Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MEUS SOBRINHOS E EU NO CARNAVAL.

Click to this video!

Sou uma mulher de 44 anos, pra falar a verdade me acho uma mulher de beleza comum, nem bonita, nem feia, mais os homens quando me vêem sempre ficam me olhando como se eu estivesse nua, não sei por que, já me disseram que é porque eu desperto o tesão deles, tipo cachorra no cio sabe!

Sou separada e moro com meus filhos, o menino de 19 anos e a menina de 14. Devido a educação rígida que tive e em respeito aos meus filhos, desde a minha separação, tenho tido muitos poucos relacionamentos e nunca levei homem para dentro de nossa casa. Mesmo sendo louca por sexo, quando o tezão chega perco totalmente a razão, como vocês verão no relato abaixo:

Vou relatar aqui o que permiti que acontecesse fazem 5 anos. Era época de Carnaval e meus filhos preferiram viajar para a praia com o pai. Então pensei vou cometer uma loucura e aproveitar que vou estar sá em casa, vou pra Avenida e trazer cada dia um homem pra transar de todas as formas possíveis.

Mais aconteceu que na segunda-feira, antes do carnaval minha irmã que mora na cidade de Vitária da Conquista, me ligou dizendo que seus filhos, Neto (22 anos), Carlos (20 anos) e Tony (16 anos), queriam vir conhecer o carnaval de Salvador já que meus filhos iriam viajar se eles poderiam ficar em minha casa. Pensei: que chato, todos os meus planos irão por água a baixo, mais mesmo assim concordei.

Meus filhos viajaram com o pai na quinta-feira à noite para voltarem na quarta-feira à tarde. No sábado pela manhã meus sobrinhos chegaram, e fiquei admirada em ver que os três tinham se transformado em homens bonitos e fortes, mesmo o mais novinho, era muito bem desenvolvido, com aspecto de homem e não um adolescente de 19 anos. Fiz com que se acomodassem nos quartos de meus filhos, o Neto e o Carlos ficaram no quarto de meu filho e o Tony no quarto de minha filha.

Fiquei pensando como iria fazer pra transar, não iria poder deixar eles sozinhos na avenida já que não conheciam nada do carnaval daqui e com a imensidão de gente que é a loucura do carnaval de Salvador era muito perigoso para eles.

Ai me passou uma loucura na cabeça, de transar com meu sobrinho mais velho, porque pelo que dava pra ver pelo volume tinha uma pica maravilhosa. Pensei terá que ser como se eu não soubesse de nada, porque além da diferença de idade eu sou a Tia dele, uma Tia que sempre fez questão de demonstrar respeito, que jamais seria capaz de cometer um ato desse.

Pensei, terei que estar totalmente fora do ar ou seja fingindo dormir profundamente, ao ponto de nem um terremoto ser capaz de me acordar. Comecei a colocar meu plano em ação no Domingo de carnaval passamos a tarde e a noite toda na avenida bebendo e dançando muito, chegamos em casa as duas horas da madrugada. Quando levantamos eram umas 10hs, disse para eles que estava com uma dor de cabeça infernal por causa da bebida e que iria tomar um remédio para dormir que quando acordasse la pelas 15hs, estaria bem e sairíamos novamente, que era para eles se virarem, que tinha tudo que eles precisavam na geladeira e etc. Falei pro Neto em particular, que esse remédio que tomo é muito forte e que mesmo que acontecesse um terremoto não era pra ele tentar me acordar porque não conseguiria. Eu sá acordaria quando passasse o efeito do remédio no organismo.

