Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MOTOQUEIRA SELVAGEM DANDO NO COURO...

Click to this video!

Quem leu o conto NA GARUPA DA MOTOQUEIRA SELVAGEM... conhece o meu fascínio por motos e que também adoro a mescla: moto + sexo.

Sou casada, 29 anos, tenho 1,72 de altura, olhos castanhos, pele branca, cabelo ondulado loiro-acobreado que vai até a cintura, 57 quilos, 104 de quadril, 98 de busto, e sou LOUCA POR MOTOS. Embora eu seja feliz com meu marido, não consigo parar de ter as minhas “aventuras”, acho que sou uma espécie de “sexo maníaca”.

Vou relatar-lhes como tudo começou: eu tinha uns 22 anos, e tinha comprado a minha primeira moto, uma yamaha virago 535 vermelha. Eu a batizei de “maçã do amor”, e logo vocês saberão por quê. Sempre tive curiosidade de ir a um desses encontros de moto, mas meu marido nunca quis ir comigo, então, já que agora eu estava “montada” eu peguei a estrada, sozinha, pois o meu marido estava ocupado, como sempre, e nunca se importou que eu andasse sozinha.

Logo que eu cheguei ao tal evento, foi uma loucura, eram motos de todos os modelos, tamanhos e cores. Mal sabia para onde olhar. Porém, meus olhos encontraram “algo” para observar: um cara alto, moreno claro, olhos verdes que pareciam me despir automaticamente. Retribui o olhar de forma a convidá-lo a aproximar-se, e ele assim o fez, chegando bem perto do meu ouvido, com a desculpa de que o som estava muito alto, e me perguntou de onde eu vinha, pois ele não perde nenhum evento da região e ele sabia que nunca tinha me visto antes, pois eu (segundo ele) sou uma mulher difícil de não ser notada. Eu disse que esse era meu primeiro evento e também a minha primeira viagem, pois acabara de comprar minha primeira moto, foi quando ele pediu para que eu chegasse mais perto para poder ouvir o que eu estava dizendo, eu obedeci, e ele então me puxou pela cintura de forma que eu colei nele e pude sentir seu cacete duro dentro da sua calça de couro. Ele percebeu que eu notei e disse: “Notou como eu estou realmente feliz em te conhecer...” Eu então me afastei, pois TUDO era muito novo para mim, sai sem dizer nada e fui direto para o meu quarto no hotel, que ficava práximo ao evento. O clima estava meio frio, porém a minha roupa de couro nunca parecera ser tão quente que nem me dei conta de que eu estava sem a jaqueta. Tomei um banho para “acalmar-me”, mas foi tudo em vão, pois sá de lembrar daquele homem me pegando pela cintura, e sussurrando no meu ouvido me fez estremecer de tesão e deitar na cama envolta pela toalha e me masturbar e gozar feito louca. De repente, alguém bateu a minha porta e eu perguntei quem era e uma voz deliciosamente rouca identificou-se como “serviço de quarto”, eu disse que não queria nada, mas o cara insistiu que precisava fazer seu “trabalho”, eu então me enrolei na toalha e fui abrir a porta, e, para minha surpresa, lá estava o tal moreno de olhos verdes, que foi entrando, fechando a porta e me agarrando sem pudor algum, eu até tentei me desvencilhar de seus braços, mas foi em vão, não devido ao seu tamanho e força, mas devido ao meu grau elevadíssimo de tesão. Ele me livrou da toalha num piscar de olhos, e fez o mesmo com a roupa de couro que usava, enquanto me beijava como se fosse me engolir. Pude então ver que o tamanho do seu cacete justificava o que eu tinha sentido anteriormente. Ele então me pegou no colo, com certa facilidade, pois ele era o dobro de mim, e me colocou na cama, abrindo minhas pernas e “mergulhando” a cara na minha buceta, abrindo ela se deliciando, lambendo o meu grelo como quem saboreia uma torta de chocolate, gozei e gritei feito louca, pois o som certamente abafaria meus gritos, ele então me olhou nos olhos sorrindo, pois sabia que ele provocara meus gritos. Ele então enfiou um dedo na minha buceta e outro no meu cuzinho, ao mesmo tempo, e iniciou um “ritmo” que me fez subir pelas paredes literalmente, pois nunca antes havia experimentado tal prazer. Novamente gozei como nunca antes. Foi então que senti ele subir na cama e lamber cada centímetro do meu corpo subindo até que seu cacete alcançou a minha boca, então tomei aquela “tora” (imensa por sinal) e comecei a chupar, e a fazer algo que me intitulou garota “boa de bola”, nesse momento ele arregalou os olhos e gritou “isso, me chupa, sua motoqueira boa de bola”, e gozou enchendo a minha cara de muita porra. Ele se jogou na cama, extasiado, e eu tomei seu cacete e continuei a chupá-lo para que ele nem mesmo ficasse mole, o moreno me olhou assustado e disse: “que fome você tem”, e eu disse: “você não viu nada ainda”. Assim que seu cacete voltou “a ativa”, eu subi em cima dele e abri meu cuzinho sentando nele e “pilotei” feito louca ao som de “Born to be Wild” o fazendo encher meu cuzinho de muita porra e gozando junto. Tomamos um banho e fomos para o evento, mas não ficamos muito tempo lá, e logo encontramos um beco onde se passou outra experiência que contarei a vocês logo. Sá sei que o meu primeiro evento de moto foi realmente inesquecível.

