Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

EU E MEU TITIO TRAFICANTE

Click to Download this video!

Quando os meus pais morreram eu fui viver com minha avá, minha única parente viva. passei muitos anos com ela até adoecer. quando estava a morrer, eu sá tinha 19 anos e ela queria mandar me para um convento até eu ser maior e puder gerir o dinheiro que me tinham deixado.

mas eu não queria, e fiz muita confusão. Um dia lembrei me que quando eu era bem pequenina havia um tio negro que eu nunca mais vi. quando falei diso a minha avá, ela chorou, e disse me que era um rapaz que ela e o avô adotaram mas que seguiu um mau caminho e que havia mais de 19 anos que ela nao via aquele filho ingrato.

Implorei que ela entrasse em contacto com ele, para ver se ele queria ficar comigo. depois de eu muito insistir, ela já muito doente aceitou. umas semanas mae e filho voltaram a ver se. foi uma alegria para ela, mas um grande choque para mim. pensei que fosse encontrar um negro pobre com cara de vagabundo, mas aquele meu tio, chamado áscar, era um negro lindo que chegou num carrão, um homem enorme, forte que devia ter 1,90 de altura e pelo menos 120 kg de musculo. Eu que nunca tinha dado bola para os rapazes da minha idade fiquei molhada sá de ver aquele homarão a entrar na nossa pequena casa, ajoelhar se na cama da vovo e chorar e pedir perdão.

Mudei me para a acasa dele, que era uma mansão enorme, no dia a seguir ao enterro da vovo, naoestava tao triste como deveria se esperar, porque estava cada vez mais excitada por viver perto daquele home intrigante.

Fiquei desiludida quando rearei que ele era casdo, com uma loira falsa linda de morrer. eu sou branca morena de cabelos bem pretos, olhos pretos, uma mulher bem pequenina mas cheia de curvas, meu tio oscar chama me de miniatura de viola, e eu adoro.

no começo eu quase que nao o via, mas fui tentando agrada lo, como servir o pequeno almoço, levar lanches para o escritorio. logo eu aperci be me que ele era traficante e um traficnte importante, fiquei super excitada com isso.

uma noite eu estava a arrumar o escritorio dele, quando ele entrou de roupão, eu prendi a respiração de susto e excitação. ele assustou se também e preguntou me.

- o que estas a fazer aqui?

- a limpar.

-porque? nao tens de fazer isso

- quero agrada-lo.

ai, ele parou e ficou a olhar para mim, com uma cara de safado, olhando para o meu corpo como se me quisesse despir, eu comecei a suar e senti a cueca a ficar molhada.

- queres mesmo af«gradar me?

- quero- disse eu com voz rouca sabendo que ele nao estava a falar de limpar.

ele da dois passos para mim, abraça me de frente pela cintura e fica a ohar para mim, minhas pernas ficam bambas e se nao fosse ele a agarrar me eu cairia.

ele levanta me no ar e poe me na cintura dele com uma mão ele agarra as minahjas costas com outra ele arraca a minha blusa de algodão, rasgando as em duas partes.

estou sem sutia e ele abocanha os meus peitos fartos, começa a lambe los e eu sinto um tremor enor me no meu corpo, tal é a virilidade daquele homem. começo a gemer baixinho com medo de acordar a mulher dele. ele atira me para o sofa e cai em cima de mim, puxa me os calçoes e arranca me a cuequinha ai eu fico com medo pois era virgem, mas ele cala os meus protestos com um tapa na cara,, puxa me para ele, abre as minhas pernas e começa a lamber me como nunca me tinha feito, eu começoa gritar esquecendo completamente da loira, o parazer era tanto que me vim logo. mas ele nao parou ponha aquela lingua no meu clitorios ia passando a lingia a volta do clitorios, e depois chupava com vontade, ai eu sentia o meu corpo arquear de desejo, depois ele pos um dedo grosso e eu senti dor, mas ele nao parou com uma mao ele ia mexendo na minha buceta e com a outra amassando meus seios, foi ficando assim um bom tempo e eu ka tinha tido uns tres orgasmos e tres dedos dele ja tinha m entrado, qwuando ele me levanta do cadeirão e obriga me a fica r de joelhos. senta se no cadeirão e abre o robe, eu apanhei um susto com aquela cobra enorme que aind nao estava compeltamente tesa, aptecia me levantar e fugir ao ver aquiolo, mas ele agarrou me pelos cabelos e enfiou aquela cobragorda na minha boca obrigando me a chupa la. eu fui fazendo sem jeito mas ele gritava mais fundo, anda depressa, vai engole tudo, dava me ordens que me excitavam e eu queria obdecer, mesmo sentindo que ia vomitar, eu nao conseguia nem por um terço daquilo na minha boca, e ele continuava agora a gemer, anda mais rapido chupa tudoo, vai, comecei a laber de volta a dar pequenas mordidinhas a volta da cabeça que o pos louco de excitação.

