Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A PRIMEIRA VEZ COM LINGERIE

Click to this video!

Sou casado, tenho 1,81, 83kg, pica 19,5x5,5, em forma,

49 anos, discreto, ativo. Adoro usar roupas intimas femininas.

Tenho esta tara de usar roupinhas femininas desde adolecente. Minha

mulher nem desconfia.

Usava as roupinhas da minha irmã escondido.

Uma vez, comprei um espartilho rendadinho

pretinho com seios almofadados e

com liguinhas, uma meia 78,uma calcinha enfiadinha, outra calcinha

bem justinha que se amolda na bundinha, um tesão.

Comprei tambem um body de lycra pretinho bem justinho.

Vesti tudo e bati muita punheta, depois fui passear usando por baixo

sem ninguem desconfiar.

Fui a shoping, lojas, tava um tesão, qdo caminhava as meias e as

liguinhas roçavam nas pernas,

sendo puxadas pelo espartilho, quase me acabava caminhando.

Fiquei assim o dia todo.

A noite não aguentava mais de tesão e resolvi que ia encontrar um

boy.

Tenho muito medo de fazer isto, principalmente na minha cidade, mas

o tesão era muito.

Comprei um jornal e telefonei para todos os anúncios, até que

encontrei um q disse q seu pau era 12x21.

No começo não acreditei, 19 cm de diametro! Combinei um encontro em

um lugar discreto.

Peguei o carro e fui encontrá-lo.

Era um rapaz alto, 1,87 +-.

Qdo ele entrou no carro fiquei tão nervoso que quase não conseguia

dirigir, minhas pernas tremiam.

Conversamos e ele disse que poderiamos ir para seu apartamento que

não ficava longe e era bem discreto, aceitei.

Era realmente bem discreto, estacionei longe, ele foi na frente,

abriu a porta do prédio entrou e eu fui atraz, não

tinha ninguem na rua, era um lugar meio deserto.

Tremia todo, estava com muito receio. tô tremendo sá de recordar e

escrever, quase desisti

Entrei no ap, era uma kitinete com uma cama de casal na sala.

Sentei na cama todo sem geito.

Ele percebeu o meu nevosismo, sentou na cama e começou a me alisar.

Pedi para apagar a luz e ficar no escuro, tirei o casaco e o moleton

e fiquei com as roupinhas

rendadas aparecendo. Ele passou a mão e achou um tesão, apertou meus

peitos que estavam grandes

pelo body com enchimento, gostou e foi passando

a mão nas minhas pernas e bunda. Eu não aguentava de tanto tesão,

passei a mão no seu pau

dentro da calça, estava enorme. Ele tirou a camisa e a calça

enquanto eu tirava minha calça. Tirei o body

ficando apenas de espartilho, meias, ligas uma calcinha rendada com bordas



grandes que vinha até a cintura e uma minúscula calcinha rendada enfiadinha.

Sentou na cama e eu comecei a alisar aquele pau enorme, tirei sua

queca e o pau saltou para fora e ele se deitou.



Nunca tive vontade de chupar um pau, mas o pau do cara era muito bonito,



grande, grosso com uma cabeçona bem delineada e grande.

Não aguentei e botei a boca devagar naquela cabeçona, era enorme,



senti a maciez, quentinha e apertei na minha boca, sem querer estava

chupando aquele pau discretamente, era enorme mesmo,

fiquei com medo.

Botei na boca, lambi um pouco, muito sem geito e envergonhado,



ele se levantou e começou a me alisar, passando

a mão na minha bunda,

tirou uma calcinha, eu fiquei apenas com uma calcinha bem pequenina enfiadinha

que eu coloquei virada, ficando

apenas um triangulo rendado no rego e uns fiozinhos, ele passou a

mão no meu cú, na minha bunda, a essa hora eu ja

tava afim de levar aquela rola enorme, ele botou uma camisinha e eu

fiquei de quatro na cama com as pernas juntinhas

para arrebitar mais a bundinha, ele me segurou, afastou a calcinha

enfiadinha, encostou aquela cabeçona no meu cú e eu instintivamente comecei a

rebolar e com a mão a segurá-lo, pois estava dificil de entrar, e ele apertava muito

pedi para ele esperar,

peguei um KY e lubrifiquei meu cuzinho, enfiei um dedo lubrificado

tentando alargar um pouco, fiquei de quatro novamente, pedi para ele

ir devagar e ele

começou a forçar enquanto eu rebolava, a cabeça era muito grande, eu

tava com medo e louco de

vontade de ser enrabado, eu rebolava, ele forçava e de ladinho a cabeça começava

a entrar e eu apertava o cuzinho e rebolva, a cabeça saia e começava tudo de

novo, entrava um pouquinho eu apertava, rebolava e saia,

estava me acabando todo, de repente ele forçou me segurando pelos quadris, qdo

entrou eu dei um grito e senti

aquela cabeçona me enrabando, que tesãoo, ele começou a forçar e

eu não estava aguentando, era muito grosso.

