Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

FOI MARAVILHOSO...

Click to Download this video!

Irei contar um relato de quando eu era adolescente. Com certeza, foi umas das minhas melhores experiencias.







Tudo começou com umas dores nas costas. Estava acontecendo alguma coisa com minha coluna, e eu estava passando muito mal. Visitei vários médicos, tomei vários remédios, mas não resolveu. Foi aí então que uma amiga da minha mãe me recomendou o Carlos, um massagista que muitas pessoas diziam que fazia milagres. Mas que depressa, depois da dica, eu pedi para minha mãe marcar umas sessão pra mim, afinal, eu não aguentava mais de dor.

Minha mãe consultou o telefone dele e acabou marcando a sessão depois de dois dias apás a ligação. Carlos atendia a domicilio e isso facilitou ainda mais para minha mãe concordar com a ideia do massagista. No dia e hora marcada, Carlos chegou para a sessão. Quem atendeu ele foi a minha mãe. Na época eu tinha 19 anos, um corpinho desenvolvido para a minha idade e já tinha mantido relações com namoradinhos. Quando eu vi o meu massagista eu fiquei chocada. Carlos era novo, tinha um corpo maravilhoso, ele era lindo. Eu o cumprimentei, e logo ele me falou que íriamos iniciar a sessão.

Ele, no começo, pediu para eu tirar a minha roupa e vir enrolada ou num roupão, ou em uma toalha. Eu, logo tirei a roupa e fui de roupão para o quarto. Para o espaço ser melhor, a sessão foi feita no quarto da minha mãe numa cama de casal enorme. Ele me pediu para deitar de bruços e dessamarrar o roupão. Foi o que eu fiz. Ele antes de tirar o roupão, jogou um lençol em cima somente da minha bunda e logo eu estava somente com ela coberta pelo pano. Ele começou a fazer a massagem. Confesso que realmente ele era átimo e as minhas dores realmente começaram a aliviar. Mas quando ele começou a descer e massageava a entradinha da minha bunda, eu comecei a sentir um prazer, invevitável. Sentia que minha bucetinha começou a ficar molhada e o meu tesão estava crescendo. Ele como estava concentrado não reparou em nada. No final da sessão, ele saiu do quarto e pediu para eu me vestir. Eu fui tomar uma ducha e quando coloquei a mão na minha bucetinha, ela jorrava sucos, eu estava totalmente molhada. Acabei meu banho, me vesti e encontrei Carlos e minha mãe conversando, e logo percebi que ele iria voltar amanhã para uma outra sessão. Logo ele foi embora, e eu realmente gostei que ele iria voltar. Naquele dia eu me masturbei pensando na massagem e naquele homem. Eu me sentia excitada sá de pensar nele acariciando meu corpo. Decidi então que eu iria tentar alguma coisa com ele, afinal, eu não tinha nada a perder.

No outro dia, na hora marcada, Carlos retornou a minha casa. Minha mãe me avisou, antes de começar a sessão que iria ter que sair, mas que eu poderia ficar em casa, e quando ela voltasse nás já teriamos terminado. Carlos e eu novamente entramos no quarto dos meus pais. Eu repeti o que fizera no dia anterior e ele me dexou coberta somente pelo lençol. Eu fiz o máximo para me mexer. Tentava desfarçadamente abaixar o lençol ou então eu erguia o quadril para ver se ele prestava atenção que eu estava louca para dar para aquele homem. Ele depois de um tempo começou a descer mais a mão e os movimentos começaram a ficar mais bruscos. Eu comecei a me excitar novamente e ele, por querer, roçou o pau na minha perna, indicando que ele também estava excitado. O volume me assustou e isso contribuiu para que meu tesão aumentasse. Num movimento rápido e que eu não pude controlar, ele me pegou e me virou de frente, deixando a mostra meus seios.

-Você é uma putinha, e extremamente gostosa. Você acha que eu não reparei que você estava me provocando?!

E ele caiu de boca nos meus seios. Ele chupava e mordiscava meus mamilos e aquilo estava me dexando louca. Como não havia ninguém em casa eu gemia alto, sem nenhuma preocupação. Ele começou a descer, passando a língua por todo meu corpo até chegar em minha bucetinha. Eu estava incharcada e ele começou a me chupar. Ele chupava meu grelinho, e dava pequenas mordidinhas que me levaram a loucura. Gozei muito naquela vez. Depois eu que comecei a ser a dona da situação. Comecei a tirar as calças dele, e o volume da cueca era de impressionar. Eu logo comecei a chupar aquele pau maravilhoso. Chupei muito, muito mesmo. Até que uma hora, quando eu reparei que ele iria gozar, eu pedi para que ele me penetrasse. Logo ele me posicionou e começou a me provocar, dando pequenas pinceladas na minha xaninha. Eu, como não aguentava mais, peguei e com um unico movimento, enfiei até a tora na minha buceta e logo nos começamos a nos movimentar. Ele me falava coisas safadas e eu gemia igual uma louca. Depois de um tempo, gozamos e ficamos deitados.

