Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA MULHER E O PROFESSOR DE BOXE

Click to Download this video!

Esse caso aconteceu, até hoje minha mulher não me contou e nem imagina que eu sei. Eu tenho 1.82, 80 kg, corpo atlético e moreno, cabelos lisos. Minha mulher é uma oriental linda, com 1,55, 50 kg. Ela fazia aula de boxe numa academia perto de casa. Não aulas de ringue, mas uma espécie de aula onde simulam um treino de boxe. Comprou até luvas para participar das aulas.



Como era uma dessas aulas que você paga por fora e estava começando, não tinha muitos alunos, na verdade a maioria eram alunas, havia dois caras que faziam a aula de vez em quando apenas. Era uma sexta feira no meio de um feriado prolongado e a academia estava bem vazia. Ela sempre ia direto para casa, mas naquele dia resolvi fazer uma surpresa e fui buscá-la na academia.



Quando cheguei, a academia estava realmente deserta, algumas pessoas fazendo natação, ninguém na sala de musculação e apenas havia a luz da sala onde ocorria a aula de boxe. Essa sala ficava numa espécie de mezanino, quem estava em baixo não via o que acontecia lá em cima.



Subi as escadas e lá chegando percebo que ela é a única aluna, estava praticamente tendo uma aula com personal trainer. Mal sabia o quanto aquela aula seria personalizada. Assim que subi fiquei um tempo do lado de fora da sala, não quis abrir a porta para não criar uma corrente de ar e tirar a concentração de ambos no treino.



Ambos estavam de costas para a porta e de frente para um espelho treinando golpes. Fiquei observando a aula lá de fora, como não tinha luz era difícil eles me verem ali. Ela estava com aquela calça de lycra que me dá um enorme tesão, suas pernas grossas e aquela bundinha durinha me deixava louco sá de ver. Imagino que não apenas eu.



O professor era um cara um pouco mais baixo que eu, malhado mas não muito forte, estilo peso leve, mas com um corpo legal. O cara estava com uma bermuda colada, tipo de lycra que mostrava suas pernas e bunda definida. Achei estranho mas pelo espelho parecia que ele estava meio “armado”.



Ele estava ensinando uma maneira de golpear ao lado e ela não fazia exatamente igual. De repente ele se posiciona atrás dela e começa mostrar como fazer o golpe. Achei mais estranho pois parecia que ele estava tirando um sarrinho, encoxando ela. Ela parecia gostar pois demorava para fazer o movimento correto. Ele ficou um tempo e voltou para o lado, pelo espelho notava que o volume na bermuda aumentava.

Notei que minha mulher olhava para o braço dele e também abaixava a cabeça como se observasse seu pau. Na hora já vi que ia dar merda, então fui mais para o canto para que não me vissem numa olhada para trás.



Ele passa a ensinar um movimento de lado com os quadris, primeiro ao seu lado e depois novamente vai para trás dela. Dessa vez coloca as duas mãos na cintura e começa a mostrar o movimento empurrando seus quadris para os lados. Pelo espelho notava que minha mulher sorria enquanto ele tentava mostrar o movimento. Nessa hora ficou claro que ele estava mesmo é esfregando a bunda da minha mulher no seu pau.



Ele falava “Assim, abaixa e joga o quadril para o lado” e ela respondia “Assim?” fazendo tudo errado mas esfregando sua bunda no seu pau como se rebolasse. Ele tentava corrigir e ela continuava fazendo errado, até que ela coloca as duas mãos na nuca e diz “Assim?”, explicitamente rebolando no pau do cara. Nessa hora ele tira as mãos da cintura, joga o quadril pra frente e responde “Assim mesmo, tá aprendendo rápido”.



Os dois sorriem, então ele começa a passar a mão nas pernas e na bunda da minha mulher, enquanto ela rebola em seu pau. Ela começa a soltar as luvas, vira e dá um beijo em sua boca. Ela então pergunta, “Será que ninguém vai nos ver?”, ele fala “Fica tranquilo se eu apagar a luz o pessoal já sabe que não é para subir aqui”. Ele beijando-a segue empurrando-a para trás até perto do interruptor na parede e apaga a luz.



FDP, o cara já tinha até esquema para comer as alunas na academia. Eu encontrei um canto privilegiado, havia uma janela e estava num lugar de sombra, sá se eu me movesse eles conseguiriam me notar ali. Continuei assistindo a tudo de camarote.



Eles continuaram a se beijar até que ela começou a descer e beijar seu pau ainda com a bermuda. Eu sá via a silhueta no escuro e era uma cena linda. Tirou aquele pauzão pra fora e começou a chupar, algo que ela faz com maestria. O cara se escorava na parede e gemia como um bezerro. Até que o cara era bem servido, ela tinha até dificuldade para chupar tudo.



De repente ela para de chupar e fala, “Não vai me foder com esse pauzão?”, foi a deixa para ele levantá-la. Abaixou sua bermuda, virou de costas para ele mas de frente para a parede e começa a chupar sua bunda.



Depois de umas chupadas ele se encaixa atrás dela e começa a roçar seu pau na bunda dela. Ela então pega o pau com a mão e encaixa a cabeçona na sua buceta. Dá uma gemidinha maravilhosa, ele fica totalmente parado enquanto ela começa empurrar sua bunda para trás.



Assim quando a silhueta do pau dele some, fundindo sua bunda com a barriga dele, ela começa a rebolar com aquele pau dentro, outra coisa que ela faz maravilhosamente. Depois de umas bombadas, o cara começa a demonstrar muito tesão, pega seu cabelo pelo rabo de cavalo e puxa para trás. O corpo dela se enverga, fazendo a rola entrar mais fundo ainda.



