Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ABUSADA PELO VIZINHO....DELÍCIA.

Click to this video!

Meu nome é Karina eu tenho 23 anos e o que aconteceu comigo aconteceu a um mês atrás.Mas para entenderem a histária voltarei á minha adolescência.Quando tinha treze anos,apesar da idade era uma garotinha muito ingênua não conhecia nada a respeito de sexo e adorava brincar de casinha com minha amiga Cleysiane.Ela morava com o pai e a mãe.O mãe era bem religiosa e gostava muito de ir á igreja e o pai ate tocava na igreja ele se chamava Sergio,era branco cabelos pretos meio encaracolados e barba preta também e tinha uns 40 anos.Ele sempre observava enquanto eu brincava com a filha dele,eu não via nada de mal na atitude dele.Um dia fui na casa da Cleysiane chamá-la pra brincar de casinha comigo,mas ela não estava,havia ido ao centro da cidade com a mãe dela.Sérgio por sua vez estava de fora da casa e quando eu ia embora ele me pediu para esperar um pouco e me levou pros fundos da casa dele dizendo que queria me mostrar uma coisa.Eu o acompanhei.Ele me puxou pela mão e carinhosamente levantou a minha saia e afastou a tirou a minha calcinha,e em seguida me sentou sobre uns blocos que havia no fundo da sua casa.Não havia nenhum movimento na vizinhança,pois era uma tarde de domingo.Eu não entendia nada,então me manti calada.Sérgio carinhosamente acariciou a parte de dentro da minha coxa e abriu as minhas pernas e começou a olhar para a minha xaninha,lisinha sem pelinhos e intacta.Eu olhava para seus olhos e para minha xaninha e via como seus olhos brilhavam e como ele respirava diferente,como estava ofegante.Como eu estava sentada em cima de um empilhado de blocos,Sergio estava com o rosto bem práximo a minha xaninha pequena.Ele abriu mais minhas pernas e deu uma cheiradinha na minha xaninha, fechou os olhos por uns instantes,e passou a língua nela.Nesse momento ele abriu os olhos e olhou para mim enquanto mechia a língua dentro da minha xaninha.Eu apenas observava a cena sem entender nada.Não fiquei excitada,porque não sabia o que o Sérgio fazia comigo,apenas sentia cocecas na minha pererequinha.Minha xaninha ficou molhada devido apenas a saliva do Sergio.Ele ficou me lambendo por uns cinco minutos então me pegou no colo,vestiu minha calcinha abaixou minha saia e me disse que não devia contar o que aconteceu pra ninguém.Pegou na minha mão e me guiou para o lado de fora da casa dele.Eu nunca contei para ninguém,até porque para mim não tinha nada de mal no que ele fez.Eu continuei indo brincar de casinha com a minha amiga na casa do Sergio,e ele sempre ficava olhando para mim.Eu que brincava alegremente nunca prestava atenção nele.Outro dia eu passava perto da casa dele e ele me chamou novamente.Eu fui até ele,e Sergio me puxou pelo braço me levando num cantinho da cozinha da casa dele.Nesse dia eu estava usando shorts,e ele abaixou um pouco meu shorts,molhou seus dedos e passou na minha xaninha,forçando um pouco os dedos na minha entradinha.Eu reclamei um pouco,gemendo baixinho,e ele olhou para mim com a cara de tarado que ele sempre teve e tornou a levantar meu shorts e me mandou ir embora.Depois disso eu fiquei um bom tempo sem ir brincar com a minha Amiga.Nisso passaram-se muitos anos e a família do Sergio se mudou daquela casa.Já estava com 19 anos e Nesse tempo comecei a amadurecer minha mente para o lado sexual,meu corpo começou a se desenvolver mais.Eu estava crescendo em corpo e mente também.O que Sérgio fez comigo não saia da minha cabeça e então percebi que significava o que o tarado fez comigo naquelas vezes.E por incrível que pareça aquilo começou a ficar na minha cabeça 24 horas por dia eu não conseguia parar de pensar no que ele fez comigo,e agora aquilo me excitava demais,mais do que eu pensei.Eu comecei a ficar com alguns rapazes,mas nada mais sério,nunca terminava em sexo,apenas beijos tárridos.Mas na calada noite em meus pensamentos sá pensava no tarado do Sérgio que abusou de mim quando era mais nova e ao invés de odiá-lo pelo que ele fez,eu me sentia excitada,me sentia como se pertencesse a ele.Eu imaginava o que poderia ter feito se eu soubesse o que era sexo gostoso naquela época.Então comecei a pensar frustrada que já que ele começou,ele teria que fazer o serviço completo.Ele me chupou,enfiou o dedinho dentro da minha bucetinha novinha e então passei a desejar arduamente encontrá-lo para que ele terminasse o que começou.Nesse momento aprendi a arte de me masturbar,e sempre que fazia eu pensava naquele tarado asqueroso que eu amava e desejava.Eu lembrava dele me chupando e queria que ele repetisse a dose,mas dessa vez queria sentir prazer junto,queria que ele me chupasse e que soubesse de tudo e que meus estímulos fossem sentidos...Queria que ele terminasse de abrir meu cabacinho de uma vez e me transformasse em uma mulher completa,já que ele começou a fazÊ-lo antes mesmo que eu soubesse o que era malícia.

