Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

DANDO O RABO E A BUCETA PRO MEU AMOR!

Click to this video!

A PRIMEIRA VEZ QUE DEI PRO MEU MARIDO, DOEU MUITO,

HOJE EU SO SINTO PRAZER, TENHO ORGASMOS MARAVILHOS,

QUANDO ELE NÃO FAZ SEXO COMIGO, FAÇO COM OUTROS...







Hoje estou com quase 22 anos, sou uma mulher feliz, vivo um relacionamento aberto com Ilson a algum tempo e moramos juntos, estou muito feliz, e meu gato também, vivemos nos curtindo quando estamos juntos, esse conto real aconteceu no primeiro dia em QUE ficamos juntos, vou contar sem muitas delongas o que aconteceu entre eu e meu amor. Antes de Ilson sá tive um namorado fixo e por poucos meses, ele era muito legal comigo e fazia sexo comigo todos os dias com muito carinho, seu pênis era normal de comprimento e grossura acho que uma media de uns 19 cm, e me fazia gozar todas as vezes. Quando resolvemos morar juntos(Eu e Ilson) assim, como ele, me preparei para a grande noite de núpcias, mini calçinha, nova, vermelha da cor do pecado (se e que pecado tem cor), perfumes e depilação total, depilava sempre minha buceta, nunca gostei de pelos. Fiquei como vim ao mundo, fomos a um restaurante para um jantar leve, depois de um tempo fomos para um motel luxuoso. Chegamos ao motel, mal ele abriu a porta e já foi me atacando, tipo um tarado, foi tirando a roupa como um desvairado, ficando sá de cueca, pegou meu rosto com carinho e foi me dando um longo e apaixonado beijo, depois sugou meus peitos, lambia meus mamilos, arrancou minha tanguinha com os dentes, literalmente me deu um banho de saliva, eu estava excitadíssima e minha buceta estava ensopada de tesão, tirei a sua cueca e quando ele virou, eu vi o tamanho do seu pau, lágico nos muito amassos e esfrega eu sentia que era um pau diferente, que era maior do que eu já conhecia, mas não imaginava que era assim, enorme, estufado com as veias saltando, grosso, um pau pra ninguem botar defeito, devia ter pelo menos 20 cm.,( e tem ), mas era muito grosso, minha mão não conseguia fechar em torno do caralho, meu homem, me deixou alucinada, minhas pernas tremian, ele deitou-me e abocanhou de uma vez a minha buceta, tudo, sumiu naquela boca enorme, ela chupava meu grelo com volúpia... eu gozei como nunca na boca dele, sensacional. Passei a mão no seu mastro, muito duro, grosso, anorme, aquela cabeça parecia meu punho, que coisa mais linda, porem muito grande. Ele colocou-me de quatro, e começou a lamber minha bunda. Olha a sensaçao era maravilhosa, aquela lingua percorrendo meu rego todo, ate que parou no meu cuzinho, enfiou a lingua todinha la dentro, e fazia circulos dentro do meu cuzinho, me fazendo gemer de tanto tesao, com um dedo na buceta, eu novamente gozei na mao dele, com a lingua dando rodeio em meu cuzinho, eu com dificuldade consegui por a cabeça do seu pinto na minha boca, lambia de lado, engolia ate onde era possivel, muito grande, e ele dizendo que iria gozar, me deixava alucinada, que homem delicioso! Ele dizia chupa...meu amor, mama teu caralho... isso gostoso, lambe assim...molha...cospe na cabeça do meu caralho, segurou a cabeça forte, encaixou a cabeça do seu pau entre os meus dentes, dizia vou gozar...to gozando., foram jorros de porra, na minha boca que quase me sufoca, fui engolindo a medida que saia, e olha, foi despejando seu liquido quente, pegajoso e muito gostoso, bebi com muito tesao. Depois de algum tempo ele ja de pau duro de novo, deitou de costa e de frente pra mim mandou eu sentar na sua piroca e eu encaxei cabeça do seu pau na minha buceta, e disse pra mim controlar, e deixar ir entrando o tanto que quisesse e aguentasse... quero tudo, disse., ele me chamou de tarada, e falou, - você consegue com certeza, vai em frente... pensei comigo: será que vai doer???!!! Uma duvida e um desafio, sentei na cabeça grande do seu mastro e lentamente eu fui largando meu corpo, sentia dor, eu parava, voltava e recomeçava., ate que senti entrar a cabeçorra todinha, a cena era linda, aquela chapeleta