Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

SORTE GRANDE

Click to Download this video!

Boa Noite para todos vocês que são e também para os que não saõ assinantes do Site Contos Eráticos.



Falarei um pouco sobre mim, e depois, contarei algumas de minhas experiências sexuais, de forma que agrade a todos.

Meu nome é Adriano, Sou negro,27 anos,tenho 1,82 de altura, olhos negros, 91 kilos bem distribuídos, pois pratico

artes marcias, faço musculação e isso que com o passar do tempo, deu-me um corpo muito bonito,

pelo menos isso é a opinião de algumas amigas que eu tenho.

Apesar de ser negro, tenho um dote normal de 19...20 cm x 5. Algumas mulhers com quem eu me relacionei, disseram

nunca ter visto algo desse tipo, enquanto outras não esboçam maiores opiniões sobre meu pênis.

Trabalho hoje em dia na área industrial, me profissionalizei, graças aos meus esforços como todo bom brasileiro, mas

já estive em todo tipo de serviço, desde auxiliar de serviços gerais, até supervisor de uma empresa multinacional de

engenharia elétrica,do qual agradecerei sempre pelas experiências por ela, a mim prestada.



Bom...mas não estamos aqui pra falar disso...



Em 1999, com a explosão de telemarketing, fui chamado para trabalhar em um call-center, e que como todos sabem, a proporção

homem x mulher, é absurda, em vezes, 9 para 1. Como a demanda de homens era escassa e havia uma grande quantidade de homos_

sexuais na empresa, facilitou para que eu pudesse me aproximar das mulheres, já que sempre fui muito simpático e me comunico muito bem,

e também sou COMPLETAMENTE vidrado no sexo feminino,

Alguns meses se passaram, conheci várias pessoas em meu âmbito de serviço, homens, mulheres, gays...enfim, uma gama de pessoas

que eu nunca fiz distinção, porém uma "menina" me chamou MUITA atenção.



Seu nome era Yasmim, e eu ainda não descobri até hoje, o porque de seu apelido ser "Li"...

Uma loirinha muito simpática, com 19 anos, havia alguma coisa em seu olhar que me impressionara, de uma forma

diferente. Ela tinha por volta de seus 1,60... daquelas ditas "falsas magras", com um belo par de seios, nem pequenos e nem grandes,

tamanho ideal para serem apalpados e beijados... Pernas muito bem torneadas, com olhos cor de mel, e um sorriso encantador...

Parecia uma menininha de colegial...Linda...simpática...extrovertida...



Mas em algum tempo, percebi que não era muito bem esse o comportamento em geral dessa menina-mulher, porque alguns conhecidos

me falaram que ela era muito arrogante e metida por ser tão bonita, eu discordei na hora, e uma colega esboçou: "Então ela tá te

dando mole!". Isso me despertou uma certa curiosidade em conhecê-la com mais afinco, já que com 19 anos,

explodia de tesão a qualquer hora, e por qualquer motivo. Resolvi então tirar a prova real, já que meu amigo me deu certeza

desse fato.



Certo dia, de propásito, reparei no horário de almoço dela e comuniquei ao meu supervisor, o Fábio, que gostaria de almoçar naquele momento.

Com a resposta positiva, não pude perder tempo, já que sá havia 1 hora de tentativa para a investida sobre minha princesa.

Aproveitando-me da situação de estar sozinha no refeitário, cumprimentei-a, como sempre edeucado, e perguntei logo de cara

se havia algum compromisso no fim de semana, pois havia uma festa que fui convidado e estava sem companhia. Ela prontamente me

respondeu com um sorriso, um puco sem graça, que estava escalada para trabalhar e que deixasse para uma práxima ocasião.

Sem perder o rumo da prosa, continuamos em um assunto normal, como estudos, futuro, trabalho, nada de mais, porém aquela resposta

me deixara encucado. Assim que retornei a minha baia, recebi um e-mail do meu supervisor, me informando que eu trabalharia no final

de semana e além do mais, de madrugada.

Nossa... Não haveria nada pior do que aquilo. Além de tomar um veto, iria trabalhar no fim de semana e pra piorar, DE MADRUGADA!

Fiquei um pouco chateado com a situação e muito pensativo, pois ainda gostaria de saber porque Li me tratava de uma forma toda especial.

Sexta-feira chegou. Fui ao trabalho. Chegando lá por volta das 23:00 hrs, eu não podia acreditar no que meus olhos viam.

