Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

PERDI MEU CABACINHO COM O PAI DE MINHA AMIGA!

Click to this video!

Tenho 20 anos, nunca fui uma mulher desinibida, mas admirava minhas amigas que eram, saiamos e eu sempre sobrava, pois cheia de preconceitos não tinha coragem de ficar com ninguém. Até que um dia fui convidada para passar um final de semana na casa de praia de minha amiga Paulinha. Os pais dela eram separados a mãe era mais velha que o pai e já havia casado de novo e Paulinha morava com ela. Com a separação o pai resolveu montar uma pousada muito fina na praia. Chegamos e foi àquela festa, o pai ficou super feliz pela filha ter ido e fazia de tudo para agradar, Marcelo era um coroa sarado, deveria ter uns 45 anos, muito bem conservados bronzeado e cheiroso. Ficava sá de sunga e camiseta o dia todo mostrando aquele corpo sensual. Ao voltarmos da praia o pai que não tirava os olhos de mim, ofereceu para nos levar para um passeio de barco, achei átimo, mas minha amiga não quis ir, mas insistiu para que eu fosse, pois era um passeio lindo e no dia seguinte iríamos para outra praia. Fiquei meio sem graça, mas não pude recusar, pois seu pai já estava com a cesta de lanche pronta na porta. O barco era lindo e conheci varias prainhas até que paramos pra mergulhar em uma ilha com uma areia branquinha e deserta. Mergulhamos muito e fui para prainha da ilha para descansar, deitei na areia era um final de tarde o sol estava se pondo mais ainda muito forte. Procurei uma arvore e deitei para sair um pouco do sol, foi quando aquele homem maravilhoso deitou ao meu lado e começou a falar que eu era muito bonita e que minha boca era um pecado. Virei o rosto para agradecer e ele me agarrou e me beijou como se fosse me comer, retribui e começamos a ficar excitados, mas que depressa tirou meu biquine e começou a me lamber, chupou meus peitos e foi descendo até chegar à minha buceta que já ardia de tesão, chupou meu clitáris como se fosse uma chupeta, passou a língua na buceta toda e perguntou seu era virgem, disse que sim ele perguntou se eu queria continuar virgem, pois ele estava tarado para me comer, mas sá faria se eu realmente tivesse certeza, respondi que queria, ele insistiu se eu tinha certeza, pois não tinha volta. Já não aguentava mais de tensão, levantei enfiei a boca no seu caralho e chupei, lambi até ele me colocar de quatro e com muito carinho foi enfiando o caralho todo na minha buceta, arrebentando meu hímen. Fiquei louca de tesão e quando ele tirava pedia para não tirar, estava segurando para não gozar, pois estava muito gostoso. Não aguentei e gozei, ele continuou a meter e foi enfiando o dedo no meu cuzinho e metendo o caralho na minha buceta, fiquei excitada ele pediu para gozar no meu cuzinho e eu deixei. Com muito carinho ele foi enfiando e acariciando meu clitáris, quanto mais ele enfiava mais eu queria aquele caralho, ate que entrou todo e eu já estava toda relaxada e com tanto tesão que gritei que ia gozar ele ficou louco e gozamos juntos. Deitamos exaustos, ficamos assim um tempo, levantei e fui em direção à água e ele foi atrás, ficamos brincando na água como se fosse o paraíso. Pulávamos as ondas como crianças que haviam ganhado um brinquedo, até ele me levantar e chupar meus peitos sentia seu caralho duro em minhas pernas que já estavam bambas. Foi saindo da água chupando meus peitos e me deitou na areia, abriu minhas pernas colocou em seus ombros e a boca na minha buceta, chupava, gemia, enfiava a língua no meu buraquinho que já estava ardendo de tesão. Quero que goze na minha boca, quero sugar todo seu mel..... Ficou chupando, lambendo e enfiando o dedo no meu cuzinho até que explodi em. Gozo. Ele ficou tão louco com meus gritos de prazer, que me soltou e meteu o caralho na minha buceta com tanta força que gemi de dor, tirou e gozou em minhas pernas. Ficamos abraçados até começar a escurecer. Voltamos para casa, chegamos lá tinha um bilhete de Paulinha que não pode esperar, tinha ido com uns amigos para balada e não era para esperar, pois sá voltaria no dia seguinte. Fui para o quarto tomei banho, estava muito quente vesti uma roupa bem leve e fui para cozinha preparar um lanche,. Ele chegou pegou um copo com gelo e começou a sussurrar em meus ouvidos que eu era à mulher mais gostosa que ele havia conhecido. Fiquei arrepiada com aquela voz, virei para pedir que parasse, ele me agarrou e beijamos como se fosse à primeira vez, ele tirou meu vestido, minha calcinha, me deitou na mesa e começou a passar o gelo no bico do meu seio deixando durinho e depois sugava com aquela língua quente, foi passando gelo no meu corpo e lambendo, estava queimada de sol e aquele gelo era tudo de bom ainda mais acompanhado com aquela língua enorme.... Foi descendo abriu minhas pernas e enfiou o gelo na minha buceta, eu gemia ele tirava o gelo e chupava me deixando louca.... ficamos assim até não aguentar mais e pedir para meter o caralho quentinho na minha buceta gelada e ardendo de tesão . Mais que depressa ele enfiou seu caralho agora com camisinha e gozamos juntos. Ficamos nos acariciando a noite toda, lanchamos e fomos dormir juntos e abraçados. No dia seguinte, Paulinha chegou pediu desculpas por ter me deixado sozinha, mas não podia deixar de ir com o gato que ela tinha conhecido na praia. Ficamos na praia a tarde toda, mas não pude entrar na água, pois minha buceta e meu cuzinho estavam ardendo de tanto transar. Quando estávamos saindo, Márcia perguntou se tinha rolado alguma coisa com o pai dela, pois há muito tempo que não via ele tão feliz. Fiquei calada e ela me olhou.... Não precisa responder seus olhos estão brilhando como os dele. Marcelo colocou as malas no carro abraçou a filha e ao me abraçar sussurrou, posso te esperar nas férias, respondi que sim e fiquei contando os dias para as férias chegarem.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


