Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A PRIMEIRA VEZ COM LINGERIE

Click to this video!

Sou casado, tenho 1,81, 83kg, pica 19,5x5,5, em forma,

49 anos, discreto, ativo. Adoro usar roupas intimas femininas.

Tenho esta tara de usar roupinhas femininas desde adolecente. Minha

mulher nem desconfia.

Usava as roupinhas da minha irmã escondido.

Uma vez, comprei um espartilho rendadinho

pretinho com seios almofadados e

com liguinhas, uma meia 78,uma calcinha enfiadinha, outra calcinha

bem justinha que se amolda na bundinha, um tesão.

Comprei tambem um body de lycra pretinho bem justinho.

Vesti tudo e bati muita punheta, depois fui passear usando por baixo

sem ninguem desconfiar.

Fui a shoping, lojas, tava um tesão, qdo caminhava as meias e as

liguinhas roçavam nas pernas,

sendo puxadas pelo espartilho, quase me acabava caminhando.

Fiquei assim o dia todo.

A noite não aguentava mais de tesão e resolvi que ia encontrar um

boy.

Tenho muito medo de fazer isto, principalmente na minha cidade, mas

o tesão era muito.

Comprei um jornal e telefonei para todos os anúncios, até que

encontrei um q disse q seu pau era 12x21.

No começo não acreditei, 19 cm de diametro! Combinei um encontro em

um lugar discreto.

Peguei o carro e fui encontrá-lo.

Era um rapaz alto, 1,87 +-.

Qdo ele entrou no carro fiquei tão nervoso que quase não conseguia

dirigir, minhas pernas tremiam.

Conversamos e ele disse que poderiamos ir para seu apartamento que

não ficava longe e era bem discreto, aceitei.

Era realmente bem discreto, estacionei longe, ele foi na frente,

abriu a porta do prédio entrou e eu fui atraz, não

tinha ninguem na rua, era um lugar meio deserto.

Tremia todo, estava com muito receio. tô tremendo sá de recordar e

escrever, quase desisti

Entrei no ap, era uma kitinete com uma cama de casal na sala.

Sentei na cama todo sem geito.

Ele percebeu o meu nevosismo, sentou na cama e começou a me alisar.

Pedi para apagar a luz e ficar no escuro, tirei o casaco e o moleton

e fiquei com as roupinhas

rendadas aparecendo. Ele passou a mão e achou um tesão, apertou meus

peitos que estavam grandes

pelo body com enchimento, gostou e foi passando

a mão nas minhas pernas e bunda. Eu não aguentava de tanto tesão,

passei a mão no seu pau

dentro da calça, estava enorme. Ele tirou a camisa e a calça

enquanto eu tirava minha calça. Tirei o body

ficando apenas de espartilho, meias, ligas uma calcinha rendada com bordas



grandes que vinha até a cintura e uma minúscula calcinha rendada enfiadinha.

Sentou na cama e eu comecei a alisar aquele pau enorme, tirei sua

queca e o pau saltou para fora e ele se deitou.



Nunca tive vontade de chupar um pau, mas o pau do cara era muito bonito,



grande, grosso com uma cabeçona bem delineada e grande.

Não aguentei e botei a boca devagar naquela cabeçona, era enorme,



senti a maciez, quentinha e apertei na minha boca, sem querer estava

chupando aquele pau discretamente, era enorme mesmo,

fiquei com medo.

Botei na boca, lambi um pouco, muito sem geito e envergonhado,



ele se levantou e começou a me alisar, passando

a mão na minha bunda,

tirou uma calcinha, eu fiquei apenas com uma calcinha bem pequenina enfiadinha

que eu coloquei virada, ficando

apenas um triangulo rendado no rego e uns fiozinhos, ele passou a

mão no meu cú, na minha bunda, a essa hora eu ja

tava afim de levar aquela rola enorme, ele botou uma camisinha e eu

fiquei de quatro na cama com as pernas juntinhas

para arrebitar mais a bundinha, ele me segurou, afastou a calcinha

enfiadinha, encostou aquela cabeçona no meu cú e eu instintivamente comecei a

rebolar e com a mão a segurá-lo, pois estava dificil de entrar, e ele apertava muito

pedi para ele esperar,

peguei um KY e lubrifiquei meu cuzinho, enfiei um dedo lubrificado

tentando alargar um pouco, fiquei de quatro novamente, pedi para ele

ir devagar e ele

começou a forçar enquanto eu rebolava, a cabeça era muito grande, eu

tava com medo e louco de

vontade de ser enrabado, eu rebolava, ele forçava e de ladinho a cabeça começava

a entrar e eu apertava o cuzinho e rebolva, a cabeça saia e começava tudo de

novo, entrava um pouquinho eu apertava, rebolava e saia,

estava me acabando todo, de repente ele forçou me segurando pelos quadris, qdo

entrou eu dei um grito e senti

aquela cabeçona me enrabando, que tesãoo, ele começou a forçar e

eu não estava aguentando, era muito grosso.

