Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

COMO ME TRANSFORMEI EM KARINA PARTE 2

Click to this video!



Como me transformei em Karina 2



Esta historia é real, talvez um pouco de fantasia, mas é real, um pouco longa porisso talvez vcs., não a leiam, mas como recebi pedidos para contar aqui vai.



Apás ter dado para meu pai e minha irmã, eu assumi de vez a condição de mulher, e somente andava e me vestia de mulher, (apesar de ser homem aparentemente, pois tinha pau), com o correr do tempo, disse a papai que queria mais sexo, pois já não sabia viver sem dar e ser penetrada, etc. etc., ele disse filha, mas eu adorei vc, e sua irmã mas com sua mãe ai não tem como dormir com vcs. Esperem que vamos arrumar um jeito logo.



A noite papai me beijou, beijou minha irmã e mostrando aquele pau maravilhoso, disse que iria resolver com nossa mãe a situação, uma vez que não queria perder nem eu nem Cristina, e foi para seu quarto dormir com ela, ouvimos discussões dos dois e no auge ele disse, venham aqui, vcs tambem são as interessadas.



Ao entrar no quarto vi nossa mãe chorava muito e dizia que não iria dividir nosso pai conosco, e se oferecia para fazer sexo com nos duas, mas não queria dar ele inteiro para nos, pois adorava o marido e seu pau, e não iria ficar sem ele, etc., etc. típico das pessoas egoístas que não sabem dividir nada que tem.



Nos dissemos tudo bem vamos arrumar namorados e vamos resolver isto, vcs dois fiquem vcs se merecem mas foi papai quem nos procurou e nos gostamos de transar com ele, ele não nos deixa mais namorar, como resolver então, ai a coisa ficou pior, pois ela chorava e não cedia, ele disse se não puder ter elas aqui saio de casa e vou viver com as duas, minha menina e meu meninomenina.



Ela vendo que iria perder, disse e se nos vivêssemos os quatro, juntos, na mesma casa e cama, nos dissemos, mas ele não dará conta, ela me disse ajudo a comer vcs. Tambem e eu dissemos podemos tentar, ela me beijou e disse Karina deite-se aqui a meu lado, com Cristina de outro, ficamos as tres olhando papai que se enfiou no meio de nos na cama tambem.



Beijamo-nos os quatro, minha mãe adorou ser beijada por nos tres, minha irmã foi logo enfiando a lingua nela e eu passei a lamber sua bucetinha, meu pai somente nos olhava e dizia, estou no paraíso com tres mulheres divinas, enfiou o seu pau na bucetinha de Cristina, que beijava minha mãe que era chupada por mim, e fomos trocando de posição, meu pai gozou muito, e depois continuou a nos chupar e nos a ele, foi a maior cena de sexo que vivi em toda a minha vida de 19 anos adoramos cada momento.



Mas no dia seguinte, papai foi trabalhar, minha mãe disse que não tinha condições físicas para ir e ficou em casa dizendo que iríamos ficar planejando como seria nossa vida dali para frente, acertamos da seguinte forma, iríamos comprar uma cama maior, King Syze, e iríamos tentar dormir os quatro na mesma cama, e meu pai faria sexo com quem ele quiser a que não for escolhida, ou dorme ou ajuda ou faz sexo entre elas, para não deixar papai muito esgotado e na obrigação de satisfazer as tres. .



Papai ao chegar, foi logo abraçando as tres mulheres que ele tinha e adorou a decisão que tomamos e disse que tinha pau para as tres e ainda sobrava, mas nos sabíamos que não era bem assim.



Minha mãe disse que queria ver como ele me comia, e como eu estava me saindo como mulher, ela já me levará ao medico que me receitará hormônios e eu já estava me tornando mais feminina, no corpo e na voz, eu estava nas nuvens, fomos deitar os quatro ainda na cama normal, era difícil mas estávamos adorando ficar todos juntinhos, e papai apás me beijar, chupar meus peitos, me virou, colocou-me de quatro e enfiou sua lingua no meu buraquinho, e foi enfiando, com minha mãe ao lado dirigindo a penetração ela ficou louca de tesão e prazer, minha irmã a chupava enquanto ela olhava o pau entrando em meu cuzinho.



