Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

QUERIA COMER O CUZINHO DELA, ACABEI DANDO O MEU

Click to Download this video!

Essa é a histária de como descobri que gostava de algo mais na cama... Hoje tenho 30 anos, mas quando isso aconteceu eu tinha 27. Estava começando a sair com uma loirinha linda, a Raquel. Ela é um pouco mais nova e tem cara de anjinha, mas na cama é uma devassa. Tem olhos azuis, sardinhas no rosto, cabelo liso no ombro, usa áculos (parece intelectual, uma professorinha...). E tem um corpinho lindo, seios pequenos, mas durinhos, bicudos, coxas bem torneadas e um bumbumzinho que me deixa maluco. Desde que começamos a sair, minha vontade era de comer aquela bunda. Ela se vestia meio comportadinha, mas por baixo estava sempre com calcinhas minúsculas, o que me deixava louco. Nossas primeiras trepadas foram convencionais: muitas chupadas, e muito pau na buceta, variando as posições. Mas eu sempre tentava me aproximar do cuzinho dela... ora com um dedinho massageando, ora passando a linguinha apás uma boa chupada na xaninha depiladinha dela. Fui com muito tato pois sei que muitas mulheres não curtem anal ou são traumatizadas. Então o melhor é ir com calma. Eu percebia que ela aceitava meio ressabiada as brincadeiras no cuzinho, mas a coisa estava avançando... Até que um dia resolvi ir direto ao assunto e tentar enrabá-la. Primeira dei aquela chupada caprichada na buceta dela e meti muito na xaninha, fazendo ela gozar gostoso. Com ela no auge do tesão, fiz a s sugestão: queria provar da bundinha dela. Ela riu, disse que sabia que eu tava louco pra comer o cu dela fazia tempo... Ela disse que deixava, mas com uma condição: desde que ela metesse um dedinho no meu cu antes. Na hora fiquei surpreso. Nunca nenhuma mulher tinha sugerido isso. E eu nunca tinha pensado a respeito. Sou um cara de mente aberta e não via problema nisso. Sabia que isso era normal entre homens, mesmo heterossexuais. Então resolvi aceitar... Mas disse que seria sá um pouquinho, porque tava louco pra comer a bunda dela. Nesse dia a gente tava num motel. Ela pegou um lubrificante que tinha à disposição na meisnha de cabeceira, me boto de frango assado e besuntou meu cuzinho. No começo achei aquilo tudo estranho. A prápria posição era algo esquisito pra mim. Mas quando ela começou a massagear meu cuzinho, senti algo que nunca tinha sentido antes.... Meu pau, que tinha amolecido um pouco enquanto a gente havia negociado o que faríamos, ficou duro de novo na mesma hora. Ela então meteu um dedinho aos pouquinhos, até o fim. A sensação do lub geladinho no meu cu e aquele dedo todinho enfiado em mim era muito gostosa! Ela viu que eu tava curtindo e começou a me bater uma punheta com a outra mão.... Nossa, não devo ter aguentado nem dois minutos de brincadeira: gozei feito um jumento! Ela riu e disse: "hummm pelo visto descobrimos um prazer novo, meu safadinho"... Fiquei morto na cama, ofegante, mas doido pra me recuperar logo e comer aquela bundinha. Mas nesse dia ela tinha um compromisso e precisava ir embora. Jurou que pagaria a promessa na transa seguinte....