Fui deslizando para me deitar na cama, ele se agarrou em mim e veio

junto, qdo deitei ele enfiou tudo, aiii, doeu, dei um grito

estava todo arrombado, doia mas era muito gostoso.

pedi para ele ficar parado enquanto

meu cú se acostumava com aquela rola enorme.

Ficamos imáveis um pouco, aquele h enorme, apertando suas pernas às

minhas de meias, um atrito fantástico,

seu corpo pesado nas minhas costas, estava imobilizado e enrabado.

Fui me acostumando com aquela rola e comecei a piscar o cú

devagarinho, ele notou e

começou a socar devagarinho, cada vez que levantava eu dava uma

reboladinha, tava um tesão, quando via que ia

sair apertava o cú segurando aquela cabeçona,

eu não aguentava de tanto tesão, ele tava gostando e começou a ir

mais rápido, eu sentia até as veias grossas

daquela rola no meu cú, eu rebolando ele levantando a bunda e

socando abraçado em mim, roçando as pernas nas minhas com meias de

nylon, um atrito fantástico, fungando no meu pescoço,

estavamos num rítmo frenético, me acabei todo e ele continuou, de

repente me apertou e acabou me

socando com força, senti seu pau latejando na minha bunda, a

cabeçona latejava e crecia, seu pau atolado no meu cu com aquelas

veias grossas latejando e pulsando. Ele não parava de se acabar, fumgando,

socando, me apertando, completamente doido, sentia a porra quente enchendo a

camizinha dentro da minha bunda.

Eu tava todo acabado, suado,

ele tambem, não pensei que poderia dar tanto tesão

para um homem.Ele começou a tirar devagarinho e eu apertava o cú

trancando aquela cabeçona, ele enfiava de novo,

ficamos mais um tempo assim, meu cú já estava adaptado aquele pauzão.

Ele saiu de cima de mim, estavamos todo suado. Meu cú doia.

Já tinha perdido a vergonha, tirei minhas roupas suadas e pedi para

tomar um banho.

Entrei no banheiro e comecei a me lavar com o cú ardendo, não

imaginava que pudesse

alojar um cacete tão grande na minha bunda.

De repente ele entrou no chuveiro junto, me ensaboou um pouco, me

deu o sabonete e comecei

a ensaboá-lo, peguei aquele pau grande semi-mole, comecei a lavar e

ele logo ficou duro, não aguentei, me

ajoelhei e chupei um pouco, a cabeçona era linda, grande e macia, o pau

era enorme, 20 cm e talvez uns 19 de

diametro, a cabeça era tão grande que

me enchia a boca, estava chupando e ele pediu para eu levantar,

pegou uma camisinha que tinha trazido e botou,

fiquei de costas com as mãos na parede e a bunda arrebitada e ele

começou a colocar novamente,

ainda estava dificil de entrar a cabeça, eu rebolava e a agua

molhando minha bunda e meu cú até q entrou,

ele começou a enfiar tudo, senti aquele pauzão me arrombando, eu

rebolava deliciosamente, ainda doia um pouco, ele

estava adorando me abraçava e esfregava minha perna, socava e dizia

que eu era uma putinha muito

gostoza, ficou me fudendo um tempão, nem sei quanto, tava muito

bom.Me acabei todo, gozava de pau mole.

Ele se acabou, tirou a camizinha, se lavou e saiu. Fiquei um tempo

no chuveiro me recuperando,

colocando agua quente na minha bundinha, lavando meu cú todo

arrombado.

Sai do chuveiro, me sequei, qdo cheguei na sala ele tava sentado na

cama pelado com o pau meio duro me

olhando, me chamou e disse para vir ali. Peguei o pau dele, apertei aquela cabeçona, alisei



um pouco e já ficou duro, parecia q estava maior, era enorme,

ele pediu para eu centar em cima dele, colocou uma camizinha,

eu me virei de costas e comecei a rebolar em cima daquele pau

devagarinho, tava me sentindo uma puta assim.

Rebolei bastante esfregando aquela cabeçona no meu cuzinho e ele me

segurou pelos quadris e começou a me

puxar, eu rebolei mais ligeiro até entrar, ele me puxou e enfiou

tudo, ai, que tesão sentir aquele pauzão

dentro de mim, eu rebolava, sentado no seu colo, me contorcia,

tentava subir ele me puxava, me apertava, me abraçava,

eu tava me sentindo uma femea, nunca tinha sentido isso, tava

decepcionado comigo mesmo e adorando

ser fudido por aquele homem.

