Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A CADELA MASOQUISTA.

Click to this video!

Nancy tinha cometido uma falta grave durante a semana, duvidou do seu Dono dizendo:

Duvido que você me deixe imobilizada por horas.

Pois bem, seu Dono ligou hoje às 17:00 em sua casa e disse: Amanhã eu quero você aqui, descalça, com seu vestido preto, trazendo uma calcinha de reserva e um vestido vermelho de reserva às 20:00 na minha casa.

Nancy obedeceu, indo como seu Dono havia mandado e levando o que tinha que levar.

Chegou 5 minutos antes do combinado, apertou o interfone e Ele desbloqueou o portão.

Entrando na casa dele, o portão havia sido bloqueado, sem cerimônia, entrou e sentou na sala. Estava vendo algumas revistas, quando de - repente, havia sido vendada e amordaçada. Entrou em desespero e imediatamente fez menção em se levantar, mas Ele esperto, agiu rapidamente, deu uns bofetões nela e ela se aquietou.

Ela foi para o quarto totalmente imobilizada, nem se quer pôde andar direito. Ele a jogou na cama, as algemas a esperavam, tirou as cordas, a roupa e a algemou de bruço na cabeceira da cama. Os pés estavam totalmente imobilizados no pé da cama com uma corda.

Ela ficou na cama imobilizada por horas, até adormecer.

Horas depois, ela é acordada com um chicote de spanking estalando pelas suas nádegas.

Sem poder gritar por causa da mordaça, tentava se esquivar dos golpes em suas nádegas, mas nada adiantou.

Ele a puxa pelos cabelos e pergunta no ouvido dela: sabe o porquê está apanhando? Ele tira a mordaça e ela responde: por ter duvidado do Senhor.

Ela reconhece o seu erro e Ele a manda contar as chicotadas de 1 a 50.

Cada vez que era chicoteada, ela contava e agradecia. Suas nádegas estavam ardendo, então Ele parou com as chicotadas nas nádegas e começou a chicotear suas coxas.

Doía, mas ela contava e agradecia. Suas nádegas e coxas estavam vermelhas e ardendo, Ele não teve dá e nem piedade ao castigar sua cadela masoquista.

Ela pensou que o castigo tinha parado, mas não, estava sá começando.

Depois de 1 hora mais ou menos, Ele pinga cera de vela nas costas, nas nádegas e nas coxas... Ela fica cheia de cera de vela, mas isso não é nada... Agora é que pega fogo!

Ele tira a algema e a corda que imobilizam ela e a manda ficar de quatro. Ela obedece.

Ele aproveita da postura de sua cadela masoquista para desferir golpes de caning em suas nádegas, ela geme de dor e de prazer, quando ela começa a ficar no auge do orgasmo, ele guarda a vara de caning e começa a perguntar para ela na posição que ela está: por que você ousou em duvidar de mim? Ela responde: Porque não sabia que o Senhor pudesse me deixar imobilizada por horas. Ele desfere vários bofetões nela e diz:

Vou vendar e amordaçar você novamente, terá uma surpresa! Ele a amordaça e venda novamente.

Sabe qual é a surpresa? – Pergunta Ele.

Nancy: Não, Senhor.

Pois bem, vou pegar e não ouse tirar durante 1 semana, ok?

Nancy: Ok.

Ele pega a coleira e a coloca em seu pescoço, depois de colocar a coleira no seu pescoço, Ele diz: Vou te recompensar agora por ter sido uma boa cadela masoquista.

Ele a manda deitar na cama de bruço, ela deita. Ele passa um gel lubrificante em seu ânus e parte para a penetração. Ela geme de gozo e prazer, pois fazia horas que ela não atingia o topo do orgasmo.

Os dois foram para o banheiro tomar banho, tomaram banho juntos e depois de tomado banho juntos, Ele disse: vou deixar minha marca em suas nádegas para que não se esqueça que pertence a mim.

O chicote de spanking estala sobre suas nádegas, ela geme de dor e prazer, quando estava chegando na última, Ele diz: goza, minha cadela, goza!

Ela goza e na última chicotada de spanking, ela diz: obrigada Senhor!

Os dois vestem a roupa.

Ele curte aqueles lindos e limpos pezinhos, lambe, chupa e venera os pés de Nancy.

Depois da sessão de podolatria, os dois se despedem, mas com 3 bofetões em Nancy.

Quando Nancy chega em casa, o telefone toca... Ela atende e ao ouvir aquela voz masculina no telefone, ela diz: Obrigada, meu Senhor por me corrigir e me recompensar!