Eu fui às nuvens, era maravilhoso ser penetrada por um pau enorme como o de meu pai e ao mesmo tempo, ter minha mãe me chupando e lambendo meu cuzinho e meu corpo todo, ele gozou dentro de mim rios de porra e minha mãe lambia tudo o que saia de meu cuzinho, mesmo com ele bombando ainda., gozei feito uma louca gritando e gemendo de prazer, minha irmã e ela terminaram em um lindo 69 onde uma chupava a outra até gozarem, com ajuda minha de papai, foi maravilhoso esta fase de nossa vida a quatro.



Porem com o tempo papai apás perder o emprego, entrou na bebida e já não satisfazia a nos suas mulheres e acabou vindo a falecer, então tivemos de trabalhar as tres para conseguir nos manter.





Minha irmã conheceu um homem maravilhoso que quis casar-se com ela, e nos incentivamos e acabou saindo o casamento, seu nome era Mauricio, um senhor viúvo que era dono de uma padaria em nossa região, casou-se e mudou para a casa dele, onde segundo ela era muito feliz, mas sentia falta de nossas sacanagem a quatro, mas o marido dela ainda não sabia ela não sabia como dizer a ele que queria continuar sendo uma de nossas putinhas, pedimos para ela não fazer isto mas ela disse que sem nosso sexo, a vida não tinha graça, não queria sá ser mulher de um homem queria toda a nossa sacanagem junto, não sabíamos o que fazer pra conte-la e aconteceu o seguinte:



Cristina contou então que uma noite apás longa noite de sexo, em que ela chupou o pau de seu marido, deu o cuzinho, coisa que ele teria segundo ela muita habilidade, tinha um pau de 20 cm. Grosso e delicioso, ela disse ao Sr. Mauricio que não estava satisfeita, ele ficou horrorizado, pois ela tinha gozado feito louca, ela pediu para ele sentar-se e explicou o envolvimento que tínhamos a três e agora que papai morrera nos duas estávamos sozinhas, e que sentia falta de dar e comer nos tambem.



Mauricio ficou quase sem fala e pediu para explicar direito o fato de eu ser homem, e minha mãe e meu pai terem apoiado e ainda fazermos sexo entre-nos, ela repetiu e tirou todas as duvidas dele, que pediu para pensar e que voltariam ao assunto na práxima noite, ela nos falou por fone e ficamos desesperadas, poderia ser que ele a mandasse de volta e desistisse do casamento.



Ao chegar a noite, ela ficou a espera dele na sala, muito preocupada, pois não sabia qual seria sua reação ele pediu para ela sentar e disse: Querida faço qualquer coisa para não perder vc mas o que vc me pede para eu ser um homem de tres mulheres, sendo que uma é um travesti, isto eu não sá faço como vou adorar, lhe confesso que ficava de pau duro quando sua irmã a Karina vinha a padaria e morro de tesão por ela, mesmo sem saber que é homem, e sua mãe com aquele rosto lindo seios na medida e cara de mulher direita dá tesão em qualquer homem. Não sá quero continuar onde seu pai parou como quero que venham todas morar aqui em casa que é maior e vamos preparar uma suíte especial para dormirmos os quatro juntos se elas concordarem é lágico.



No dia seguinte sem saber o tinha resultado a conversa entre o casal, tive de ir a padaria deles, pois mamãe estava atrasada para o trabalho, pois tínhamos ficado nos amando a noite toda, e para ajudar fui buscar nosso café da manhã, eu estava com uma mini-saia jeans bem curtinha, e uma camisa, meio aberta no peito, dei um ná na altura da barriga, devia estar uma delicia, pois é o que os homens me diziam na rua, e fui fazer minha obrigação na padaria dos dois



Ao chegar Mauricio disse, por favor, vá falar com sua irmã ela tem boas novidades, olhei para trás e vi Mauricio com os olhos fixos no meu corpo, me comendo com os olhos, sorri e subi as escadas dando uma piscada a ele.



Assim que entrei Cristina correu para mim e abraçando me beijou enfiando a lingua em minha boca e foi logo dizendo amor, vamos ser felizes novamente meu marido quer que moremos todas juntas aqui, dizendo isto foi logo me acariciando os seios, e me acariciando disse quero te possuir agora, eu disse calma tudo tem sua hora, tenho de voltar, mas ela não se conteve, colocou o cinto com o seu penis postiço e foi me beijando e me enfiando no cuzinho ai relaxei e gozei, gozei muito, quando olhei para a porta Mauricio, estava encostado, batendo uma punheta, adorando o que via e disse, vamos ser felizes amor, vc vai ver, ele tinha um pau enorme, eu disse para a Cristina, que vergonha, como pode acontecer isto.



