Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

BASTIDORES DE UMA MULTINACIONAL

Click to this video!

Ola amigos. Me chamo Carol, sou casada e moro no sul do Brasil. Sou loira natural, 28 anos, 1,65m, corpo bem definido, seios medios pra grandes, pernas e bumbum de deixar qualquer homem excitado. O que passo a relatar nesse conto e em outros que virão depois são as festas que rolam nas casas de grandes empresarios de uma importante multinacional aqui da nossa região.

Como ja falei antes, sou casada ha 7 anos com Carlos. Ele e presidente da filial sul-americana da empresa e isso nos da certas regalias em termos financeiros. Temos uma casa de campo em uma chacara onde, seguidamente, realizamos algumas festas com os socios de Carlos, seus companheiros de empresa e as suas esposas.

A empresa tem um programa de intercambio e de oprotunidades a jovens carentes que oferece 4 vagas por ano. Em janeiro deste ano, foram escolhidos quatro jovens de um bairro pobre aqui da nossa cidade. Como de costume, foi feita uma recepcão na empresa na sexta feira a noite para integrar os rapazes. Apos a festa, convidamos os jovens para, no dia seguinte, irem ate nossa chacara para passar o final de semana conosco e com alguns casais da empresa.

Tudo estava acertado mas houve um pequeno imprevisto. Meu marido foi chamado de madrugada para resolver um problema na filial da Argentina e teve que pegar um voo logo cedo. Como não podiamos mais desmarcar o final de semana, no sabado, acordei bem cedo e fui preparar as coisas para a chegada de todos. Vesti um top branco e um shortinho branco bem soltinho e fui prepara o cafe. Por volta das 9 da manhã, o motorista da empresa chegou com os rapazes. Eles desceram do carro com suas mochilas e o motorista se despediu dizendo que voltaria para pega-los no domingo a noite.

Recebi os 4 de maneira muito simpatica e levei cada qual ao seu devido aposento na casa. Depois de todos instalados, fomos tomar cafe. Jorge, Caio, Roger e Renan eram quatro garotos negros na faixa de 25 anos, fortes e com corpos muito bonitos, o que pude perceber quando, apos o cafe, fomos todos para a beira da piscina. Ja mais entrosados, comecamos a conversar sobre varias coisas. Eram quase 19 da manhã quando o telefone tocou. Era Mara, uma das amigas que viriam para o final de semana. Ela falou que sua menina tinha sofrido um acidente e por isso não iria juntar-se a nos, bem como Lidia e o marido que estavam com um problema familiar. Resumindo, somente consegui confirmar a presenca de Renato e Laura que viriam somente para o jantar.

Apos todos os imprevistos, avisei aos rapazes que, pelo menos ate o final da tarde, seriamos so eu e eles ali. Para amenizar um pouco as coisas, disse a eles que fossem para a piscina, enquanto eu preparava algo para beber. Eles prontamente cairam na agua como se nunca haviam feito aquilo antes. Minutos depois, cheguei ate eles com algumas bebidas. Eles sentaram a beira da piscina e me convidaram para ficar ali com eles. Eu disse que precisava cuidar do almoco mas eles disseram que não havia pressa nenhuma. Querim curtir cada momento do final de semana.

Concordei com eles mas, antes, disse que iria colocar um bikini para cair na agua tambem, visto que estava fazendo um calor infernal. Subi ate meu quarto e escolhi o menor bikini que eu tinha. Era branco, a parte superior era do tipo cortininha, bem pequena que mal tapava os mamilos dos meus seios. A parte de baixo tapava apenas minha bucetinha, ja que atras era apenas um fiozinho. Peguei uma canga e desci. Ao chegar na piscina, senti os olhos dos 4 devorando cada centimetro do meu corpo. Quando tirei a canga, ouvi um deles falar baixinho... -Meu pai... Olha so o rabo dela... Pulei na agua e nadei para perto deles.