Encontramos-nos outras vezes depois disso, e fomos a muitos outros eventos juntos, onde vivemos muitas outras aventuras que contarei a vocês depois.

Bjos... e Born to fuck...

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos euroticos porno tia lucia contoseroticossandypintudos site de relacionamentoJá botei ela para transar eu não vai botar o vídeo dela transando gemendo táEu fui trabalhar numa empresa eu comi minha patroa japonesa no motel conto eroticodeu sonífero para comela prnoconto gay carona rebolei calcinhahttp://okinawa-ufa.ru/m/conto_16695_foi-pra-ser-chupado-e-o-negao-me-comeu.htmlcache:fqKHdRAEKq0J:studio-vodevil.ru/mobile/conto_27513_bebi-demais-e-virei-corno-na-praia.html Contos eroticos nerd virgemConto erotico sogro estuprando nora e gozando dentrocontos eróticos para ler a sogracontoseroticoscomcavaloConto erotico entalouVer buceta mulhere mas buntuda do mundo rola mole rola dura bate até que furacontos eróticos mulher bundudatomou um vinho com a gostosa e depois meteu a piroca nelacontos de insesto fatos.comreaisContos eroticos selvagens brutais incestos com xingamentos surrasContos eu e minha amiga demos a buceta e o cu pro cavalosou evangelica e meu marido flagrou eu dando para um velhao contoscontos gay com homens grandes e peludos terminadasEu, minha sogra e meu marido-contos-incestofotos de novinhas mechendo na bucetinhajcontos eroticos em audio de envangelicas que gostam de dar o cucontos eroticos comendo o cachorro da ruaminha tia esfregou/a/bunda/dee/vestido/no.meu/pau.a crente e a zoofilia_contosvídeos de porno primeira vez dando cu ela chora fico Duda ora tirando pau do cu fica porno a maucontos eroticos irmaContos de ninfetas sem calcinhacontos eróticos troca de casalo assaltante e a vitima contos eroticoscontos eroticos dando ao sobrinho piveteconto erotico arrombei o travesti do baile funkcontos eroticos esposas na praiacontos eroticos pe de mesacontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anosminha entiada me pega batedo uma punhetacontos de cherado decalsinhacu peidão conto gayConto erotico negao casada loiraConto mete tudo papaibucetas e bundas gigantes da capital sao paulo em cima do sofatraficante comendo a travesti conto eroticogay negro bebado sente pora escorrendo no cuArromba essa puta soca essa rola na minha buceta me fode contoscontos esposa da o cu no acampamento ao lado d marido no escurohttp://zoofilia deixei o dog meter na minha filha.contoschupando pica abrancando o namorado pela cintura amadorconto erótico de casada que chegou em casa completamente arrombada e o marido percebeucrente velha chantageada contos eróticos Conto de neto dopa avo e come a buceta delaconto erotico de faxineira casada safadamulher sendo forçada a gozar com pirocada de macho amarradacontos eroticos dei sonifero pra minha irmacontos aempregada nordestinacontos eroticos dona zefacomendo a tia dormindo contos eroticosContos eroticos... Uma rapidinha com a cunhada de vestidocontos eroticos aprendendo a fazer meu primeiro boquete com meu padrinho velhocontos eroticos a filhinha da empregadacontos eróticos menina no circofodida no onibus por coroa contosconto minha tia chupo minha bucetacontos eroticos gay os adultos me dizia filhinho vai chupa é o pirulitaocortos eroticos curmir minha empregadaPolicial famenina dando a buceta pra seu cachorro em contosConto erótico me deu sonífero comeu minha bucetaporno zoo insesto e dominacao en contos eroticoscontos de incesto minha sobrinha veio passar dois dias comigoCasada narra conto dando o cucontos manamae gostosa contoscontos dei um beijao na boca do meu tiocontos eroticos gays come meu pai bebado mais o meu amigoContos eroticos de solteiras rabudascontos eróticos de bebados e drogados gaysve porno com viadinho reganhado escorreno porramamae fudeu muito com amigo.relatos eroticosque enganaram e comeram meu cu sem pena contosnoite maravilhosa com a cunhada casada contosgay surra chinelo putinhaconto erotico amigo pauzudo do marido comeu eu e minha filhasubmetido a chantagem para ajuda o marido contos eroticolésbicas esfregando pernas de rã veridicocomendo tieta contos eróticos Contos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorum bode fudendo variss cabritinha vigemContos eroticos amadores dividi minha esposa com meu patrão do sítio que moramosvou ponha ela no coichoucontos eroticos velho na praia de nudismoContos supreendida pelo novinhoacabei comendo meu amigocontos encoxada com o maridogarotos safadinhos picas e bundas videoscontos eroticos mae filho filha