Ele diz: cada vez que você ver essas marcas, verá que você pertence a mim e desligou o telefone.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos gay pai bebado suadomarido tarado conto eroticofui dormir na casa da tia e comeu o Helenapai me comecontos eroticoso cu da cadelinhapornô brasileiro fui trabalhar na casa da minha tia e comi minha prima de baby dollcontos eroticos o garoto perdidocdzinhas como tudo começou contoscasadas que postam fotos de itanhaemcontos ninfeta lesbica fodde casada hereroZoofilia com mais drenacontos incesto o cofrinho da mamaesegurando o pingelo delacontos eroticos fomos enganados e fodidosConto erotico enteadacomi a n********* na mata contos eróticoscontos eroticos apostei meu marido e pedirisso contos eróticossou casada meu visinho novinho e. Lindo contoscontos heroticos gay meu primo de dezessete me comeu dormindo quando eu tinha oito anosencoxada em coroa em Jundiai conto realmorena elisangela dando o cuzinho gostoso de cabo frioconto erotico esposa sofre com o negaoPerdi meu cabaco o com meu pai e arrobadohomem se alisar em mim no ônibus conto eróticocontos eroticos o muleque comeu meu raboDesvirginando a sobrinha de 18 anosvem me comer me esfolar porr contocontos eroticos com a tiaContos her¨¦ticos incesto comi minha m0Š0e contos erotico na balada com a irmacontos eróticos meu marido tomando chimarrão e o amiguinho do meu filho cuidando minha bucetinhaContos gay perdi o cabaço com coroaContos eroticos familia sem preconceitolembranças contos eroticoscontos a mulher do meu amigo queria um pau grandeContos eroticos fudendo baixinhacontos eroticos cu de esposa vermelho cheio de porra com fotocontos eróticos isso bate, bate mais aiii aicontos eróticos comendo o c****** da freirinha taradaconto cacete grossocontos eroticos marido foi trabalhar e meu sobrinho me pegou no banhocontos com amiga baixinha e gordinhavidio porno corno mulher da em cima do jsrdineiro e empregada ver e participa zoofilia com gozadas e enguatescomo dopar uma mulher e fazer sexo contocontos eróticos de bebados e drogados gaysrelatos comi a crente na marraContos eroticosque boceta e essa irmacontos eróticos deu pra outro não quero maisCONTO INCESTO NA MADRUGADA COM A SENHORAcomendoagatinhada farmáciacontos eroticos familia bi passivaminha vozinha tava chifrando meu avo com o mendigo contoconto gay sexo levando tapa do machoconto erotico com crenteA Tia super gostosa com uma bunda maravilhosasou apaixonado pela minha mãe sexo incesto contos novosmoreninho hetero marrento contoouvido no quarto a irmã transandovirei cadela contos eróticosnovinha pauzera trepandoaluguei minha buceta contos eroticosmeninas dando so uma brexinhas da bucetascoroa amostranda a calcinha video feito casacontos trai meu marido com um cara que era um pe demesacontos chupei o cu do cachorroEnrabei a sobrinha da minha esposa contoscontos eróticos deu pra outro não quero maisContos erótico eu casada dando na pescariaContos eroticos sobrinho da rola grande e grossa pegou a tia e fes ela desmaiarMãe mamando pau do filho contoseroticosPauzão moleque volume dormindo gemia contocontos eroticos,minha sobrinha cresceumenino bateno puheta pos amigo no riosinholiga contos de loirinhawww.flogdesexo.compauloelizabethcontos eróticos, esposa safada, puta dos patrõescontos eróticos vítimaIsac e Hugo- Casa Dos Contos Eróticos |zdorovsreda.ruvideo porno juazeiro-ba dei carona a preta e comi ela no carrobuceta com muito tesao goza na primeira estocadacontos eróticos cavaloElas quizeram isso contosas mais linda esguichada na punhetacomendo a boca da prima contoPiroca de 25cm - conto eroticocontos eróticos esfregaçãoesfregando na mãe de shortinhoporno gay pai apostou cu para o vizinhonao contar para ninguem da familia. Quando eu achei que o papo ia terminar ali, ela me fez a pergunta que levou a tudo: perguntou porque eu tinha tanta coisa sobre lésbicas incestuosas no pc? Quando ela me perguntou isso, confesso que pensei em desconversar, mas aí pensei também que ela não faria essa pergunta à toa. Aí comecei a falar que aquilo me excitava muito, que gostava de ler sobre aquilo. Sem brincadeira, acho que a gente deve ter ficado uns 10 segundos em silencio ali na cama, depois que eu falei isso. Uma olhando para a outra. Aí, ainda bem, ela tomou a iniciativa, colocou a mão na minha perna e perguntou: Você pensa em mim?  Contos eroticos feia mais com rabzocontos eróticos coroas na casa de repousocomendo a mulher em frente ao marido contomeu cao meu machoContos chupando o cu do gordinhoO cara desmaior a mulher e.meteu o.pou no.cu pornomenina de menor fazendo filme pornô com minha Duducontos velha casada fudendo