Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

FODENDO AS MÁQUINAS

Click to this video!



Estava numa festa, com minha mulher, e tomamos o maior porre. Saímos, eu dirigindo e ela ao lado, com um vestidinho preto e curto. Isso foi por volta da três da manhã, e a cidade estava praticamente deserta.

Assim que saí, numa grande avenida, eu, tonto de tesão e de cachaça, meti a mão entre suas pernas, subi até a bucetinha quente, pus a calcinha de lado e comecei a boliná-la. Ela se contraiu para trás, soltou o cinto de segurança e meteu a mão esquerda sobre minha braguilha, sentindo meu pau, que já quase arrebentava das calças.

Ela se desmanchava ao toque de meus dedos e, enquanto delirava na masturbação, abriu desesperadamente minhas calças e caiu de boca no meu pau. Senti aquele morno quente, úmido, aquela boca que me sugava com uma volúpia tremenda.

Ao se abaixar, ela ficou de lado, e deixou a bundinha exposta, com uma calcinha fio-dental, que baixei, voltando a enfiar os dedos em sua buceta sedenta, molhada, doida por uma penetração. Cuspi num dedo e fui enfiando ele no cuzinho dela; ela rebolou, mordeu meu pau levemente, e pegou minha mão. Achei que fosse tirá-la de lá, mas ela a empurrou mais, para que o dedo entrasse por completo, enquanto ela enlouquecia e quase devorava meu cacete.

De repente ela se levantou, olhou para mim com uma baita cara de vadia e disse:

- Pára o carro; pára...

Entrei prum terreno baldio, escuro, um puta lugar perigoso, mas a bebida e o tesão já não deixavam mais a gente pensar.

Deixei carro ligado, com o condicionador de ar acionado, e afastei o banco. Ela arrancou a calcinha e sentou no meu pau, com as costas batendo no volante. Abri suas nádegas e voltei a enfiar o dedo no seu cuzinho. De repente suspendi mais o tronco, para chupar seus peitos, que saltavam, duros, para fora do vestido. Ela afastou as ancas para trás, e a marcha do carro vibrou em sua bundinha. Notei que ela estremeceu. Apertei a embreagem e puxei o câmbio mais para perto, encostado-o em seu cuzinho. Ela delirou, olhou para mim com uma cara de assustada. Acelerei o carro e a vibração aumentou. Sua expressão mudou, virou tesão, derretimento. Empurrei-a para trás, e notei que a ponta da marcha começava a forçar rua roelinha, fazendo-a dilatar. Ela começou a rebolar, a endoidar. Tirei-a um pouco, cuspi na mão e passei o cuspe na marcha, sentando-a novamente. Meu pau já estava fora de sua buceta, e eu me masturbava, assistindo ao espetáculo, me segurando para não gozar. De repente ela falou:

- Acelera; acelera...

Voltei ao ponto-morto, acelerei e pressionei seu corpo contra marcha; ela deu um gemido, a marcha entrou, ela enlouqueceu de tesão. Me afastei, levantei o quadril e meti o pau na boca dela. Ela se derretia a foder com a marcha, se masturbar e me chupar.

Agarrei seus ombros e comecei a empurrá-la para trás, enquanto ela fazia força para frente. No começo doeu, mas logo a marcha entrava e saída de seu cu esfolado, cada vez mais rápido, e de vez em quando ela tinha de parar de me chupar para gemer, de tanto tesão.

Gozamos deliciosamente. Enchi sua boca de porra, ela gritou feito maluca. Saiu da marcha, que estava úmida de saliva e dos líquidos de sua bucetinha que, de tanto tesão, molhou até o câmbio.

Depois disso, transar no carro tornou-se um fetiche para nás, que vivemos outras histárias delirantes dentro da máquina, mas isso fica pra depois.







VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


vendi a buceta/contocontos eroticos minha sobrinha adorava mamar minha picatransei gostoso com minha aVò insertoszoofilia negao comenorme pau deixando putia loucacontos eroticos gay meu tio de dezenove me comeu dormindo quando eu tinha oito anoscontos eroticos de incesto selvagemcontos eroticos gays come meu pai bebado mais o meu amigoconto gay primos no sitiocontos eróticos bumbum grande no ônibusmininas por cabaço travsyContos eroticos interraciais no escritoroscontos eroticos meu alunoMinha mãe me ensinou a ser puta contoscontos eroticosdpamigocontoseroticoscu atolado vestido voyeurcontos de meninos putinhosonto de encesto fui pega minha filinha no prenuas tomando banho de manteiga gostosoincesto tio ginecologista bolinando sobrinha de dez anosMoleque fez minha esposa nojenta mama sua rola historias eroticaschupei meu filho contos eroticosconto erótico comendo amiguinha do meu filhocontos eroticos de sogras na faixa 47 anosNA BUNDA CONTOCONTOSPORNO.sapecaContos.erotico.mae.filho.depois.do passeio.na.praia.as.gostosas.cimasturbando.duas.vesessobre aquela transa com a sua tia Sôniabucetas sangrando no pau grosso conto eroticoContos eroticos sobre irma fazendo faxinamamado no papai contoscontos eroticos lesbicas cintacontos eroticos casadas e pedreirosSequestrei e estrupei conto eroticocontos eroticos: me incentivou a usar calcinhas minusculasconto erotico gay sobrinhomãe ensinando filha a dar o rabo cd.comquero ver buceta do pigele gradecontos-fiz amor com minha irmacurtos relatos eróticos de estupro fortiVelhos na farmácia chupando seios contos eróticosGarotos na puberdadi flagrados com seu priminhocontos gay sentou no colocunhado da piroca grossa deixa sogra doidinha,contos e relatos eroticosdei para meu genrofilmes de televisao pornoslevei minha prima pra um hotel eu tirei a virgindade da buceta dela conto eróticocontos eróticos tia no puteironossa minha mae bu comer xvContos eroticos amadores dividi minha esposa com meu patrão do sítio que moramosvideos mulheres negras coroas de absorvente internocontos eróticos meu marido eu e meu alazãovidio porno mulher coloca vibrador de 53 cemtimetro todinho dentro da bucetacontos eroticos espiando a senhoraconto de sexo virei femea do meu paibofe escandalo na punhetacontos eróticos de traição de casadas testemunhas de Jeovácheirei o fundinho da calcinha usada da minha tia safada contosver contos porno anal no onibos de escurcaoGozando nas tetinhas contos eróticosirmao.maior.alisando.bunda.do..irmao.menor.dormindo.de.cueca.branca.e pretocontos porno mulhe de vaqueirocontos dei pro meu genroo homem abre a periquita da mulher e chupa e coloca um botijão dentro da vajinhacontos/minha filha esfolou meu paucontos eróticos com bucetas grandesxoxotao capusaocontos minha mulher pagou minha divida com a bundacontos eroticos de comedores gozando dentro da esposa