Entrei no meu quarto fechei a porta(sem trancar), tomei um banho e deitei totalmente sem roupa, com um lençol jogado sobre o corpo e uma venda nos olhos que sempre uso pra dormir, já que meu quarto é muito claro. Peguei no sono. Até que despertei sentindo uma mão passando sobre minhas costas já que so durmo de bruços, nossa na mesma hora senti meu pinguelinho piscando, ai me movimentei e fiquei de barriga para cima, ressonando profundamente, com esse movimento o lençol ficou todo em baixo do meu corpo, fiquei totalmente nua exposta para quem estava me alisando. Nisso senti que quem estava me alisando se afastou, não demorou muito ele voltou e com muito cuidado começou a me chamar(sá então pela voz soube que era o Carlos) e me sacudir pra ter certeza de que eu estava dormindo mesmo. Como não respondi ele passou a mão nos meus seios, e foi descendo ate chegar na minha buceta(que sempre deixo lisinha sem um pelinho), ele ficou enfiando o dedo e pelo barulho percebi que estava batendo uma punheta. Depois ele veio com a pica e ficou tentando abrir minha boca pra colocar la dentro, acho que ele ficou com receio de que eu pudesse acordar, e desistiu de fuder na minha boca, então ele voltou a enfiar os dedos na minha buceta que estava encharcada a essa altura e começou a roçar a cabeça da pica no meu pinguelo. Quando ele estava quase metendo a pica em minha buceta ouvi a voz do Neto chamando por ele, imediatamente ele saiu de cima de mim me deixando muito frustrada.

Nesse instante o Neto abriu a porta e viu o Carlos ainda com o pau de fora, tentando me cobrir com o lençol. Ouço ele perguntar: Cara que vc esta fazendo!! O Carlos disse a Neto: eu vim aqui da um recado pra Tia e ela estava toda pelada e dormindo não aguentei e estava batendo uma punheta mesmo, tava quase gozando você me atrapalhou. Ai o Neto disse: Você ta louco e se ela acordar, ela vai contar pra nossa mãe e vamos ta ferrados. O Carlos respondeu: Ela não acorda não olha já fiz de tudo pra ver se ela acorda e nada.

Nisso percebi que o Neto deve ter lembrado que falei pra ele que o remédio não me deixava acordar de maneira alguma. Ele disse: é mesmo a tia me falou que esse remédio que ela toma ela não acorda por nada sá quando passa o efeito. Ele perguntou que hora é essa? O Carlos falou são 12:30hs, porque? O Neto falou então temos até as 15hs pra fuder com a tia porque ela me disse que vai acordar nesse horário. O Carlos disse você também? Neto respondeu: claro já estou aqui de pau duro. Ai Carlos perguntou: e o Tony? Neto disse ele ta dormindo nem vai ver nada. Carlos falou: então ta bom deixa eu terminar porque já tava quase gozando.

Senti mãos passando pelos meus seios, uma boca beijando meus lábios, uma língua tentando invadir minha boca, enquanto sentia ao mesmo tempo os dedos do Carlos entrando em minha buceta outra vez, pra logo depois sentir uma pressão muito grande na minha vagina, era a pica do Carlos abrindo caminho e entrando na minha buceta, nossa meu tezão era tanto que gozei sá com essa penetração, ai soltei um gemido. Mais mesmo assim eles continuaram a brincadeira deles. O Neto por ser mais velho e mais experiente soube colocar a pica e ficou fudendo minha boca. O Carlos não demorou muito e gozou dentro da minha buceta. Quando o Neto ouviu o berro de gozo do irmão falou: cara você é louco!!!! Gozou dentro da buceta da tia!!! Carlos falou: que tem de mais, não tem perigo de ela engravidar mesmo, se esqueceu que ela disse pra mãe que já esta operada pra não ter filho? Neto falou: não é por isso seu idiota é que com porra dentro ela pode descobrir que a gente fudeu ela. Carlos falou: por isso não que depois a gente limpa a buceta dela enfiando um algodão sei lá agente da um jeito.

A o Neto falou agora sai daí que eu vou comer a buceta da tia vai. Caralho eu estava com a razão quando imaginava ao ver pelo volume que o Neto tinha uma pica maravilhosa. Quando ele começou a entrar na minha buceta senti como se estivesse sendo arrombada e dei uma balançada com o corpo. Então o Carlos falou: cara vai devagar ai essa pica sua é desmarcada, não viu que a tia sentiu dor? O Neto disse é que esqueço desse detalhe, mais agora ela já ta acostumando. Ai ele foi enfiando a pica bem devagar eu fui sentindo centímetro por centímetro, quando ele estava todo dentro ficou parado e depois fez um movimento circular com o corpo acomodando a pica na minha buceta, pra depois começar a entrar e sair bem devagar, gozei mais uma vez e fiz um movimento de suspender a pélvis indo de encontro a pica do Neto pra enfiar ainda mais fundo. Ele percebendo disse : olha Carlos agente fudendo a tia ela deve ta achando que é sonho porque ta gozando. Carlos falou: é mesmo ela ta até mexendo os quadriz, então ela ta gostando.