Mas nem sabia para onde a família dele havia se mudado.Porém uns anos depois eu estava com 19 anos e eu estava passeando pelo centro da cidade quando sem querer acabei esbarrando no Sérgio no meio da avenida.Eu nem acreditei quando o vi...Meu coração disparou,e eu fiquei muda por uns instantes...apensar dos anos ele não havia mudado muito mas eu havia mudado,cabelos mais longos e corpo formadinho... então eu tomei coragem e o cumprimentei,disse Oi,ele olhou um pouco como se não reconhecesse.

__Sou eu Sérgio!Amiga da sua filha quando vocês moravam em nosso bairro,lembra?

Ele ficou um pouco estranho,ma sorriu

___Humm lembro sim,cresceu hein Karina!

Eu coloquei parte do cabelo pra tra´s e sorri timidamente.

___É...cresci bastante não é!?

Perguntei sobre a familia dele e perguntei onde eles estavam morando e porque eles não apareceram mais em seu antigo bairro,enquanto isso,caminhávamos pela rua.Ele disse que morava bem mais longe do nosso bairro.Nesse momento eu parei de frente pra ele e disse que seria bom se ele voltasse na antiga casa dele um dia.Tambem disse olhando bem fundo nos olhos dele que estava com saudades de brincar com a Cleysiane.

__Ah,mas a Cleysiane também cresceu ela nem gosta mais de brincar de casinha,até já tem namorado; e vc ainda brinca é?

Eu virei pro Sérgio nessa hora e ri com uma carinha de safada e falei baixinho pra ele

___Nao brinco mais,mas to com muita vontade de terminar a brincadeira que vc brincava comigo nos fundos da sua casa.

Nessa hora ele ficou vermelho e se fez de desentendido

___Do que vc esta falando Karina, esta louca?Nao entendi

Eu me aproximei mais dele e sorri um pouco mais e falei baixinho bem perto dele:

__Eu era mais nova mas não me esqueci do que vc fez comigo Sergio...Me aproximando mais dele continuuei:__Quando vc me levava pros fundos da sua casa e me chupava...enfiava o dedo dentro de mim...Eu não esqueci...sá não sabia o que era,mas...agora eu sei o que o senhor fazia..como vc tinha coragem hein?

O Sergio fico vermelho e muito nervoso e esbugalhava cada vez mais os olhos enquanto eu falava.dai ele começou a falar e guaguejar:

___Mas...eu...é...

Nessa hora eu coloquei o dedo indicador nos lábios dele e ele se calou.E eu fiquei séria.

___Olha aqui Sérgio...voce não precisa ficar nervoso,mas eu sá te falo uma coisa:se vc começou, vc vai ter que terminar...

Ele esbugalhou ainda mais os olhos,que começaram a ter um brilho diferente.

