Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

QUE SURPRESA DE CARALHO!!!!

Click to this video!

...Pra iniciar meu relato tenho que fazer algumas citações da noite anterior, quando meu marido e eu estávamos no meio de uma transa bem gostosa e ele pra em meio aos delírios de prazer e tesão me sussurrava obscenidades no meu ouvido e sugeria com o desejo estampado na voz, que repetíssimos a dose de transar a três...e eu que "amoooooooo" uma putaria me deixei convencer, porém não levei muita fé no que me era proposto, já que a várias trepadas ele vinha fazendo a mesma proposta indescente, mas que não passava disto...

Isto aconteceu numa quinta-feira, porém na sexta feira antes de deitarmos, ele me pediu que me preparasse para uma surpresa, não levando a sério o que ele disse, fiz tudo como sempre...tomei meu banho, passei um creme de pêssego pra hidratar a pele e ao mesmo tempo perfumá-la, coloquei minha camisola preferida, sem calcinha que é como gosto de dormir e fui para meu quarto. Para meu espanto o quarto estava todo escuro e fui recebida com um cálice de vinho, não disse nada...bebi !! E enquanto bebia ele passou a chupar meu grelo, fazendo movimentos circulares com a língua ora no grelo ora enfiando-a inteirinha na minha xana que toda molhada, se contraia querendo mais que ele metesse seu pau nela...

Abri bem as pernas e deixei me deliciar com aquelas carícias, QUE DELÍCIA!!!!! Então ele beijou minha boca, senti o gosto da xana misturado ao pêssego e passei a tocar seu pau que estava todo assanhado...não ressisti e me virei para que continuasse a me chupar enquanto eu também o chupava com gosto...Ele adora quando faço isto! Ficamos nesta chupação por longos minutos, até que gozei na boca dele que continuou a chupar-me até sorver todo o meu prazer... Mas quando percebi que ele estava quase gozando também ele se levantou e me saiu do quarto, estava ardendo de tesão e enquanto esperava pelo seu retorno, tomei mais um copo de vinho e meti o dedo na xana que estava toda melada, implorando para ser arreganhada e socada por seu pau, de uma maneira que sá ele aprendeu fazer...

A espera me pareceu uma eternidade, mas assim que voltou disse baixinho ao ouvido...Ele chegou...Fiz que não entendi abocanhado seu pau, tirando dele um longo gemido e ele sentou na poltrona para que eu pudesse chupá-lo melhor, ficando de quatro engolia aquele caralho até os ovos e ele se contorcia agarrado aos meus cabelos, gemendo e forçando para que entrasse mais, estava tão compenetrada no meu serviço que levei um tremendo susto quando senti um par de mãos frias e finas me agarrar pelas ancas, deixei seu pau escorrer dos meus lábios e fui tomada por um tremor incontrolável...que loucura ! Não é que ele realmente estava falando sério!!! As mãos percorreram meu corpo, afagando com fervor e demonstrando que estavam cheias de tesão...Quis dizer algo, mas meu marido calou minha voz com um beijo tão profundo que quase perdi o ar...e me fazia rebolar empurrando minha bunda de encontro ao corpo do outro...que eu men sabia quem...Segundos depois, o medo se transformou em excitação e relaxei...impinei bem a bunda e o outro passou a tocar minha xaninha que se contraia e até doia de tesão, ele não se fez de rogado meteu dois dedos de uma sá vez até o fundo, me fazendo gemer alto...e de tanto tesão voltei a sugar o pau de meu marido que falava sussurrando, mete...mete seu caralho nessa buceta molhada, mete!!! e era tudo o que eu queria naquele momento, pois sentia que ia gozar a qualquer instante e foi o que ele fez...abriu ainda mais as minhas pernas e esfregou a cabeça do seu caralho na xana melada, mas quando começou a forçar para que entrasse, não aguentei, soltei um grito de dor, pois seu caralho era bem mais grosso que o do meu marido e tão duro, tive medo...mas meu marido passou um creme e com a mão levou o caralho para a fenda e meteu em mim...primeiro sá a cabeça, fiquei paralizada... não conseguia me mexer, mas ele segurou-me pela cintura e puxou de encontro a ele e seu caralho foi rasgando, abrindo caminho xana a dentro, gemi alto...gritava...contorcia...isto pareceu excitar ainda mais os dois, abocanhei novamente o pau de meu marido, suguei com tanta força que ele passou também a gemer enquando o outro metia sem dá, num frenético vai e vem e a essa altura eu já nem me lembrava da dor, passei a rebolar no mesmo ritmo, engolido o pau de meu marido com a boca e o caralho misterioso com a buceta, GOZEI MUIIIIIIIIIIIIITO!! Então meu marido ficou de pé, sentou seu amigo na poltrona e voltando para mim, virou-me de barriga para cima e de pernas bem arreganhada mergulhando seu pau na buceta tão melada que seu pau deslizava gruta a dentro, ele estava molhado de suor e o quarto cheirava a sexo, pudia ouvir a respiração do outro e mesmo sem vè-lo, pelos sons eu sabia que ele estava se masturbando e isto me excitava ainda mais...era afrodizíaco saber que enquanto meu marido socava seu pau em minha buceta, já toda inchadinha, um outro caralho estava ali a esperar pela ora de meter em mim...e gozei novamente!!! Junto com meu marido que jogou seu corpo suado sobre o meu, mordendo o bico dos meus peitos e bulinando meu grelo com os dedos, pois ele sabia que isto não me deixa sair do estado de excitação, gemi alto, querendo mais...apertei sua cabeça contra meus peitos e ele enfiou mais um dedo na fenda...arreganhado a safada até que eu gritasse, ai ele se levantou puxando-me com ele e foi me posicionando para que eu sentasse naquele caralho e entendendo o que ele queria, subi na poltrona e fui descendo bem de vagar...toquei os cabelos do misterioso, senti seu perfume, lambi seu pescoço e sentei no seu caralho que estava em ponto de bala, por estar tão aberta e melada, desta vez não me pareceu tão grosso e fui rebolando até o fim...agarrada a seus ombros subia e descia com a ajuda do meu marido que levantava-me e soltava no ar para que entrasse de um vez, gritei...gemi... suei...e novamente gozei seguida pelo outro que sá então, soltou um gemido alto de satisfação. Deixei meu corpo cair para o lado e pelos movimentos percebi que ele se preparava para ir embora, meu marido o acompanhou e enquanto esperava minha curiosidade aflorou...quem seria aquele...dono de um caralho tão diferente dos que eu tinha provado??? mas que era muito bom e foi, isto eu não posso negar... Logo meu marido voltou e eu já o estava esperando pronta pra mais uma e foi o que fizemos, transamos por mais um longo tempo e quando já não tinhamos forças e estavamos totalmente saciados, adormecemos....