aí ele nao aguentou mais, levantou se agarrou me de frente e levantou me. pos as minhas pernas a volta da cintura dele e começou a procura com aquela cabeça enorme da entrada da minha vagina.

Eu so o contacto dquela cabeça enorme me fazia gemer, ele foi entrando devagar e eu sentia um fogo enorme, fui tirar a virgindado logo com um mastro enorme e gordo!!!!!

ele ia entrando eu sentia um fogo pelo corpo todo uma dor imensa, agarrei me a le, abracei o com força completame nte entregue. ai ele enfiou o pau de uam vez, eu quase que perdi os sentidos e senti me ras gar por dentro, ele parou um pouco mas depois começou com um movimento de vgem e vai muito gostoso, eu fui me habituando a ter aquele astro dentro de mim e fui rebolando . eu agarravao pelo pescoço, e ela agarrava o meu rabo, puxando me para ele, ate que me encostou numa parede e começou a bombar dear me veloz mente, agarrando me numa perna para por bem fundo, eu gritava alto, ele gemia forte completamente enlçouquecidos, eu gritava da me tio, da me, poe tudo, vem aiii vem quero te todo, anda continua tudo, e ele dizia me sim geme cabra geme bem quero te ouvir a gemer, ate eu me vir e gritar que me tinha vindo.

ai ele agarrou me deitou se no chao e disse, cavalga me.

eju nao me fiz de rogada, sentem me em cima dele, e comecei a sentar me nao era facil, aquilo era enorme e eu ja estava enchada, mas estava rão melada que consegui.

comecei outra vez um movinto de sobe e desce gostoso, ele mamava os meus seios, e começou a procura do buraco para o meu cuzinho, ai eu parei de medo, ele deu me outro tapa e disse para ficar quieta e fazer o que tinha de fazer em vez de assustada fiquei ainda mais excitada e comecei a rebolar em cima dele a cavalgar enlouquecida a sentir aquela cobr negra e brilhante dentro de mim, . uma loucura completa, ele começou a por o dedo no meu cuzinho e eu quase que nao sentia, com o mastro que tinha na minha vagina, quando me dei conta ja ele estava com o dede no meu cu a espetar e eu sentia prazer a dobrar.

derrepente ele agarrame pelos rabo e obriga me a descer e subior mais rapido, esta a vir se e eu venho me com ele da me co tanta intensidade que eu quase que desfaleço.

sai de dentro dele um monte de esporra que me enche toda, ele tira a pila de dentro de min ainda a sair esporra como se fopsse uma mangueira e obreigam e a lamber tudo, e eu lambo tudo muito bem, nao deixo nada.

vamos para o banho e eu coemeço a lava lo, sinto me a sua escrava e adoro agradar esse homem poderoso que toma conta de mim.

eu começoa toca lo a excita lo a sentir me poderosa, toco lhe na barriga, começo a alamer o seu peito aqwueles mamilos bnegros vou descendo e qwuando chego a pila dele ja esta outra vez de pé, aí ele vira me poe me de gatas na banheira e enfia a pila dele de uma vez no meu cuzinho, uhhhh eu perco as forças, mas ele agarra me e começa a bombar dear me com toda a força no meu cuzinho, agarra me pelos seios, e eu sinto que ele esta a gozar muito que nunca tinha posto a pila dele num sitio tao apertado, aos poucos começoa sentir prazer misturada com uma dor descomunal, ele enfia a mao dele na minaha vagina e começa a beliscar com força o meu clitorios, esse homem me poe doida, ele esta a bombar dear me com tanata força que eu sinto as bolas dele a machucarem a minha vagina.

até que ela vem, se e caimos os dois na banheira.

