Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

EU E MEU TITIO TRAFICANTE

Click to Download this video!

Quando os meus pais morreram eu fui viver com minha avá, minha única parente viva. passei muitos anos com ela até adoecer. quando estava a morrer, eu sá tinha 19 anos e ela queria mandar me para um convento até eu ser maior e puder gerir o dinheiro que me tinham deixado.

mas eu não queria, e fiz muita confusão. Um dia lembrei me que quando eu era bem pequenina havia um tio negro que eu nunca mais vi. quando falei diso a minha avá, ela chorou, e disse me que era um rapaz que ela e o avô adotaram mas que seguiu um mau caminho e que havia mais de 19 anos que ela nao via aquele filho ingrato.

Implorei que ela entrasse em contacto com ele, para ver se ele queria ficar comigo. depois de eu muito insistir, ela já muito doente aceitou. umas semanas mae e filho voltaram a ver se. foi uma alegria para ela, mas um grande choque para mim. pensei que fosse encontrar um negro pobre com cara de vagabundo, mas aquele meu tio, chamado áscar, era um negro lindo que chegou num carrão, um homem enorme, forte que devia ter 1,90 de altura e pelo menos 120 kg de musculo. Eu que nunca tinha dado bola para os rapazes da minha idade fiquei molhada sá de ver aquele homarão a entrar na nossa pequena casa, ajoelhar se na cama da vovo e chorar e pedir perdão.

Mudei me para a acasa dele, que era uma mansão enorme, no dia a seguir ao enterro da vovo, naoestava tao triste como deveria se esperar, porque estava cada vez mais excitada por viver perto daquele home intrigante.

Fiquei desiludida quando rearei que ele era casdo, com uma loira falsa linda de morrer. eu sou branca morena de cabelos bem pretos, olhos pretos, uma mulher bem pequenina mas cheia de curvas, meu tio oscar chama me de miniatura de viola, e eu adoro.

no começo eu quase que nao o via, mas fui tentando agrada lo, como servir o pequeno almoço, levar lanches para o escritorio. logo eu aperci be me que ele era traficante e um traficnte importante, fiquei super excitada com isso.

uma noite eu estava a arrumar o escritorio dele, quando ele entrou de roupão, eu prendi a respiração de susto e excitação. ele assustou se também e preguntou me.

- o que estas a fazer aqui?

- a limpar.

-porque? nao tens de fazer isso

- quero agrada-lo.

ai, ele parou e ficou a olhar para mim, com uma cara de safado, olhando para o meu corpo como se me quisesse despir, eu comecei a suar e senti a cueca a ficar molhada.

- queres mesmo af«gradar me?

- quero- disse eu com voz rouca sabendo que ele nao estava a falar de limpar.

ele da dois passos para mim, abraça me de frente pela cintura e fica a ohar para mim, minhas pernas ficam bambas e se nao fosse ele a agarrar me eu cairia.

ele levanta me no ar e poe me na cintura dele com uma mão ele agarra as minahjas costas com outra ele arraca a minha blusa de algodão, rasgando as em duas partes.

estou sem sutia e ele abocanha os meus peitos fartos, começa a lambe los e eu sinto um tremor enor me no meu corpo, tal é a virilidade daquele homem. começo a gemer baixinho com medo de acordar a mulher dele. ele atira me para o sofa e cai em cima de mim, puxa me os calçoes e arranca me a cuequinha ai eu fico com medo pois era virgem, mas ele cala os meus protestos com um tapa na cara,, puxa me para ele, abre as minhas pernas e começa a lamber me como nunca me tinha feito, eu começoa gritar esquecendo completamente da loira, o parazer era tanto que me vim logo. mas ele nao parou ponha aquela lingua no meu clitorios ia passando a lingia a volta do clitorios, e depois chupava com vontade, ai eu sentia o meu corpo arquear de desejo, depois ele pos um dedo grosso e eu senti dor, mas ele nao parou com uma mao ele ia mexendo na minha buceta e com a outra amassando meus seios, foi ficando assim um bom tempo e eu ka tinha tido uns tres orgasmos e tres dedos dele ja tinha m entrado, qwuando ele me levanta do cadeirão e obriga me a fica r de joelhos. senta se no cadeirão e abre o robe, eu apanhei um susto com aquela cobra enorme que aind nao estava compeltamente tesa, aptecia me levantar e fugir ao ver aquiolo, mas ele agarrou me pelos cabelos e enfiou aquela cobragorda na minha boca obrigando me a chupa la. eu fui fazendo sem jeito mas ele gritava mais fundo, anda depressa, vai engole tudo, dava me ordens que me excitavam e eu queria obdecer, mesmo sentindo que ia vomitar, eu nao conseguia nem por um terço daquilo na minha boca, e ele continuava agora a gemer, anda mais rapido chupa tudoo, vai, comecei a laber de volta a dar pequenas mordidinhas a volta da cabeça que o pos louco de excitação.

