Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

LOIRA CASADA + ROUPA SEXY = MARIDO CORNO

Click to Download this video!

(CONTO REAL)

Ela se chama Marcela Loira (29) e eu Julio (32)

Tudo se iniciou quando vimos em uma revista que o Swing esquentava os relacionamentos

ela ficou toda animada e eu n?posso negar que tambem fiquei, um belo dia ela chegou com uma roupinha apertada e sexy, uma sainha curta e justa e uma blusinha daquelas que modelam o corpo, ela me perguntou se eu deixaria ela ir a um clube de swing vestida daquela maneira, falei logico entrando na brincadeira, ela ent?falou que tal a gente ligar e ir em uma hoje a noite,



pensei pensei e falei que sim so para ver o que ela dizia e a safadinha j?inha ate o telefone, ent?liguei e perguntei como funcionava e o endere?e acabamos indo, ela me dizia que era so para olhar e nada mais, eu tambem achava isso.



chegando l?icamos em um canto bebendo uma cerveja e ela se abrindo toda, e me perguntando o que eu faria se um macho fosse para cima dela e tal,



ela fazia questao de mostrar a pontinha da calcinha tinha uns 4 caras olhando para ela como loucos, e falando bem a verdade aquilo foi me deixando maluco ate que uma hora ela me perguntou de novo se eu deixaria ela sair com outro eu falei que sim mas eu teria de ver tudo, ela ficou meio que achando que era piada mas eu falei pode ir mesmo,

elA sorriu e falou que iria dancar no meio da pista de danca eu falei que tudo bem mas nao era para sair da minha vista.



e n??ue a safadinha foi mesmo.



ficou dan?do dan?do n?deu um minuto tinham dois caras em cima dela conversando, eu lembro ate hoje, um era um neg?destes fortoes e o outro era um cara normal moreno mas fisico normal,



ela sorria sorria e so provocava ent?o cara menor foi no ouvido dela e falou algo, ela somente olhou para mim e fez uma carinha de duvida, eu fiz com a cabeca que sim e sorri e fiz com a m?VAI,



ela falou algo para o cara que ja pegou no bracinho dela e foi levando ela pelo meio do povo dancando e o fortao foi atras, cheguei a perder eles de vista. levantei e fui andando procurando ate que achei os 3 em um sofa no maior ama?a sainha ja estava quASE que na barriguinha, um beijava ela e o outro passava a m?pelo corpinho dela.



fiquei louco naquele momento sabia que seria corno em quest?de minutos.



sentei proximo e fiquei so olhando, n?deu muito tempo j?stavam cercados por curiosos.



ela estava pegando fogo um dos caras ja estava tirando o pau para fora como louco, ela ja foi pegando e masturbando ele, enquanto isso o outro levantava a blusinha e afastava o Sutien mostrando o belo seio rosadinho dela.



estava ficando doido so de ver tudo aquilo.



nisso o fort?tirou a calca e ficou ali todo armado para o ataque, falando para ela vir por cima, o cara era bem dotado n?posso negar, neste tempo ela so afastou a calcinha branca para o lado e ja foi esfregando a bucetinha no pau do cara que ficou doido com aquilo o outro ficou bolinando os peitos dela. ate que o cara colocou as duas m? na cintura dela e foi for?do ela para baixo, ela ate que tentou segurar mas foi tudo de uma vez s?trando e ela apenas deu um gemido alto que fez todo mundo olhar.



entrou tudo na bucetinha dela arrombando.



fiquei mais doido ainda, olhando tudo aquilo uns 4 caras em volta se masturbando vendo tudo aquilo ela ali sendo devorada por um e lambida por outro,

parecia ate um sonho louco. o cara forcava ela para cima e para baixo ela loira e branquinha fazia contraste na pele escura do cara, com o rabinho empinado, gemendo rebolando no pau do cara que dava palmadas na bundinha dela.



neste ponto o outro cara que ja estava pelado tambem, se levantou no sofa e colocou o pau dele esfregando no rosto dela que logo abriu e ja abocanhou tudo.

chupando como se uma bezerrinha faminta querendo leitinho, mas o cara nao queria gozar na boca dela. ele queria mesmo e diversao mais profundas.



o cara foi ate o ouvido dela e falou algo e deu um risada, nao entedi o que ele falou so vi que os dois se beijaram e ele saiu de cima do sofa, dai que vi que ele estava indo para tras dela e foi se esfregando no rabinho dela, nao podia ser, ela sempre falava que anal era algo ruim.

mas nem deu tempo de pensar o grandao abracou ela e ficou beijando enquanto o outro ia enfiando a cabecinha no cuzinho dela, ela gemia alto e rebolava lentamente, e foi entrando entrando, tudo ficou mais lento, o cara socou tudo no cuzinho dela, ela olhou para mim com uma cara misturada de choro e prazer, isso me deixou ainda mais louco com aquilo, entao eles foram se movendo lentamente e crescendo o ritmo conforme ela gemia e se torcia,

o cara que comia o cuzinho dela segurou ela pelo cabelo e socava forte o que estava na bucetinha se movia lentamente mas aproveitava o movimento do corpo dela para devorar ela.