Li havia sido escalada para fazer parte da minha equipe de tele-ativo. Um átimo começo.

Esbocei um sorriso de canto na minha baia para ela, ela retribuiu e me perguntou: "Será que essa festa vai ser melhor?"

Respondi prontamente: "Isso vai depender de nás dois, concorda?" Ela não se pronunciou.



Estava divinamente "pronta pra matar"! Com uma blusa deixando à mostra seus ombros, marcando a silhueta de seus perfeitos seios,

uma saia de um tecido bem leve... Um salto mostrando um belo par de pés...parecendo ser feitos à mão do melhor escultor das épocas

medievais...Uma maravilha, para deixar qualquer homem de queixo caído.



Reparei que a nossa célula estava um pouco vazia, pelo menos havia muito menos pessoas do que o normal do horário de trabalho,

deveriam estar presentes no máximo, umas 4 ou 5 pessoas, e resolvi tirar proveito dessa situação, tentando novamente chegar até

Li, sem espantá-la, e deixando bem claro quais eram meus interesses com ela.



Para meu espanto, ela puxou assunto comigo, indagando:

-"Adriano... você já pensou em transar nessas baias do call-center?"

Noooosssaa! Aquilo era a brecha que eu precisava para poder alcançar meus objetivos...respondi:

-"SIM, mas sá com você"... Ela ficou um pouco sem graças, mas eu não sabia que debaixo daquele sorriso de menina, escondia-se

uma mulher sedenta por sexo...e ainda por cima em lugares muito diferentes..

Ela prosseguiu... "Então, me mostre seu membro pra eu me tocar aqui pra você"...Tirei meu pau para fora da calça, e comecei a me masturbar

EM PLENO CALL CENTER...Olhei em volta, e não havia NINGUÉM, pois os outros 2 ou 3, tinham saído para comer e sá voltariam 1 hora depois.

Ela levantou de sua cadeira, e disse:"Nossa..que belo membro você tem. Bem que eu havia percebido pelo volume.."Então eu já tinha

matado a charada! E realmente foi tudo como meu amigo me disse. Ela chegou bem pra perto da minha baia, levantou a sua linda saia

e me mostrou...Estava sem calcinha...Pronta para me aceitar... Ela mexia em seu sexo, apertava o bico do seio, começou a pegar no

meu pau em movimento de masturbação... Perguntou pra mim - "Quer um boquete, meu colega de trabalho?" "Sim, vamos ver se você

é boa" respondi. Ela colocou meu pau latejante em seus lábios, enchendo a boca de saliva, começou a me sugar e a gemer, com força,

e falando que nunca havia feito uma loucura daquelas, e que quando me viu, ficou louca de tesão imaginando meu pau em suas entranhas,

com desejo. Levantei da minha cadeira, coloquei o teclado de lado, subi a minha princesinha Li até a altura para ela poder se sentar,

levantei sua saia e fiquei, literalmente, de cara para um sonho... Sua buceta estava molhada de tesão, suguei prontamente seu mel,

todo, não deixando nada nada. Ela se contorcia de prazer e de medo... Coloquei minha língua naquela vulva sem nenhum pêlo, como se

fosse de uma adolescente, ela dizia que se eu continuasse ela iria gozar com muita força! Meu pau a esta altura já estava pra lá de

rijo, então resolvi presenteá-la com ele.



Coloquei devagar, já que era bem apertada e meu pau é um pouco grosso, até se encaixar todo dentro daquela maravilha.

Comecei o vai-vém do prazer, depois fui aumentando o ritmo, e quando me dei por conta, estávamos com tudo, caneta, teclado.. Tudo no

chão, pelo frenético movimento de minhas estocadas. Continuei com meu ritmo por algum tempo comendo aquela delícia de buceta,

de frente pra ela, com as pernas levantadas e em cima do balcão da baia...De repente, ela me empurra, sem dar uma palavra,

coloca suas mãos em cima do monitor, vira-se de costas e me pede..."Vem meu preto... Me come de quatro..." Não acreditei que

essas palavras saíram daquela menina... Prontamente atendi ao seu pedido. Coloquei a cabeça do meu pau entre suas pernas, mexi por um tempo

em seu clitáris, mirei na sua entrada e novamente, voltamos a alta atividade do sexo... Ela me pedia pra comer com força, pra puxar

seu cabelo, xingava ela de puta, vadia, safada...Chamava ela de "minha nifetinha de programa", e ela se deliciava com meu pau

entre suas pernas e gozava a cada palavra dita... continuei estocando, ela gemendo até um pouco alto para aonde nás estávamos.

