Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

O INÍCIO DA MINHA VIDA (BI)SEXUAL

Click to this video!

Sou bissexual e desde pequeno sinto prazer no cuzinho. Quando tinha 19 anos passei a me masturbar com o dedinho no cu. O primeiro dedo foi fácil, pois eu havia lido uma revista que ensinava a dar a bunda sem dor. Usei creme rinse para lubrificar e comecei enfiando apenas a ponta do dedo e sentindo o primeiro esfincter se contrair. Gozei gostoso. Apás alguns dias e dedadas fui ao 2ª passo: enfiar o dedo inteiro. Usei bastante creme rinse e consegui enfiar o dedo inteiro. Pude sentir o sengundo esfincter se contrair abrançando meu dedo. Para os que não sabem, o segundo esfincter é o que causa mais dor pois é muito difícil aprender a relaxá-lo. Felizmente meu dedo era pequeno e não senti dor, apenas prazer. Continuei treinando (e masturbando) por uma semana até que resolvi enfiar dois dedos. Senti mais desconforto no início que antes mas o prazer também foi maior. Aos doze anos eu já estava acostumado com meus dedos e foi então que ganhei no supermercado um tubo amostra grátis de xampu de 2x10 cm, com a tampa de rosca arredondada na mesma largura do tubo que se estreitava práximo da base que voltava a ser larga como um torpedo. Quando ganhei o tubo não tive nenhuma idéia mas uma semana depois, batendo punheta no chuveiro com dois dedos no cu, vi o tubo na prateleira do box. Vi que não era muito grosso mas era maior que meus dois dedos. Não tive dúvidas e enfiei-o no cu. Doeu bastante no início e foi a primeira vez que me senti deflorado. O tubo entrou gostoso e se encaixou perfeitamente como um plug anal. Gozei quase que na hora. Quando o xampu acabou, escondi o tubo no meu quarto até que esqueci o tubo no banheiro e a empregada jogou fora. Passei a usar outros tubos de xampu, principalmente o Neutrox, mas a forma da tampa não era adequada. Bananas eram comuns, mas abobrinhas e cenouras raras vezes pois minha mãe sentia falta na geladeira. Apesar de sentir um puta tesão no cu, minha primeira relação sexual foi com uma mulher: uma puta velha que fazia um boquete fantástico mas tinha uma xoxota enorme e um cuzão arrombado. Como eu sá tinha 19 anos e pouco dinheiro, fiquei mais de ano comendo esta puta, pelo menos duas vezes por mês. Ela gostava de mim e fazia questão de fazer eu gozar no mínimo três vezes. Chegou a até dar de graça dizendo que por eu ser um cliente tão assíduo, merecia um brinde de vez em quando. Parei de frequentar o local porque os vizinhos, a polícia e a fiscalização sanitária fecharam o puteiro. Mais velho e tarado, porém ainda menor de idade, queria trepar mas nenhum outro puteiro deixava entrar menor. Passei a comer as galinhas da rua. Aquelas garotas famosas por ficar com todos. Morria de medo de engravidar uma piranha dessas e detestava quando falavam que eu estava namorando com elas. Cheguei a quebrar alguns cabaços, mas as garotas não eram do meu nível social e era impossível manter uma conversa séria por mais de 5 minutos. Sá com 19 anos consegui namorar uma garota legal, sem fama de galinha, que transasse na boa. Fui o primeirão: quebrei seu cabaço, inaugurei seu cuzinho e ensinei ela a chupar meu pau sem morder ou arranhar, e engolindo porra. Em três anos de namoro transformei uma virgem numa verdadeira puta na cama. Levei um pé na bunda porque ela descobriu que eu comia a empregada do vizinho (entrei nessa porque a mulher fazia o melhor boquete do mundo e sá dava o cu pois tinha medo de engravidar, aliás, dizer que ela dava o cu seria menosprezá-la, com o cu ela comia meu pau mastigando com as pregas além de rebolar e requebrar como nenhuma outra). Sem namorada, resolvi experimentar um travesti. Fui para a Augusta e peguei um traveco. A boneca ficou parada deitada na cama com o pau apontado para o teto. Mandou eu chupar um pouco e depois mandou eu sentar. Achei estranho pois o cliente é quem manda, mas obedeci porque era minha primeira vez. Chupei seu pau com camisinha e detestei o gosto do lubrificante. Consegui abocanhar tudo pois o pau era pequeno. Logo em seguida sentei no cacete. Doeu um pouco quando o pau entrou mas logo era sá prazer. Cavalguei por alguns minutos até que ela pegou meu pau e tocou uma punheta. Em segundos minha porra voou atingindo seus seios e pescoço. Parei de mexer e ela deu-me um tapa na cara dizendo que ela não havia gozado e era para continuar. Obedeci e cavalguei por cinco minutos. Gozei de novo sem tocar no pau. Ela me chamou de viadinho e gozou logo em seguida. A camisinha saiu inteira e cheia de porra. Na hora de pagar ela disse que eu havia gozado duas vezes e cobrou o dobro do combinado. Reclamei e levei um soco. Ela pegou minha carteira e levou todo meu dinheiro (um pouco mais do que ela queria). Fiquei muito confuso pois sempre senti prazer no cu, achava o máximo comer a mulherada e, apesar do assalto, havia gozado dando o cu como nunca antes. Demorei alguns meses para entender que eu era bissexual e curtia sexo de todas as formas. Hoje estou bem decidido: sou macho (e muito macho) com mulheres e fêmea com travestis (experimentei e não gostei de homens normais).