Ele começa a acelerar as bombadas e ela não consegue conter os gemidos. Começa um vai e vem frenético, com estocadas muito fortes, fazendo um grande barulho o choque da bunda com a barriga. Ela geme muito pois adora levar estocada como aquelas. O ritmo acelera, acelera, até que ambos não aguentam e explodem num gozo fenomenal.



Eles caem ajoelhados no canto da sala e começam a se recompor. Ela solta um “Seu maluco”, pega sua toalha que usa nos treinos e limpa aquela porra que escorria de sua perna. Quando percebi que eles iam começar a se recompor, desci rapidinho pelas escadas e comecei a subir como se tivesse chegado naquela hora.



Subi as escadas fazendo barulho, quando cheguei no alto eles já estavam práximos da porta. Ela disse “Ué, que você esta fazendo aqui?”, respondi “Quis fazer companhia para você na volta, acabei de chegar”, ela diz “Acabou a aula agorinha, apagamos a luz e estava ajudando-o a guardar os equipamentos”.



Então peguei sua mala, dei um beijo, nela, cumprimentei o professor e fui com ela pra casa. Perguntei de praxe se a aula havia sido boa e ela respondeu “Sim, uma das melhores que ele já deu”. Dei um sorriso como quem não ta sabendo de nada e fui embora.



Em casa, depois do banho ela venho se insinuando doidinha para dar pra mim, acho que pelo peso na consciência. Fiz um doce, disse que não estava com tanta vontade, mas poderia ficar se ela conseguisse. Então ela venho pra cima e fez uma das melhores fodas da minha vida.



Até hoje ela não me contou apesar das indiretas, mas um dia eu a pego no pulo. Andou dizendo que estava a fim de contratar o professor como seu personal, porque será? Eu estou curtindo, vou deixar o cara comer ela em casa, daí eu os pego no pulo e faço ela dar para os dois. Casais e mulheres a fim de trocar idéias, mandem mensagens. [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eróticos eu quero te fuder mas aqui vão vercontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaContos eroticos gosto de estupro seioscontos eróticos prostitutaesposa comvemceu maridu deixa. ela da para outro..comtos eroticosconto erotico gay viado fica com medo da piroca do coroa e e fudido a forcaComo fazer um cabacinho liberar(conto gay teen)novinha torda linda e toniada pirnocontos eroticos pego gostoso o meu filho gueixvidiocontos eroticos novinhacontos minha esposa me ensinou a ser cornocontos de safadas que trabalham em frigorificohttp://googleweblight.com/?lite_url=http://okinawa-ufa.ru/conto-categoria_2_114_gays.html&ei=e8yqT8MC&lc=pt-BR&s=1&m=564&host=www.google.com.ar&f=1&gl=ar&q=Contos+Fudendo+um+hetero+com+o+cu+sujo&ts=1485672497&sig=AF9Nedkia2TWDM2T0ozn41vBE5bkl1pQLAContos eróticos eu de shortinho por baixo do cobertorArrombei a casada crente contoscontos eroticos mulheres casadas cometendo insestocontos heroticos gay meu primo de dezessete me comeu dormindo quando eu tinha oito anoscontos sadicos castigando a putinha com vibradorcontos de mulleres mijadasshonme infinando a rola na bumda da molecontos eu virei puta e amante do meu paiconto atochada corno xxxmeu namorado masturbou me na descoteca contoshttp://googleweblight.com/i?u=http://tennis-zelenograd.ru/conto_9260_fui-o-presente-do-aniversariante-e-seus-amigos.html&grqid=kxkIhF4G&s=1&hl=pt-BRcontos gozando primeira vez orgasmo 19 anoscontos gays com gémeoscontos de sexo ensinei ela a chupa minha buceta/lesbicaspunheta com meu amigo hetero buceteiro conto erotico so punheyaminha sogra submissa contoContos eroticos marido pede para esposa quero ser corno[email protected]Contos eróticos de cornocom negão dotadosconto estou apaixonado pelo meu sogrovideornpossconto erotico enfiou vela acesa na minha bucetacontos eroticos gay o pastorconto sexo dominando o jovem casalcontos comi a amante do meu paicontos da mãe a lamber a cona da filhacontos de iniciação no swingTrai meu marido em um swing com a nayara e o fernando contos eroticoscontos: puto dando ao ar livrecontos lixeiro arrombou meu cuzinhoconto de comi o cuzinho da minha neta com a pica grandeContos heroticos esposa quer muitas picasa tão sonhada dupla penetração contocontos eroticos glaucia cdeu minha irma e meu padrasto na camaconto erótico lésbica humilhada puta tratadacontoseroticos anal brital no acampamentoconto erótconto lesbicsconto erótico bucetas e cu a minha disposiçãocontos de cú de madrinhacontoos de estupro no onibusmulher pelada e o cu melado de manteiga no corpo inteirorelato erotico meu filho gosa nas calcinha minhasboquete no casado contoFoderam gente contos tennsSo uso fio dental enfiado no cu.conto erotico femininocontos erotivos mamar no pau infanviacontos eroticos me comeram na frente da minha casaConto de zoofilia com meios gostosarelato erotico meu filho me secava doiscontos eroticos o homem da garagemcontos eroticos gay vadiatransei com meu sobrinhoviciei em cupa rola contosprimeira vez que comi meu amigocontos eroticos maduras tias bundasCOROA DEIXA CALÇINHA Á MOSTRA EM IPATINGA-MGconto lesb gineco seioscontos eróticos com esposa pedindo merda na bocabisexual contoscontos eroticos gays come meu pai bebado mais o meu amigoconto de comi o cu de um novinho que chorou com a pica no cuJá trai meu marido e dei o raboconnto de zzoofilias iniaram mimha mulherfilhinhas safadinhas contos