Sempre que podemos, nás marcamos alguma sessão. A minha dor nas costas sarou, e eu realmente me senti completa.







Contato: [email protected]











VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos erótico Parácontos eroticos estuprada no cine porno com o maridoconto erotico de mulher traindo marido no barcontos: safadezas de um velhoContos eróticos- guarda florestal de pau gigante me arromboucontos eróticos menina de 25 anos 25 anos transando com cachorro com calcinha preta com as unhas vermelhasVer buceta mulhere mas buntuda do mundo contos eroticos, minha tia e meu cavalo Minha namorada festa na chacara cornocontos eroticos comendo noraFoderam gente contos tennscontos de coroa com novinhocontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaContos comida pelo garotoContos namorada e o velhoconto erotico onibuscontos. minha irma casada é minha puta escravaPuta desde novinha contoscontos eróticos de Poucontos eroticos dona zefaconto viúva fogosacontos eróticos cadela e putona famíliasporno comtos corno vendo cu da mulher depois que negao arombouconsegui comer minha mãe contos eróticosminha tia batendo um punheta para sobrinho contoscontos sou professor e torei minha aluna de doze aninhosminha esposa adoro tomar leite de negros contos eroticosconto erotico flagracontos eróticos casadaloira gostosa contos menina inocentecontos negras visinhas gostosasconto erotico gay coroa pirocudo gosta de humilhar viadoporno desmarcada do funkcontos trazei com a amiguinha da minha filha dormindocontos erotico irma fode irma no qintalfui trabalhar e meu marido usou minha calcinha fio dental contosDei para um novinho relatoContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorvalesca chupando e o namorado olhandocontos flagrei meu marido me traindoO amigo dele me comeu contoscomo fuder com banana verdepapai comeo meu cusinho virgincontos porno esposas estuprados submissoscontos cara comeu minha mulher devaga pra mim nao ver contosContos sou viadinho dos tios e amigos delesContos porno minha esposa realizou meu sonhosexo com amigo contoso que sua esposa achou do menage femininocontos amigas carentescontos de sexo eu meu amigo e minha esposacontos gay transformado em putacontos me chamo camila transei com felipe meu irmaocontos eróticos de mãe ajeitando a filha para o pai comer na frente delacontos eróticos empregada em jardineiraswww.porno chupado os peito ate fica roxo.comhomens velho gay contoscontos erotico transei por dinheirocontos eroticos comi o cuzinho da minha colega de trabalho no estoque realwww.contos de incesto deixei meu tio chupar minha bucetinhacontos eroticos-fui malhar com minha tia e acabei comendo o cu delaFesta da buceta em lagoa da prataeu quero vem pica de cinicomeflagrei conto gaymulher. safada. botado o leite do peito para forahistorias eroticas vovo come menima cuhttp://googleweblight.com/?lite_url=http://okinawa-ufa.ru/conto-categoria_2_114_gays.html&ei=e8yqT8MC&lc=pt-BR&s=1&m=564&host=www.google.com.ar&f=1&gl=ar&q=Contos+Fudendo+um+hetero+com+o+cu+sujo&ts=1485672497&sig=AF9Nedkia2TWDM2T0ozn41vBE5bkl1pQLAcontos a mulher do meu amigo queria um pau grandecoxas grossas e b***** bem rosadinhaconto erotico viadinho usa calcinha na borrachariaContos pornos novinhas em gang bang c negros dotados de penis grande e grossovidio negao fes travesti loirinha urra com baita pau ate o talo no cuzimMeu nome é Suellen e essa aventura foi uma delícia.rnSempre nos demos bem, erámos vizinhos e amigos. Eu tinha 18 anos, ele 16. Nossas casas são práximas, tanto que a janela do quarto dele dava pra janela do meu quarto. Eu sempre gostei de provocá-lo,mulherbrasileira conversando putaria contoscontos filha foi pescar com pai e foi arrombada na barraca no escurominha filha pequena curiosa contos erotucosconto erótico paixão de irmãContos eroticos garotinhacontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaContos eroticos casada puta do quartelconto comi.uma coroacontos dei a buceta para meu patrao na fasendaquando me masturbei saiu bastante gosma da minha buceta será que gozei?a bumda que sempre sonhei comecontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaContos eroticos home xupno xanacontos eroticos mae viuvarasgando um cu virgem da freira- contosContos eroticos peguei minha mulher dando pra outro.Tava na sala com meu amigo ai minha mulher aparece só de calcinha e pede pra nos dois comer ela casa dos contos eroticos