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contossexo minha mulher negro pausudogreludinha na praia contoConto eritico meu pau n cabia na minha irma entrou e deixo td arrombadacomendo minha sogra ruiva de 52 anos coroa mais gostosa do brasilos policias comero minha muler porno contos eroticofui trepada pelo jegue di meu sogro. conto eróticoContos d uma mulher virgem amarrada no curral e estupradaенцеси с зоофилыcontos incesto de cumadreconto meu marido choro quando o negao me estrupocontos eroticosfudendo bucetinhas de dez anoscontos de casadas que se entregam a outro homemContos eroticos comendo cu da madrasta e da meia irmacontos eroticos so casadinhas e velhinhosvideo porno gostozinha de vestido preto sndo fodida com amae do ladacontos euroticos porno tia lucia Rejane gosando na siriricacontos eróticos de bebados e drogados gaysConto de vadia explorada por muitos machosdei a buceta para o amigo do meu filho contos eroticos gratisconto erotico incesto sonifero filhacacetudo me enrabou contoscontos eróticos de bebados e drogados gaysconto comi uma buceta muito apertada que doeu meu pauconto erotico paraliticoXvideos gostosas musculos nas coxas na cabine eroticacontos meu marido bebado e eu trepamdo com bemdotadocomendo a cunhada nojenta contocasada dando pra cinco contoscontos eroticos a bunda gostosa da minha cunhadaxvidio.esfregando o pau so no short vermelinhoconto erotico massageando a tia nuaContos eróticos heterossexualconto erótico dominando casada brava quando passo o dedinho no meu cu fico com abuceta toda babadavideos porno ti estrubus ti meninas novinhascache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html seduzudo e fudido contos gayf****** e chupando pela primeira vez seu namorado na estrada desertacontos comi uma cabritinhaContos.encesto.relacha.maePorno contos familias incestuosas orgias tradicionaiscontos porno eu e minha mulher curradoscontos eroticos gay meu tio de dezessete anos me comeu dormindo quando eu tinha oito anosmae de causinha melada quado da de mama profilhorabinho da putinha de nove aninhos com vontade de fude contos eroticosconto erótico sobre 69 entre primos gays com fotosfiz a minha tia mijar na minha cara contos eroticoscontos minha irmã minha putaconto viado muito taradosentando na rola do meu pai contos. eróticoscontos porno velhocontos eróticos de bebados e drogados gaysconto amasso proibidocontos erótico de velhas que adora ser chingadasmamando na velha contosContos eróticos Seduzi o Motoqueiro bunda Grandevarios me comero s calsinha contos gaycrossdresser conto eroticomeninas com bucetinhas piticas pornoContos gay banheirocontos eróticos infânciacontos chantagiei minha mae e mi dei bemcontos forçada a virar cadelaminha tia atendeu a porta sem calcinha contos eroticosCegonhas com rola muito grande e bem grossa no pornô doidomulher fazebdo conids dr shortinho e marido psu durocontos eroticos silvana no casamentocontos eróticos encontrar minha antiga namorada depois de 30 anosbucetas no bairrofazendinhadirigindo sem calcinha contosvidro porno primo sente atração pelo outro primo homensconto minha sobrinhas curiosas chantagiei a colega de trabalho e comi ela contoscontos eroticos/narrafos safadod/gemidoscontoseroticoscomendo a coroa loira e a filha delacontos eroticos gays excitantesflagrei todos fudendoelaviuva ecitada ver filho tomando banho e da pra ele