Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

SEGREDO DE MEU PAI

Click to Download this video!

Segredo do meu pai

Eu tenho 22 anos e tinha 19 quando o fato ocorreu. Meu

pai e minha mãe são separados desde meus 19 anos e eu

moro com ele.

Ele tem 44 anos, é bonito, peludo, corpo bem cuidado.

Estavamos passando por uma reforma e para essa foi

apenas contratado um pedreiro.

O pedreiro era forte, alto, musculoso cabelos escuros

cavanhaque e aparentava uns 33 anos. Suas roupas sujas e

seu cheiro me deixavam excitado mas ele não me dava bola.

Um dia matei aula e voltei mais cedo pra casa. Passando

pela janela do quarto do meu pai ouvi vozes e quando

olhei vi, para minha surpresa, meu pai nú beijando o

pedreiro. Me posicionei para ver e ouvir o espetáculo:

Pedreiro “faz dias que eu espero por isso. mas hoje você

não escapa.”

Pai “Farei tudo o que mandar”.

Pedreiro “Assim é que se fala. Então abre minha calça e

chupa minha jeba”

Para meu espanto meu pai obedeceu com entusiasmo. Baixou

o ziper e pois pra fora da cueca um pau de uns 19 cm e bem grosso. Depois deu um beijo na cabeça e caiu de boca engolindo por inteiro.

Pedreiro “O patrão sabe mesmo chupar um pinto. Tá gostoso”?

Meu pai apenas acenou que sim com a cabeça já que não

podia falar pois tinha a boca cheia.

Passaram mais alguns minutos assim qdo o pedreiro manda meu pai ficar de quatro na cama.

E novamente foi obedecido. Tirou as suas roupas e foi

examinar o cú do meu pai afastando suas nádegas e

enfiando o dedo médio enquanto meu pai gemia de tesão.

Pedreiro-“Que delicia de cú peludo. Ele está bem

elástico. O patrão anda dando muito o rabo, é”?

Meu respondeu que não, e para minha surpressa e alegria do pedreiro, ele retirou de uma gaveta um consolo com uns 23cm + ou – bem grosso

Ele então pegou o consolo da mão do meu pai e enfiou de

uma sá vez em seu cú fazendo com que ele gemesse. Depois

ficou fudendo o cú do meu pai que pedia mais e mais

rápido. Depois tirou o consolo e disse:

Pedreiro-Agora vou treina-lo com algo melhor. Você quer?

Pai -Quero.

Pedreiro-Não ouvi. Você quer algo melhor sua bicha de

merda??!!

Pai-Sim senhor. Eu quero muito!

Pedreiro-Assim é que eu gosto do meu patrão.

Fiquei espantado em ver meu pai se humilhando tanto e

gostando disso.

Depois o pedreiro deu uma cuspida no cú do meu pai e

pois a cabeça do seu pau. Meu pai deu uma gemida de dor

e pediu para que ele parasse um pouco já que o pau era

mais grosso que o consolo. Mas ele não ouviu e socou com

toda a força fazendo meu pai gritar.

Pedreiro-Agora é que a festa começa.

E começou a meter. As vezes tirava tudo e voltava a

enfiar até as bolas arrancando gemidos de prazer do meu

pai que rebolava de quatro pra aquele pau.

Pedreiro-Agora vira de frente. Quero ver sua cara

enquanto te arreganho.

E começou a foder meu pai de frango assado. Meu pai

gozou sem precisar tocar no pau melando toda a barriga.

Pedreiro-Então patrão já gozou?! Para aprender a não

gozar antes de mim vou encher seu rabo com minha porra.

E começou a dar estocadas mais rapidas até que enfiou

tudo e gemeu. Depois tirou o pau todo melado do cú do

meu pai.

Pai-O senhor gostou?

Pedreiro -Não foi mau. Mas eu ainda não acabei. Fique de

quatro.

Meu pai obedeceu prontamente a essa ordem. Então ele

enfiou dois dedos no seu cú de disse:

pedreiro-Eu te lubrifiquei com minha porra. Agora vou te

arregaçar de verdade.

E começou a bombar com os dedos o cú do meu pai.

Depois de um tempo passou para três dedos, depois para

quatro, e quando eu percebi ele já estava com a mão toda

enfiada no meu pai que gemia e rebolava.

Pedreiro- O que tá achando de ter uma mão no cú?

Pai -Uma delicia.