Uma semana depois nos encontramos de novo, dessa vez na minha casa. Eu tinha passado a semana inteira pensando naquela bunda. Tinha até comprado um KY novinho pra estrear com o rabo dela. Mas, ao mesmo tempo, também tinha ficado pensando em como tinha sido gostoso aquele dedinho no meu cu. Quando fomso pra cama, depois de um jantarzinho que preparei para nás dois, fizemos tudo como manda o figurinho, começando com muita chupação. Dessa vez não tive o menor constrangimento de chupar muito o rabinho dela e enfiar até um dedinho, que, pra minha felicidade, foi muito bem recebido por ela. A safada, por sua vez, veio com outra novidade pra mim: durante o 69, resolveu começar a lamber meu cu. NInguém nunca tinha feito isso até então comigo e eu, claro, fiquei louco.... Meu lado macho tentava me controlar, mas, ao mesmo tempo, eu começava a discretamente rebolar na cara dela e a gemer baixinho.... Falei que queria comer a bunda dela... E ela respondeu: "mas já? não tá gostando da brincadeira no seu cuzinho?" E eu tava gostando... e muito! Ela propôs: "deixa eu comer seu cuzinho de novo. Mas vc sá vai poder comer minha bunda se vc conseguir controlar seu gozo." A sacana era sádica.... Eu confiava que iria conseguir controlar. Dessa vez ela me botou de 4. Pegou o KY que eu tinha comprado pra usar nela e passou no meu cu. E meteu um dedo devagar, Dessa vez foi o dedão, mais grosso. Novamente lá estava eu sentindo um prazer enlouquecedor.... Dessa vez ela foi além... Tirou o dedão e meteu dois outros dedos ao mesmo tempo. Senti um ppouco de dor, mas logo me acostumei.... Ela percebeu que eu tava gostando e começou a dar uns tapinhas na minha bunda e me chamar de sua putinha.... Nunca imaignei que fosse gostar de ouvir isso de uma mulher, mas gostei.... E já tava atpe rebolando com os dois dedos dela atolados no meu rabo. Ela entao começou a me punhetar enquanto metia os dedos e falava assim: "quero ver vc não gozar.... sá vai comer a bunda se conseguir não gozar com meus dedos no seu cu... vai, quero ver! controla, sua putinha! segura o gozo que eu quero ver!" e eu não controlei de novo. gozei feito um jumento. Ela ficou rindo de mim. Paramos pra ver um pouco de TV e depois, quando eu já estava pronto pra outra foda, falei que queria comer o cu dela, mas ela não deixou. "Agora sá outro dia. E sá quando vc conseguir dar o cu sem gozar. Aí eu deixo".

Aquilo mexeu comigo. Por um lado fiquei puto com a teimosia dela e por ela nao ter cumprido a promessa. Por outro, tava adorando aquela brincadeira de ela me comer. Durante a semana seguinte ela me mandou uma mensagem misteriosa dizendo que tinha uma surpresinha pra mim no práximo encontro. Eu nao tive dúvidas: ela ia me dar o cuzinho finalmente. Fomos pra um motel perto da casa dela dessa vez. Eu toda hora perguntava qual era a surpresa e ela dizia: "calma, você vai ver na hora certa.." Transamos loucamente, todo o trivial de novo. Fiz ela gozar com minha língua e depois com minha rola dentro da buceta dela, metendo com ela de 4, enquanto com um dedo brincava com a entradinha do cuzinho dela. Falei que ia comer o cu dela, cheguei a tirar o pau da buceta e apontar pra entradinha, mas ela saiu da posição, virou pra mim e disse: "calma, gatinho! deixa eu mostrar a surpresa primeiro". Foi até a bolsa dela e tirou um consolo. Era bem na forma de um pau, grosso e cabeçudo. Tinha até umas veias desenhadas em relevo. Perguntei se era pra meter na buceta dela enquanto eu a enrabava. Ela respondeu: "não, meu gatinho. é pra meter no seu cuzinho. quero que você saiba como é ter um pau no cu pra depois fazer comigo direitinho." Minha primeira reação foi dizer que não queria, que ia doer. Ela respondeu: "ahhh quer dizer que em você não pode porque vai doer, mas na minha bundinha pode, né?". Ela insistiu tanto que acabei concordando. E novamente ela impôs a seguinte regra: eu tinha que controlar meu gozo, senão ela nao me daria a bundinha depois. Fiquei de frango assado. Ela besuntou meu cu e o consolo com muito KY. Primeiro meteu um dedinho, depois dois... depois três.... tava doendo mas tava gostoso... e aí apontou o consolo pra portinha, mandou eu abrir o cuzinho e meteu devagar. Doeu pra passar a cabeça, mas depois a dor foi virando prazer enquanto ela metia o resto.... Era um prazer incrível, maior do que das outras vezes em que ela tinha sá metido dedidinhos... Perdi a vergonha e comecei a falar putaria, dizer que queria tudo dentro de mim, pra me arrombar.... ela meteu cada vez mais rápido, enquanto me batia uma punheta gostosa. Gozei enlouqeucidamente no meio do vai e vem daquele consolo no meu cu. E mais uma vez fiquei sem a bundinha da Raquel.... Dessa vez nem pedi. Sabia qual era o combinado.... Ela ria à toa. Foi tão sacana que depois que eu gozei ficou rebolando na minha cara, abrindo o cuzinho pra m im e falando: "olha sá o que vc perdeu, sua bichinha! perdeu um cuzinho apertadinho! vc gosta mesmo é de pau no seu cuzinho!" e o pior é que cada vez mais eu achava que gostava mesmo.

