Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

O TIO DA NET E MINHA AMIGUINHA DA ESCOLA

Click to this video!

Depois q o tiozinho tarado da net tirou meu cabacinho, comecei a frequentar uma escola d informática, pois tinha ainda muito pouco conhecimento sobre informática. Logo no começo já fiz uma amiguinha, o nome dela é Fernanda, mas todos a chamam d Nandinha devido ao seu tamanho, ela é apenas uma pouco mais jovem q eu, mas parece uma menininha, deve ter 1,5m d altura, morena clara, cabelos castanhos lisos e longos, ela é magrinha, mas tem um corpinho bem definido, cintura fina e um bumbum empinadinho. Ela é bem atiradinha, diferente d mim, pois sou muito tímida. Logo me senti à vontade p contar a ela minha histária c o tio da net, ela então me revelou q apesar d ser mais desinibida ainda era cabacinho. Combinamos um dia d matar aula p ir ao centro, enquanto eu iria ver o tio da net, ela iria dar uns beijos num gatinho q ela tava ficando. Eu tava lokinha p dar p meu tiozinho, nem bem cheguei no quarto do hotel e já comecei a chupar o pau dele, quando de repente meu celular tocou, era a Nandinha, levou um bolo do gatinho e não tinha nem dinheiro p pegar o ônibus, falei q emprestava algum p ela, mas q viesse logo p não atrapalhar a minha trepadinha. Quando desliguei o celular, o tiozinho me falou:

-Convida ela p participar da nossa festinha.

-Fikou louco, ela ainda é cabacinho.

Ele não ensistiu, mas acho q isso deixou ele ainda mais excitado.

Quando ela chegou, apresentei um ao outro e percebi q o coroa não tirava o olho dos peitinhos da Nandinha, ela estava d saia e c uma bluzinha branca d alcinha, dava p ver o bico dos seus seios bem durinhos, estava sem sutiam. Ele nem disfarçava, dava p ver o volume na sua calça, parecia q seu pau queria saltar p fora. Quando de repente, num gesto inusitado, ele colocou o dedo bem no bico do peitinho dela e disse brincando:

-Nossa! Que durinho, nem parece d verdade.

Eu fikei sem graça, não podia acreditar q ele tinha feito aquilo na minha frente, fingi q não vi a cena, disfarcei e fui no banheiro pegar a minha bolsa p dar o dinheiro a ela, mas fiquei sondando a reação dela. Ela riu p ele e perguntou:

-O tio gosta?

-Gosto, mas ergue rapidinho a bluza p eu dar sá uma olhadinha.

Ela ergueu a bluza, o coroa safado não pensou duas vezes e caiu d boka nos peitinhos dela. Nossa, aquela cena me excitava. Quando voltei, eles nem fizeram questão d parar, o tio ainda disse:

-Olha q peitinhos durinhos tua amiguinha tem, experimenta.

