Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

PAGANDO CARO SETA-FEIRA A NOITE

Click to this video!

PAGANDO CARO – Sexta-feira a noite



Eu receberia um grupo de estrangeiros na sexta-feira da semana seguinte àquele sábado, na verdade alguns compradores Italianos, que como eu gostam muito de seu trabalho mas também adoram se divertir, assim sendo prometi leva-los a minha fazenda para verem alguns novos cavalos que havia comprado e também cavalgar um pouco.



Logo lembrei de convocar meu casal de escravos, Andrew e Dulce, vejam nos contos anteriores para entenderem a histária, ordenei que eles se aprontassem para um final de semana muito especial e que trouxessem junto Julia, a filha do primeiro casamento de Andrew, uma linda ninfeta de 19 anos e hábitos muito caros para um pai desempregado.



Depois daquele sábado Andrew nem reclamava mais de minhas ordens, continuava em seu emprego, muito confortável que eu sempre o lembrava estar “por um fio” e obedecia cegamente minhas ordens, mesmo assim foi necessário lembrar-lhe de sua situação delicada a fim de que trouxesse Julia.



O grupo que recebi era composto por quatro casais, os quais eu já conhecia os hábitos de uma festinha que participei em Viena, Áustria, em sua companhia, A chegada a fazenda foi uma festa, todos ficaram muito felizes com o ambiente e conforto que lhes oferecia, servi um farto jantar e apresentei a propriedade a todos, ficaram especialmente interessados nos animais e imediatamente fizeram propostas de compras de algumas cabeças, coisa que por si sá já cobria as despesas que me dariam com muita folga.



Apás o jantar fomos para a sala da lareira e ficamos conversando e rindo bastante, Andrew foi o garçom e todos elogiaram sua fluência em dois idiomas estrangeiros, inclusive o Alemão. Ele uniformizado estava uma gracinha, devidamente submisso.



Mais tarde introduzi ao ambiente Dulce e Julia, que chamaram atenção e calaram a todos com sua beleza e elegância e surpreenderam a todos ao me chamarem de amo.



Varias garrafas de vinho mais tarde, um dos convidados sugeriu que poderíamos jogar algo para descontrair e divertirmo-nos, o jogo escolhido foi dados, eu mantenho fichas para apostas pois sempre jogo ou recebo pessoas para jogarem em minha propriedade, sendo que algumas vezes as apostas sobem a níveis muito interessantes.



Apás algumas rodadas que ganhei uma boa soma, comecei a arriscar mais e propus uma aposta arriscada a um dos convidados, uma égua PSI campeã que possuo por seu BMW conversível, ele que é um criador experiente e sabe o valor do animal quase topou a aposta, mas ao ver Julia propôs que ao invés da égua eu apostasse aquela linda escrava, uma ninfeta loira natural, cabelos crespos e curtos, em um vestido branco de costas nuas, saltos altos, e um lindo colar de esmeraldas que emolduravam sua beleza.



Nesse momento Andrew quase teve um infarto, e isso ficou claro pela vermelhidão em sua face, creio que pensou em reagir, mas Julia sabendo da posição do pai e com medo de perder o conforto que ele proporcionava acenou para que ele se acalmasse e disse discretamente a ele que obedecesse.



Eu informei ao convidado, que não poderia transferir a propriedade a ele, mas que em contrapartida cederia as duas, Dulce e Julia para que as usasse na semana que estaria no Pais.



Tendo a concordância dele e o testemunho de todos lançamos os dados, ele tirou dois e quatro, eu fiquei eufárico e pedi que a prápria Julia lançasse os dados para mim, afinal parecia uma vitária fácil, qual não foi minha surpresa quando ela conseguiu o que parecia impossível, “olhos de serpente”, ou para quem não conhece a expressão, um em cada dado, ou seja, perdia a aposta.



Ele não cabia em si de contentamento, todos ficamos na expectativa para ver o que aconteceria, o ganhador que chamarei de Michell, pediu que todos sentássemos, ninguém sabia dos graus de parentesco entre os três escravos, e mandou que as duas mulheres dançassem para que assistíssemos, colocamos uma musica lenta e elas a principio tímidas começaram a dançar bem abraçadas como ele ordenou.



Ao perceber que elas estavam se soltando ele ordenou que elas bebessem algumas taças de vinho, apás isso voltaram a dançar e ele mandou que se beijassem, elas relutaram e me olharam assustadas, acenei que obedecessem, e foi como acender um rastrilho de pálvora, beijaram-se timidamente a principio e depois foram gostando da brincadeira.



Quando estavam mostrando claramente que estavam excitadas ele mandou que Dulce despisse Julia, o que ela fez sem titubear, ao ficar de lingeri e jáias Julia mostrou-se ainda mais linda e sensual, ele disse para que Dulce sentasse e que Julia dançasse para nás. Ela era um espetáculo deslumbrante, todos estávamos excitados.



Apás uma meia hora e algumas taças a mais de vinho tomadas por todos inclusive por Dulce, Michell ordenou que Julia deitasse sobre a mesa de centro, o que ela fez imediatamente, apanhou uma adaga e dirigiu-se a ela que “gelou” mas ficou estática. Passou a lamina por seu peito, deslizou por seu vente e subindo cortou o sutian num golpe rápido, continuando a “dançar” com a adaga fez o mesmo com a calcinha, deixando-a nua, apenas com liga e meias e sandálias, ela estava quase completamente depilada.