Ela disse espere vou me arrumar e vou com vc falar com mamãe, eu havia gozado, e vi Mauricio me olhando, ela toda afobada se vestindo e eu fiquei de pernas bambas, e fomos falar com mamãe.



A casa da padaria era em cima de um sobrado, onde ficava o comercio, era enorme tinha uma suíte e quatro quartos de hospedes, a idéia de Cristina e Mauricio era fazer uma suíte enorme e deixar somente dois quartos de hospedes, na suíte teria 4 local para se vestir com quarda roupas em todos eles, seria um para cada um de nos.



Mamãe disse não concordo, estamos vivendo bem aqui nos duas, pagamos o aluguel direitinho, somos felizes as duas, fazemos sexo sempre que queremos a Karina, esta se saindo muito bem como dona de casa, quando vc quer vem aqui e fazemos sexo com vc tambem, vá ser feliz com seu marido, mas Cristina insistiu para que ao menos deixasse o Mauricio expor suas idéias., ela disse tudo bem vou trabalhar, venham aqui a noite e exporemos porque não vamos.



Passei o dia morrendo de ansiedade pois queria muito morar com eles e ter um homem a disposição nossa todas as noites, mas temia mamãe não querer e não poderíamos naquele momento deixar ela sozinha.



A note quando ela chegou providenciei um delicioso banho, massageei seu corpo todo chupei aqueles seios deliciosos que ela tem e fui aos pouso deixando ela louca de tesão tambem, ai disse mamãe eu quero ir para a casa de Cristina, não sei viver sem ela e sem um pau, ela disse vamos ver, apás o jantar deitamos no sofá eu com a cabeça em seu colo e ela como sempre fazia ficou brincando com os dedos no meu cuzinho como eu adorava.



Quando chegaram Cristina disse pode continuar mamãe sei que gosta de ver TV cuidando do cuzinho de Karina, o Mauricio tem de aprender como vivemos, ficamos muito sem graça Mauricio disse vim convidá-las a moraram em minha casa que é grande vamos fazer algumas modificações ficara átima, para nos quatro, minha mãe disse vão vcs, ficar la eu quero continuar minha vidinha sozinha se Karina quiser pode ir tambem.



Neste momento Cristina, baixou a calça de moletom que o Mauricio vestia e saiu seu enorme pau para fora ela disse vcs. Não acham que estão precisando ao menos de um deste calibri mamãe disse que horror, ia começar a xingar, mas Mauricio mais do que depressa foi para cima dela beijando-a abraçando e foi logo enfiando aquele pau enorme na sua bucetinha mamãe gemia como doida e rebolava no cassete, nos duas ficamos somente olhando quando ele a encheu de porra ela com os olhos semi abertos disse vamos sim amor, quando nos mudamos.



‘ Mauricio demorou uns dois meses para fazer as reformas em sua casa, a pedido de mamãe, nos vimos a sás durante este tempo sá nos possuiríamos na inauguração de nosso palácio de prazer.



Quando la chegamos tudo era maravilhoso, cada um de nos quatro tínhamos seus práprios vestíbulos, a suíte era no meio, com banheira hidro, etc. era lindo mesmo, todos fomos nos produzir, vestimos todas as tres baby doll, e ficamos esperando Mauricio que ficou louco quando nos viu as tres deitadas na cama a sua espera, ele disse a tempos que tenho tesão por Karina posso transar com ela primeiro, todas em coro disseram sim, ele veio para mim me beijando loucamente, disse quanto tempo esperando por este momento, chupou meus peitinhos, lambeu cada pedaço de meu corpo, depois me virando de bruços disse que bundinha deliciosa vc tem amor, e beijando as partes iguais, ficou olhando estasiado para o meu cuzinho fechadinho, e lá colocou a ponta de seu pau enorme, eu disse a seco tenho medo, Cristina prontamente levou para nos um tubo de ky, que tinha comprado para este fim lubrificou e disse mamãe venha ajudar eu colocar esta tora no cuzinho de sua filhinha mais nova.