ela ja devia ter gozado umas 3 vezes e os caras nao paravam de meter nela, nisso o cara que comia o cuzinho dela tirou o pau rapidamente e gozou nas costas dela lambuzando ela toda, nao deu um minuto o cara falou que ia gozar ela saiu de cima dele e ele ja colocou o pau para ela chupar, foram duas lambidas e o rostinho dela ficou cheio de porra. um bando de gente gritava todos excitados com aquilo, o negao tirou a calcinha branca de renda dela e falou que era o premio dele por ter devorado uma gostosa e saiu para o banheiro para se limpar. o outro cara ja estava longe, entao ela se levantou alguns caras foram passar a mao nela mas ela estava cansada e lambuzada e falou nao para eles, colocou a sainha agora sem calcinha no lugar arrumou o sutien e a blusinha. que estavam todos sujos de porra.



falou para eu esperar ela ir se limpar eu falei nada disso vai voltar para casa assim. nisso ja eram umas 2;30 da madrugada.

entramos no carro e fomos em direcao a casa mas queria provocar ela um pouco mais, paramos em um posto de gasolina e fiz questao dela ir buscar algo para a gente beber, 2 frentistas ficaram todos vermelhos mas nao falaram nada. ela voltou e fomos ela ficou toda exibida,



chegando em casa resolvemos criar este uSUario no Desiree, a foto que tem ela de calcinha e sutien branco sao os que ela estava usando no dia.



(O QUE E REAL)

os dois caras sao reais mas na versao verdadeira cabamos indo para um motel e eu participei da brincadeira tambem,

o cara realmente pegou a calcinha dela como premio, um Abraco para nossos amigos (Ricazeus) e (MarcosCop) que foram os que nos ajudaram a iniciar tudo isso.



O Rica sempre pega as calcinhas dela para lembrar os dias que ja saimos.



Se gostaram mandem Mensagens falando o que acharam.

se forem boas respostas iremos postar nossa aventura na praia.





Logo tem mais

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eróticos entrr amigas e irmãoconto de uma ninfeta que adorava mostrar a xotaConto Erotico Sou Morena A Gostosona Da Favela E Dei Minha Xana Pra Um Branco Do Pau Grandevi meu sobrinho arrombar a sua namorada gostosa. conto eróticocontos casadas com primoscontos eroticos de viganca na frente do cornoPorno conto a sindica olhando minha picacasa dos contos eróticos jogo mamãemulher comenta como fodeu a buceta com teu sogro historia herotica como tudo aconteseuconto gay estupradopedreirocontoseroticoContos eroticos a crente do bundao grande e o mendingoCont erot irmanzinhaconto erotico niseta bebadacasado contos eróticoscontos eroticos gerro tomado umas cervejas com a sogra sozinhos e da em cima delaquadrinho eroticos sarrei a bunda no pau do meu filhinhozoofilia tesouracontos negao limpando quintal da casadacontos eroticos prima sobrinha ciumes namoradaesposa e amigos na cervejada em casa contocunhada pediu pra ver meu pinto contoscontos punheta com a maecontos eróticos de Joanaconto eroyico hortacontos de mulheres que metem com solteiros e sao casadascontos eroticos minha cadelinha manhosaContos eroticos de solteiras rabudasCasa dos contos zoofilia o cao que gostava de ser cadelaconto esposa caralhudovídeos pornô Santa Rita taxistacontos eróticos de mãe metendo a língua no ouvido do filho e da filha e gosandocontos eroticos eu e minha namorada com amigos na prai bebadosmeu irmao tirou minha virgindadecontos eróticos de bebados e drogados gaysengravidei de outro conto eroticonega dançando agachadinho com a mão na periquita em cima da camapai emfia pica filha morroa primeira vez com homem casadoSou casada mas bebi porro de outra cara contoscontos não resisti ao cacetaocontos de incesto - brincando de encoxar minha irmã novinha lindacontos erotico com cavalocontos eróticos pequenawww condos erotiscos garotas mastubandovideo erotico"minha primeira vez com travesti"homens velho gay contoscontos erodicos de cabrito macho fazendo sexo com gostosa zoolofiatriscando o pau na mão dela contos eróticosaravando as pregas do cu virgem fa espozacontos gay chupei o pau do borracheirocomendo a tia dormindo contos eroticoscontos dei um beijao na boca do meu tioimagens de conto de afilhado macho transando com padrinho machoconto comendo a mulher do primoDesvirginando a sobrinha de 18 anoscasadoscontos estrupada por pivetes contos a cunhada da primaestuprocontoconto comeu mae feiacontos mia gostosa mulhe teve sua buceta aregasada pro seus amates muitos roludosconto erótico de casada que chegou em casa completamente arrombada e o marido percebeuConto erotico depois que gozei ela gostoucontos erótico eatrupei a meninacontoserotico loira fudendo com negaocontos de fodas minha amiga nerd feia pediu e eu tirei o cabaço delacomendo a prima linda do cabelo super comprido e muito vadiaConto de puta esporrada por muitos machos no barcontos eroticos de cornos bravospitbol caseiraesposa bunduda rece be uma proposta para da cu ela nunca deu contos eroticos porno com a vizinhaxvcontos eroticos de padrinhos com afilhadas que engravidamcontos eróticos perdi minha virgindade com um pau grande e grosso