Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MULHER DE BEBADO NÃO TEM DONO!

Click to Download this video!

Um dia bebi um pouco demais em um jantar e tive que ser levado para casa por um colega, o cidadão e a minha esposa me levaram para dentro de casa e me colocaram na cama, não demorou muito pra minha esposa começar a falar que ja estava cheia de todas as festas eu beber os dois sentaram-se e começaram a conversar do meu lado, fingi que estava dormindo pra ver oque dava, ela começou a chorar e ele lhe abraçou para conforta-lá, nisso ele sentiu os peitinhos dela e apertou mais ele perguntou se não tinha perigo de eu acordar, ela disse que não que quando eu dormia bebado sá acordava noutro dia. Ele começou a elogia-lá e beijou seu pescoço, ela arrepiou-se e olhou para mim pra ter certeza que eu estava mesmo dormindo então pegou a mão dele e colocou em seu peitinho ele sem cerimonia curvou-se e começou a chupá-lo, não demorou pra ele começar a tirar calça dela, ele falou no ouvido dela "vou encher essa bunda de tapa e essa xotinha de porra" eu sempre dava uns tapinhas nela, mas ela parecia não gostar, ela olhou para ele e disse me come na frente desse corno, ele baixou a calça e deixou amostra uma pica duns 20 cm e falou pra ela "abaixa e chupa sua puta" ela não gosta de chupar mas ele lhe deu um tapinha na cara e fez ela abaixar, ela começou meio receosa mas ele forçou sua boca então ela começou a sussurar e lamber o saco do colega, eu nessa altura já estava com o maior tesão e de pau duro, ele mandou ela passar a lingua na sua pica e depois me beijar ela obedeçeu e me beijou, nisso ele deu um tapa na bunda dela e ela disse pode bater seu filho da puta, ele deu outro tapa e começou a roçar a pica na bucetinha da minha esposa que nessa altura parecia uma cadela no cio, ela disse me come seu puto ele então socou a metade da rola na buceta dela que urrou feito louca, ele mandou ela virar de costa e ficar de quatro na cama ela obedeçeu e eu pudia sentir a respiração dela, ele pincelou novamente a pica na grutinha dela sá que dessa vez enfiou tudo o caralho nela, ela começou a gemer e rebolar e ele dando tapinha na bunda dela oque deixava ela mais louca ainda. Ele começou a tirar e colocar quando ela estava quase gozando ele lhe disse vc tem um cuzinho bem delicioso e hj ele vai ser meu, ela disse que não e ele falou que ela não se mandava, ele pegou um creme que estava em cima da pentiadeira e começou a lambusar a bunda dela e seu cuzinho isso sem tirar a rola da buceta dela, ela começou a gritar que ia gozar e nem tomou conhecimento de mim, nisso ele tirou o pau da buceta dela e começou a colocar no cuzinho dela ela começou a reclamar que estava doente e ele nem tomou conhecimento e disse que sá ia parar na hora que ele gozasse, de repente ela mandou ele enfiar tudo e ele obedeçeu, ela rebolava igual a uma puta e ele gozou umas duas vezes no rabinho dela, ela disse pra ele ir embora pois já estava de madruga, ele saiu e ela foi tomar banho e deitou-se ofegante! Bem de manhã acordei e vi aquela bundinha e me enxi de tesão e comecei a passar a mão ela fingiu que dormia e abriu as pernas, puxei a calcinha pro lado e passei o dedo em sua bucetinha que começou a verter o liquido precioso, enfiei um dedo e ela suspirou então pensei oque é um dedo pra quem tinha acabado de levar 20 cm no rabo, enfiei mais um dedo e ela abriu mais as pernas não guentei e falei agora vc vai ser minha putinha, ela não conseguiu disfarçar e disse haham, soquei tres dedos na buceta dela e comecei um vai e vem, senti que a cadela estava pronto pra gozar e tirei o pau pra fora e começei a tocar uma punheta bem perto da buceta dela, quando ia gozar encostei no cuzinho dela e enxi de porra aquele buraquinho que ainda apresenta vestigio de ter sido fudido, ela disse baixinho"vai meu macho me come", virei ela de costa e soquei no rabo dela de uma vez sá ela urrou pois minha rola tem apenas uns 19 cm más é grossa pra caralho, ela olhou pra tras e disse quero que vc goze mas desta vez na minha cara, atendi o pedido dela e quando ia gozar virei ela de frente e gozei na cara dela, ela se saiu como uma verdadeira puta e lambeu todo o meu pau, depois dormimos abraçados, ela pensa até hj que eu não vi ela sendo putinha de nosso colega, depois disso como ela de todos os jeitos e ela disse que não me troca por homem nem um, é sá eu não beber.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


