Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

DANDO PRO NEGÃO DO POSTO

Click to this video!

Eu tinha 19 anos e estava no auge dos hormonios, adorava uma putaria e queria gozar toda hora. Curtia tudo que me dava prazer e desde que tinha dado o cu pela primeira vez tinha me viciado em massagem de pica na prástata. Adorava gozar depois de excitar minha prástata com um cacete por um bom tempo. E como gozava gostoso.



Estava na casa de um amigo. Geralmente passava as férias escolares com ele, chegando a dormir um mês inteiro em sua casa. É claro que sá esperavamos todo mundo dormir e começavamos a foder gostoso; punheta, sexo oral, sexo anal, 69 e tudo que desse vontade.



Na frente da casa tinha um posto de gasolina. Toda madrugada um negão tomava conta, havia pouco movimento ali de segunda a quinta, praticamente não passava ninguém na rua. Logo meu amigo me contou inumeras histárias de como o negão comia ele gostoso e claro, aquilo me excitava. Ele falava do pinto do negão e como ele arrombava gostoso o cu dele. Trepavamos os dois excitadíssimos imaginando o negão.



Durante a semana começamos a sentar na calçada e a secar o negão, ficavamos os dois de madrugada conversando até tarde na frente da casa. Não passava ninguém por ali, olhavamos pro negão e vez ou outro nos masturbavamos. Eu metia a mão dentro do shorts do meu amigo e ele no meu, punhetavamos enquanto o negão nos olhava.



Começamos a nos soltar mais e a tirar nossa pica pra fora, enquanto um punhetava o outro, eu inclusive cheguei a mamar a pica do meu amigo e o negão olhando de longe. Faziamos nosso showzinho particular toda madrugada pra ele e eu claro, doido pra dar pro negão.



Até que uma tarde meu amigo chegou dizendo que tinha acertado tudo, tinha falado com o negão do posto que essa madrugada ele iria me comer. Fiquei um pouco com vergonha, mas meu amigo me tranquilizou, dizendo que o negão comia direto ele e não tinha erro, eu ia adorar.



Então na madrugada ficamos os dois sentado na porta esperando o movimento da rua diminuir, eu excitadissimo e com um pouco de medo. Meu amigo ficava me provocando falando como a pica do negão era gostosa e como ele fodia bem.



Já não tinha movimento na rua e eu morrendo de vergonha do negão, meu amigo ficava me atiçando, lembro dele falar:

- você não queria tanto, agora vai lá, tá tudo acertado, ele tá te esperando.



Então eu fui. Atravessei a rua e fui com o negão. Cheguei com ele.



- Oi, onde a gente vai fuder?



Ele ficou parado por um bom tempo me olhando, olhou para meu amigo sentado na calçada que observava tudo. Olhou pros lados pra se certificar de que não vinha ninguém. Então ele se levantou e foi até a parte da oficina que estava tudo escura. Fui atrás, sentia meu coração batendo com força.



Ele se encostou na parede e tirou a pica pra fora. Não dava pra enxergar muito bem, eu peguei no pau dele enquanto meu olho se acostumava com a escuridão. Era uma pica muito grande, maior do que meu amigo tinha dito. Eu punhetava ele enquanto ele fazia força com as mãos na minha cabeça, me abaixando em direção ao seu pau.

Assim que o lugar ficou um pouco mais iluminado eu vi o vulto daquela picona, fiquei louco com aquela visão e me ajoelhei caindo de boca na rola do negão.

Mamava loucamente sem conseguir enfiar tudo na boca, chupando bastante a cabeça do pau, eu sugava aquilo com vontade. Eu mamava e punhetava aquela rola feito uma puta no cio e logo o negão começou a gemer.

Desci com a lingua pelo corpo do pau dele, percorrendo aquela rolona até as bolas, comecei a chupar o seu saco e depois desci mais com a lingua entre o cu dele e a pica. O negão enlouqueceu, me levantou com violencia, me encostou na parede e abaixou minhas calças. Ele pegou aquela picona e enfiou devagarinho no meu cu.



O pau dele entrou um pouco menos da metade e ele começou a me comer. Tentei me conter, mas não consegui. Aquela pica imensa estava rasgando todo o meu cu e logo comecei a gritar. Sentia a mistura de dor e de tesão e gritava feito louco enquanto o negão me comia. Ele metia sem dá e eu já não me importava se alguém fosse me ouvir e gritava loucamente. Ele me acompanhou gemendo a cada estocada que ele dava.



