Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ESPOSA DEU PARA O MEU AMIGO E EU FILMEI TUDO - I

Click to this video!

Nos estávamos trepando que nem dois coelhos quando comecei a perguntar se mais uma boa pica ficaria mais gostosa em nossa foda. Fazer DP foi sempre um sonho que cultivei desde que nos conhecemos e fomos morar juntos. Susana sempre gostou de fazer tudo que se tem direito em uma boa trepada: Dar a bunda, chupar uma pica, engolir porra e todas as posições para se enfiar em uma buceta e etc... Enfim, tudo que se pode fazer entre quatro paredes.

Naquele domingo me lembrei dos meus amigos da Marinha e que todos estavam sempre querendo comer um cuzinho. Lá o cuzinho é mais apreciado e muitos caras gostam de dar. Somente se encontra homens trabalhando onde fico e todos ficam paquerando uns aos outros para saber quem da eou quem come.

Falei com Susana que na sexta-feira levaria um amigo para casa para a gente socializar um pouco (mal sabia ela das minhas intenções). Ele tinha que ter uma pica maior que a minha (isso ela já tinha), gostar de trepar sem preconceitos e topar qualquer parada se aparecesse alguma coisa na hora.

No dia pedi a Susana para comprar uma boa bebida e fazer uns tira-gostos para nosso convidado. Ela tinha se arrumado com tudo que tem direito, parecia ate que estava adivinhando o que viria. Seus cabelos compridos estavam lindos, sua buceta e bunda pareciam mais deliciosos naquele tipo de calcinha fio dental que vestia. Seus peitos com auréolas gigantes estavam convidativos para o que der e vier (descrição do que vi quando ela se despiu em frente de nás).

Ao chegar pedi desculpas ao meu amigo e fui para uma ducha (chegamos direto do trabalho). Pedi a Susana que tratasse o Rogério do jeito que me trata. Ela perguntou se tirar a sua roupa também valia, apás uma risadinha marota. Disse que se ela gostasse do Ro que fizesse o que bem entendesse. Ela achou estranho, mais não respondeu nada. Falei para o Rogério que poderia se lavar assim que eu saísse e que enquanto isso ficasse a vontade com Susana. A vontade? Que mais dica eu poderia dar para os dois (Lembro que tinha dito para ele que a Susana gostaria de conhecer uma pessoa de cor e que nunca tinha chupado uma rola preta. Perguntei se ele poderia me ajudar com isso e ele prontamente aceitou meu convite para irmos ate minha casa na 6-feira. Senti que sua rola cresceu na hora).

Ao voltar senti o ambiente descontraído, mais ainda devagar. Pedi ao Ro para ir se lavar e ao mesmo tempo falei com Susana para pegar algumas roupas e toalhas para ele. Ao chegar no quarto fui de encontro a ela e dei lhe uma arrochada com as mãos em sua xota. Ela parecia pronta para todas. Falei que o Ro era virgem com mais de uma pessoa e que queria que ela realizasse o sonho de transar com um moreno com pica maior que a minha. Eu ficaria com eles e filmaria tudo para que nos saboreássemos mais tarde. Ela ficou corada e sem saber o que fazer. Disse que relaxasse e gozassem como nos sempre fizemos.

O Ro voltou e estávamos com as bebidas e tira-gosto prontos. Pedi a Susana que sentasse entre agente e comecei a acariciar suas coxas grossas. Pedi ao Ro que fizesse o mesmo e notasse como ela gosta de um carinho. Cheguei junto ao ouvido de Su e mandei ela acariciar e reparar na pica do Ro. Ela não demorou nem um segundo para fazê-lo.

Comecei a esquentar a câmera quando percebi a Su chupando a rola do Ro. Pedi que tirassem a roupa para que começássemos a brincadeira. Su mais que de pressa avançou no Ro e fez o que pedi, ele retribuiu o favor, mais com sua língua percorrendo todos os locais possíveis enquanto ela se despia. Vi que Susana ficou com a cara de puta quando esta com tesão e pedi para que chupasse a rola do Ro enquanto colocava a câmera no pedestal. Ao terminar comecei a chupá-la por trás tanto no seu cu como na sua boceta. A rola de Ro era grande e com uma grossura razoável. Ao escapar de sua boca peguei e coloquei o de volta. Ele ficou meio assustado, mais disse que não se preocupasse, Su gosta desse tipo de atitude. Virei ela de lado e pedi para que ele a chupasse e sentisse o tesão que esta. Enquanto ela me chupava pedi ao Ro para colocar sua pica para dentro e que poderia escolher o local para começarmos.

Eu a chamava de minha putinha querida enquanto o Ro a socava por trás. Ela me xingava de puto, viado e filho da puta (sua puta esta gostando de dar para outro), com aquele ar de tesão florando pelos seus poros. Levantei e fui ver o estrago que ele fazia nela e percebi que ele esta enfiando a jeba toda em sua xota. Comecei a lamber seu cuzinho e de vez enquanto a sua pica escapava um pouco mais da xota e eu prontamente colocava de volta com minha boca. Meu pau estava duro e pedi para ela cavalgar em mim e logo depois pedi para ele enfiar em seu cu enquanto isso. Foi a DP que sonhava fazer!! Ela foi a loucura eu nunca tinha visto uma fêmea urrar de prazer e logo depois gozar. Senti um liquido escorrendo pela sua boceta e não me contive e gozei.