___Eu não consigo parar de pensar no que vc fez comigo,e eu vou enlouquecer se vc não terminar o que começou...eu quero que vc faça o serviço completo em mim...Eu preciso,Sergio.Toda noite eu penso nisso e eu fico louca de tesão,e a culpa é sua e agora eu sinto que sá vc pode me fazer mulher de verdade.Voce ta afim?

Nesse momento todo o pavor que ele sentia se evaporou no ar e ele abriu um sorrisinho que o deixou com a mesma cara de tarado de anos atrás e eu senti minha calcinha molhada e minha xaninha resmungando contraindo,como se tivesse emplorando para que nos apressássemos.Aquele sorriso era um SIM,ele nem precisou responder.

___Voce ta aqui no centro sozinho?

Ele apenas sacudiu a cabeça em afirmação.

___Tem dinheiro pra gente ir pra um hotel mais práximo?

Sérgio sorriu ainda mais e fez como quando eu era mais nova, me puxou pela Mao e me chamou pra ir pro carro dele,eu não sei o que me deu,mas eu fui na hora,Minhas pernas tremiam um pouco e eu estava completamente excitada.No trajeto para fora da cidade eu fiquei calada pq ainda não acreditava na minha atitude de puta mas eu queria muito mesmo,dai quando eu pensei em falar ele se antecipou:

___ Você se lembra de tudo é?

___Claro que sim,o que vc pensava,Sergio?Eu tinha treze anos!Eu sá não levei na mesma maldade que vc levou quando fez o que fez comigo...

___E vc ... era tão inocente que eu as vezes não acreditava!

___Sua esposa não vai ficar preocupada?Vc disse pra ela onde ia antes de sair?

Ele olhou pra mim com muito tesão no olhar

___Disse que resolveira uns problemas no banco e como essas coisas demoram teremos tempo pra brincarmos juntos...

___ O que fez comigo...ai eu abaixei um pouco a cabeça e sem querer fixei no pau dele que tava duro e até se notava na calça que ele usava.

___O que fez comigo já tinha feito com outra garota?

___Não nunca...sá com você...Gostava de fazer aquilo sá com vc não sei porque

Nessa hora pensei que iria ter um orgasmo.

___E tinah se esquecido de mim?

___Esquecer não...Mas nunca imaginei te ver dinovo.E confesso que amei a situação,não imagina o quanto.

Olhei pra ele e sorri e nessa hora chegamos ao hotel.

Entramos ele estacionou o carro,me olhou com aquela cara que eu já estava me acostumando dinovo,ele puxou minha Mao e me ajudou a levantar,me puxando pra mais perto dele eu senti como ele tava duro...dei uma ligeira reboladinha friccionando a área excitada e ele deu uma gemida muito gostosa,daí foi minha vez de puxar a Mao dele e guiá-lo pra porta.

Quando entramos eu reparei bem o quarto,muito limpo e arrumadinho,tinha até banheira,o Sérgio queria muita coisa daquela tarde.E eu também queria muito mesmo...

