Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MEU TIO E MINHA TIA

Click to Download this video!

HA UNS ANOS ATRAS, FUI PASSAR MINHAS FERIAS NA CASA DE UNS TIOS, MINHA

TIA UMA MULHER MUITO SIMPATICA E BONITA APESAR DA IDADE, MEU TIO JA ERA

O CONTRARIO UM TANTO CALVO, MEIO DESAJEITADO.



NO ENTANTO MEU TIO JA ESTAVA APOSENTADO, E MINHA TIA NAO ERA COMO ELE

QUE FICAVA A MAIOR PARTE DO DIA LENDO JORNAL. NO COMECO, ISSO ME DEIXOU

BASTANTE UM TANTO CHATEADA. MAS, COM O PASSAR DOS DIAS, MEU TIO, EMBORA

MUITO CALADO, REVELOU-SE UMA COMPANHIA MUITO AGRADAVEL. EXTREMAMENTE GENTIL,

TUDO FAZIA PARA QUE EU ME SENTISSE BEM. COMO ERA BOM COZINHEIRO,

BRINDAVA-ME COM CARDAPIOS VARIADOS, DEMONSTRANDO QUE VALORIZAVA A MINHA

PRESENCA.



ASSIM, O TEMPO FOI PASSANDO. AOS POUCOS, AQUELA PAZ FOI SE TRANSFORMANDO

EM TEDIO SOMADO A ISSO, O CALOR ABRASADOR DE JANEIRO DESPERTOU EM MIM O

QUE CHAMO DE MEUS DEMONIOS. COMECEI A SENTIR FALTA DE SEXO. TAIS PENSAMENTOS

FAZIAM COM QUE, A NOITE EU CUSTASSE A DORMIR. UMA VEZ, SONHEI QUE TRANSAVA

COM MEU TIO. LEMBRO-ME DE, NO SONHO, TER FICADO ADMIRADA COM O DESEMPENHO

DELE. DE MANHA, SURPREENDI-ME AO ACORDAR COM A CALCINHA MOLHADA.



HAVIA GOZADO!



CERTO DIA, ESTAVA SOZINHA COM MINHA TIA. NUM MOMENTO DE INTIMIDADE, COMECAMOS

A CONVERSAR SOBRE SEXO, ELA ME REVELOU QUE AINDA SE MASTURBAVA MUITO, POIS

MEU TIO NAO SE INTERESSAVA MAIS POR SEXO, E, POR SENTIR-SE AINDA BASTANTE

JOVEM E FEMININA, SENTIA MUITA FALTA DE FALO GROSSO E QUENTE NO MEIO DAS

PERNAS, AQUILO ME DEIXOU MUITO FASCINADA E EXCITADA POIS MINHA TIA ERA MESMO,

MUITO JOVEM AINDA, UMA COROA COM UM CORPO ENXUTISSIMO, MELHOR DO QUE MUITAS

GATINHAS QUE EXISTEM POR AÍ, ELA RESSENTIA-SE MUITO COM ISSO, ENTAO RESOLVI

AJUDA-LA...



COM A CUMPLICIDADE DELA, COMECEI A USAR, EM CASA, ROUPAS MAIS DE ACORDO COM A

TEMPERATURA, PARA DESPERTAR TESAO EM MEU TIO.



COMO SE DE PROPOSITO, SO PARA ME JUDIAR, O CALOR FOI AUMENTANDO CADA VEZ MAIS.

ACHO QUE FOI O VERAO MAIS QUENTE DOS ULTIMOS TEMPOS.



COMO ERA DE SE ESPERAR, MEU TIO COMPORTAVA-SE MUITO BEM, NAO DEMONSTRANDO

QUALQUER EXCITACAO AO VER-ME COM ROUPAS CADA VEZ MAIS EXIGUAS. ACABEI

DISPENSANDO NAO SO O SUTIA, MAS TAMBEM A CALCINHA. E CONFESSO QUE A MINHA

DISPLICENCIA COMECOU A FICAR EXAGERADA.



UM DIA, ESTAVA LENDO O JORNAL NO SOFA DA SALA. MEU TIO LIA UMA REVISTA

SENTADO BEM NA MINHA FRENTE. REPAREI QUE UM TUFO DE PENTELHOS ESTAVA A

MOSTRA, ESCAPANDO DO SHORT CURTISSIMO. FIQUEI ME PERGUNTANDO SE AQUELA NAO

SERIA UMA EXCELENTE OPORTUNIDADE PARA TESTAR MEU TIO.