Ela amoleceu e eu também, contudo o Ro estava com o pique todo. Não tive dúvidas e pedi a Su para chupá-lo que eu ajudaria ate ela se recompor. Ela despertou e disse que queria aquela pica toda na sua bunda de novo. Não quero deixar nada de fora, disse ela! Chupa você e a deixe em ponto para ela entrar no meu cuzinho (se isso fosse preciso). Fiquei meio sem graça, pois efetivamente nunca tinha avançado em uma pica, mais era tudo puro tesão e fiz o que pediu.

Posicionei aquela pica enorme em direção ao seu cuzinho e fiquei alisando sua xota para ajudá-la. Ela foi entrando e a Su delirando. Era tudo muito tesão. Não sei como ela conseguiu aguentar aquela rola depois daquele gozo todo. Acho que tesão chama tesão, certo?

Em um certo momento me lembrei da filmadora e comecei a eu mesmo filmar o que acontecia. Naquele momento me encarnou o espírito de diretor de filme pornô e comecei a comandar a foda: fica de quatro, agora de lado, frango assado, em pé e por ai vai. . . .

Foram por volta de 30 minutos de pica entrando e saindo do cu de Susana que achei que era uma entrada normal de seu corpo. Melhor e mais flexível que sua xota. O Ro disse que iria gozar e pedi para ele dar a sua porra para a Su que ela adoraria a chupar ela toda. Fiquei com pena de Su, mais acho que faz parte de uma boa trepada. Nunca vi tanta porra junta e ela engoliu quase tudo. Fui surpreendido com o seu beijo todo cheio de porra. Ela é amarga, mais com tesão a coisa vai. Tive que engolir o pouco que sobrou de sua boca. Bebe o que você me deu de presente e experimente o que é bom, disse ela.





Continua no práximo conto.

[email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


tirei a virgindade do meu sobrinho roludo e minha bunda grandecontos eroticos atração enteadocontos eróticosde lésbicascontos eroticos abri uma cratera no cu da filha da minha primalésbicas castigando o rabo da parceriaComtos erotico meu entiadocontos genrocontos er tiotesudas contoVideo porno de duas coroas de 45anoa saindo juntas pelaprimeira vezflagrei todos fudendoelanovinha peguei no pinto do cachorro relatosconto novinha devendoo home infinando a rola na bumda da molecontos eroticos exibindo pra piralhosSexxu videu erica cazada jua da baiaeu e minha cunhada lesbica fizemos um bacanal com sua irma e mae incestocontos eroticos entre camioneiroscomi minha cunhadinha contos eroticoscontos eroticos comendo a funcionaria novata casada da lojacontos eróticos para ler a sograquero assistir você para minha mulher rapadinha pau entrandocontos eroticos tia dando pro proprio subrinhoContos com picas bonitasminha tia querida bota roupas curtas e eu fico com tesão doido pra comer ela mais tenho vergonha o q façoContos eroticos .eu usava uma sortinho indescente contos heroticos gay meu tio de dezenove anos me comeu dormindo quando tinha oito anosComtos filha fodida pelo pai e amigos delecontoseroticosgordinha"muito aberto" gay contocontos eróticos de brigascontos eroticos com dialogo molestada pelo patraoContos erotico sofrimento de inocentesfoto de travestis arreganhadas de frente"Deflorada pelo titio parte i"enrabado no campingvizinho tezudoContos eroticos dei pro leke magrelo chamado Ricardofui almoçar mas a cunhada e ela me deu foi a buceta so nos dois em casacontos zoo meu marido sem eu saber viciou o cao passando minhas calcinhas para ele cheirarContos eroticoss adoro trepar sem camisinhaconto erotico mulher fodendo escondido no pomardividi minha mulher com outro comto eroticodesde pequena pratico zoofiliaContos virei a puta dos oito negros picudoscontos erotico fui pozar na casa da minha irma casada e comi seu cuzinholer conto erotico dando a xota na cabano pro tioContos olhando a mãe dacon erotico comi lora greluda por 10 pilaconto erotico namoradinhos de infanciame arrombou o rabo contos casadacontos manacontos com amiga baixinha e gordinhasono no cu das duas safadascontos eroticos moleque e mulherconto erotico incesto sonifero filhaconto gay filho ve o pai com o pau duro e perguta o que a quinlochute no saco contos pornoconto eroticos aguentei mais d vinte e dois sentimetro d rola d meu sogromeu cao meu machofui trepada pelo jegue di meu sogro. conto eróticocontos er¨®ticos incesto ensinei minha filha a ser cadelacontos uma menina me seduziucontos eroticos con pau de 24 cmconto punhetinha gostosafogosá taradacoontos eroticosminha esposa fez eu comer sua amigagays chupando cu de macho caretacontos eroticos amigas ci pegandovaselina conto héterocasa dos contos eroticos com piscineiro taradocontoseróticos chupei os peito da mamãeDeu o cu sem querer querendo contohistorias eroticas vovo come menima cucontos interraciais contados por mulheresContos eroticos orgia forçadacontos eroticoc de senhoras casada se vingando dando o cu pra negoes