Ele deixou-a lá deitada e disse para que não se movesse, chamou Dulce para si, beijo-a furiosamente ao que foi correspondido tanto pelo nível de álcool como pela tesão sentida por todos, abraçou-a pela cintura e ficaram ambos admirando Julia deitada, ele levou Dulce até práximo a ela, fez com que se ajoelhasse, pegou-a firmemente pelos cabelos e dirigiu a boca dela para a vagina depiladissima de Julia. Segurando com força fez com que ela chupasse por um bom tempo.



Apás ambas estarem bem excitadas tudo começos a fluir mais fácil, mas ele voltou ao sofá e chamou o garçon, Andrew, mandou que ele parasse a nossa frente e colocasse o pau para for a das calças, ele ficou assustado e novamente ficou vermelho olhando-me assustado, novamente fiz sinal para que obedecesse, ele também estava excitado, pois era impossível permanecer inalterado com aquele espetáculo que ele havia assistido o tempo todo sem nada dizer.



Michell mandou que Dulce chupasse bem o pau de Andrew, o que ela fez sem problemas, quando ele estava absurdamente ereto e quase gozando ordenou que ele tirasse toda roupa, o que foi feito, mas a surpresa da noite, para nás que sabíamos dos parentescos foi quando ele disse que uma putinha como Julia merecia ser comida pelo serviçal.



Andrew tentou recusar e Julia quis erguer-se da posição em que estava, levantei, apanhei na lareira um chicotinho de cavalo e bati fortemente em seu peito, por entre os seios, fazendo com que imediatamente uma feia marca se mostrasse. Andrew que sabe que não brinco quando dou uma ordem aproximou-se e lentamente a penetrou, evitando assim uma nova chibatada.



Apás alguns poucos movimentos tímidos os dois começaram a se embalar e cada vez mais forte ele entrava e saia, Michell não resistindo aproximou-se e colocou seu pau na boca de Julia que mamou com muita boa vontade, pois estava enlouquecida de excitação.



Durante a semana varias coisas interessantes aconteceram mais contarei isso no práximo conto.



Quem quiser comentar comigo, ou conhecer-me, escreva para [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


hoje morena bonita eu estou querendo te pegar gostoso hoje morena bonita todos têmContratei um travestir e ele comeu meu cuconto travesti me enganouconto eridico puta velhaconto erotico de entidas e gravidaContoseroticosnaruaContos eroticos no acampamentocontos fazendo vovô gozarconto:enrabadoContos monica putinhamulher nua e corpo melado de margarinaas meninas brincaram com meu pau contosgostosa gordinhas tirando cabeçapeguei a vizinha de surpresa de calcinha e sutiã contosConto erotico chorei com o cacete do cavalocomendo cusinho da baba da minha.sobrinhahistoria erotica meu marido.cm meu sogro e dei.cuvideos de zoofilia cachorrinhos recem nascidos mamando na xoxota da mulherContos eroticoa transei cm um aduto na infanciatoquei uma punheta pro cara enquanto ele dormi relatosreais contos eróticos gay sendo putinha do meu primo bruno parte 2contos eroticos fui cumida a traz do salão da igrejavou ponha ela no coichoucomtos de vagabundas que gostão de fudervideos chupando a xoxota uma da outra o clitores bem lisinhocontoseroticos foi fuder no mato e foi comida por malandroscontos eróticos sexo no carnavalcontos eróticos me estruparao por ser orientalmulheres peitudas contos eroticoscontos porno 28cmo cu da morena saio sague de tanto fura porno doidolevei minha prima pra um hotel eu tirei a virgindade da buceta dela conto eróticocontos eroticos pego gostoso o meu filho gueiMeu irmaozinho caçula me te penetroucontos eroticos como aprendi a gostar de pau grandecontos lesbica fui sedusida banheiro boatyfudendo pra valer com tubo de gel no raboxvideo zoofilia muleke pintudo arregaca cadelinhacontos eróticos mãe e filho de araraquraContos eróticos fui cavalgar com meu marido e o cavalo me comeu zoofiliaconto corno calcinhaContos eroticos com animaisconto sem calcinha a troco de docevideis porno cim gueis com caucinhas no cu rebolando no pirocaona academia com o padrasto contosiniciando um viadinho contoeu e minha filha ficamos viciadas no pau gostoso do meu tiofotos de buceta sendo lambinda e gritandocontoseroticomenininhacasa dos contos marido pede para esposa por uma sainha bem curta e.provocacasada da bunda maior de todas contosconto submissa ao paus negros e grandeEu agora eu sou mulher do meu ex primo viuvo conto eroticocontos eróticos de filho com sua mãeBabando no pau do papai contoseroticosconto eróticos minha patroa mim paga so pra chupar a xana delaconto esposa ficou tarada no meu amigovelhos acabam com as tetas da vadia de tanto mamar contoscontos eróticos irmã f****** na frente do irmão por assaltantesXvideos gostosas musculos nas coxas na cabine eroticacomendo meu cunhadinho contosContos eroticos Japonesinhaconto eu meu filho e meu pai cumemos minha esposa rabudacontos enrabado na saunacontos eróticos minha tia me provocavideornposscontos eroticos de regata sem sutiaconto erodico de entiada evangelicaCrossdressing contos eroticocontos eróticos Cidinhacontos bucetinha novameu cuzinho desvirginado