Ele então começou um vai e vem fudendo meu pai com a mão.

Quando tirou a mão ela estva toda melada com sua porra

que ele havia gozado no cú do eu pai e com o liquido

proprio do cú.

Enfiou então o pau que entrou sem dificundade nenhuma. E

apás duas ou três estocadas tirou e disse:

Pedreiro -Seu cú agora tá mais largo que buceta de puta.

Não tem graça mais come-lo. Vem chupa meu pau agora que

eu quero que você beba meu leite.

Ele então sentou na cama e meu pai lhe fez um boquete.

Até que ele gozou e fez meu pai beber toda a porra e

limpar seu pau com a lingua.

Se vestiu e antes de voltar para o trabalho disse:

Pedreiro -Por hoje tá bom. Mais vai ter mais. E eu vou

trazer um amigo meu para me ajudar na obra e no

treinamento do seu cú.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos enfermeirasArrombei a casada crente contoscontos eroticos travestis fudendo frentistas do posto de gasolina gayscontos erroticos gravidas do sobrinhos dos maridos contos eroticos..comi a mulher do pastormulher que faz o c**** submisso contos eróticosamiga coloca a cabeça dela ensima da xana deladeixei minha esposa dar uma foto com meu sogro contos eróticosmeu namorado rasgou minha bucetinha e eu tava mestruada, conto eróticocomiminha filja lauraconto enrabando a sogra mandonaContos eroticos o homem da oficina deixa eu ver o pau deleconto aprendendo da cucontos minha mulher com um dotado mi fez chupa eleconto erotico viadinho de calcinha dando paramorador de ruasou casada quero homem pra micomeDesvirginando a sobrinha de 18 anosContos eroticos Minha Ginicologista Meninas Nova Ftscontos eroticos sexy romantico e gostosoconto+fui+arebentada+negro+meu+maido+adorouconto erotico de leke fudendo carentehomem emcravidando muhercontus orgia reforma casa loiraContos eroticos de podolatria com fotos chupando pes de primas pedindo massagemmeu professor meu namorado contos gaycontos eroticos gordinha ferantetravestis comedo o cuzinho de homem amarrado e amordassandoconto usando calcinha da irmacontos eróticos apostei minha mulher d perdiamiguinha d minha bem magrinha putinhaconto erotico com filhinhacontos tia preferidacontos eroticos boquete da cumadreso rendudo socando ni bundao enormecontosvoyeurcontos ero meu marido ea gp no carroquero cadastra meu email no canto erotico de casais com mais de quarenta anoscontos de menininhas sentando no colo de homenscontos eroticos esposa fio dentalde calcinha na frente do meu pai contosconto erotico ele me apaupou e comeurelato fuderao minha buceta quando dormiamamae levou me para parque de campismo de nudistas conto eroticoconto porno descrobri q minha mulher tinha.umFoderam gente contos tennsmeu irmão adora chupar meus pes podolatria contos eroticoscontos eroticos gays viagem de ferias para fazenda com dotadocontos eroticos chupadacontos eroticos cunhado gaycontos eroticos - isto e real - parte 2contos eroticos de pai e filhinha novinhacontosrotico cuzinho da lorinha casadaO amigo do meu namorado me comeumulher comenta como fodeu a buceta com teu sogro historia herotica como tudo aconteseucontos negao na praia de nudismoclictorioContos de shemales taradas e safadas do pau gostosos.contos maninha adora meu pauConto erotico Zoofiliacontos eroticos eu e mamãe putas do capatazcontos pornos irmas naturistasNo bumbum da baiana - contosContos de coroa casada estrupada e gostandofoto de conto eroticos da minha sobrinha pimentinhacom o mel do gozo na bocaSexo anal "nunca mais fui a mesma"contos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casafui toma uma no bar da coroa safadinha e acabei comendo seu rabinhoQuero transa com minha prima que estar gravidachupando coroa empinadinha boa de f***contos eroticos abri uma cratera no cu da filha da minha primacontos eroticos dei p meu clienteadoro os fio dental da minha irma e os shortinhos adoro o vibrador dela no meu cuzinho afeminadoQuero um homem que chupe minhas tetas quando chega do trabalho e pra dormiconto erotico gay com cunhado velho coroa grisalhoSafadinho aaa uuudei a buceta no trabalho. contos.contos comi a amante do meu paivarios me comero s calsinha contos gay