grande, grossa, ja com um pouquinho dentro da minha bucetinha branca, dava um contraste ate bonito,. Fui brincando com aquilo, socando aos poucos, e ja com a minha xaninha meia aberta, estava quase gozando e ilson delirava dizendo, acho que já vou gozar, bucetinha apertada, esta esfolando meu pau, quando eu e ele fizemos o mesmo movimento, ele estocou e eu larguei meu corpo, foi tudo ate o fim. Senti apertar meu estomago, rasgar a carne dentro de mim, rasgar as paredes da minha vagina, bater fundo no meu utero., e com uma grande, dor, ardia demais., com tudo isso gozei junto com ele, eu sentia as estocadas dentro de mim dele gozando, e me enchendo por dentro de porra quente, ainda., muita porra., ele era um touro, doía tanto que eu fiquei com medo de me mexer, aquilo tudo ainda dentro de mim, levantei devagar e vi o estrago, junto com a porra que saia, jorrou tambem muito sangue., me apavorei, ele ia dizendo que era normal, mas so eu sabia a dor que estava sentindo, mas afinal consegui engolir o mastro daquele gato maravilhoso, meu homem, meu pauzudo. Ele quer meu cuzinho, mas ia dar um tempo, porque precisava me preparar, porque com certeza iria doer muito. Concordei mas fiquei com uma vontade enorme de dar meu cuzinho pra ele. Quando fui tomar banho, vi minha bucetinha ( agora bucetão) arrombada pelo espelho, vermelha, aberta e sangrando, lavei com uma ducha de água gelada, minha bucetinha fisgava, lembrando a dor e o prazer que ele, meu amor me dera.! Ilson dormia o sono dos justos. Acordei-o beijando seu rosto. Ele acordou e me abraçou me puxando pra cima dele, eu disse, na frente nem pensar não vou aguentar, esta dolorido, e estava, mas eu queria outra coisa. Chupei e molhei, cuspia, lambuzei bastante seu pau, ele me deitou de bruços e começou a enfiar um dedo no meu cuzinho, passando saliva a toda hora, dois dedos, e eu adorando aquilo, era divino. Já sentindo que era a hora, deitou-se com o pau pra cima, de novo e mandou eu me sentar em cima dele, e guiar como fiz com a bucetinha. Meu cuzinho apertadinho, sentiu aquela cabeça enorme querendo entrar, relaxei e sentei, devagar...bem devagar, quase parando, doía...doia pra cacete, mas eu ia forçando ia me ajeitando, urrava ...e senti que entrou, ardeu, ele tirou, mas, eu voltei coloquei de novo e fui afundando., e a medida que entrava sentia descolar todas as pregas do meu cuzinho, alucinante, dolorido mas gostoso, senti minha bunda bater nele, eu tinha conseguido enfiar aquele mastro todinho dentro do meu apertadinho cuzinho, agora com certeza, um verdadeiro cú, um cuzão. Comecei a rebolar e sentir seu mastro mexer meus intestinos, entrando e saindo, rasgando tudo, estourando as pregas que ainda estavam inctatas, quando ele me puxou, enfiou os dedos na minha arrombada búceta, chupou meu pescoço, me levou a loucura e dizia: que cú gostoso, delícia, maravilhosa, agora você tem um homem sá seu, pra te arregaçar, e se movia loucamente, me socava....socava meu rabo, minha dor, minhas pregas ... vou gozar, amor...vou gozar ...gozou, gozei junto, aquela porra toda, agora dentro do meu cuzinho, novamente!!!! Fiquei sentada em cima dele, uns 19 minutos, sem tirar de dentro, a dor tinha sumido, sentia minha bunda dilatada., e aos poucos, com carinho ele me colocou de quatro e ai me comeu mais uma vez, com mais força, acabando com o resto, gozou de novo dentro do meu cuzinho. Não gozei, mais, porque ardia, ardia muito. Ele tirou o seu pau do meu cúzinho, o alivio foi grande., e começou novamente a chupar ...chupou mais uma vez minha bucetinha, fazendo gozar bastante. Ficamos deitados agarradinho uma meia hora, toda arrombadinha, e fui dormir. No outro dia, era sangue na calcinha, na cama, ele me arrombou inteirinha, doia tudo, bunda, bucetinha, as pernas, os peitos., eu me sentia inchada. Até hoje fodemos quase todos os dia, virei uma viciada sexual. Nunca mais fui a mesma, e fiquei muito exigente sobre os tamanho dos paus, por enquanto meu gato vai preenchendo os meus buracos, com maestria.