Fui deslizando para me deitar na cama, ele se agarrou em mim e veio

junto, qdo deitei ele enfiou tudo, aiii, doeu, dei um grito

estava todo arrombado, doia mas era muito gostoso.

pedi para ele ficar parado enquanto

meu cú se acostumava com aquela rola enorme.

Ficamos imáveis um pouco, aquele h enorme, apertando suas pernas às

minhas de meias, um atrito fantástico,

seu corpo pesado nas minhas costas, estava imobilizado e enrabado.

Fui me acostumando com aquela rola e comecei a piscar o cú

devagarinho, ele notou e

começou a socar devagarinho, cada vez que levantava eu dava uma

reboladinha, tava um tesão, quando via que ia

sair apertava o cú segurando aquela cabeçona,

eu não aguentava de tanto tesão, ele tava gostando e começou a ir

mais rápido, eu sentia até as veias grossas

daquela rola no meu cú, eu rebolando ele levantando a bunda e

socando abraçado em mim, roçando as pernas nas minhas com meias de

nylon, um atrito fantástico, fungando no meu pescoço,

estavamos num rítmo frenético, me acabei todo e ele continuou, de

repente me apertou e acabou me

socando com força, senti seu pau latejando na minha bunda, a

cabeçona latejava e crecia, seu pau atolado no meu cu com aquelas

veias grossas latejando e pulsando. Ele não parava de se acabar, fumgando,

socando, me apertando, completamente doido, sentia a porra quente enchendo a

camizinha dentro da minha bunda.

Eu tava todo acabado, suado,

ele tambem, não pensei que poderia dar tanto tesão

para um homem.Ele começou a tirar devagarinho e eu apertava o cú

trancando aquela cabeçona, ele enfiava de novo,

ficamos mais um tempo assim, meu cú já estava adaptado aquele pauzão.

Ele saiu de cima de mim, estavamos todo suado. Meu cú doia.

Já tinha perdido a vergonha, tirei minhas roupas suadas e pedi para

tomar um banho.

Entrei no banheiro e comecei a me lavar com o cú ardendo, não

imaginava que pudesse

alojar um cacete tão grande na minha bunda.

De repente ele entrou no chuveiro junto, me ensaboou um pouco, me

deu o sabonete e comecei

a ensaboá-lo, peguei aquele pau grande semi-mole, comecei a lavar e

ele logo ficou duro, não aguentei, me

ajoelhei e chupei um pouco, a cabeçona era linda, grande e macia, o pau

era enorme, 20 cm e talvez uns 19 de

diametro, a cabeça era tão grande que

me enchia a boca, estava chupando e ele pediu para eu levantar,

pegou uma camisinha que tinha trazido e botou,

fiquei de costas com as mãos na parede e a bunda arrebitada e ele

começou a colocar novamente,

ainda estava dificil de entrar a cabeça, eu rebolava e a agua

molhando minha bunda e meu cú até q entrou,

ele começou a enfiar tudo, senti aquele pauzão me arrombando, eu

rebolava deliciosamente, ainda doia um pouco, ele

estava adorando me abraçava e esfregava minha perna, socava e dizia

que eu era uma putinha muito

gostoza, ficou me fudendo um tempão, nem sei quanto, tava muito

bom.Me acabei todo, gozava de pau mole.

Ele se acabou, tirou a camizinha, se lavou e saiu. Fiquei um tempo

no chuveiro me recuperando,

colocando agua quente na minha bundinha, lavando meu cú todo

arrombado.

Sai do chuveiro, me sequei, qdo cheguei na sala ele tava sentado na

cama pelado com o pau meio duro me

olhando, me chamou e disse para vir ali. Peguei o pau dele, apertei aquela cabeçona, alisei



um pouco e já ficou duro, parecia q estava maior, era enorme,

ele pediu para eu centar em cima dele, colocou uma camizinha,

eu me virei de costas e comecei a rebolar em cima daquele pau

devagarinho, tava me sentindo uma puta assim.

