Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MOTOQUEIRA SELVAGEM DANDO NO COURO...

Click to Download this video!

Quem leu o conto NA GARUPA DA MOTOQUEIRA SELVAGEM... conhece o meu fascínio por motos e que também adoro a mescla: moto + sexo.

Sou casada, 29 anos, tenho 1,72 de altura, olhos castanhos, pele branca, cabelo ondulado loiro-acobreado que vai até a cintura, 57 quilos, 104 de quadril, 98 de busto, e sou LOUCA POR MOTOS. Embora eu seja feliz com meu marido, não consigo parar de ter as minhas “aventuras”, acho que sou uma espécie de “sexo maníaca”.

Vou relatar-lhes como tudo começou: eu tinha uns 22 anos, e tinha comprado a minha primeira moto, uma yamaha virago 535 vermelha. Eu a batizei de “maçã do amor”, e logo vocês saberão por quê. Sempre tive curiosidade de ir a um desses encontros de moto, mas meu marido nunca quis ir comigo, então, já que agora eu estava “montada” eu peguei a estrada, sozinha, pois o meu marido estava ocupado, como sempre, e nunca se importou que eu andasse sozinha.

Logo que eu cheguei ao tal evento, foi uma loucura, eram motos de todos os modelos, tamanhos e cores. Mal sabia para onde olhar. Porém, meus olhos encontraram “algo” para observar: um cara alto, moreno claro, olhos verdes que pareciam me despir automaticamente. Retribui o olhar de forma a convidá-lo a aproximar-se, e ele assim o fez, chegando bem perto do meu ouvido, com a desculpa de que o som estava muito alto, e me perguntou de onde eu vinha, pois ele não perde nenhum evento da região e ele sabia que nunca tinha me visto antes, pois eu (segundo ele) sou uma mulher difícil de não ser notada. Eu disse que esse era meu primeiro evento e também a minha primeira viagem, pois acabara de comprar minha primeira moto, foi quando ele pediu para que eu chegasse mais perto para poder ouvir o que eu estava dizendo, eu obedeci, e ele então me puxou pela cintura de forma que eu colei nele e pude sentir seu cacete duro dentro da sua calça de couro. Ele percebeu que eu notei e disse: “Notou como eu estou realmente feliz em te conhecer...” Eu então me afastei, pois TUDO era muito novo para mim, sai sem dizer nada e fui direto para o meu quarto no hotel, que ficava práximo ao evento. O clima estava meio frio, porém a minha roupa de couro nunca parecera ser tão quente que nem me dei conta de que eu estava sem a jaqueta. Tomei um banho para “acalmar-me”, mas foi tudo em vão, pois sá de lembrar daquele homem me pegando pela cintura, e sussurrando no meu ouvido me fez estremecer de tesão e deitar na cama envolta pela toalha e me masturbar e gozar feito louca. De repente, alguém bateu a minha porta e eu perguntei quem era e uma voz deliciosamente rouca identificou-se como “serviço de quarto”, eu disse que não queria nada, mas o cara insistiu que precisava fazer seu “trabalho”, eu então me enrolei na toalha e fui abrir a porta, e, para minha surpresa, lá estava o tal moreno de olhos verdes, que foi entrando, fechando a porta e me agarrando sem pudor algum, eu até tentei me desvencilhar de seus braços, mas foi em vão, não devido ao seu tamanho e força, mas devido ao meu grau elevadíssimo de tesão. Ele me livrou da toalha num piscar de olhos, e fez o mesmo com a roupa de couro que usava, enquanto me beijava como se fosse me engolir. Pude então ver que o tamanho do seu cacete justificava o que eu tinha sentido anteriormente. Ele então me pegou no colo, com certa facilidade, pois ele era o dobro de mim, e me colocou na cama, abrindo minhas pernas e “mergulhando” a cara na minha buceta, abrindo ela se deliciando, lambendo o meu grelo como quem saboreia uma torta de chocolate, gozei e gritei feito louca, pois o som certamente abafaria meus gritos, ele então me olhou nos olhos sorrindo, pois sabia que ele provocara meus gritos. Ele então enfiou um dedo na minha buceta e outro no meu cuzinho, ao mesmo tempo, e iniciou um “ritmo” que me fez subir pelas paredes literalmente, pois nunca antes havia experimentado tal prazer. Novamente gozei como nunca antes. Foi então que senti ele subir na cama e lamber cada centímetro do meu corpo subindo até que seu cacete alcançou a minha boca, então tomei aquela “tora” (imensa por sinal) e comecei a chupar, e a fazer algo que me intitulou garota “boa de bola”, nesse momento ele arregalou os olhos e gritou “isso, me chupa, sua motoqueira boa de bola”, e gozou enchendo a minha cara de muita porra. Ele se jogou na cama, extasiado, e eu tomei seu cacete e continuei a chupá-lo para que ele nem mesmo ficasse mole, o moreno me olhou assustado e disse: “que fome você tem”, e eu disse: “você não viu nada ainda”. Assim que seu cacete voltou “a ativa”, eu subi em cima dele e abri meu cuzinho sentando nele e “pilotei” feito louca ao som de “Born to be Wild” o fazendo encher meu cuzinho de muita porra e gozando junto. Tomamos um banho e fomos para o evento, mas não ficamos muito tempo lá, e logo encontramos um beco onde se passou outra experiência que contarei a vocês logo. Sá sei que o meu primeiro evento de moto foi realmente inesquecível.