Ele me forçava contra a parede com o seu corpo que começava a suar, sua pica melada já tinha deixado o meu cu dormente, eu já quase não sentia mais nada, até que ele gozou com um grito feroz.

Ele vestiu as calças e disse pra eu esperar um pouco e depois ir embora. Fiquei sozinho na escuridão sentindo a porra do negão escorrendo do meu cu, bati uma punheta e gozei na parede. Atravessei a rua e voltei pro meu amigo.



Ele estava com uma cara meio chocada, dizendo que não acreditava naquilo. Eu perguntei porque, se ele mesmo tinha acertado tudo. Então ele me revelou que era mentira, que nunca tinha transado com o negão nem combinado nada, ele falou aquilo sá pra eu chegar com o negão e ele rir da minha cara, mas que nunca imaginava que o negão ia topar.



Entramos e o meu cu doia muito. Meu amigo tava doido pra foder, mas eu não conseguia. Depois de muito perturbar eu concordei em chupar a rola dele e ele gozou na minha boca. Fui dormir e no dia seguinte foi a vez do meu amigo atravessar pro posto de gasolina.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos pediu uma massagem e acabei comendoamelhor buseta de bashia do mundo gosanocontos duas putinhas chorando na varacontos eroticos caminhoneiro obriga meninacontos eróticos prima e irmãcontos a mulher policialgozoucomme foderam muito cedo contoseroticosSo uso fio dental enfiado no cu.conto erotico femininorelato de gêmeos que acabou torando sua sogracontos comi o cuzinho dela dormindocontos de cornosgeovana tira a calcinha e da a bucetaGozando na boca Abrantes dela chuparcontos eróticos gay irmãos machos se esfregandofui enrabado pe lo o yravesti na baladavideo come meu cu e me batepor favorcontos erticos pai sempre tomava banha com as filhas acaboj comendo o cuzinha delaCasada dificuldades financeiras e velhos dotados contos eroticosconto erotico dando minha bucetinha pro enfeemeiro da minha amigaminha esposa deixa a buceta cabeluda e da pra o meu melhor amigo em relatosarregaçando, chorando e gozou contoscontos eroticos enrabada pelo professor de academiaconto erotico de tanto eu insistir em engravidei a minha professora eu era um meninocontos heroticos gay meu primo de dezessete me comeu dormindo quando eu tinha oito anosContos de sexo virgem dor extrema membro grosso teen incestochantageada e humilhada pela empregada negrabucetinha inchada de minha esposa orgia contocontos tia de 57 anosdando pro cunhado contos eroticoscontos sexo minhas duas tias me espiando meu pausaoFodido na construçãoconto veridico gozada dentro xoxota recifevai me arrombarContos eroticos home xupno xanacontoserticos.com icesto mae filho minha mae de 80 anoscontos de insesto fatos.comreaisMeu irmaozinho caçula me te penetroucomo eu ia na fazenda novinhadepilano a buceta dela io cara comi elaminha filha chantagista contosvelha peituda cheia de celulites contoMinha irma adolecente taradinha em conto eroticocache:HVsxZOrs15AJ:http://okinawa-ufa.ru/m/conto_12619_quando-eu-dei-pela-primeira-vez.html+"dei pela primeira"dei tanto minhA buceta no carnaVaL q to toda ardidaconto gay titio gayconssegui um cabacinho pro meu cunha do tira contominha priminha titio contos eróticosSou casada fui pra um acampamento com os colegas a amigas putasgarota no cio brincando com cachorrochupando a bunda da daniele enquanto ela dormia 2Contos historias xxx sexo história verdadeira que comeu a sobrinha virgem que não queria darContos erótico de cdznha verídicovideos de meninas fudedo co casorochantagem contos eroticoscoroas safadas depilando as axilasXvidio mulhes que anda a noitexoxo-tas carnudas pedindo pica no rabo gordocontos eroticos fudendo a mae travesticontos primeira vwr duplapenetraçãoxvidio travesti lisarolaminha mulher enrabada na boatecontos virei a cachorrinha do meu amigocomi ela na pia da cozinha/contocontos eróticos de bebados e drogados gayscoroa t***** da bundona state durinho rebolando gostosocomida pelo sobrinho conto erótico arrombei o fortãocontos eroticos de tia masturbacaocontos adoro ser cornoo cu da minha esposa e meu contocontos d zoof pegei minha sobrinha c um cachorrocontoseroticos chupando meu tio