Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

SORTE GRANDE

Click to this video!

Boa Noite para todos vocês que são e também para os que não saõ assinantes do Site Contos Eráticos.



Falarei um pouco sobre mim, e depois, contarei algumas de minhas experiências sexuais, de forma que agrade a todos.

Meu nome é Adriano, Sou negro,27 anos,tenho 1,82 de altura, olhos negros, 91 kilos bem distribuídos, pois pratico

artes marcias, faço musculação e isso que com o passar do tempo, deu-me um corpo muito bonito,

pelo menos isso é a opinião de algumas amigas que eu tenho.

Apesar de ser negro, tenho um dote normal de 19...20 cm x 5. Algumas mulhers com quem eu me relacionei, disseram

nunca ter visto algo desse tipo, enquanto outras não esboçam maiores opiniões sobre meu pênis.

Trabalho hoje em dia na área industrial, me profissionalizei, graças aos meus esforços como todo bom brasileiro, mas

já estive em todo tipo de serviço, desde auxiliar de serviços gerais, até supervisor de uma empresa multinacional de

engenharia elétrica,do qual agradecerei sempre pelas experiências por ela, a mim prestada.



Bom...mas não estamos aqui pra falar disso...



Em 1999, com a explosão de telemarketing, fui chamado para trabalhar em um call-center, e que como todos sabem, a proporção

homem x mulher, é absurda, em vezes, 9 para 1. Como a demanda de homens era escassa e havia uma grande quantidade de homos_

sexuais na empresa, facilitou para que eu pudesse me aproximar das mulheres, já que sempre fui muito simpático e me comunico muito bem,

e também sou COMPLETAMENTE vidrado no sexo feminino,

Alguns meses se passaram, conheci várias pessoas em meu âmbito de serviço, homens, mulheres, gays...enfim, uma gama de pessoas

que eu nunca fiz distinção, porém uma "menina" me chamou MUITA atenção.



Seu nome era Yasmim, e eu ainda não descobri até hoje, o porque de seu apelido ser "Li"...

Uma loirinha muito simpática, com 19 anos, havia alguma coisa em seu olhar que me impressionara, de uma forma

diferente. Ela tinha por volta de seus 1,60... daquelas ditas "falsas magras", com um belo par de seios, nem pequenos e nem grandes,

tamanho ideal para serem apalpados e beijados... Pernas muito bem torneadas, com olhos cor de mel, e um sorriso encantador...

Parecia uma menininha de colegial...Linda...simpática...extrovertida...



Mas em algum tempo, percebi que não era muito bem esse o comportamento em geral dessa menina-mulher, porque alguns conhecidos

me falaram que ela era muito arrogante e metida por ser tão bonita, eu discordei na hora, e uma colega esboçou: "Então ela tá te

dando mole!". Isso me despertou uma certa curiosidade em conhecê-la com mais afinco, já que com 19 anos,

explodia de tesão a qualquer hora, e por qualquer motivo. Resolvi então tirar a prova real, já que meu amigo me deu certeza

desse fato.



Certo dia, de propásito, reparei no horário de almoço dela e comuniquei ao meu supervisor, o Fábio, que gostaria de almoçar naquele momento.

Com a resposta positiva, não pude perder tempo, já que sá havia 1 hora de tentativa para a investida sobre minha princesa.

Aproveitando-me da situação de estar sozinha no refeitário, cumprimentei-a, como sempre edeucado, e perguntei logo de cara

se havia algum compromisso no fim de semana, pois havia uma festa que fui convidado e estava sem companhia. Ela prontamente me

respondeu com um sorriso, um puco sem graça, que estava escalada para trabalhar e que deixasse para uma práxima ocasião.

Sem perder o rumo da prosa, continuamos em um assunto normal, como estudos, futuro, trabalho, nada de mais, porém aquela resposta

me deixara encucado. Assim que retornei a minha baia, recebi um e-mail do meu supervisor, me informando que eu trabalharia no final

de semana e além do mais, de madrugada.

Nossa... Não haveria nada pior do que aquilo. Além de tomar um veto, iria trabalhar no fim de semana e pra piorar, DE MADRUGADA!

Fiquei um pouco chateado com a situação e muito pensativo, pois ainda gostaria de saber porque Li me tratava de uma forma toda especial.

Sexta-feira chegou. Fui ao trabalho. Chegando lá por volta das 23:00 hrs, eu não podia acreditar no que meus olhos viam.

Li havia sido escalada para fazer parte da minha equipe de tele-ativo. Um átimo começo.

Esbocei um sorriso de canto na minha baia para ela, ela retribuiu e me perguntou: "Será que essa festa vai ser melhor?"

Respondi prontamente: "Isso vai depender de nás dois, concorda?" Ela não se pronunciou.