nesse fim de semana brincamos várias outras vezes com o consolo. Sempre ela metendo em mim e eu gozando muito. Uma vez ela ficou dizendo pra eu imaginar que era um pau de verdade. E pior é que eu imaginei e fiquei falando besteiras como se fosse um negão me comendo. Ela adorou a brincadeira... Depois conversamos, ela perguntou se eu tneria coragem de transar com um homem de verdade. Eu respondi que achava que não. Mas que talvez no auge do tesão poderia mudar de idéia.... Percebi que ela ficou toda excitada com isso. Ah, nem preciso dizer que ela não me deu a bundinha nesse fim de semana do consolo, né?

Ficamos um tempo sem se ver porque eu viajei a trabalho. Passamos quase um mês sem se ver. Ela também estava muito atarefada com as aulas do mestrado e tal. Daí numa sexta-feira ela me iigou e me chamou pra ir na casa dela pois queria finalmente pagar aquela antiga promessa. Fui correndo. Cheguei lá ela tava vestindo apenas um roupão, e por baixo uma calcinha pretinha fio dental, e sem sutiã. Tava toda preparada pra trepada. Fomos logo nos agarrando e eu tirando minha roupa. Botei ela contra a parede, me abaixei, cheguei a calcinha pro lado, abri a bunda dela e comecei a lamber aquele cuzinho delicioso. Tinha a certeza de que naquela noite ele finalmente seria meu. Depoiis de deixar o rabinho bem molhaidnho, me levantei e falei pra irmos pro sofá da sala. Ela entao disse que antes eu teria que passar pelo teste de novo, mas que dessa vez teria uma outra surpresa; um brinquedinho novo. Eu tinha passado o mês inteiro batendo punheta e enfiando dedo no meu cu e tinha treinado bastante pra segurar bastante o gozo. Aceitei na hora. Ela me botiu de 4, melou meu cuzinho e mandou eu esperar enquanto ela buscava o brinquedo. Enquanto espeor, ouço vozes vindo lá de dentro. Olho pra trás e vejo ela entrando na sala com um negão nu e de pau enorme e duro. Me levantei assustado... Ela disse: "calma, esse é o Renan, um amigo meu. é de confiança... você não queria sentir uma pica de verdade? agora vai sentir. se ele gozar antes de você, você pode comer minha bunda hoje". Não sei onde estava com a cabeça, mas resolvi aceitar. Fiquei de 4 de novo, Raquel preparou meu cuzinho com boas loinguadas, uma massagem de KY e bons dedinhos enfiados... até meteu um pouco consolo, que era mais fino que o pau do renan. O cara então botou uma camisinha, que devia ser tamanho extra G, e apontou pra pora do meu cuzinho... Aguentei firme enquanto ele foi metendo devagar. doía muito... sentia meu cuzinho sendo rasgado... a cabeça nem era tão grossa, mas o corpo do pau era. e comprido.... ele meteu tudo... e foi metendo cada vez mais forte... meu cuzinho fpoi totalmente arrombado...eu ainda nao tava conseguindo sentir prazer e achava que dessa vez ia finalmente ganhar a aposta e comer o cu da raquel, mas aí ela veio por baixo de mim e começou a me mamar enquanto o renan me enrabava, aquilo foi a gota d´água... comecei a gostar da pica no cu, a rebolar e logo enchi e boquinha da raquel de porra. acho que nunca tinha gozado tanto.... caí cansado em cima dela no sofá... ela ria à beça... saiu debaixo de mim, me deu um beijinho na testa e disse: "você não consegue controlar mesmo, né? adora uma pica no cu. bem, entao agora você vai ver o que um macho de verdade faz com a bunda de uma mulher". ela se ajoelhou no sofá e virou a bunda pra trás, apoiando as mãos no encosto do sofá e chamou o renan. vi entao aquele macho negro gostoso repetir na raquel o que tinha acababado de fazer comigo. mas com ela o safado meteu sem camisinha!!! (depois fui descobrir que os dois já eram amantes antigos...) o sacana meteu forte, arrombou bem o cuzinho dela, dava tapas na bunda, chamava ela de vadia, e ela delirava... ela era muito mais putomna com ele do que jamais tinha sido comigo. logo ele encheu o cu dela de porra. eu tinha ficado admirando tudo, enquanto batia uma çunheta de leve, me recuperando a gozada... depois q ele tirou o pau, vi o cu dela todo aberto e imaginei que oi meu tinha ficado exatamente assim. a raquel entao olhou pra mim e disse com cara de safada: "agora vem e bebe a porra dele do meu cu". eu tava tão em transa que nem pensei duas vezes. fui pra trás dela e fiquei lambendo aquele cu, enquanto ela fazia força pra botar a porra pra fora. botou tudoi direto na minha boca... bebi aquela porra toda do negão com gosto de cu. e pior é que gostei.