Ele me puxou pra mais perto e me beijou,na verdade nem gostei muito do beijo dele,acho que era porque eu queria mesmo era sexo,ser chupada,eu tava tão obcecada que não pensava em mais nada mas continuei beijando ele gostoso.ele foi desabotoando minha blusa,tirou minha saia e quando ia tirar meus sapatos que eram de salto eu pedi pra que ele deixasse os sapatos.Eu me sentia mais mulher em cima de salto alto,achava muito excitante quando via nos filmes pornôs que via de vez em quando então eu queria dar pra ele com meus sapatos de salto,e ele atendeu meu pedido...eu tava sá de calcinha e sutiã e salto alto naquela cama fofinha e o Sergio ainda com roupas...ele tirou meu sutiã e começou a mamar nos meus peitinhos....nessa hora arqueei minhas costas..nossa que tesao que senti...sá de ter meus peitos sugados eu já tava louca...Como era um hotel e a sala era grande eu podia gemer ate gritar que ninguém ouviria...era meu sonho pq sempre que me masturabava queria gemer mais alto mas não podia porque fazia escondido...e em casa...nao podia gemer alto.Lá eu podia gemer...entao eu gemia...hummmm eu gemia baixinho no inicio,mas quando ele foi descendo com aquela mesma língua que me a alguns anos chupava e eu olhava inocentemente...Agora não mais inocente...eu tava aponto de explodir de tesao...e tava amando tudo aquilo...daí ele afastou um pouco a minha calcinha preta de renda como a anos atras,me deu uma olhada...Aiii qui olhada,,,,ele é muito muito safado...com aquela cara de safado que eu tanto gostava e começou a fazer como se fosse me lamber...mas lambeu minhas coxas e virilhas e eu quase louca gemendo mais que uma cadela no cio...Até que ele parou uns segundos e abriu bem minha xaninha e disse que tava com saudade da bebezinha dele e começo a me lamber deliciosamente no grelinho....hummm pensei que ia morrer naquela hora...Era tudo tão novo pra mim e tão gostoso...minha cabeça girava demais minha visão foi ficando escura,e eu rebolava na boca dele sem nem ver, eu pegava naqueles cabelos que já estavam começando a ficar bem grisalhos,mas eram volumosos e eu puxava os cabelos dele e empurrava a cabeça dele de encontro a minha xaninha queria mais mais...muito mais...eu arqueava minha xaninha com impaciência pq queria aquela língua gostosa me chupando cada vez mais...foi assim até que eu explodisse num senhor gozo...Até comecei a rir do gozo gostoso que eu tive,eu tava soada pregando,mas tava muito gostoso. Era meu fetiche se realizando!Sergio começou a tirar a roupa rápido e eu tava sem forças para ajudá-lo a tirar suas roupas mas reuni um pouco de força e o ajudei a se despir com um pouco de sensualidade apesar do gozo que tive ter me deixado sá com vontade de deitar e fica quietinha eu dei conta de despir o Sergio e passei a Mao no peito dele...nossa e olhei praquele pau...era grande tinha uns 20 cm e tava muito muito durão,eu nunca tinha visto um pau na vida fiquei ouriçada e com um pouco de nervosismo eu o peguei nas mãos e comecei a bater uma nele ele tava amando...eu virei pra ele e dei uma risada de putinha

___Hummm Sergio quero ser sua mulher,faz tudo comigo agora que sou grandinha,porque agora é certo...

Ele apenas gesticulou com a cabeça e nesse momento eu Empurrei ele nacama,deitando ele e comecei a chupar aquele pau gostoso grande e grosso,meio inesperiente NE,mas depois fui pegando o jeito mas chupava com muito ânsia e fome,e o Sergio pegava em meus cabelos e gemia me chamava de minha bebezinha puta...ah eu comecei a amar aquilo...amava aquele homem,e queria ser a mulher dele a todo custo fazer tudo ser toda dele...era uma necessidade quase que incontrolável que nem eu mesma conhecia...Ele quase gozou,mas ai se lembrou de que nem tinha trago camisinha,afinal nenhum de nás esperávamos aquele encontro delicioso,ele reclamou camisinha e eu disse que com certeza ali no hotel devia ter e tinha na gavetinha da pequena cômoda perto da cama...eu peguei e olhei pra ele,eu fiquei com um pouco de vergonha porque nenhum outro homem havia me visto assim tão exposta completamente peladinha,de salto alto e com aquela cara de puta,mas nem me importei,sentei na cama de quatro empinando meu bumbum e ajudei o Sergio a colocar a camisinha e minha xaninha..nossa tava pingando mel...implorando por pica...meu corpo implorava por pica queria me tornar a mulher do Sergio de uma vez...ele me deitou na cama abriu bem as minhas pernas,e eu com aquele salto alto me sentia tão sexy...ele olhava pro meu corpo principalmente minha xaninha ííper molhada e tentou arreganhar ainda mais minhas pernas mas eu gemi já qu enao dava pra abrir mais do que já estava aberta,ele segurou nas minhas coxas e não aguentou voltando a me lamber...aquilo pra mim foi o paraíso, continuei gemendo muito e ele me lambia com habilidade maestral e eu sá gemendo baixinho com minha voz bem fininha

___humm...ai Sérgio...aí Sérgio que gotosinho....assim...vai...annnnnh...hummmm..quero ser sua mulher...hummmm....

Tava muito muito muito bom...eu pensei que morreria de tanto tesão...Daí ele parou de me lamber,...resmunguei pq tava muito bom...eu percebi que amava receber sexo oral...o pau dele queria comer minha bucetinha:

___Tá pronta minha garotinha puta?

Eu fiz que sim e ele pegou o pau dele e começou a passar no meu grelinho...nossa...que delicia que foi,aquilo era maravilhoso,daí depois de uns instantes ele foi enfiando na entradinha e eu comecei a gemer alto...doia pacas e eu já imaginava que doeria minha xaninha era muito apertada...