Ficou assim me fudendo um tempão, a terceira vez, não sei como ele

aguentava, tava gostando de me

fuder. Eu me cabaei de novo sentindo aquele pau e aquela cabeçona

enorme se mexendo e me enchendo,

Fiquei com medo que rebentasse a camisinha e comecei a tirar

devagarinho, qdo ia tirar a cabeça dava mais uma

reboladinha, ele me puxava, era muito bom. Sai e fui me lavar de

novo.

Me vesti e conversando me disse que era auxiliar de pedreiro e que

de vez em quando colocava anúncio

para ganhar uma graninha mais, mas as vezes não aparecia ninguem, e

fazia uma semana que não comia ninguem.

Ai entendi porque ele tava com tanto tesão.

Hoje fico me segurando para não voltar lá.

Não posso dar banda na minha cidade, até botei seu telefone fora com

muito pesar.

Não quero ficar saindo com boys.

Quero encontrar alguem discreto que curta as mesmas coisas.

me escrevapara [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos primeiro orgasmo colo do meu padrinhochupando ate ela gozar na boleiaconto erotico ninfetinhaconto erotico bem picanteo cavaloenfiou seu pau com tudo no meu cu gritei de dor videos pornocontos erótico putinha de zonafotos de coroas branvas.dr sutian e.causinha na camscontos o porteiro me comeucontos eróticos de mãe e filho, mãe com shortinho atolado no seu bundaomeus tios comeram as camareiras do hotel conto eroticoconto minha titia popozuda tomou banho comigo conto erotico arrastaram minha namorada na festaconto entreguei os pés da minha mulher para um amigoconto erotico rabuda cintura fina peituda casada visitaconti erotico continuacao i primo de jorgevoyeur de esposa conto eroticocontos sexo tia dominando sobrinhoConto nao sabia que minha primo era travesre eu come eleEstupro gay conto gay pedreirogozando pelo cu contos eróticosdei o cu po meu pone contos eroticos pornoprimeira vez que dei cu pedreiromeu amigo me deu a sua esposa contosso putao dando o cu e gozando e gritandoContos gay carnaval em Veneza Contos eroticos tarado por seiosprometeu dar o cuzinho virgem contos eroticosmeu marido foi enrabado a minha frente, contosContos eróticos entrou no cuesposa voltou raspadinha contosmulatas do bundao e pitos caido gostosa.Contos eroticos de safadas casadas q traiRespira fundo e relaxa que vai entrar no seu cuconto erótico O Despertar de uma casadaconto sou. chupeteiraContos titio comendo a sobrinha bem novinhacumil minha vizinha gostoza fimepornomasturbou pau dele pra trásrelato rasgou o c* de tanto levar rolaai devagar porra caralho sua pica e muito grossaContos eroticos gays. comendo o moleque na van escolara doida conto erótico eu fudi minha sogra japonesaContos eroticos : Aticei o porteiro e ele me pegou de jeitocontos eroticos na praiabucetas lindascontos de comi o cuzinho da irmã na banheiraFodido na construçãohttp://transei com meu primo da roça gay contos eroticoscontos eroticos-melhores amigosporno negao fidi lora magraconto cavalo cu traiconto e foto da Branquinha casada e g*****cóntos eroticos eu e minha irmã chupa pau de traficanteputa goza e grita vou gozar a.como mete toda vaipouquinho carnuda contosmarido chupa seios quando está nervosofilhaminha prima contoWww loira casada gosta de negro dotado na casa dos contosconto erotico minha mae chupava minha bucetianha deus de pequenacontos eróticos - madrugada no clube de águas quentes conto erotico mae negra coroa dando cudomindo sentir o dedo do meu tio na minha bucetatravesti gritando pidido porra no seu cucontos eróticos de mulher encarando um pau gigante e não aguentacontos eróticos sendo tratado como mulherdescobrindo que o primo gosta de rolacontos eróticos mete um milho na bucetacontos papai i eu na sala com um amigoconto de não aguentei a pica grande de meu avôcontos eroticos jingridEnchi a buceta da sogra de.porra contoamiguinhocontosconto erotico ajudando minha tia no encanamentowww contos eroticos como minha filha e minha mulhercontos eroticos julinha priminha de menorgarota de kize anos sedo em coxadaContos adoro verMeus ex primo viuvo rico sou sua mulher conto eroticocontos eróticos cdzinha eu tinha corpo de menina e ele disse que eu teria que dar o cuzinho pra eleconto erótico de casada que chegou em casa completamente arrombada e o marido percebeuxv¨ªdeo novinha da no estacionamento festinha no.ap contos gaycontos eroticos atração enteado