Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

O INICIO DOS INICIOS

Click to this video!

Na altura eu tinha 19 anos de idade. Embora alto era magro e muito frágil. Vivia com os meus pais e de manha ia à escola e á tarde depois de concluir os trabalhos de casa brincava com o João, meu vizinho. Era mais velho que eu 2 anos e era um mulato um pouco encorpado. Brincávamos de tudo e ele mais forte que eu me ganhava sempre. Mas era muito meu amigo e depois dos jogos sempre me abraçava. Tinha vezes que me abraçava por trás e eu gostava. Sentia um pinto na minha bundinha e isso me deixava com muita tesão embora o meu pinto fosse ainda pequeno.

Certa vez e ao ir para brincar com ele encontrei seu pai, o Sr. Silva de calções e tronco nu a reparar o carro. Então Quim? Já terminaram as aulas e fizeste os trabalhos? Perguntou. Respondi que sim e que vinha brincar com o João. O João não está. Saiu com a mãe, respondeu. Mas entra vamos tomar um refresco.

Entramos e tirou para ele uma cerveja e para mim um sumo. Sentou-se num banco alto e fiquei a admirar aquele corpo forte e robusto. Na casa dos 40 era de facto um homem com um bonito corpo.

Chega aqui, chamou. Fui até ele e fiquei de pé entre as suas fortes pernas. Vá, toma, bebe um golo. Aceitei e bebi um golo de cerveja. Engasguei-me e tossi. Com delicadeza bateu-me nas costas e disse: Isso é falta de hábito. Puxou-me mais para ao pé de si e deu-me o copo para outro golo. Aceitei. Nessa altura e já muito encostado a ele sentia o seu pinto encostado nos meus rins. Senti que aquela ferramenta devia ser enorme e comecei a ficar com tesão.

Depois e enquanto passava as suas poderosas mãos pelas minhas costas ia dizendo que tinha de comer mais, que estava muito magro. O meu tesão ia aumentando e sentia o meu pinto a ficar duro embora fosse pequeno.

Todo eu tremia e ís concordando com ele que tinha de comer mais para ficar mais forte.

Não gostavas de ter uns braços assim fortes? Perguntou. Acenei que sim e ele disse: Vá. Senti aqui os meus músculos. E pegando nas minhas mãos colocou-as nos seus fortes braços e fazendo não sá desliza-las pelos seus braços como também apertá-los. A minha respiração ficou mais aceleradas ao tocar aqueles braços maravilhosos.

E ele continuava a passar as suas enormes mãos pelo meu corpo. Costas, braços e costas continuando a dizer que tinha de me alimentar melhor para ficar grande como ele.

E acrescentou: Já viste bem o meu peito como é grande? Já viste os músculos que tenho? Vá toca lá neles. E sem hesitar comecei a apalpar aquele robusto peito fazendo as minhas mãos percorrer os seus peitos e barriga. Sentia que a respiração dele também se alterava. Sentia o seu pinto crescer junto aos meus rins e ele enquanto passava as mãos pelo meu corpo mais me puxava para ele.

Depois meteu aos mãos dentro dos meus calções e agarrando o meu pirilau disse: Já está a ficar grande mas não vais querer um maior quando cresceres? E Acrescentou, um grande como o meu?

Acenei que sim com a cabeça enquanto as minhas mãos deslizavam por todo o seu corpo. Tremia de prazer. Aquele corpo forte e suado e o seu pinto encostado a mim me davam prazeres nunca experimentados.

A sua mão forte massajava o meu pirilau para a frente e para trás quando disse: Quando fores grande vais ter um pinto grande como o meu, não queres ver? Respondi que sim e ele então agarrou nas minhas mãos e colocou-as no pinto dele ainda dentro dos calções.

Era de facto uma grande rola de carne. Ao passar as mãos naquele instrumento comecei a senti-lo crescer ainda mais enquanto mais tremia todo eu.

Depois fez as minhas mãos deslizarem para dentro dos seus calções e disse: Isso brinca com ele que ele gosta.

Eu começava a estar no sétimo céu. E à medida que brincava com ele, ele saltou para fora dos calções e pode então admirar aquela beleza. Era de facto muito grande e grosso. Hoje sei que há muito maiores e mais grossos mas para mim e naquela altura era uma coisa enorme e muito grossa embora não estivesse na sua plena magnitude.

E ia masturbando-o lentamente. Ao puxar a pele toda para trás apareceu uma enorme cabeça mais parecia um cogumelo maravilhoso.

Colocou uma mão na minha nuca e disse: Vá dá-lhe um beijo. Chupa-o que ele vai adorar.

Com a ajuda daquela mão na minha nuca abaixei-me e tentei meter aquela enorme cabeça na minha boca. Não cabia. Disse-me então: Vá vai devagar que ela entra. E com gestos lentos empurrava a minha cabeça e boca para que eu enfiasse tudo. Ao princípio custou mas pouco a pouco a minha boca se ia abrindo e cada vez que mergulhava sentia que centímetros iam entrando até à minha garganta.