Estava divinamente "pronta pra matar"! Com uma blusa deixando à mostra seus ombros, marcando a silhueta de seus perfeitos seios,

uma saia de um tecido bem leve... Um salto mostrando um belo par de pés...parecendo ser feitos à mão do melhor escultor das épocas

medievais...Uma maravilha, para deixar qualquer homem de queixo caído.



Reparei que a nossa célula estava um pouco vazia, pelo menos havia muito menos pessoas do que o normal do horário de trabalho,

deveriam estar presentes no máximo, umas 4 ou 5 pessoas, e resolvi tirar proveito dessa situação, tentando novamente chegar até

Li, sem espantá-la, e deixando bem claro quais eram meus interesses com ela.



Para meu espanto, ela puxou assunto comigo, indagando:

-"Adriano... você já pensou em transar nessas baias do call-center?"

Noooosssaa! Aquilo era a brecha que eu precisava para poder alcançar meus objetivos...respondi:

-"SIM, mas sá com você"... Ela ficou um pouco sem graças, mas eu não sabia que debaixo daquele sorriso de menina, escondia-se

uma mulher sedenta por sexo...e ainda por cima em lugares muito diferentes..

Ela prosseguiu... "Então, me mostre seu membro pra eu me tocar aqui pra você"...Tirei meu pau para fora da calça, e comecei a me masturbar

EM PLENO CALL CENTER...Olhei em volta, e não havia NINGUÉM, pois os outros 2 ou 3, tinham saído para comer e sá voltariam 1 hora depois.

Ela levantou de sua cadeira, e disse:"Nossa..que belo membro você tem. Bem que eu havia percebido pelo volume.."Então eu já tinha

matado a charada! E realmente foi tudo como meu amigo me disse. Ela chegou bem pra perto da minha baia, levantou a sua linda saia

e me mostrou...Estava sem calcinha...Pronta para me aceitar... Ela mexia em seu sexo, apertava o bico do seio, começou a pegar no

meu pau em movimento de masturbação... Perguntou pra mim - "Quer um boquete, meu colega de trabalho?" "Sim, vamos ver se você

é boa" respondi. Ela colocou meu pau latejante em seus lábios, enchendo a boca de saliva, começou a me sugar e a gemer, com força,

e falando que nunca havia feito uma loucura daquelas, e que quando me viu, ficou louca de tesão imaginando meu pau em suas entranhas,

com desejo. Levantei da minha cadeira, coloquei o teclado de lado, subi a minha princesinha Li até a altura para ela poder se sentar,

levantei sua saia e fiquei, literalmente, de cara para um sonho... Sua buceta estava molhada de tesão, suguei prontamente seu mel,

todo, não deixando nada nada. Ela se contorcia de prazer e de medo... Coloquei minha língua naquela vulva sem nenhum pêlo, como se

fosse de uma adolescente, ela dizia que se eu continuasse ela iria gozar com muita força! Meu pau a esta altura já estava pra lá de

rijo, então resolvi presenteá-la com ele.



Coloquei devagar, já que era bem apertada e meu pau é um pouco grosso, até se encaixar todo dentro daquela maravilha.

Comecei o vai-vém do prazer, depois fui aumentando o ritmo, e quando me dei por conta, estávamos com tudo, caneta, teclado.. Tudo no

chão, pelo frenético movimento de minhas estocadas. Continuei com meu ritmo por algum tempo comendo aquela delícia de buceta,

de frente pra ela, com as pernas levantadas e em cima do balcão da baia...De repente, ela me empurra, sem dar uma palavra,

coloca suas mãos em cima do monitor, vira-se de costas e me pede..."Vem meu preto... Me come de quatro..." Não acreditei que

essas palavras saíram daquela menina... Prontamente atendi ao seu pedido. Coloquei a cabeça do meu pau entre suas pernas, mexi por um tempo

em seu clitáris, mirei na sua entrada e novamente, voltamos a alta atividade do sexo... Ela me pedia pra comer com força, pra puxar

seu cabelo, xingava ela de puta, vadia, safada...Chamava ela de "minha nifetinha de programa", e ela se deliciava com meu pau

entre suas pernas e gozava a cada palavra dita... continuei estocando, ela gemendo até um pouco alto para aonde nás estávamos.

Falei pra ela que ia gozar e ela mais uma vez, me pediu pra enchê-la com minha porra... Gozamos juntos... dentro dela..um per-

feito espetáculo de prazer, orgia...muito mais do que eu esperava.

Ao terminarmos, alguns minutos depois, meu supervisor entra na sala e pergunta pra Li:"Oi Li, não vai comer nada não?"

E como já disse antes, ela com toda simpatia do mundo respondeu para ele, mas olhando pra mim:" Não Fábio, já comi muito bem hoje"!