Encontramos-nos outras vezes depois disso, e fomos a muitos outros eventos juntos, onde vivemos muitas outras aventuras que contarei a vocês depois.

Bjos... e Born to fuck...

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


eu marquei um encontro com a esposa linda e gostosa do meu sobrinho ela entrou no meu carro eu levei ela pro motel conto eróticoContos eroticos detalhes por detalhes e falas dos autores e personagens eu era uma menina de 18anos o cara do onibus me fudeupapai me come porfavor contos eroticossexo gostoso foda maravilhosa grita quando o pau entra ui delicia mete essa vara na minha buceta no meu cu chupa a minha buceta vai porra ai que gostoso essa pirocamarcio buceta fabiana em porto Alegresexo gostoso contoshay gozando deitado con decl no cuzinhohetero resolveu da a bundacontos eroticos incesto lesbicas zoofilia eu, minha mae e o cavalochiquinha arrombada contos pornviadinho levando pirocada no cuzinho contos eroticosputinhas de quinze anos xexo uricuiawww.fiquei louca quando vi a cueca do meu filho mrlada de gala contocontos eróticos sarro no ombrocontos-no colo de papai na praia de nudismocontos eroticos cachoeiracontos eróticos gay lambendo o cu do macho heterocasadas baxias di calsias na zoofiliacontos eroticos dupla penetraçãoconto mae dando pro filho no carrocontos comecei a bater punheta junto com meu irmaoMinha prima me falou que tem vontade de chupa no meu penisconto lesbico garota come cu da boasuda eteroContos eroticos gay Peguei no pau do meu irmao no quarto na beliche conto erotico brincandocontos eróticos de bebados e drogados gayscontos irmao gritar vai quase gozandocontos eróticos fudeu meu cuzinhonovinha cavala cio tanguinha deixando doido e mastubandocontos eróticos, eu, minha esposa puta e nossos vizinhoscontos eróticos de bebados e drogados gaysquando a chapeleta inchada entrou no cu a menina gritoSafadinho aaa uuuTennis zelenograd contochegando em casa toda gozada contos eroticoso corpo da colegial tem que ser magro feticheatolei meu pau no cu da minha sobrinha emandei ela chupa contomae desfilando de calcinha fio dentalcontos meu marido bebado e eu trepamdo com bemdotadocontos cu virgem secretaria casada contosmeu corno bebe porra de outro macho na minha buceta / contos eroticoscontos vizinha novinha mas ja bem.desenvolvidavideo d gostosa se ensinuando na camaufa ufa ela senta fode e chupaConto comi a mãe da minha namoradaconto erotico meu irmozinho me suprendendo com a sua primeira gozada da sua vidameu cachorro gostoso viril zoofilia históriascontos eroticos meu padrasto e eu no ranchocontos verdadeiro irma envangelicaSou gay e tranzei com um travest contos eroticoconto muro eroticocontos eroticos vestido coladoos meus amigos eatuoraram a minha mae contotomou calmante e tomou no cu conto contos erotico o coroa me fudeu em cima da sua lanchaSou gay e tranzei com um travest contos eroticocontos eroticos meu avô esfregavacontos comendohttp://transei com meu sogro gay no banheiro dele contos eroticos gayCoroas casadas trepando com novinhos contosconto erotico princesa aronbada na favelaO amigo do meu namorado me comeumeu filho xerou meu cuContos erotico comi minha irmã cadeirantecontos eroticos cu e bucetaEu contei para o meu marido que dei o cucontos eroticos enrabeiAdoro dar o cu para o papa contoscontos minha primeira vez a tresContos eroticos o jardineiro me enrabou gostosocontos eroticos minha sobrinha comi na minha camameu pai mim abusou com porta na cara conto eróticovideo de sexo fetiche mastubaram a buceta dela com varios consodos grandescontos eroticos.terminando a piscinacontos eroticos chatagiada a beber espermasmulhe.cimasturbando.disendo.ai.eu.vou.gosaxvidio.vagbuda.virgemmulheres a mijar por cima da casste grossa do marido garotinhos bem noviinhos cone!ando a bater punhetavou contar como realizei minha voltade de trepar com dois e der duas rolas na bucetamasturbando com obras em xasa contocontos eroticos lutasconto erótico duas rolar na velhaconto eroticos gay. virei mocinha e negaoContos eroticos pai espretado filha a tomar o banhovideos de mulheres mamandoleitee no peito da outracontos mulher espreita homem a masturbar-secontos eroticos com fodafudi.com meu amante.e.engravidei.contosmomento papo de mÃe pornocontos eroticos de avôcontos eróticos com fotos de casadas fazendo zóofiliacontos incestuoso se esregando em bunda e ladinhocontos eroticos sobre voyeur de esposaimagens de conto de homem macho transando com lojista machoconto chantagem enteadaconto amigo do marido trouxe o cachaço pra nossa porcacontos erotico sou corno do meu sogro