava o cao pra me chupar incesto e zoofiluacontos eroticos sou casada a segunda orgia para meu maridotoda e Vânia chupando a bocavai dar rolê tudo gordona aí tudo mulher gorda só de biquíni bem gordona da bundona bem gorda da bundonamknha tia pediu pra passar protetor solar contos conto erotico flagraxvidios cumi a mimha mae traduzido em portuguesSem a minha permissao contos eroticoseu sempre quis,contos eroticoswww.mulhers impinadas de calcinhaconto erotico bucetas folozadacontos fodi menininha por docescontos erotycos encochadas no metroconto erotico meu filho me chapou