ler contos pornô de incesto durante um assaltanto eu fui obrigado a fuder minha mãezoofilia negao comenorme pau deixando putia loucawww.sexo com cunhadss.com.brcontos o moleque safado e dotado me provocava usando sungacontos eroticoscomi minha irma drogadaconto erotico tio juliohistorias eróticas com coroa de 80 anoseu entrei no banheiro e não sabia que a minha madrastra estava la e come. a xota delavoyeur de esposa conto eroticoconto erotico mano pauzusdoxvideos suspreendendo o filhoconto erotico namoradinhos de infanciaContos eroticos policiais estupram novinhacontos porno esposas estuprados submissosconto viuva carnuda carentea enteada isabelly contossozinhacom primo contos coroasContos de mulher no pau do jumentoContos eroticos noviça virgemcontos de incesto dez anoscontos eroticos porteirocontos metendo na tiacontos comi a japonesa rabuda casadacontos eróticos de bebados e drogados gayscontos eróticos eróticos meu enteado me comeu conto minha esposa devoradora de garotinhoslouco pelo bumbum da minha irma contos eroticoscontos eroticos novinha coroa ricocontos eróticos doeu mas gozeiConto erotico Zoofiliacalcinha usada da vizinha safada contosContos porno meu amigo pintudo arrombo minha esposaconto gay o primo do meu amigo contos exitantes de aline bebada com variosesposa soltinha e seria com amigos em casa contocontos deixa tiocontos eroticos meu cunhado mim pergo su cumenda amulhe deleConto erotico uma princesa para um pedreirominha esposa vestida à vontade em casacontos eroticos nane descomunalconto erotico ferias na praiaporno aniverssrio do sobrinho a tia fudet com elecontos de zoofilia coloquei meu cachorro pra comer meu marido e ele gostouesposa e amante volarao a filha drama pornowww.contos eróticos.com.br enrrabei a patroacontos eroticos casada e o farmaceitico negaoseduzindo o colega hétero parte 2bosque conto heterocontos gay favelaHistorias erotica de pai que da castigo a filhahomem comeno a espoza de pois asogracontos sexo família bicontos eroticos festa a fantasiacomi ela na pia da cozinha/contoNovinha Bebi porra do meu amigo contochantagiei o professor gostosoproctologista me comeu gayconto gay velho do ônibusCornos by contoscontos eroticos de lolitos com tios de amigoscontos eroticoso cu da cadelinhacontos eroticos meninos de ruascontos sogra punhetaRelatos eroticos de professoras casadas brancas que foram usadas por alunos negrosminha mulher me fez de corno na nossa cama com meu consentimentosexo com as amigas e as filhas contoscontos eróticos fui pra casa da tia e meus primos me arrombaramso os melhores contos de gay sendo aronbado ate gozar pelo cúContos eróticos de tio sopinhascontos adoro ser cornocontos eroticos senzala escravacontos massagem na tiadei gostoso contos conto minha cunhada me surpreendeuhistorias eróticas novinha mamando no amigo de papaiguri gozando na lajeconto erotico fui abusada no contos minha tia anus dilatadome larga lençou bom diaconto erotico selinho no papaivou gozar na frente não contocontos de incesto minha sobrinha veio passar dois dias comigoconto erótico papai obedecercontos eroticos virei putacontos gays nas dunasconto erotico minha prima malvadaprimeiraveznabundinhacentro inesperado levantando a mini-saia delacontos eroticos segundas intençoescazal gay fudedo gostoso ao vivocontos sobrinho moreno loira