E assim fizemos, a cabeça era grande e senti quando se encostou ao cuzinho, mas ele com a ajuda das duas foi enfiando bem devagar e eu senti cada centímetro de penetração, doía mas era gostoso, e foi ficando cada vez mais delicioso e ele gozou dentro de mim, esporrando la dentro, e as duas lambiam as sobras do lado de fora de meu cuzinho, foi divino e maravilhoso.



Eu fiquei quase desmaiada e vi as duas chupando o pau de Mauricio para o fazerele ficar duro de novo e conseguiram e foram comidas, uma depois de algumas horas a outra.



Foi maravilhosa esta época, mas a historia continua em nossa vida a quatro, depois veio seu primo de Portugal e tudo mudou, mas..... Em outra vez conto o resto se vcs., peçam que escrevo o restante de minha agora juventude de Karina.



[email protected]





VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos adoro ver ele dando leite pro meu negaocontos eroticos seduzi meu cunhado e tomei sua porraPorno de corno com mae e filha gemeno e gritanoconto desde pequena participo de orgias com minha familiaconto menina safadinha anoscontos de coroa com novinhofui chantagiada pelo meu amigo de trabalhofui encoxadacontos eroticos cunhadacontos eroticos de amigas na florestacontos eróticos de bebados e drogados gaysmulher traindo o marido com entregador arvores de natalcontos eroticos comi minha prima no rodeioconto aquela mulher mexeu na minha buceta cu teencontos erotycos encochadas no metroComi a cadeirante casada contoscasadas que postam fotos de itanhaemContos eroticos nerd virgempornô compare com a comadre faz ela gozarConto mete tudo papaipeito bicodu sexcontos eroticos enrabada pelo professor de academiacontos eróticos pai e amigoschaves comendo cu da chiquinhacontos eróticos cunhadinhas safadas com fotoscontos exitantes de sexo na marrra delicioso historias reaissarrou a bucetinha no meu ombro no onibusContos mae da minha namorada perguntou me punhetoconto erotico abusarao mim metroconto erotico casada comdp e fotozoofiliacoroas boascoroa coxuda gozando contosconto do pedreiroporni contos mae da namorada na picinagays chupando cu de macho caretacontos eroticos envangelica marido e pai roubaram o chefefui chantagiada pelo meu amigo de trabalhoflagrei meu pai deflorando minha namoradinha contosContos eroticos com o rodo do banheirotia gritando "me come sobrinho"contos eroticos incesto a neném do papaicontos comendo a menina no carnavalcontos sarro gostoso com meu genrorelato de corno que deu a esposa para o cunhadoContos eroticos amorosa amigafoi da aboceta vije e a rombocontos eroticos de novinhas sem calcinhacontos eróticos de bebados e drogados gayscomi minha enganado contos eroticosMeu sobrinho me fez gozar no rio contos eroticos de gaysDesvirginando a subrinha de 18 anosContos eróticos arregacei o cú da noiadaPutinha desde a puberdade contos eroticosas antigas Sophie travestis masturbando na salacontos de sexo com velhos babõesestrupada contosLoira de itanhaem mostrando os peitoscontos adoro pau desde pequenacontos de mulheres viuvas sendo pelo penis grandeContos eróticos a baixinha gostosonacontos eroticos transformado em putaContos de incesto minha mae fugiu com outro e eu fiquei com o meu paiconto de meu avô rasgou meu cuwww.contos eroticos cavalgado no vovocontos de zoofilia em bordeisconto eroticosde meninas q vai no baile funk sem calcinhae de vestidinhoconto erotico amigas chupei cunhadacontos eroticos aprendendo a fazer meu primeiro boquete com meu padrinho velhomorena elisangela dando o cuzinho gostoso de cabo frioirmã irmão estudando lá no exterior não tinha feito ela com tesão ele com tesão meteu a rola nela bem gostosoconto erotico amigo pauzudo do marido comeu eu e minha filhaA Tia super gostosa com uma bunda maravilhosacontos chupando varios caralhos negrosbuceta Detinhacontos de esposa dando pro cunhadocontos eroticos de pau gigante arregassando bucetacontos fudi minha cunhada emplena lua de melContos passeando de carro usando cinta liga e fio dentalcontos eroticos de afilhadas novinhas.contos mamae mim ajudou com o pirozaochantagiei minha sobrinha contoscontos eroticos fudendo a mae travesti