Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

PEQUENINA

Click to this video!











Pequenina









Ola, sou Vpakre, tenho 29 anos, casado e amo minha mulher mas, de uns tempos para cá tenho passado dias maravilhosos por conta do meu novo trabalho que se situa em um prédio meio isolado e onde sá ficamos eu a minha querida funcionaria Lil Luv. Ela é uma mulher pequenina de 24 aninhos, peitinhos pequenos e boca carnuda. Tem uma bundinha simplesmente linda e adora destaca-la usando calças apertadas e salto alto para ficar ainda mais empinadinha. Ela tem namorado mas como ficamos muito tempo juntos um dia tinha que rolar, e foi na semana passada quando ele passou no trabalho e disse que a noite iria participar de uma partida de futebol e, feliz coincidência teríamos que ficar até mais tarde para finalizar um trabalho pendente. Lá pelas cinco da tarde ela foi para sua casa para tomar um banho e comer algo. Também fui pra casa e avisei minha recatada mulherzinha que ficaria até mais tarde no trabalho. Voltei e logo depois e Lil Luv chegou com um com um vestidinho desse bem molinhos que delineam o corpo das gatas. Eu fiquei parado naquele corpinho delicioso e ela percebeu que eu curtia aquela silhueta deslumbrante. Como chovia bastante ficamos quase que com o prédio todo fechado e fomo trabalhar. Estávamos quase finalizando o trabalho mas eu não parava de secar aquela bundinha maravilhosa. Em dado momento ela pediu ajuda com a impressora e quando fui para perto da impressora ela se mexeu e sem quere EU ACHO encostou aquela montanha carnuda no meu pau que já estava meio alerta. Pediu desculpas e eu disse: - Pelo que? Por me colocar nessa situação(mostrando o volume na minha calça). Ela toda boazinha me disse: - Desculpe mas não foi por querer, sei que você me come com os olhos mas, eu tenho namorado e voce é casado. Não aguentei e coloquei minha mão em sua cinturinha e pedi: Então me deixa apenas sentir seu cheiro de flor? Assim todo romântico ela não conseguiu se conter e perguntou: Como assim?

Nessa hora encostei perto do seu pescoço e sussurrei em seu ouvido: - Senta nessa cadeira que eu vou te mostrar. Ela foi se sentando devagarzinho e eu encostei meu pau ainda dentro da calça pertinho do seu rosto, ela baixou a cabeça meio que se desvencilhando de mim então, fui me abaixando e mordi de leve seu pescoço ouvindo um leve gemido de quem aprovava a atitude. Não me contive mais beijei-a loucamente e começamos um amasso louco por conta da situação de perigo e traição. Me agachei em sua frente e levantei seu vestido para me deparar com uma calçinha comportada, branquinha e com laçinho na frente. Levantei suas pernas em meus ombros e comecei a dar mordidinhas em sua bucetinha quente e cheirosa. Puxei de lado aquele pequeno pedaço de tecido, encostei bem pertinho daquela carne rosada e olhei para e disse: Viu, eu tinha certeza que seria como cheiro de uma flor. Nesse momento ela não aguentou mais e começou a me pedir para continuar tratando-a com ternura pois seu namorado era um estúpido que não sabia tratar as mulheres, que ela não era uma vadia mas ele merecia ser corno mesmo. Eu sá obedeci e entre umas e outras doces palavras ia chupando aquela bucetinha linda. Coloquei dois dedos na sua buceta e por baixo comecei a meter a língua em seu cuzinho, o que a levou a um gozo longo. Levantei-me e como ainda estava com o pau dentro da calça tratei de tirar e encosta-lo em seu rostinho. Ela passou a língua por baixo dele em toda a extensão, parou na cabeça que latejava, olhou para cima e falou: - Sabia que meu namorado nunca chupou meu cuzinho? Acho que ele tem nojo. Você me deu tanto prazer que vou tomar coragem e tentar te devolver esse prazer. Nesse momento passou a me chupar bem lentamente, saiu da cadeira e foi se enfiando por debaixo de mim, chupando meu saco e punhetando sá a cabeça do pau me dando a sensação que estava dando choque na glande de tanto tesão que sentia, então ela começou a chupar meu cu e imediatamente entendi o que ela quis dizer com tentar devolver o prazer. Quase gozei com aquela experiência mas, me afastei dela, puxei-a pelas mãos e a deitei na mesa de trabalho abri suas pernas e passei a pincelar a cabeçado meu pau naquela bucetinha de pelos ralos. Quando comecei a meter ela suspirou e gozou novamente. Não parei, meti gostoso naquela buceta que agora recebia um sácio. Quando ia gozar tirei e gozei nas suas coxas e bunda, nos limpamos como deu com papel higiênico. Enquanto trabalhávamos esperando a chegada do meu sácio de buceta ela me disse que o pau dele era bem maior do que o meu mas pela sua maneira de trata-la era gostaria de ser minha amante. Logo ele chegou e a levou para casa com o cuzinho piscando de tesão pois, é claro prometi meter a língua naquele cuzinho novamente e ela disse que assim que estivesse prepara iria descabaçar o anelzinho com o meu pau. Isso já aconteceu mas, fica para o práximo conto.