Foi uma das melhores surpresas que eu meu marido já me proporcionol...e quanto as respostas prometo que conto em outro conto!

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


mulher e homem dançando bem agarradinho e funk sensualcontos eroticos hospitalcontos de comi o viadinho do irmão caçulacontos eroticos irmão arrependidoContos heroticos esposa quer muitas picasOs travestis qui São quaz mulhercontos eróticos fetiche com boca de velho chupando pintoConto Topless surpresavwr vidios de homem fundedo a bucetas da mulheresdanada da minha cunhada louca pra darcontos eroticos gangbangsubi a saia da e comi minha empregada vadiacache:zwmyzgvJpMwJ:idlestates.ru/mobile/conto-categoria-mais-lidos_1_22_fetiches.html conto erotico minhas prima se apaixonou por mimcontos eroticos cuidando do meu genro asidentadocontos erotico estrupando sogracontos eroticos pica grandeContos eróticos fedorentaMeu amigo me convenceu eu deixa ele chupa no meu pauesposa novinha gostosa dominada por velho roludo contos eroticosconto erotico viado afeminado escravizado por macho dominadorcoroa negra contoMae nao aquenta todo pau do filho no cu apertadocontos eroticos gay fiquei sozinho em casa meu vizinho veio mim comercontos de casadas rabudas que adoram uma piroca preta enterrada no rabocontos eroticos subrinhas virgemContos eroticos comido por um caoconvenci minha esposa transa com nosso caoXvideos gostosas musculos nas coxas na cabine eroticapapai tirou do meu cu quis por na minha bocapornodoido dona de casa chifra rapidinha cm amigocontos gays ordenhando papaicomo fazer pra minha sogra ter tezao por mimrelato conto: meu me incentiva a usar roupas provocantesConto minha esposa dando pro policialContos com belas picaseu e minha sogra coroa conto eroticoganhei carona mais tive que engolir porraconto erotico empregada negra escraviza patricinhaConto Meu Amor é um Traficante parte 3- Contos Do Prazerbrincadeiras no escurinho conto eroticoContos eroticos comendo cu da madrasta e da meia irmacomi a filhinha conto eróticominha amiga pervertidapornô com minha irmã de minsainhame puxou pra sentar no colo dele - contos eroticoswww.rabudasnapraia commeu aluno bate punheta olhando minha bundao home infinando a rola na bumda da molecontos eroticos mae desnaturada 2conto aos dez anos minha sobrinha sentava no meu colo sem calcinhaquebrei o cabaço da minha irmã ela chorou muito porno cariocacontos de incesto minha filha se tornou um mulheraocomendo minha sogra ruiva de 52 anos coroa mais gostosa do brasilcontos eróticos gay primeira vescontos meu pai me seduziuconto cutuquei pai na bundia delafilme aconzinha porncontos-gays fui arrombado por um bombeiro no motelcontos eroticos d filhotes mando mulherescontos erotico meu cunhado e meu sogro me estupraramvi meu sobrinho arrombar a sua namorada gostosa. conto eróticocontos eroticos jardineiro comeu eu e minha mulhermulher chupa o peito da outra ate ela gemerconto minha mae rabuda e eu meu paicorno obrigado a chupar pica contocontos tirar leite eróticoscontos esposa deu pro sobrinhocontos comidas pelo tioconto erotico marido bebado sogro fode noracontos eróticos gay tio me comeuContos eróticos ele veio do interiorcontos eróticos fictício de ginecologista e grávidachupando rola ate goza e dando a bucetacontos eroticosBucetaamostra no onibus contos eroticoscontos de velhos mamando seios bicudoswww.contos eroticos de tias soteironas com sobrinhos.comwww. brasileiras provocando com olharesde safadas pornoMeu namorado me comeu com um pepino contoscontos podolatria irmazoofili negao magro com umaa