canto erotico comi namoradacontos estuprada por um estranhoConto erotico de evangelicasestoria de cantos erotico minha tia sentou no meu colo dentro do ônibus na viagema massagista negao contoscontos eroticos pedreiroporno fodi minha meninhaQuero treinar o vinha perdendo a virgindade da bucetinhaConfesso bato punheta pra velhoconto erotico a mulher me encoxou no onibusconto eróticos comi minha prima mae solteira carentecontos eroticos minha cadelinha manhosacontos eroticos exendo a buceta da tia de poreaminha cunhada traindo meu irmao com o patrai contoscontos de sexo meu pai viuvo anoite primeiro meu encouxandocontos eroticos estupro no metricontos eroticos fomos enganados e fodidosafastou as carnes do cu piça perfurou minhas entranhas contosminha bucetinha chego a sangra na rolona do velho contoscontos eroticos gay vestido rosaComo posso acaricialo com tesaocontos eróticos esposa negona coroa bisexMae provocando filho short conto eroticocontos eróticos com boys lindos,passeioscontos eroticos fui pega de durpresa pelo papaimamae e eu no banho conto eroticoTravessa gostosa lavando a b***** em casa com cama escondidacomentário de. mulher que ja a buceta pro donzelocontos eróticos meninas de 25 anos transando com cachorro sempre com ácidos vermelhocontos bundão arrebitadocontos eroticos sou casada e dei para porteirocontos eroticos gozei quando as duas picas entraram no meu cuminha prima me seduziuSou casada mas bebi porro de outra cara contosMeu sobrinho me fez gozar no rio contos eroticos de gayscasa dos contos sogras e cunhadasbuceta bem regacada peluda perna aberta na camaencostou o cotuvelo no meu peito fiquei loca conto eroticoo pai da minha amoginha me comeu contosPatroa puta conto eróticodeixa eu botar meu pau na sua bandeirinha conto eróticoconto erotico corno mi ajudoudespedida de solteira as amigas seguram pra ela toma rola na bucetinhanovinho delirando na primeira gozadaMinha sobrinha pediu para eu dar um shortinho de lycra pa ela usa sem calsinha para mim contosconto erotico dando minha bucetinha pro enfeemeiro da minha amigacontos marido viuconto adoro um cu de gordacontos minha tia cuidava de micontoscomi minha cunhadinha dormindofilme porno tia gostosa faz uma viajem dormi com saudade do sobrinho da cuconto seduzindo meucontos eroticos esposa camisola os amigo maridocontos vendo a irma sendo fodida betinhacontos eroticos da iniciacao gaycontos eroticos tomou toda porra da linda travestiContos eroticos incesto casos reais pag 170contos eróticos no trabalhocontos eróticos com mulher baixinhagozando so no cu da leilianecontos me vinguei com o meu ex namoradocontos eróticos varias gozadas na minha mulherconto erotico tomei leite meu paiAbrindo as pernas para o sobrinho contobontos comecei dar o cu na infancia no terrenoContos eroticos noviça virgempênis grosso contos eróticos conti gay minha tia me fagrou de calcinhaliga contos de loirinhaQuale melhor foda com a minha namorada?contos amante da sogra gorda que meteprofessor de natação metendo a vara na colegacontos de mulheres a levar com o punho na conaRejane gosando na siriricao masagista fasendo masagem na mulher o pau dele encostou no rosto dela e ela chupoucontos amor gayeu fui arrombadoentreguei minha esposa de bandejacontos pornos irmas naturistasinterando pica cunhadaf****** e chupando pela primeira vez seu namorado na estrada desertacontos eroticos q bocA e essa desse baianoconto anal carnuda carentefilme aconzinha porndei a buceta para o amigo do meu filho contos eroticos gratiscontos eroticos srntar no colo incezto