aí ele nao aguentou mais, levantou se agarrou me de frente e levantou me. pos as minhas pernas a volta da cintura dele e começou a procura com aquela cabeça enorme da entrada da minha vagina.

Eu so o contacto dquela cabeça enorme me fazia gemer, ele foi entrando devagar e eu sentia um fogo enorme, fui tirar a virgindado logo com um mastro enorme e gordo!!!!!

ele ia entrando eu sentia um fogo pelo corpo todo uma dor imensa, agarrei me a le, abracei o com força completame nte entregue. ai ele enfiou o pau de uam vez, eu quase que perdi os sentidos e senti me ras gar por dentro, ele parou um pouco mas depois começou com um movimento de vgem e vai muito gostoso, eu fui me habituando a ter aquele astro dentro de mim e fui rebolando . eu agarravao pelo pescoço, e ela agarrava o meu rabo, puxando me para ele, ate que me encostou numa parede e começou a bombar dear me veloz mente, agarrando me numa perna para por bem fundo, eu gritava alto, ele gemia forte completamente enlçouquecidos, eu gritava da me tio, da me, poe tudo, vem aiii vem quero te todo, anda continua tudo, e ele dizia me sim geme cabra geme bem quero te ouvir a gemer, ate eu me vir e gritar que me tinha vindo.

ai ele agarrou me deitou se no chao e disse, cavalga me.

eju nao me fiz de rogada, sentem me em cima dele, e comecei a sentar me nao era facil, aquilo era enorme e eu ja estava enchada, mas estava rão melada que consegui.

comecei outra vez um movinto de sobe e desce gostoso, ele mamava os meus seios, e começou a procura do buraco para o meu cuzinho, ai eu parei de medo, ele deu me outro tapa e disse para ficar quieta e fazer o que tinha de fazer em vez de assustada fiquei ainda mais excitada e comecei a rebolar em cima dele a cavalgar enlouquecida a sentir aquela cobr negra e brilhante dentro de mim, . uma loucura completa, ele começou a por o dedo no meu cuzinho e eu quase que nao sentia, com o mastro que tinha na minha vagina, quando me dei conta ja ele estava com o dede no meu cu a espetar e eu sentia prazer a dobrar.

derrepente ele agarrame pelos rabo e obriga me a descer e subior mais rapido, esta a vir se e eu venho me com ele da me co tanta intensidade que eu quase que desfaleço.

sai de dentro dele um monte de esporra que me enche toda, ele tira a pila de dentro de min ainda a sair esporra como se fopsse uma mangueira e obreigam e a lamber tudo, e eu lambo tudo muito bem, nao deixo nada.

vamos para o banho e eu coemeço a lava lo, sinto me a sua escrava e adoro agradar esse homem poderoso que toma conta de mim.

eu começoa toca lo a excita lo a sentir me poderosa, toco lhe na barriga, começo a alamer o seu peito aqwueles mamilos bnegros vou descendo e qwuando chego a pila dele ja esta outra vez de pé, aí ele vira me poe me de gatas na banheira e enfia a pila dele de uma vez no meu cuzinho, uhhhh eu perco as forças, mas ele agarra me e começa a bombar dear me com toda a força no meu cuzinho, agarra me pelos seios, e eu sinto que ele esta a gozar muito que nunca tinha posto a pila dele num sitio tao apertado, aos poucos começoa sentir prazer misturada com uma dor descomunal, ele enfia a mao dele na minaha vagina e começa a beliscar com força o meu clitorios, esse homem me poe doida, ele esta a bombar dear me com tanata força que eu sinto as bolas dele a machucarem a minha vagina.