Nisso o Carlos já estava de pau duro novamente e começou a fuder a minha boca, aproveitando a teoria deles dei umas chupadinhas e parei, ele falou pro irmão: Neto a tia deu um chupão no meu pau!!! Ela ta sonhando mesmo que ta fudendo rsrsrs.

Nisso o Neto já estava fudendo minha buceta como um desesperado, entarva e saia feito um louco e acabou gozando dentro também, ai o Carlos falou: falou de mim e gozou na buceta da tia também.

Nisso ouço a voz do Tony procurando pelos dois. O Neto gritou: Espera ai que já vou, mais ouvindo de onde veio a voz do irmão Tony abriu a porta do quarto e levou o maior susto ao ver os dois irmãos, um com o pau na minha boca e o outro com o pau ainda dentro da minha buceta. Ele falou meninos que é isso a Tia ta dando pra vocês? Ai ele viu q eu estava dormindo e disse: caramba vocês tão se aproveitando da Tia dormindo, vou contar tudo pra mãe e vocês vão ver.

Neto tirou a pica de dentro da minha buceta e como irmão mais velho falou: vai falar pôrra nenhuma, você vai é fuder com ela também, aproveita que sei que você nunca fudeu, que é donzelo. Tony ai falou ela não vai acordar? Carlos que já estava quase gozando na minha boca disse entre gemidos: que acordar que nada, eu já enfiei minha pica na buceta dela e o Neto com essa pica enorme também, ela não acordou, ela vai acordar com sua pica muito menor que a nossa, vai nada.

Ouvi o Tony falando: nossa como meu pau ficou duríssimo so de ver a bucetona da tia toda aberta assim, eu vou fuder a buceta dela viu Neto. O Neto respondeu: vai fundo mano, come sua primeira buceta e sente como é gostoso fuder de verdade. Então senti mais uma pica entrando na minha buceta sá que como era a primeira vez do Tony, a emoção o nervosismo talvez depois de umas poucas bombadas ele gozou dentro de minha buceta também.

Ai o Neto disse: sai que vou virar a tia de bruços. Carlos falou agente vai comer o cu dela!! Neto disse: o cu não porque se ela não for acostumada a dar o cu. Se agente for comer o cu dela ela vai descobrir quando acordar porque vai ficar dolorido e arrombado, é melhor agente não arriscar e comer sá a buceta mesmo.

Nossa depois que me colocaram de bruços, o Neto fechou bem minhas pernas e ficou sentado em minhas coxas com a pica maravilhosa fudendo minha buceta, eu dava um jeitinho de disfarçadamente levantar um pouco a bunda, gozei maravilhosamente, ai eles se revezaram cada um na sua vez ate que lembraram do horário e o Neto disse galera já são mais de 14hs, vamos limpar a Tia que daqui a pouco o efeito do remédio passa e ela acorda.

Então senti que estavam me limpando todinha, boca, peitos, barriga e um trato muito especial eles deram pra limpar minha buceta toda enxarcada de pôrra(cada um gozou pelo menos duas vezes) e do meu práprio gozo, eles pegaram um pano e até hoje não sei, com o que enfiaram esse pano dentro da minha buceta, senti até um pouco de dor, deixando realmente sequinha. Depois saíram do meu quarto me deixando toda arrumadinha na cama.