Rebolei bastante esfregando aquela cabeçona no meu cuzinho e ele me

segurou pelos quadris e começou a me

puxar, eu rebolei mais ligeiro até entrar, ele me puxou e enfiou

tudo, ai, que tesão sentir aquele pauzão

dentro de mim, eu rebolava, sentado no seu colo, me contorcia,

tentava subir ele me puxava, me apertava, me abraçava,

eu tava me sentindo uma femea, nunca tinha sentido isso, tava

decepcionado comigo mesmo e adorando

ser fudido por aquele homem.

Ficou assim me fudendo um tempão, a terceira vez, não sei como ele

aguentava, tava gostando de me

fuder. Eu me cabaei de novo sentindo aquele pau e aquela cabeçona

enorme se mexendo e me enchendo,

Fiquei com medo que rebentasse a camisinha e comecei a tirar

devagarinho, qdo ia tirar a cabeça dava mais uma

reboladinha, ele me puxava, era muito bom. Sai e fui me lavar de

novo.

Me vesti e conversando me disse que era auxiliar de pedreiro e que

de vez em quando colocava anúncio

para ganhar uma graninha mais, mas as vezes não aparecia ninguem, e

fazia uma semana que não comia ninguem.

Ai entendi porque ele tava com tanto tesão.

Hoje fico me segurando para não voltar lá.

Não posso dar banda na minha cidade, até botei seu telefone fora com

muito pesar.

Não quero ficar saindo com boys.

Quero encontrar alguem discreto que curta as mesmas coisas.

me escrevapara [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contoseroticos cagando na boca do viadocontos quis dar pra um travestiConto erotico bigodedois gay fudendo violentamentw/entre sicontos de mulher transando com negão p******sempre dou uma escapadinha contosconto erotico com amiguinho do meu irmaoprimeira vez difícil contos eróticoscontos picantes seduzindo o cunhado sem quererminha namorada mimosa conto eroticocoroa amostranda a calcinha video feito casaconto erótico duas rolar na velhaesposafoi.encoxadaconto incesto minhas irmãs gritaram no meu paucontos eróticos comendo minha patroamae e filha sendo arrombadas contoiniciando um cuzinho virgem contosEu e meu ex primo viuvo conto eroticoContos erótico minha enteada meu colo .contos minha irmã minha putaTodos adorao meu cuzinho contos eróticoscontos eróticos com gordasso metendo n mato n buceta da minha filha n causinha video mobiltenho maior tesão pela minha tia velha contos eróticoscontos eroticos homem casado dando para o primomarido dormiu eu me depilei toda contosUm professor gay fode sim com um aluno com o pau doro na bocacontos eroticos d zoofilia cine maxComtos tia e sobrinha fodidas pelos amigos do tiocontos eróticoseu sou bem dotadocontos gay menino hormonio virou mulhercomo eu ia na fazenda novinhaContos erocticos dei comprimido ao velhoEu fudi toda a familia do meu amigo fudi a filha dele fudia a esposa dele fudi a cunhada dele contos eroticostomando banho de rio com titio contos gaypornodoodo padrasto fobe enteada novinhatroca troca de homens adultos contosconto eroticos primas gostosa veio min vizitarMinha irma adolecente taradinha em conto eroticocontos bdsm erposas escrava submissa martacontosminha enteada gosta de dar a bundsq p* gostoso ham hamcontos de coroa com novinhocontos de marido bonzinhos ru e a amiga da minha esposa contotrai meu marido na hora do futebol dos contoscomi o cuzinho do vizinho novinho contos heroicosúltimo contos anal de sobrinhaconto eróticos gay hulkcontos eroticos estupradaresguardando a namorada contocontos eroticos pego gostoso o meu filho gueigarotinho fodinho por adulto contoscontos eroticos de casadas traindo com sogroDesvirginando a subrinha de 18 anoscontos arrombei o cu dela no pique escondemeninha fata zofolia buntuda sexoContos Meu pai dividiu minha buceta com seus amigos contos de incesto amiga da minha tiacontos submissa para pagar dividasContos eróticos velhinho seio gravida novinhavideo de sexo fetiche mastubaram a buceta dela com varios consodos grandesFui passear fui estupradoPorno maes pais iniciando suas ninfetinhas no incesto contosMinha irma adolecente taradinha em conto eroticoconto erotico sogra chata levou rolacalma aí bota devagarcontos eroticos reais cornos impotentesbobadinho condo o priminho gaycontos eroticos comendo a tabata mulher do amigocontos gays sendo o viadinhos dos adultos que me humilhavamconto do negao velho e pirocudoporno abuzado mulhe olho tapado