A respiração dele ia aumentando e sentia o seu corpo em convulsões.

A mão dele não parava de me empurrar embora lentamente enquanto as minhas seguravam na base daquela tora ajudando os movimentos de vai e vem.

Senti que não podia mais e vim-me na sua mão. A minha esporra era pouca e ainda muito aguada. Foi quando ele disse: Isso, Vem-te que é bom. Eu dou-te também já o meu leite.

Os meus lábios, a minha língua e as minhas mãos começaram então a sentir que aquele grande e gostoso bicho começava a latejar e as suas veias cresciam.

Primeiro foram gotas mas depois foi um jacto que inundou a minha boca. Tentei engolir mas me engasguei e muita daquela porra salgada escorreu para o meu pescoço.

E o bicho não parava de latejar. Todo eu tremia de prazer e gratidão. Era a primeira vez e era muito bom.

Depois puxou-me para si e disse: Bom, agora é melhor ires para casa e te lavares. Na práxima vez te ensino coisa melhores. Queres?

Acenei afirmativamente e sai.

Tinha sido o início.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos exitantes de sexo na marrra delicioso historias reaiscomendo minha avo contos eroticosMendigos se madturbando altogarotinho fodinho por adulto contoscontos eroticos traindo o marido com piveteso pipiu do papai contosCONTOS EROTICOS MARIDO BEBADO FOI ENRABADOconto coni cu prima fotoconto erotico pedi e minha mulher fez massagem emminha bundaTroca de cuzinho entre amigos - conto eróticoContos eroticos com lixeiro e mulher de calcinha fio dentalpegando a amiga camila com rabao empinadocontos comendo o cu da sogradesço no teu paua certinha e o zelador contoemcabeçando no cu buceta o mineirinho que me cativou 2video porno dano o cu ea buceta toda babentacontos eroticos padres e zoofiliaconto erotico estuprada no terreno baldioeu punhetei um estranhocontos erótico de lesbianismoConto eroticos no beco escurotravesti coroa enroladinho Pretometendo com a tininhaminha irma uma pretinh que adora trepa comigo pornocontos eróticos de padrasto comendo enteada ainda bem pequenacontos tudo enfiado no cuencoxada bem arroxadaPorno orgias lesbicas incestuosas iniciando as bem novinhas contoscontos eroticos de vendedor velho gordo seduzindo a meninaContos vizinha de 19contos de crosdresseresContos eroticos minha primeira vez foi quase um estupro e eu gosteicontos eroticos piscina peitos fartos seduziconto estrupado pelo amigocontos eróticos fio dentalConto meu tio me fez mulher com seu pau enorme.mulher crente traindo o marido conto eróticocontoseroticos.site/buscar-conto?busca=Comendo+o+cuzinho+virgem+da+sogra+a tão sonhada dupla penetração contomeu buraquinho guloso no teu pauminha tia tava dormindo gozei nela contoscontos bater varias punhetas seguidasconto macho fica pelado conto eroticos troca troca com amiguinhocontos eroticos casada em casa sozinha com enteado fazendo massagemvendi a buceta/contocontos eroticos de prima chupando sacoIrmã cuidando do irmão acidentado contos de incesto femininoconto erotico maes rabudas na praia c faConto de putaria com todos os machos da favelacontoseroticosdemeninasdona redonda arreganhado o cuzaoConto namorado da minha mãeloira coroa tirando a calcinha de ladinho solange para exibir sua xanacontos eronticos tia levatou a saia de lado e setou em mimpoi ve a folha fundedo com o primo dentro de casahomem enrrabadocontos eroticos com mts mamadas nos peitos/sexo com o amigocontos eróticos esfregaçãoconto erotico comi a professora do meu filhodirigindo sem calcinha contoscontos eroticos casada e comida por traficantesContos gays amante do tio velho desde de pequeno adoro vpu casar com eleconto+fui+arebentada+negro+meu+maido+adoroua piriquita da theulma moreninhacontos eróticos angela e suas donasconto estuprando a exbuceta gegadecontos irmao gritar vai quase gozandoContos e fotos de gozadas nas calcinhascospidas na boca porno lesbicasfui pra casa da minha tia ela cuidou de mim conto eroticonossa minha mae bu comer xvcontos anal de mulher virgemcontos de coroa com novinhochantajiei minha irma peituda para tranzacontos calcinhas de mamaeeu e meu marido na nossa noite de núpcias eu disse pra ele mete seu pau bem devagar na minha buceta virgem conto eróticoprimeira vez que dei o rabetãominha esposa transou com a molecada contosconto erotico quando era pequenaContos eroticos/dp com a ninfetinhaesfregando na irma caçula contosporno pesado arrombando relatosContos gay saindo de carro a noite vestido de mulhervidios porno de homem pegando irmazinhar mulher si mastubando e conceguindo comer a buceta delavideos de mulheres mamandoleitee no peito da outracontos transando em silêncio video de subrinho a proveitando a brincadeira para encochar a tiacontos sexuais de jessica no carro