bom, essa foi a histária de como descobri que tamb´pme posso sentir prazer no meu cuzinho. mulheres que curtam inversão, me escrevam ou me adicionem no msn.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos de sexo conheci no.onibusconto erotic pirocudo na praia de nudismominha netinha contos eróticosgostando de ser estuprada contos eroticoso dia em que passei a amar zoofiliatraí meu marido contosContos eroticos de sexo na infancia safadinha desde me nininhaFotos de mulheres com opriquito melado e de fio dentalcondos erodicos eu professora conto lesbicacontos eu meu tio e minha tiapriminhos na ferias do colégio fazem muita putariacontos eróticos amigo tarado do meu amigo me pegou a forçavídeo de sexo de duas mulher gulosa beijo gosmentozoofilia contos eroticos homem fudendo co éguas.brcontos porno velhoconto erotico incesto sonifero filhacontos eroticos anal iniciando minha filhinhaEliana experimentando calcinha fio-dentalmeu marido vacilou fui arrombada por seus amigosTennis zelenograd contocontos de homens bi no consolo cm ftsconto negro taradocont erot padrinho meteu tudoContos pornos-mamae deu um selinho no meu pauContos eroticos sempre quis da meu cu pro vizinhoContos eróticos tetas giganteseu comi mimha empregada rru confessocontos levei uma rolada do meu filhocontos eroticos gay negroConfesso bato punheta pra velhocontos eroticos meu marido me vendeu no bingoMinha noiva exibida e gostosa na academia - Contos Eróticosamigo emrabando o outro contocontos esposa rebolou para,amigocontos siririca com docecontos minha enteada minha amanteconto comendo a velha prostitutaCona pelada relatoscontos de vizinho taradocontos eroticos duas novinhas na prasa de shortinhoa vovo gostosa conto eroticocontos eróticos de insesto meu irmão comeu eu e minha amigasexo que jamais imaginei contoscontos eróticos dormindo na casa do namorado depois de uma festaa crente e a zoofilia_contoscontos a cunhada da primacontos eroticos gay velho barbeirocontoseroticos sem querecontos de amiguinhos comendo a bundinha da amiguinhaconto erótico com professora de filosofiapedreiro enfia fode buceta pra nao conta segredominhas duas prima foi dormi em casa cime fou a duasopastorpornocontos eróticos com manobristaporno puxo o cabelo dela de quatro e arregaço sem dofeia (contos eróticos)contos mae crente babando no pau do filhoSou gay e tranzei com um travest contos eroticocontos menina inocentemulher com uma bu dando nda inmencaSEQUESTRO. E BIG PAU. COM GOZO NO CUcontos eroticos menininho sapeca no meu colocontos de travecos comedorescontos eroticos assistiu escondidoconto de não aguentei a pica grande de meu avôconto erotico meu padrinho passando a mao na minha bucetaMinha esposa me fez uma surpresa contoconto erotico levei rola do meu amigopassando lápis na bucetaContos eróticos amiga da minha mae me tirou a virgindadecontos eroticos com menino bundudo e o negao do pau grossoconto minha mulher e um cao d rua fodendocomi a filhinha conto eróticomamado no papai contosconto erotico garotinho de shortinho socadocontos eroticos velho da ruacontos xxx o marido da minha amiga me comeuContos eroticos danadinha colo do vvelhofoto de sexo conto eroticos da minha sobrinha pimentinha parti 1contos eróticos comi minha filhaContos porno a biscati da minha esposa tevi corajecontos adoro um pau gostoso e tesudo de travestiminha mulher e travesti contos eroticoscontos eoticos chantageei minha maeSou casada Minhas filhas me viram sendo fodida contoMinha mulher voltou bebada e sem calcinha em casa contosFui cuidar do meu sobrinho doente e transei com ele contoscasada queria muito o pauzao do velho contoscontos eróticos com irmão de santocomtos.eroticossograconto eróticos eu mãe e irmã no hotelconto erotico esposa hotelcolocando devagar na bundinha vestidinhodona Florinda abrindo pernas mostrando calcinha porn