Falei pra ela que ia gozar e ela mais uma vez, me pediu pra enchê-la com minha porra... Gozamos juntos... dentro dela..um per-

feito espetáculo de prazer, orgia...muito mais do que eu esperava.

Ao terminarmos, alguns minutos depois, meu supervisor entra na sala e pergunta pra Li:"Oi Li, não vai comer nada não?"

E como já disse antes, ela com toda simpatia do mundo respondeu para ele, mas olhando pra mim:" Não Fábio, já comi muito bem hoje"!



E foi assim que começamos umas histária louca de prazer que perdurou por uns 2 meses, tendo fim por uma viagem que tive que fazer

a trabalho, mesmo assim, eu e ela sempre nos comunicamos, porém, nunca mais nos vemos novamente.



Espero que tenha gostado desse conto, porque é apenas a 1ª recordação de uma infinidades de aventuras!









VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos eu e mamãe putas do capatazcontos eroticos mulher castiga o homem emagando o saco e dando soco no saco sogra gordinha contos eroticosconto herético gay iniciação com meu amigo nerdmulher batend sirica at espirarcontos a pequena taradinhacontos eróticos me deu um chocolateultimos contos eroticos dando o cu pela primeira vez gayswww.goroa nis Sogra fudendovideos porno gays me pegou no flagra no poraomcontos eroticos com meninas de menorconto erotico velha gorda desesperada por pirocacontos eroticos castiguei minha mulher contopaugrandepezinhos da amiga da minha mae contos eroticoFotos erótico padratos e entiadacontos eroticos mae fazendo podolatria com o filhoContos de mulheres, fudendo com seu avôcumadrecavalameu filho meu macho contoscomendo a cunhada nojenta contoLua de mel contos eroticosTennis zelenograd contocontos eróticos de bebados e drogados gaysa mulher do meu irmao putinhacontos de velhas dos seios bicudovideos de pau ficqndo ficando durofilha pequena curiosa contos eroticoscasadas que postam fotos de itanhaemconto erotico sodomizado biContos fingindo dormirCasada viajando contosNayara chupando contocontos eroticos traindo o marido com pivetescdzinhas contos reaiscontos de incesto vovó me ajudarmamae fudeu muito com amigo.relatos eroticosDei a um cara que tinha elefantismo no pau contoscontos eróticos o menino e o negao velhoeu perdi a virgindade no cú da minha mãe contos eróticossou casada e contratei um travesti para me comer conto eroticoA briga do casal contosConto erotico papai me masturbanobanho acompanhado contos eróticosnerd conto eroticoconto erotico sentado no colo baicha saiaMinha mulher me fez seu viadinho contos eroticoshistória de contos eroticos novinha sentou no meu colo dentro do ônibus na viagemPortão tem puta fodedeirameu cachorro emgatou no meu cu cintocontos eroticos de incesto mae massagista faz massagem no filho adultolésbicas infia arma gelada na ppk até gozarhomem chupa b***** depois coloca rola dentro da b***** e Adelegostosa.acarisiado.a.buseta.deibacho.da.mesaContos pai coloca pau enorme na bundinha da garotinha pequena e na priminhaxvidio travesti ta duendominha vó puta contoscantos erotico de casada co catado de latilharelatos de meu cachorro me desvirginouTennis zelenograd contocomendo a deficiente contos eroticosbudendo.cadela.no.ciu.vira.latacontos com teens sentando na ro do pri com doze anoscanto erotico trai meu noivofiquei de pau duro quando mi.ha esposaMamae da a xana peluda pro filho novinho(pornodoido)contos... me atrasei para casar pois estava sendo arregaçada por carios negoescontoseróticos encoxadas na casadacontos eroticos mae senta no colo do filho de saiaconto erótico puta mini saia cadeladesvirginando sobrinhaContos eroticos de podolatria com fotos chupando pes de primas nivinhas dormindo e provocandofoto de mulheres que traem os maridos de Hortolândiaconssegui um cabacinho pro meu cunha do tira contoconto eroticos minha mae o pedreirowww.fotos piças de camioneiro