A IDEIA EXCITOU-ME TANTO QUE SENTI UM CALOR NO ROSTO. DISFARCADAMENTE, FIZ

UM FURINHO NO JORNAL, QUE FINGIA LER, E ERGUI-O ATE COBRIR MEU ROSTO.

"DISTRAIDA", COMECEI A ABRIR E FECHAR AS PERNAS, DANDO A ELE A MELHOR VISAO

POSSIVEL DA VIRILHA ELE AINDA LEVOU ALGUM TEMPO PARA NOTAR A MINHA

"DISPLICENCIA". PELO FURINHO DO JORNAL, PERCEBI QUE FICOU ENTRE SURPRESO

E EXCITADO. NAO DEMOROU A ENFIAR A MAO DENTRO DA BERMUDA, CAUTELOSAMENTE,

PARA DAR UM JEITO NA ERECAO INESPERADA.



AQUILO MEXEU COMIGO. SENTI O SANGUE FERVER A LATEJAR NAS TEMPORAS. MINHA

VAGINA ENCHARCOU-SE INSTANTANEAMENTE. ATRAVES DO "VISOR", OBSERVEI QUE

MEU TIO TINHA OS OLHOS VIDRADOS, E ARREGALAVA-OS CADA VEZ MAIS A MEDIDA

QUE EU, PROVOCANTEMENTE, COMO SE OUVISSE ALGUMA MUSICA, ABRIA E FECHAVA AS

PERNAS LENTAMENTE, ENQUANTO SEU MEMBRO LEVANTAVA UMA BARRACA NA BERMUDA.



NAO CABENDO MAIS EM MIM COM AQUELA SITUACAO, TIVE A IDEIA DE "ADORMECER" NO

SOFA SO PARA VER O QUE MEU TIO FARIA. AOS POUCOS, FUI ME FAZENDO PESADA DE

SONO E TERMINEI COM AS PERNAS ESCANCARADAS. MEU TIO ESPEROU ALGUNS MINUTOS.

SO ENTAO ABRIU O ZIPER DA BERMUDA. SEU PAU DURO SALTOU PARA FORA. COM OS

OLHOS FIXOS NO MEIO DAS MINHAS PERNAS, INICIOU UMA CAPRICHADA MASTURBACAO.



AQUILO PROVOCOU EM MIM UMA REACAO IMPOSSIVEL DE CONTROLAR. DE BOCETINHA

MOLHADA EU ME BABAVA DE VONTADE DE SENTAR NAQUELA PICA GROSSA A MENOS DE

DOIS METROS DE MIM. MEU TIO DEVE TER LIDO MEU PENSAMENTO, PORQUE LEVANTOU-SE

E VEIO NA MINHA DIRECAO. DE PE, SEU PAU PARECEU FICAR AINDA MAIOR. COM

CUIDADO, DEVAGARINHO, SENTOU-SE AO MEU LADO E, MUITO LEVEMENTE, TOCOU-ME A

PERNA.



O CONTATO ERICOU TODOS OS MEUS PELOS. COM UM GEMIDINHO ESTUDADO, VIREI-ME E

PRENDI SUA MAO ENTRE AS MINHAS COXAS, QUE ARDIAM DE TESAO. SENTI QUE

ESTAVAMOS A BEIRA DO DESCONTROLE. ELE FOI SUBINDO A MAO EM DIRECAO A MINHA

BOCETA E ALISOU O TUFO DE PENTELHOS. NAO CONSEGUI SEGURAR MAIS E TIVE O

PRIMEIRO ORGASMO. ENTAO, SEUS DEDOS GROSSOS TENTARAM ENTRAR PELA PERNA DO

SHORT. FACILITEI ABRINDO MAIS AS PERNAS. ELE INTRODUZIU DOIS DEDOS NA MINHA

RACHINHA. COMECEI A REBOLAR LENTAMENTE. ERA ADORAVEL ESTAR SENDO FODIDA

ASSIM, POR UM PAR DE DEDOS ATREVIDOS. COMO "SONAMBULA", PARTICIPAVA

ATIVAMENTE, GEMENDO E MEXENDO OS QUADRIS.



COM A OUTRA MAO, MEU TIO DESABOTOOU MINHA BLUSA. MEUS SEIOS SALTARAM, E ELE

CURVOU-SE E COMECOU A CHUPA-LOS CARINHOSAMENTE. PERMANECI DE OLHOS

SEMICERRADOS, PREPARANDO-ME PARA A VIAGEM RUMO A UM MUNDO CHAMADO ORGASMO.