___Já que vc quer ser minha mulher,vai ter que aguentar menina puta...

Eu gemia de dor e ele enfiava enfiava até socar tudo em mim.Eu não aguentava nem contrair meus músculos porque não conseguia mesmo...Quando Sergio começou a se mover dentro de mim doía muito muito e eu quase me arrependi...nem acariciando meu grelinho eu tava sentindo tesao...doia muito...

Mas o Sergio enfiava e acelerava..ele tava gostando demais...Eu olhava pra cara de safado dele olhando de volta pra mim e fui me esquecendo da dor e me entregando ao prazer...Logo eu estava rebolando no pau dele...e gemendo muito...a dor que eu sentia parece que passou a fazer parte daquela loucura tão gostosa que eu comecei a me excitar com a dor,e ele me chamava de putinha de bebezinha puta e acariciava minha barriguinha e enfiava o dedo no m eu umbigo...eu delirava quase chorei de tesão...Era bom demais,mais do que eu imaginava.

Daí eu lembrei da esposa do Sergio..bela hora pra se lembrar...entao pensei em quanto tempo estávamos ali...e fiquei um pouco precoupada

___Sergio...hummmmm..sérgio..e sua esposa...ela vai hummmm se preocupar...hummm

___Esquece...disse ele em voz ofegante..ele parecia possuído...acho que aesposa dele não era boa de cama...

___Sua mulher faz sexo gostoso com vc assim como a sua putinha bebe aqui?

Ele tava tao concentrado...tao excitado que apenas disse que não e falava não repetidas vezes e foi falando não não. Não e seu rosto foi mudando ate que ele berrou num gozo explendido...

Eu comecei a rir e ele se deitou sobre mim e eu fiz um movimento de forma que a ponta do meu salto cutucasse a barriga da perna dele...

__Foi gostoso minha bebe?

Eu custava a respirar com ele em cima de mim mas eu tava extasiada...apesar de não gozar junto com ele...eu sentia muito prazer de sentir aquele corpo suado daquele homem que me iniciou no sexo desde que eu nem sabia o que era sexo...Sorri :

___Agora sou sua mulher Sergio...e vc é meu homem...me fez mulher...hummm...

E comecei a tentar rebolar sobre o abdomem dele...

___Minha mulher gostosa...Qui delicia Karina...foi muito muito bom...Vc foi explendida...A muito tempo não faço sexo tão gostoso...

___Sua esposa não faz gostoso?

___Nao...nao do jeito que eu gosto...Agora você...se de primeira já foi assim imagina as outras vezes?

Ele se levantou um pouco...olhou pra minha xaninha..minhas pernas ainda abertas e ele olhou bem pra minha xaninha arregaçada...sorriu triunfante como se ganhasse um troféu...E ganhou pq levou o troféu do meu cabacinho que ele tirou...ele passou os dedos na boca,cuspindo nos dois dedos e olhou pra mim com cara de safado,riu e passou o cuspe dos dedos na minha xaninha,como a anos atrás...O mel da minha excitação se juntou com a saliva do Sérgio...Aquilo me enlouqueceu muito mais...Quando ele fez isso começou a me acariciar o grelinho de um jeito lento e sensual....nossa aquilo pra mim era o paraíso..e em menos de dois minutos eu explodi num gozo tão intenso que quase desmaiei...ele me deu uma pequena chupada quando eu gozava e mordeu meu grelinho...eu me contorcia pra ele parar,aquilo era muito torturante...deliciosamente torturante mas ele continuou ate que se cansou...sua pica estava mole e ele cansado...ele se deitou do meu lado e eu me alinhei ao seu corpo ainda com meu salto alto e toda suada...me enrosquei na perna dele coloquei as mãos em seu peito e minha xaninha se encaixou entre seu quadril e coxa...eu queria que ele sentisse meu mel escorrendo na pele dele...