Cansada, satisfeita e totalmente em extase de tanto gozar, meus planos eram pra ser fudida pelo meu sobrinho mais velho e acabei sendo fudida pelos três, peguei no sono realmente. Sá acordei as 18hs, os encontrei na sala assistindo ao carnaval pela TV e reagiram como se nada tivesse acontecido, nos arrumamos e saímos pra curtir mais uma noite de carnaval. Nem preciso dizer que mais uma vez tive uma dor de cabeça alucinante no dia seguinte né, rsrsrsrs



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos gay fui enrrabado apanhei e gosei com um desconhecidosadomasoquista gozando com garrafa enfiadamulher sentando na embragem com o cu e buceta Caralhogigantedentrocontos os garotos comeram minha mulher na excursãobuceta virgem sendo chupada e descabaçada por coroas contoscontos eroticos de incesto: sou cadelinha do meu filho 2ensinei meu sobrinho a bater punhetacomi minha sogra e cunhada velha gorda feia contos eróticosflagrei todos fudendoelacontos de incesto minha sobrinha veio passar dois dias comigocontos sexo com minha jeguinhasai do nordeste e virei puta pra dar o troco no meu maridoo coroa. levantou. minha. saia. e. comeu. meu. cu conto. eroticocontos gay sentou no colocontos eroticos Araguaina Totanguinhas usadas da minha mulher contos eroticosmeu pai olhava pelo buraco na parede do quarto dele pro meu e se masturbavacontos eróticos minha mãe fumou baseado e comi elaficou de short e foi chantageada contos eroticocontos eroticos de cdzinhacontos eroticos casada e comida por traficantesmeu pai fogoso contoContos eroticoss adoro trepar sem camisinhacontos erot co dando a buceta pro cavalo e p ca grandeporno baixar caralhogrossos conto porno a virgem babipeguei carona com o meu namorado e os amigos deles e eles me puderam gay contos de sexo com novinhas trepando com advogadoscontos comendo mulher do amigo meia noitecontos eróticos de gay comi o amigo do meu padrinhocontos camioneiro pau muito grossoxxx conto mais babado do incestoconto erotico marido convida amigo pra casa e nao tira olho das calcinha da esposa do varalvidios dos bucetao mais carnudo e enchados nustranse com meu pai no onibuscoxinhas grossas conto eroticocontos gay patrao velho doido por rolaContos de pai me banha e enxuga a xoxotaconto erótico gay em cinema. De RecifeContos vizinha de 19Conto erotico mamae deixou papai come meu cu em quanto chupava elacontos eróticos afim do papai visinha casada o novinho contos com fotoscontos a minha prima Caçulaconto erotico fiquei trancadocontos eróticos com faxineiraRelatos de gay quie derao ao pedreiro saradocontos eroticos ele massageia arrombando o bundudocontos dona florinda chaves pau duroporno club contos eroticos de meninos gays fasendo troca troca na adolecencia contos eroticos esposa fumanteCONTOSPORNO sapecacontos eroticos aposentadas cavalasdei o cu no campig homoxesuaisconto erotico dando minha bucetinha pro enfeemeiro da minha amigainquilino viu as minhas calcinhas contos eroticopai gosano dentro da eintiada. ela gritapornodoido provando da minha melhor amiga continuaçãocasada reclamando do vizinho contos eroticoscoroa raspadinha gozando contoscontos eróticos bumbum grande no ônibuscontos eroticos elizandracontoseroticomenininhacontos comi uma cabritinhacontoseroticoscomendo a coroa loira e a filha delacachorro lambendo buceta.deilhecontos eróticos: gostosa não resistiucontos eroticos pagando divida do filhoComi minha prima safadinha contosobrinho dopa sua tia historia eroticacontos eróticos mulher bundudacontos baixinha popozudaver filme porno com massagista se a susta com o tamanho da piroca do clientes e pede para tocar uma pueta e pede para ela bater um pueta ele goza na boca de delaescravo conta como leva sua dona ao gozo com a língua na bucetacontos eroticos minha mulher apanhaContos não sabia que era traveco e regasou meu cuvai me arrombarquero no rabo amor eroticoscontos eróticos gay e coroaviadinho tapas esposa dedos no cu conto marido consolomarcio buceta fabiana em porto Alegreconto de encesto meu pai ficou empotenteContos eroticos Minha filha choronaconto erotico comeu a amiga da. minha mãe seios gg conto zoofilia o pone me quando cai estrupouBridge safadinha dando a seu marido em sua casacontos eróticos casada não resistiu e traiucontos eróticos comi minha vizinhacontos dois gemeos chupandocontos esposa bunduda so traz problemasconto erotico a buceta enorme da minha esposanatalia do ceará chupando o pauleitinho no copo. contosconto erotico defia um diero comi ela porno