ELE PERDEU TODA A TIMIDEZ. SOLTOU O BOTAO DE PRESSAO DO MEU SHORT, TENTANDO

DESNUNDAR-ME. FACILITEI ERGUENDO A BUNDA. EM SEGUNDOS, ESTAVA NUA E INDEFESA.



SENTI A SUA LINGUA COLHENDO TODO O LIQUIDO DO BURAQUINHO DA MINHA BUCETA E

DEPOIS EM MEU CLITORIS, CHUPANDO-O, COMO SE QUISESSE LEVA-LO CONSIGO, NÃO

RESISTI MUITO TEMPO E ME DERRAMEI EM SUA BOCA, ELE LAMBEU TODO O MEU GOZO E

ENTAO VI QUANDO ELE SE PREPARAVA PARA ENFIAR O SEU CARALHO DURISSIMO EM MIM.



ABRI MAIS AS PERNAS, PROVOCANDO, GEMENDO BAIXINHO. MINHA VAGINA ERA UMA

FORNALHA INCANDESCENTE. SENTI A PONTA DO CACETE NA PORTA DA BOCETA.

ENLACEI MEU TIO COM AS PERNAS E PUXEI-O PARA QUE ME PENETRASSE.

O PAU ENTROU GOSTOSO. EU REBOLAVA TANTO QUE FAZIA O PAU GIRAR, SAIR,

ENTRAR, TORNAR A SAIR, TORNAR A ENTRAR. NAS ARREMETIDAS, SENTIA AS BOLAS

BATEREM NA MINHA BUNDA NUM RITMO ALUCINANTE, ERA UMA VERDADEIRA SURRA.



SEMPRE DE OLHOS MEIO FECHADOS, "DORMINDO" ASSUMI, ENTAO O PAPEL MAIS

VERDADEIRO DA MINHA VIDA, O PAPEL DE PUTA DEVASSA, QUE SOU ATE HOJE. FODI

COMO NUNCA, ENLACAVA MEU TIO COM AS PERNAS, PARA QUE ENTRASSE CADA VEZ MAIS

FUNDO; PUXAVA-O PELO PESCOCO, PARA QUE BRINCASSE COM MEUS SEIOS. UMA LOUCURA!



TINHAS ORGASMOS INCRIVEIS, QUE VINHAM EM ONDAS. AS VEZES, PENSAVA QUE IA

DESMANCHAR-ME TODA.



AÍ FOI A VEZ DO MEU TIO GOZAR, E ELE VEIO FORTE, ALEM DAS DUAS ESGUICHADAS

FORTES DENTRO DE MIM, AINDA TIROU O PAU PARA FORA E ESGUICHOU MAIS QUATRO

VEZES, JATOS LONGOS QUE ALCANCARAM MEU ROSTO E MINHA BOCA, FAZENDO-ME PROVAR

PELA PRIMEIRA VEZ A DELICIA QUE ERA O SEU LEITE.



CONTEI TUDO PARA A MINHA TIA, COM DETALHES, COMO O PROMETIDO, ELA POR SUA

VEZ, NÃO ACREDITOU NO QUE CONTEI, DISSE-LHE ENTÃO QUE PROVARIA PARA ELA,

MAS SÓ NO DIA SEGUINTE:



PELA MANHA, ATAQUEI O MEU TIO, NA SALA, ONDE ELE LIA O SEU JORNAL, ELE

ESTRANHOU A MINHA ATITUDE, MAS QUANDO CAI DE BOCA EM SEU CARALHO ELE SE

ENTREGOU COMO UM GATINHO, RECOSTANDO NO SOFÁ E FECHANDO OS OLHOS, DEI UM

TRATO COMO BEM SEI NAQUELE PINTÃO ATÉ ELE ENCHER A MINHA BOCA COM ESPERMA

QUENTE.



NÃO DEIXANDO CAIR UMA GOTA SEQUER, CORRI ATÉ A COZINHA ONDE ESTAVA A MINHA

TIA, ENCOSTEI ELA NA PIA, COLEI MEUS LÁBIOS NOS DELA E PASSEI TODO O LEITE

FRESQUINHO PARA A SUA BOCA, ELA SE ASSUSTOU UM POUCO, MAS QUANDO SENTIU A

DELICIA QUE LHE OFERECIA, RELAXOU E BEBEU TUDINHO AINDA LAMBEU AS GOTAS QUE

ESCORRIA PELO CANTO DA MINHA BOCA.