___Foi muito bom meu homem...acho que amo você....

___tb te amo minha putinha bebÊ...

___Quero ser sua mais vezes...

Sergio começou a rir gostoso...

___Nossa ainda nem começamos direito minha doce menina.

___Sua menina?Agora sou sua mulher..feitinha...sua mulher,Sergio...

Ele acariciou meus cabelos e sorriu

__-Minha mulher...minha deliciosa mulher...

Depois de ter dado bem gostoso pro Sergio eu acabei cochilando alinhada nos braços dele...quando acordei me assustei porque parecia ter passado muito tempo.Levantei assustada e olhei praquele tarado deitado nu na cama...eu parei e fiquei pensando em tudo o que eu fiz mas não me arrependi de nada,pelo contrario eu já tava excitada dinovo...olhei as horas no meu celular e já eram seis da tarde,e minha mãe já havia me ligado três vezes...Mas eu não queria ir embora...Então sai caladinha e fui pro banheiro para poder ligar de volta para minha mãe e inventar uma desculpa pra ficar.Sentei na borda da banheira branca e retornei e ligação pra minha mãe dizendo que dormiria na casa de uma grande amiga minha.Depois liguei pra minha amiga e falei com ela caso minha mãe ligasse ela confirmasse a mentira.Ela queria saber mais,mas assim que vi o Sergio na porta do banheiro com o pau duro olhando pra mim com cara de safado eu já me despedi dela desliguei o telefone.

Ele queria saber pra quem eu ligava,então se ajoelhou perto de mim e acariciou meus seios...hummm fechei meus olhos já com muito tesão e sussurrei que era pra minha mãe,e que eu ia ficar o resto da noite.

Ele acariciou mais meus seios com a ponta da língua e falou que mesmo se eu não pudesse ele não deixaria que eu fosse embora de jeito nenhum

___Mas o que você vai inventar pra sua mulherzinha lá?

Ele abriu minhas pernas se acomodando entre elas e disse que não importava...

Eu não queria saber,na verdade,o que importava era que eu já tinha inventado a mentira pra minha mãe,eu estava salva agora a desculpa do Sergio nem me interessava,contado que ele saciasse meu desejo,estava átimo.

___Posso falar que fui assaltado...Você pode me machucar um pouco,o que acha?E começou a rir...Ele mamava gostosinho no meu peitinho meus biquinho estavam durinhos e eu amava aquilo...enquanto isso ele apertava meus quadris e eu arqueava minhas costas com muito tesão.Daí eu peguei no pescoço dele e disse que eu sempre me masturbava imaginando ele me comendo gostoso..

___Hummm minha putinha,agora que já te comi gostoso quero repetir a dose até tu cansar...

___Cansar?hummm acho que não por enquanto meu professorzinho de sexo...

Ele ficou louco nessa hora e me puxou pra um beijo...

___Deixa eu ver esse grelinho direito...

Aí ele ligou a banheira e colocou minhas pernas pra dentro da banheira e entrou também.eu tava sentada na borda da banheira e o Sergio abriu bem as minhas pernas...eu me sentia tão sexy...tão mulher...tão puta...O Sérgio pegou os dedos e ficou acariciando o meu grelinho e eu arqueava meu corpo e gemia bem fininho...

___humm Sergio...meu safado...meu homem ahnnnnn......................

Nossa ele tinha um dedo esperto e minha xoxotinha piscava de tesão eu ja tava ensopadinha

___ahnn Sergio....chupa sua putinha chupa bem gostoso vai por favor...chupa sua mulher aqui...

Hummmm ele enfiou o dedo La dentro e começou a chupar meu grelinho e aquilo pra mim era o ápice...eu comecei a rebolar na boca dele e naquele dedo grande...o melado da minha xaninha começou a tornar a beirada da banheira onde eu estava sentada escorregadio e eu tava amando aquilo tudo...