até que ela vem, se e caimos os dois na banheira.

agora eu soyu a escrava desse meu tio traficante. ainda falta contar como foi quando a loira entrou para a festa.

jokas

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto chupei a bucetinha da minha sobrinha de sete anos que ficava na minha casapivetecontosmete mete mete gostoso. contosContos de sexo sogro acima de 70 anos e noracontos eroticos violentadas ao extremoconto erotico de muher que da po seu cachorocontos eróticos casada não resistiu e traiuNovinha Bebi porra do meu amigo contoContos eroticos minha mulher dormindo e eu louco pra fudelacontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaconto erotico na piscinaconto erot o cavalo do meu sogro me machucou Pornô rosto crispado de tesão pornô no matosexo contos amigas e irmao a 3conto erptico na mesacontos eroticos gostosa na praiapai me comecontos di novinha no sitiotrepafas sensacionaiscontos chantagiei minha mae e mi dei bemConto erotico curiosacontos eroticos de mulheres co mendigoscontos eroticos, cu de bebada nao tem dono me comeram a bucetaFoto nega por cenoura no cu e gozou gostosocontos eroticos gay quando eu tinha oito anos esperei meu pai ficar bebado e dei o cu pra eleconto erotico A NINFETINHA AMIGA DA MINHA SOBRINHA 3conto erótico buceta estuplada por pica jigante na frente do maridocontos sadomasoquismo virtual virtual castigocontos eróticos caminhoneiros animaisfui brincar ns pracinha,e is,meninos mw comwram contoa eroticoscontos eroticoso cu da cadelinhacontos eroticos gay fui enrrabado apanhei e gosei com um desconhecidocontos eróticos minha mãe ajudaram a comer meu c*porno home pau motruoso no cu de odro homeCONTO EROTICO_FUI ESTUPRADA E GOSTEIcontos casada f****** com outroconto erotico de menino com caralho jumentocontos eroticos sogragostosas de saiascurtinhas de perna pra cimacontos acordei louca para fuder com meu irmaoContos minha irma e meu cunhado vieram passar uns dias conoscocontos eroticos papai gozando na minha bocacontos eroticos nordestev¨ªdeo porno pai enfia o dedo na bucetinha?conto gay cinema pornô Recifecomendo cunhada asm que minha mulher saigostosa fastando pratras pra ser encoxada rabetaoContos eróticos fui cavalgar com meu marido e o cavalo me comeu zoofiliaminha nora gostosa+contostiti do cu apertado emncontos eroticos com dedadas violentss e chupadas brutasconto erotico de caminhoneiro com perfemcontos eróticos de bebados e drogados gayscontos eroticos feriado quitinete praiaconto erotico minha irma fedorentavesti as roupas da minha mulher por curiosidade fui flagrado pelo vizinho e virei sua putinha gaywww.contos de abusada desde pequena pelo tio no incestoSou casada e fui comida pelo pedreiroMulher chupando a dongacontos eróticos f****** a neguinha na Fazendaconto de filho dano o cu ao padastroconto gay teen 20 anoszoofilia negao comenorme pau deixando putia loucacontopaugrandeEnsinando a maninha a foder contos eroticoscontos eroticos de amigas na florestavideo porno miss bubum da o cu e chora com o cuzinho doendoos nomes dos geladinho do ice lokosou casada meu visinho novinho e. Lindo contosconto erótico gay o pai do meu primo pauzudo dei a bunda contoscheirei a calcinha da minha cunhada safada contoscontos e feitiches homem q adora uma mulher mijando na calcinhacontos gay chorei no pau do coroacontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaconto eu e meu marido a casa de swingcontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos eróticos esperava o meus dormir eia na cama do papaiuma médica v**** chupando pinguelo da pacienteContos eroticos de mulheres de 60 anosdepois do anus e da vagina tem outraentrada pro penis entrar?sexo que jamais imaginei contosconto eroticos gay. baile de carnaval c. tiaocontos eroticos homem chupando pau pau sujo e bebendo mijo