QUANDO TERMINOU, AINDA CONTINUAMOS COM NOSSAS LINGUAS ENROLADAS UMA NA OUTRA

E ROCANDO NOSSOS CORPOS, DEIXANDO FLORESCER O AMOR ENTRE DUAS MULHERES

TESUDAS. AQUELA SITUAÇÃO A DEIXOU BASTANTE EXCITADA E MARAVILHADA COM A

POSSIBILIDADE DE TER O PAU DO SEU MARIDO DE NOVO, SEMPRE QUE QUISESSE. O QUE

ACONTECEU DE VERDADE, POIS, A PARTIR DAÍ EU OUVIA SEMPRE GEMIDOS VINDOS DO

QUARTO DELES, NAS NOITES QUE SE SEGUIAM, ENQUANTO EU NO MEU QUARTO ME

MASTURBAVA TODA ORGULHOSA, SABENDO QUE TINHA FEITO UMA BOA AÇÃO.



DIAS DEPOIS RECEBI UM CONVITE MARAVILHOSO DA MINHA TIA, ELA ME DISSE QUE

SE EU QUISESSE, A NOITE, PODEIRA DEITAR NA CAMA COM ELES E PARTICIPAR DE UMA

TREPADA COMEMORATIVA, EM AGRADECIMENTO POR TER UNIDO OS DOIS NOVAMENTE, DISSE

TAMBEM QUE A IDEIA ERA DOS DOIS, ELA E O MEU TIO, VIBREI COM O CONVITE...



A NOITE, ESTAVAMOS OS TRÊS ASSISTINDO TV, SEM TOCAR NO ASSUNTO, ENTAO RESOLVI

COLOCAR LENHA NA FOGUEIRA, EU DISSE:



"VOU PARA O MEU QUARTO, TIA!"



FUI, E DEITEI EM MINHA CAMA, E ESPEREI, POUCO DEPOIS MINHA TIA INVADIU O MEU

QUARTO, ME PEGANDO PELA MÃO E ME LEVANDO PARA O QUARTO DELES, NÃO ESPERANDO

EU ESBOCAR QUALQUER REACAO, EU A ESSA HORA ESTAVA COM UMA CAMISOLA TRANSPA-

RENTE E SÓ DE CALCINHA POR BAIXO.



CHEGANDO AO QUARTO, VI MEU TIO DEITADO NA CAMA, DE OLHOS FECHADOS, COMO SE

ESTIVESSE DORMINDO, TOTALMENTE NU E COM O LINDO CARALHO APONTANDO PARA O

TETO, DURO COMO PEDRA E TODO MOLHADO, CERTAMENTE DA SALIVA DA MINHA TIA, ELA

ME LEVOU ATÉ PERTO DELE E DISSE:



" É TODO SEU! "



NÃO PERDI TEMPO, CAÍ DE BOCA NAQUELE CACETE DURO, CHUPEI, MORDI, CUSPI NELE,

AO MESMO TEMPO QUE SENTIA MINHA TIA TIRANDO MINHA CAMISOLA E MINHA CALCINHA

ACARICIANDO-ME CARINHOSAMENTE, OS CABELOS, AS COSTAS, A BUNDA ATÉ CHEGAR NA

MINHA XOTINHA QUE JA ESTAVA QUENTE E MOLHADA, SENTIA OS DEDOS DA MINHA TIA,

MELADOS PELA SUA SALIVA, PREPARANDO MINHA BUCETA PARA SER PENETRADA, ENQUANTO

EU CHUPAVA AQUELE CACETAO GOSTOSO.



QUANDO ME SENTI TOTALMENTE MOLHADA E RELAXADA, FUI PARA CIMA DO MEU TIO,

ENCAIXANDO O CARALHO NA ENTRADA DA BUCETA E SENTINDO-O ESCORREGAR PARA DENTRO

DE MIM, CAVALGUEI MEU TIO FEITO UMA LOUCA, URRAVA E GEMIA COMO UMA CADELA NO

CIO, MINHA TIA ME XINGAVA DE PUTA, CACHORRA E CHUPAVA MEUS SEIOS, DERREPENTE

ELA PASSOU PARA TRÁS E EU ENTÃO SENTI UMA COISA MOLHADA EM MEU CUZINHO, ERA

A LINGUA DA MINHA TIA INVADINDO O MEU BURAQUINHO QUE PISCAVA DE TESÃO,

DEPOIS MINHA TIA NOS DEIXOU POR ALGUNS SEGUNDOS E DEPOIS VOLTOU COM UM POTE

DE CREME, UNTOU BEM OS DEDOS E COMECOU A BRINCAR EM MEU CUZINHO, ENFIOU UM

DOIS E DEPOIS TRÊS DEDOS, AO MESMO TEMPO EM QUE FALAVA:



" QUE CUZINHO APERTADO, VOU DEIXAR ELE BEM RELAXADO, GOSTOSINHA!! "



E ME FODEU MARAVILHOSAMENTE COM OS DEDOS, SENTIA ELES TOCAREM O PAU DO MEU

TIO POR DENTRO DE MIM, ENTAO NÃO DEU MAIS PARA SEGURAR E COMECEI A GOZAR, ATÉ

CAIR EM CIMA DO PEITO PELUDO DO MEU GOSTOSO TIO, ASSIM QUE SAÍ DE CIMA DELE,

REPAREI QUE ELE CONTINUAVA COM A PICA DURA FEITO FERRO, E MUITO MELADA PELOS

LIQUIDOS DO MEU GOZO, O QUE MINHA TIA NÃO RESISITIU E LAMBEU TUDO, ELOGIANDO

O GOSTO DA XOXOTA,. MINHA TIA ENTÃO SENTOU NA PICA DO MEU TIO, FAZENDO O PAU

DESAPARECER DENTRO DO SEU CUZINHO MELADO DE CREME, ELA FICOU EM UMA POSICAO

QUE ME PRIVILEGIAVA COM A VISÃO DA SUA XOTINHA DEPILADA, NÃO RESISTI E ENFIEI

OS DEDOS NAQUELA BUCETA ROSADA, ENQUANTO CHUPAVA AQUELE PINGUELÃO VERMELHO,

CHUPEI A XOXOTA DA MINHA TIA COMO SE FOSSE A ULTIMA NO MUNDO, ATÉ QUE ELA NÃO

AGUENTOU MAIS E AVISOU QUE IA GOZAR, COM A PICA DO MEU TIO ENFIADA NO CU,

ELA SEGUROU A MINHA CABECA, COMO SE QUISESSE ENFIA-LA NA BUCETA E DISSE:



" ENFIA A LINGUA EM MIM AGORA, QUE EU ESTOU GOZAAAANDO! AAAHH! BEBE MEU

MELADO, BEBE MEU SUCO, GOSTOSA!!!"



E EU BEBI TUDINHO MESMO, LAMBI TODO O LÍQUIDO QUE SAÍA DAQUELA BUCETA, AQUILO

ERA O VERDADEIRO NÉCTAR DOS DEUSES, ELA SAIU DE CIMA DO PAU DO MEU TIO QUE

CONTINUAVA DEITADO NA CAMA COM O PAU PARA CIMA, PARA O NOSSO DELEITE, ENTÃO

FOI A MINHA VEZ DE ENFIAR AQUELA TORA NO RABINHO, MINHA TIA LAMBUZOU O MEU

ANELZINHO COM O SEU CREME, E EU SENTEI BEM DEVAGAR, SENTINDO O BICHO

ESCORREGAR PARA DENTRO DE MIM, ATÉ SENTI AS BOLAS DO MEU TIO ENCOSTAR NA

MINHA BUNDA, AÍ CAVALGUEI PARA VALER, SENTINDO O CACETE ME ARROMBAR TODA,

MINHA TIA CHUPAVA O MEU GRELO E ENFIAVA OS DEDOS EM MINHA BUCETA, É DIFICIL

SUPORTAR MUITO, GOZEI COM AQUELE PINTÃO ENTRANDO E SAINDO DO MEU CUZINHO,

MELANDO COM MEUS LIQUIDOS OS DEDOS DA MINHA TIA.



EU AINDA ME RECUPERAVA QUANDO VI A MINHA TIA PUNHETANDO MEU TIO, ELE ENTÃO

COMECOU A GEMER MAIS ALTO, MINHA TIA ME CHAMOU PARA O "GRAN FINALE", COLOQUEI

A BOCA NA CABEÇA DO PAU DO MEU TIO E O ENCHI DE SALIVA PARA FACILITAR O

TRABALHO DA MINHA TIA, SENTI O CACETAO PULSAR, E RECEBI UM GOLFADA QUENTE NA

BOCA, ENGOLINDO LOGO EM SEGUIDA, MINHA TIA TAMBEM COLOCOU A BOCA E GANHOU

MAIS DOIS OU TRÊS JATOS DE PORRA BRANQUINHA.