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos abusadas em grupocontos eroticos velhos e novinhas santinhascontos eróticos teen apostamarido sortiado a esposa contos eroticoseu sou de bauru sou casada e gosto de encoxadas nos onibus Me Estruparam No Banheiro da escola contos eroticos gayscontos eroticos relatados por mulhereso amigo do meu marido comeu meu cu/contoscontos de coroa com novinhoporno meu primo e um jegue minha mulher adoroucontos eroticos gay comendo a bicha de calcinhaconto de desmaiei com a pica grande no cuContossafadezasmamando no titio contos gay inocentecontos minha filha viciada em porraconto erotico cinema marido e mulhercontos eroticos mae filho filhacontos eróticos,ai ai fode metecontos insesto comi minha irma e mae duas gostosas com fotoso cu da minha esposa e meu contocontos de quen comeu coroas dos seios bicudosContos quanto o cu quentacontos eroticos casada e o farmaceitico negaolésbicas esfregando pernas de rã veridicoComtos heroticos da cunhadinha viviane dando pro cunhado reinaldo buceta de cajaracontos eroticos gay fui enrrabado apanhei e gosei com um desconhecidoContos de transexicontos incesto de cumadreconto coroa n**** pediu gay namorocontos eroticos novinha coroa ricovocê fodendo meu reguinhoarombando o cu da madastra virgem sexoconto travesti me enganoucontos eroticos estou chifrando meu marido tomando porra do cunhadoirmãzinha nascendo peitinho contos eróticoscontos eroticos de vizinhos afeminadoswww.loiras traindo com negao contosxvidio preza na ilhacalcinha usada da vizinha safada contosContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorconto erotico mamãe sentando no meu colo no carro lotadocontos eroticos com giuliaconto erotico mulher gostosa trai marido com um delegadootitiu comendo a sobrinhaler historia de sexo entre cunhada e subrinhas com tiocoroa negra contoporno fodi minha meninhacontos massagem colegabaraguay da buceta grande e carnudacontos eróticos gay eu e mais um amigo brincamos com novinhocontoseroticos anal brital no acampamentoconto erotico deidinheiro a minha maecontos eroticos sou casada realizei o desejo do meu sobrinhocontos eróticos de professoras de cegosvoyeur de esposa conto eroticopau grande enfiadi. todo nicucontoa gay - meu colega de quarto musculosoContos eroticos guspe na bocaconto monte de calcinhas sem lavarcontos coroa 58 anos pau grossovelha aqueles tempos do capô de fusca bem rapadinhaconvencimeu marido a ser cornogai bebendo porra de varios macho no cinema conto eroticocontos eroticos comi amiga da minha irmacontos pornô casal fudendo com a empregadinhatenho traços femininos cu conto eroticopeitinho solto embaixo da blusaConto erotico vizinha bobinhacontos eroticos de enteadascontos de sogra gravida transandoConto porno marido repartindo a mulher com cachorro de rua zooconto minha mulher gozou na picona de meu serventeCasa dos Contos Eróticos nora gostosa no banheiropai t***** acariciando a bundinha da filha e goza sem pararbaraguay da buceta grande e carnudacontos gay gordinho calcinhaconto quando fiz dez anos dei minha xoxotinha para o meu padrasto caralhusocontos sou bem fudida