Comecei a perguntar como era a vida deles, se tinham namoradas e coisas do genero mas eles pareciam hipnotizados. Pedi para Jorge se eu estava deixando eles constrangidos por estar vestida daquela maneira e ele disse... -Dona Carol, a senhora me desculpe mas não podemos deixar de olhar para a senhora porque, com certeza, nunca vimos nada parecido com isso antes... Se o seu Carlos descobre que estamos falando isso pra senhora nossos empregos estão perdidos...

Tratei de acalmar os 4 dizendo que ninguem precisava saber o que estava acontecendo ali, visto que estavamos sozinhos e que era muito natural eles verem algumas mulheres da empresa seminuas em alguns finais de semana como aquele, pois a maioria fazia topless na piscina. Eles ficaram um tanto surpresos mas entenderam direitinho a indireta. Renan olhou para mim e disse... -Bom... Se a senhora diz que esta tudo bem, então pode ficar bem a vontade...

CONTINUA

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


patricinha safadas se lambendocontos eroticos escritos lesbicos me dar melzinho.contos eroticos coroas punhetando o pirralhocontos eroticos incesto fode meu cu mncontos eroticos teens eu baixinha i peituda com meu tio no carroiniciando um viadinho contoCasadoscontos-flagrei.conto erotico mae ensina a sua filinha mamar a rola do seu namoradome puxou pra sentar no colo dele - contos eroticosconto erotico gay cuzinho rosinha tapas socacleide chupou ate gozardei o cuzinho é fiquei arrombandoContos eroticos tarado por seioscontos mia subria noviacomi minha tia no escurocontos eroticos o fazendeiro pegou minha namoradavou contarcomo transei com minha primatava me masturbando e meu namorado chego e me chupoucontos acordei louca para fuder com meu irmaocontos eroticos abri sua boceta e minha porra escorria do seu buracocontos chupei minha namorada a forçaAbrindo as pernas para o sobrinho contocontos eroticos matocontos vi minha mulher me ligou me chamando de cornocontoesposanuacontos eróticos irmãme comeram na minha festa de aniversario conto eroticocontos de titio perocudo e esposatrepafa de caronaviciei na piroca enorme e grossa do meu tio e sou um menino viadinho contosminha prima me seduziucontos eróticos com estrupo rola gggconto erotico safadesa no cinema com travestia mae do meu amigo contoscontos eróticos minha mãe me pego com cachorrodiana sentindo pica pela primeira vezContos sempre fui o viadinho de todos os homens da familiatomando encoxada notrem contos eoticosSou gay e tranzei com um travest contos eroticocontosminha primeira vez lesbicatransei com amigo da minha filhacontos eróticos [email protected]contos mia gostosa mulhe teve sua buceta aregasada pro seus amates muitos roludosxxvidios defisieticonto minha estagiáriapau encostou na boca da filhinha coltosTennis zelenograd contoconto erotico gay esconde escondecontos travesti mulata que me arromboutomates conto heteroRelatos eroticos reais ; flagrei minha mae dando o cu para um pedreiro coroa .trepando com nosso cachorrinhocontoseu punhetei um estranhocontos de mãe fudendo a filha ninfetacontos eroticos amiga da minha mae velha coroa viuvacarnavaldeputariasconto eróticos do sobrinho do meu maridoeu amante xe um dog alemao contocontos cachorro lambendo penis de homemcontos femininos padrinho analconto erotico nao resiste e peguei cunhadaconto o borracheiro fudei minha esposacontos orgia com maecontos eroticos comi o gay e virei namoradomeu pai fogoso contohttp://transei no banheiro da rodoviaria com homem gay contos eroticos gaycontos eroticos duas novinhas na prasa de shortinhocontos de incestos detei de conchinha fiquei de pau duroCasada voltou bebada e sem calcinha em casa contoscontos eróticos de viados que foram fudidos ouvindo palavrõesconto erotico novinho gay deu cavalgando no amiguinhoIncesto com meu irmao casado eu confessozoofilia negao comenorme pau deixando putia loucavidios maridos foi avizado vai ser cornoConto erotico sogra peituda 70 anoscontos de cú por medofoto de sexo conto eroticos da minha sobrinha pimentinha parti 1bricando de video game apostado com os amigos contos eroticoscontos eroticos ela nao aceita ser corno