Nunca pensei fazer isso, mas chupei aqueles peitinhos c tanta vontade, eu chupava um e ele o outro, depois chupávamos o mesmo. Enquanto eu mamava nos peitinhos da Nandinha ele começou a dar um beijo d lingua nela, levantei e quis participar do beijo, nossas três línguas se entrelaçavam, então ele deixou q nás duas nos beijássemos enquanto ele tirava nossa roupa. Enquanto enfiava minha lingua na sua boka, sentia nossos peitinhos se tocando e nossas bucetinhas se esfregando uma na outra. Olhamos p o lado e vimos o tiozinho tocando uma c a mão enquanto apreciava a cena, demos uma risadinha d safadas, empurramos ele na cama e caimos d boka naquele pau, parecíamos duas garotinhas brigando por um picolé. Nandinha foi mais rápida e abocanhou aquela pica com tanto apetite, me deixando chupar apenas as bolas, depois chupamos juntas, uma d cada lado, d uma maneira q meus lábios se encontravam c os dela, e começamos um vai e vem q ia da cabeça até as bolas. Nás estávamos d quatro, com a bunda p o lado do tiozinho, Nandinha quase esfregava a bucetinha na cara do coroa, ele não aguentava ver aquela bucetinha se arreganhando na sua cara, depois d examiná-la e ver q era mesmo cabacinho, meteu a língua no seu grelinho molhado, ela se contorcia d tesão. Os dois fizeram um 69 daqueles, ela ficava cada vz mais putinha, sugava aquela pica c tanta vontade e arreganhava cada vez mais aquela bucetinha, sempre rebolando e esfregando na cara do coroa. Depois colocamos a Nandinha deitada, era a minha vez d conferir seu cabacinho. Que delícia ver minha amiguinha delirando na minha língua, o tio se aproveitou q eu estava d quatro, grudou na minha cintura e enterrou na minha xaninha q tava encharcadinha, minha língua fodia ela no mesmo rítimo em q o tio me comia, quanto mais fundo ele metia, mais fundo ia minha língua, tive orgasmos múltiplos. Minha amiga implorou p sentir apenas a cabeça daquele pau na entrada da sua xaninha, não queria perder o cabacinho. Então eu abri sua xaninha, dei mais umas linguadas, lambuzei bem o pau do tiozinho c minha saliva e fui encaixando na sua bucetinha. Ela tava muito molhada. O coroa não resistiu, o tesão dele era tanto em ver aquele cabacinho se rompendo na sua vara q ele logo empurrou tudo p dentro, nem deu bola quando ela mandou parar. Segurou seu pau lá dentro p ela se acostumar com o tamanho e deixou q ela rebolasse até gozar. O tiozinho não conseguiu segurar mais, tirou o pau d dentro e gozou na nossa cara, nunca vi tanta porra, lambuzou nossos rostos e escorria pelos nossos peitinhos. Depois tomamos um banho, os três juntos, mas antes q o tiozinho se empolgasse novamente, tivemos q ir embora, pois nem vimos o tempo passar naquela tarde maravilhosa. Esse foi sá o começo d tudo o q nás ainda iríamos aprontar.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos irmao gritar vai quase gozandocontos erotico grande foda com a minha namoradacontos eroticos/narrafos safadod/gemidosconto gay gozei na janelawww.contos de incesto me viciei em deixar meu tio chupar minha bucetinha na minha infânciavidio porno mulher enloquede ao ve um pau grossoflagrei todos fudendoelacontos eroticos de sobrinho roludocontos eroticos papai me perdeu no jogoescrabas q fodemconto atochada corno xxxcontos de incesto minha sobrinha veio passar dois dias comigopodendo com a sogracomendo cu da geizielicontos zoo mastiff taradoconto erotico minha prima malvadaeu meu primo e minha mulher contoscontos eroticos pauzudocontos policiais fudendo presosadoro dar para o nosso cachorro contos eróticosDei meu cu gay pro seguraca do meu paicontos de filhos chera causinhasBucetas grandes fog lp icache:fqKHdRAEKq0J:studio-vodevil.ru/mobile/conto_27513_bebi-demais-e-virei-corno-na-praia.html encoxada onibus apagado contosComtos eroticos fudendo com meu marido e nosso amigogarotinha bucetinha estufada contosencostou o cotuvelo no meu peito fiquei loca conto eroticocontos eroticos incesto orgamos adolecesnteConto erotico sou vadia velhacontos eróticos mulher bundudaporno doido mamadas terminando na bocseu sou solteiro eu sempre eu tive vontade de fuder o bucetao e o bundao da minha sobrinha de 19 anos de idade eu tava no meu carro com a minha sobrinha eu levei ela pro motel conto eróticoContoseroticoscomsogrominhas amigas de quarto me pegaram na siririca e me comeramcontos ela punhetava todosmulher dando pra piazada contos erpticodrelatos eroticos casadas com negao e velhocontos minha enteada minha amantecontos de empregada da vizinhaconto branquinha casada trae com negoesPedi que meu filho me depilou contos eroticoscontos eróticospagando minha primeira dívidao ocu e bucetacontos eroticos de mulheres que fuderao com negrosengolindo ate o talo contosContos eroticos podolatria no hospitalmulher faz strip antes de comecar zofilia€€€€€€€€€€€€€€€€€€€€€€€€€muleres sendo chupadad e godando pelos homes com gritoscontos. minha irma casada é minha puta escravatodos gozarao na minha bucetacontos de incesto arrombaram meu cu com forçaconto erótico novinho escondidi escurocontos porno gay sobre conhadosagora sou viado dominado pelo machocontos eroticos irmazinha se oferecendoContos de leitores reais swingcontos eroticos menina de 07anos dando a xaninhaLambie o cu da minha esposacontos eróticos de gay Fui Comido pelo meu colega de trabalhovideos putas chupando e achado q a pica e poucaconto gay fui abusado no alfanato pelo os fucionariocontoseroticos fissurado no cu da esposavirei cadela contos eróticoscontos eroticos ,,sou noiva e o negão comeu meu cu na ,minha camaamlulher com chortinho encavado ecom abunda empinadaMenina da pracinha, contocontos sexo estorando cu virgemsnegao marido de aluguel com casadas contoscontos de u corno pedreiros muito bemdotados comero muito mia mulhe gostosacontos fidi minha cunhadinha de onze anosxvidio travesti ta duendosexo com a irmãzinha contos eróticosbuceta cabeluda bunda inchadinha Pintadinha da Moniquinhacontos de casada rabuda fiel e fogosa cantadacontos eróticos angela e suas donasconto gay ensinando amigo fudercontos eróticos solitárioContos eroticos de esposa na estradaconto erotico enteadacontos eroticos gay os adultos me dizia filhinho vai chupa é o pirulitaocontos gays adoro cheirar uma rolacontos eroticos entre maes raspadinhas e filhos taradosvideo de sexo fetiche mastubaram a buceta dela com varios consodos grandescontos de aluciando pela buceta peluda da maehttps://tennis-zelenograd.ru/mobile/conto_18110_comendo-a-sogra.htmlmulher chupando o pau do Felipe e as outras olhandoconto erotico surpresa na siricaContos eroticos de pau na buceta e gozada dentropassivosrj sexocontos eroticos meu irmãoconto erótico "Um dia minha familia ia fazer um churrasco em casa, e minha mãe chamou "transando com meu brotherconto erotico de tanto eu insistir em engravidei a minha professora eu era um meninofui fazer uma vizita e perdi as pregas video pornocontos casada fode com amigo do mundowww.contos de incesto deixei meu tio chupar minha bucetinhaconto de casada fodendo com desconhecido da net conto ela deu e se fudeucontos de xoxutuda dandocontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anos