DORMIMOS OS TRÊS AGARRADINHOS ATÉ O AMANHECER.



A PARTIR DESSE DIA, SEMPRE TRANSAVAMOS, EU E MEU TIO, MEU TIO E MINHA TIA,

E QUANDO O MEU TIO SAIA, EU E MINHA TIA NOS AGARRAVAMOS E TRANSAVAMOS ATÉ

A EXAUSTÃO. QUE DELICIA DE FERIAS.



ME ESCREVAM, TÁ!!

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Oq deu a chantagem do sindiconão sei como ela aguenta toda no cu e na boca está pica gigantecasada lesbica com sobrinha contoxcontos eroticos.com casada gostosona deficientecontos minha esposa ainda resistedesenho porno dos flinstons cadamento.da pedreitaconto erotico gay meu afilhadocontos tetas irmaPatroa puta conto eróticoContos punheta duplamlulher com chortinho encavado ecom abunda empinadahttp://zoofilia deixei o dog meter na minha filha.contostinha perder sua coroa no seu pau do negrãode calcinha na frente do meu pai contosconto erotico minha mae e uma putamamae fudeu muito com amigo.relatos eroticosconto erótico de padre transando com Madreeu ea madrinha contocontos eroticos enteado pau de jumentoFomos a um churrasco bebemos muito e aí rolou contos eroticoscontos eroticos taxista fudendo puta bebada drogadaminha mulher de fio dental num posto de gasolina eu confessovoyeur de esposa conto eroticocontos eroticos comi a biscatinhacontos eróticos de viúvasViadinho Rabudo Pastor Negro Contos Eroticosconto eróticos sabrinaconto de estrupo de praticinhaconto erotico como gravidez a minha tia seios gViolentei a deficiente contos eroticosconto erotico, mamae foi. arrombada pelo marido da vizinha enquanto ela viajavaCasada viajando contosconto dei minha xoxotinha para o meu padrasto quando tinha oito anos doeu mais foi gostosofiz a garotada gozar contocontos eroticos gerro tomado umas cervejas com a sogra sozinhos e da em cima delanão acredito que dei o cu contos eróticoscontos eroticos gay fui enrrabado apanhei e gosei com um desconhecidocontos eroticos de vovoconto erotico estuprei a e humilheiContos eroticos de podolatria com fotos chupando pes de mulheres desconhecidasCONTO EROTICO_MEU TIO TIROU MEU CABACINHOEsposa da.a bucetinha pro patrao contosconto anal tia bundudaconto erotico gay viado desobediente tem que ser castigadoresguardando a namorada contoContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorcasa dos contos gay meu dono contos eróticos gays cavalgando no tioMe comeram ao lado do meu namoradocrente traiu.contosContos eroticos sem calcinha estuprada pelo sadomasoquistaTrai meu marido com meu vizinho pauzudo, contosFui Comida pelos colegas do colegios contosconto erotico video gamePuta desde novinha contosporno conto relava aquele peito em mimconto erótico comendo a amigaMae drogada contos eroticocontos colocando menina pra. mamarmuie pega a manguera do amigo do cornaolotação filhinha sentou no meu colo contos de sexoo emprego q mudou minha vida casa dos contoslua.de mel erotico corno vovomeus peitinhos doíam...contos eroticos cumendo o cuzao cabeludo da minha maecontos sexo minha mae me transformou em meninaTennis zelenograd contofotos derabudas na academia roupa brancacontos eróticos de bebados e drogados gaysaudio conto eroticos aluno comendo a professoracontos com letras grandes , a rabuda e os dois travecoso padre ecoroinha no conto erotico gayconto minha mulher hemafroditacontos minha mae comeucontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaconto adoro cu de casadacontoerotico quase corri negrinho caralhudotentando comer a sobrinha contosterceira idade de calcinha no cuchupando minha prima lebosco conto erotico contos eroticos sexo com minha empregada de vestido curtinhoContor eroticos de sexo chupada dapererecacontos de incesto minha sobrinha veio passar dois dias comigocontos eroticos com foto empregada rabuda baixinhaPorn contos erotico corooa quue dizia ser crentecontos a filhinha de fii dando p i papaivou gozar na frente não contocontos eroticos sou viciada na pica do meu filhoconto minha mulher me deu sua mae de presente