agora eu soyu a escrava desse meu tio traficante. ainda falta contar como foi quando a loira entrou para a festa.

jokas

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos corno e amigo camacontos de de sexo de esconderConto erotico gay homem goza usando.vibradorSubrinha sapeka adora usa ropinha provokante para da para mimcontos eróticoi enfie o dedo na inocente no ônibus anal incestocontos vazando porraMeu sobrinho me fez gozar gostoso contos eroticos de gayschiquinha arrombada contos porncontos eróticos de mulheres do b****** grandeMinha mulhet quer encher a buceta de carne negra contosconto erotico eu e sil sua mae Bbeatriz uma sobrinha. safada parte 2contos erótico de incesto eu novinha ano ... meu tio com 26*6cm de rola me arrombou contos de coroa com novinhocontos eroticos fetiches. suzane deu pro paiconto erotico era p ser so uma caronatravesti delicia de juiz de fora sendo enrabaSou casada mas bebi porro de outra cara contosconto gay titio gaycontos erotecos dei mel rabao pro mel felho toludopeladas meladas de manteiga no cuconto erótico cantada pesada na ruaContos eroticos casal vendo pintudo urinarcontos porno traição da senhoracontos eróticos menino pequeno dá o c* para o padremeteno grandes obigetos redondo na buçetaSou casada e chupei dois caralhos ao mesmo tempouma buceta enchada de ter cido estruprada samgrandocontos eroticos de maes prostitutas com seios enormes com filhoscontos eroticos de como meu amigo me comendocontos euroticos trai meu marido com meu alunocontos eroticos realizei meu sonho comi minha cunhada novinhacomo perdi o meu analcasadeconto heteroporno doido mulher durmindo com abumdas pra foraContos eróticos arrombei a linda noiva santinha do meu vizinho ciumentocontos peguei meu marido da rabo no churrascoconto tara crente bundudaCasada viajando contosmamei até os bicoes dela incharem contoscontos eroticos comendo giovanacontos eroticos gays dormindo de conchinhaconto sexo amigo do meu marido 2contos mae crente babando no pau do filhoCasada narra conto dando o cuAngélica se depilando no banheiro pornô dela pornô de Angélicacontos eroticos trans hormonio calcinhacontos eróticos uma travesti chupou miha bucetona greluda no banheiro femininoconto erotico chantageado namorada do meu amigocomendo a cunhada linda das coxas grossas e peitos lindos contos eroticospesquisar saístes da putaria lésbicas como fazer sexo com uma menina virgem e quebrar seu cabassofui arrombado no cuzinhoCasada viajando contoscontos eroticos sendo jantarcontos eroticos corno da filhaconto erotico incesto sonifero filhaesposa traindo marido bebado contos eroticoscontos eroticos con pau de 24 cmcontos traindocontos mostrando o piru para a vizinhaconto gay "agradece" machocontos-pego teu pau e coloco no meu cuzinhoconto erotico sou casada safada adoro andar com fiosinho e rebolando no meu trabalho adoro fuderhomens apanhados a pila na maocontos eróticos com fotos de menininhas sentadas no coloSou gay e tranzei com um travest contos eroticominha primeira punhetaconto erotico gostosa exibidaas busetao.mas abertos e mas gostozas do mundo porno ater das eguascontos comi a japonesa rabuda casadacontos: safadezas de um velhocontos eroticos de mae chupandocontos eroticos- meu namorado tirou minha virgindade no meio do matoCanto eroticodeixei meu marido comwr um travestirfiquei 2 semanas sem masturbação quando masturbei explodiu porra para todos os ladoscontos eroticos de mulheres obesasEDNA safada de são paulo eu sou o viadinho do meu cunhado contos eroticosNao aguéntei e meti o dedo no cu da minha irma no bisao contoseleção de traverti com pau todo no cu gozado na ponhetapiroquinha despertando contoscontos erotico com mim afilhada sem calcinhadistraida no trem conto eroticofoda interracial dezenho foda com a sinhaesposa soltinha e seria com amigos em casa contoSou casada fodida contobissexual contocontos comendo a menina no carnavalconto erotico padre fodendo casada rabudaOlá , meu nome é Tati sou morena , alta , magra , pois bem , vamos ao contovoyeur de esposa conto erotico