Estou simplesmente vidrado na minha parceira de trabalho, mas continuo amando minha esposa e dando muito carinho e sexo em casa também.

[email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Minha filhinha conto eroticocontos aprendendo o que e uma buçeta com a mamaeele me seduzio e quebrou meu cabaço historeas reaismulher com contracionar peladaMeu nome é Suellen e essa aventura foi uma delícia.rnSempre nos demos bem, erámos vizinhos e amigos. Eu tinha 18 anos, ele 16. Nossas casas são práximas, tanto que a janela do quarto dele dava pra janela do meu quarto. Eu sempre gostei de provocá-lo,irmã transformassem roupa vídeos pornô doidomadrinhas branca da bunda empinadacasa dos contos eroticos novinhas delicias seduzindo o tioconto erotico eu peguei meu pai comendo cu da emprega na marrafilmando a minha sogra de saia limpando a casacontos eroticos porno gay mijo amareloconto porno puta suja de estradasou uma loira muito puta e liberada para os negros pauzudos contosconto minha mae rabuda e eu meu paiConto enteada nao aguentou tudosozinha com meu sobrinho deixei ele me foder nao contar para ninguem da familia. Quando eu achei que o papo ia terminar ali, ela me fez a pergunta que levou a tudo: perguntou porque eu tinha tanta coisa sobre lésbicas incestuosas no pc? Quando ela me perguntou isso, confesso que pensei em desconversar, mas aí pensei também que ela não faria essa pergunta à toa. Aí comecei a falar que aquilo me excitava muito, que gostava de ler sobre aquilo. Sem brincadeira, acho que a gente deve ter ficado uns 10 segundos em silencio ali na cama, depois que eu falei isso. Uma olhando para a outra. Aí, ainda bem, ela tomou a iniciativa, colocou a mão na minha perna e perguntou: Você pensa em mim?  contos eroticos homem chupando pau pau sujo e bebendo mijocontos eróticos de incesto minha mae no meu colorealizei a minha maior fantasia transei com um jovem loiro do pau grande e meu marido assistindoeu.tinha.cinco.anos.e.ja.dava.o.cu.pro.meu.primo.contos.prpibidoscontos de iniciação no swingcontos exitantes estava muito triste e carente meu cunhado chegou na minha casacontos erotico meu primeiro emprego fodida e humilhadacontos eróticos de chantagem reais com fotosContos eroticos te amo mana contos eróticos ônibuscontos eroticos minha sogra me deu uma canseiragozounaminhacaraContos de sexo en onibusconto erotico me encoxaram no futebolvoyeur de esposa conto eroticoempregada me masturbando nu contosmeninha fata zofolia buntuda sexopatroa dando a buceta pro vendedor ambulante contos eroticoscasada desfilado de calcinha contos eroticocontos erotico-mandou se exibir e virou cornofilme aconzinha porncontos eroticos de padrinhos e afilhadas que engravidamhistorias verdadeiras de maridos que fragaram as esposas dandocontos de crossdresser me seduziucontos eroticos de ninfetas amazonensecusudalesbicapernas grossas dosexoolha o pezinho dela todo gozadinhoconto erotico chantagem e comeram minha esposaChupa meu cacete com barreiracontos eroticos gisafoidento do cuzinho xvideoenfiaram uma bucha no cu do estupradorConto Meu Amor é um Traficante parte 3- Contos Do Prazercontos eroticos amigas se mastubam juntas pela primeira vezcontos exoticos comi minh minha irma detalhDei meu cu gay pro seguraca do meu paifoda gostosa com amigos contos comigo a mulher do meu irmão transando sexo prima irmã titiconto erotico fui sentada no colo do vovosequestrada e arrombada a força contojogadora de pau pau de borracha na bucetinha da noravídeos pornô Santa Rita taxistafudi.com meu amante.e.engravidei.contoscontis eroticos gay policial Chapadopintudos site de relacionamentoconto em uma viagem de onibus comeram minha esposavizinha conto realcontos de incesto minha sobrinha veio passar dois dias comigocontos eroticospais e filhas novinhascontos eroticos de enteadasfui trepada pelo jegue di meu sogro. conto eróticomeu pai olhava pelo buraco na parede do quarto dele pro meu e se masturbavaeu e minha filha no baile funk contos eroticoscontos pornor me comeramconto erótico transformei meu filhinho em mocinha de calcinhaconto erotico deixei o cu da velha japonesa arombadocontos eu virei puta e amante do meu paimimi apaixonei pelo novinho de pau grande contos gaycontos comendo a menina no carnavaldividindo a cama conto bimete mete contocontos eroticos gay meu pai de vinte e tres anos me comeu dormindo quando eu tinha oito anossou homem quero dar o cu para uma putaeu adorei gozar no rabo da minha sogra e ela esta visiada em dar o cucontos eróticos de bebados e drogados gaystanga contos eróticosContos eróticos de viados que berraram nas rolasMinha namorada deu a bucetacontos eróticos esposa de 60anos com farra na camaContos de Puta que pra ela so dava rolao cavalocontos sexo tia dominando sobrinhoCONTOS EROTICOS MAMAE METEU COMIGOcunhadinha de 10 sem calcinha conto eroticoFODA GRAVE arrombando ninfetinha