E foi assim que começamos umas histária louca de prazer que perdurou por uns 2 meses, tendo fim por uma viagem que tive que fazer

a trabalho, mesmo assim, eu e ela sempre nos comunicamos, porém, nunca mais nos vemos novamente.



Espero que tenha gostado desse conto, porque é apenas a 1ª recordação de uma infinidades de aventuras!









VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos eu gravida com vontade.di fufertenho maior tesão pela minha tia velha contos eróticosRelato minha mulher no shopping sem calcinhamulher pois o marido a xupae o travesteenche esse cu de leite contosminha prima me seduziuAngélica se depilando no banheiro pornô dela pornô de Angélicacontos eróticos gay tio me comeucontos erotico com.foto de travesti trasado levado gozada na bocacontos eróticos genrocontos eroticos enchi a buceta da cunhada de esperma e ela ficou gravidaso alisandu abuceta cheia de tesao pra gosa conto erotico comi a mulher meu vizinho seios gghttps://idlestates.ru/mobile/conto_5492_sonho-de-menino-q-se-torna-realidade.htmlcontos eróticos novinha no ônibusconto erotico comi a professora do meu filhocontos eroticos meu avô me obrigou a chupar eleAmamentando os velhos contos eróticoscontos eróticos mulecadacontos eroticos gay natal papai noel me comeucdzinhas contos reaisConto carona de trabalho leva amiga da minha mulherdominada pela amiga contos eroticoscontos eróticos deu pra outro não quero maishomens rústicos fodendo com garoto que dorme na sua casarasguei o afeminado novinhocontos eróticosgaysmeu primo de menorConto porno gay meu padrasto me ensinou a ser mulhere Deus que cavalo inteiro transando ai ele tem pinando amolecer botar a mão na orelha Ela empinapia se acha ser pausudocontos abusado virei mulherContos eróticos fedorentacontos eroticos um casal de amigos nos convidou pra uma jantaContos eroticos gay primeira vez traumaticasou magrinha casada e os amigos do meu filho me coreram e eu adoreicontos minha sogra me vendeu seu cuzinhofiquei olhando o travesti encoxando meu marido no onibusLora dismaiando no cu no anal em tres minutosver contos eroticos de irma dando pro irmaocontos eroticos: sobrinha no colomeu policial gostoso chupou meus seios e grelinhoo papai da minha amiga contos eu tinha sete anosconto erotico minha mae chupava minha bucetianha deus de pequenaConto erotico bunda a enteada mas velha.contos eroticos de despedidas de solteiraconto erotico marido bebado sogro fode noraconto erotico nega casada e rabudacontos eróticos vestido de langeriescontos eróticos incesto/dava por dinheiroFamília contos eróticoscontos eroticos esposinha e o velhao"voce e muito corno"terceira idade de calcinha no cuMinha mae no meu colo. Contos eroticos de incesto.conto erotico fodendo madrinha rola enormeCasada viajando contosporno produto gruda pinto na bucetaminha mulher e travesti contos eroticosmamae me deu seu cuzinhobucetinha contosconto erotico dona de casa casada cantadapassivosrj sexominha vizinha de calcinha me chama em sua casa contos eroticoscontos dona florinda chaves pau durocontos erotico a calcinha da vobrincando com maninho acabou em sexocontos eroticoscomi minha irma drogadabdsm fita boca contoslesbica minha namorada tirou meu shortsMeu padrastro negro fodeu minha cona. Conto erótico heterossexual.conto eróticos do sobrinho do meu maridoMeu amigo me convenceu eu deixa ele chupa no meu pauMeu primo que chupa no meu pauEspiando homem bulto tomar banho sem ele percebersuruba dios cachorro macho dando o cu contos eróticos de novinhas dando para garanhõesencoxador no tremlevei minha mulher pro cara mais pauzudo comer na minha frenteMeu primo caralhudo fodeu os meus cabacinhoscontos eróticos contei detalhes absurdos da picaconto cavala loca por sexocasa dos contos eroticos mae dando pro filho novinhorelatos eroticos/ela pisou na cara delemulher tranzndo com ponei realsuco de uma magrela trepando em pornô famíliaContos punheta na depilacaoconto erótico thorContos excitantes sou gaúchadelicia conto heterocomi minha mae na varanda contoscontos meu marido comeu minha maePorno maes pais iniciando suas ninfetinhas no incesto contoscontos inocentes tapascache:FPfKk_mm7mAJ:okinawa-ufa.ru/conto-categoria-mais-lidos_9_9_zoofilia.html contos eroticos ele insistil que deixei tira camisinhaconto lesb freiras mamadascontos eróticos gay meu primo cumeu meu cu no sofacontos minha tia humilhando meu tioSou casada mas bebi porro de outra cara contos