Ele me comia o grelo...parecia que ia arrancá-lo fora e eu comecei a quase gritar de tesao...foi assim até que eu explodisse num gozo extraordinário...ele disse que amou me sentir contraindo no dedo dele...

Fiquei mole por causa do gozo...Nunca tinha sentido um gozo tão forte...achei que ia desmaiar...queria que ele me segurasse mas ele se afastou um pouco para desligar a banheira,daí ele colocou no modo hidromassagem e voltou pra perto de mim...ele viu como eu estava vulnerável e me chupou dinovo e ele já sabia como aquilo me enlouquecia...o Sergio já começava a descobrir minhas fraquezas...O danado começou a me chupar dinovo e recomeçou a tortura cruel...eu comecei a dar gritinhos de tesao...eu estava ficando louca...eu comecei a falar um monte de sacanagem enquanto ele me chupava e logo eu já gozava dinovo...foi surpreendente...eu não aguentei e o Sergio teve que me segurar dessa vez e me colocou dentro da banheira por completo e eu fui olhar o pau dele duro...eu acariciei o pau dele,eu ainda estava meio mole por causa do efeito avassalador do orgasmo que eu tive,o Sergio me beijou dinovo e me ajudou a levantar um pouco...o Sergio pegou a água nas maos e começou a me acariciar...me colocou sobre ele e forçou uma nova penetração.Doeu novamente,principalmente porque a água tirava o liquido da minha xoxotinha dificultando a lubrificação da minha xoxota...Mas aquela água no meu corpo deixava uma sensação deliciosa..O Sérgio me fodia e enquanto entrava e saia de dentro de mim a água fazia barulhinhos junto....Ele estava sobre mim e eu com minhas pernas abertas o recebia dentro de mim...

Ele olhava fixamente para mim e acariciava meus quadriz com força...Eu gemia alto e pedia mais e mais...eu sentia cada centímetro de vara dentro de mim ...O Sérgio não usava camisinha e depois de uns instantes ele gozou....gozou dentro de mim.Ele estava tão excitado que nem tirou o pau de dentro de mim,ele ficou pulsando La dentro ...Eu adorava ficar olhando fixamente para o rosto dele,porque com aquela cara de safado seu rosto modificava de acordo com o prazer e sá de saber que era eu quem estava proporcionando aquele prazer...pra mim era a melhor coisa...

Ficamos ali na banheira na mesma posição por mais uns cinco minutos...Ele respirava profundamente....Sá aí que ele tirou o pau de dentro de mim....tava mole...ele decidiu passar sabonete no meu corpo e me dar um banho...

Foi perfeito....ele acariciava todo o meu corpo...Nunca tomei um banho tão delicioso...ele me acariciava e aquele sabão deixava sua Mao escorregadia...hummmm eu ate fechei meus olhos...



O restante de minha experiência contarei no práximo conto...



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


estrupando visinha desmaiada por remedios contosEnrabei a sobrinha da minha esposa contosvideo de namoradosendo cornoNetinhas mamando pica contoseroticosdormi com meu irmao contosvideo porno enxergando uma buceta na outra ate gozar e mela todinhacontos minha prima defisiete me viu batedo umacontos eróticos gay sendo putinha do meu primo bruno parte 2Contos eróticos gay camisa socialEu fui trabalhar numa empresa eu comi minha patroa japonesa no motel conto eroticoconto jovens de pau duro no calcao de futebol jogando video gametirei a virgindade das priminhas inocenti contos eroticosporno tio roludo viaja dd onibus com sobrinhasocando na minha irmã compressão sexecontos eroticos com mts mamadas nos peitos/sexo com o amigoinsesto novinha tava bricano e fico engatada com cachorroContos eroticos minha esposa do rabaocontos eróticos de traição de casadas testemunhas de Jeováduas mulher do Jordão baixo chupando b*****contos eroticos chupo pica desde novinharelatos comi a crente na marracontos erotico loira trabalhohistoria de contos eroticos com pasteleiroMamando piroca do filhinho contoseroticosconto do pedreirohomem gosta de perna aberta ou mais fecjadinha na hora do prazerContos entiadas apanhando para submeter ao sexooutro chupando os peitos da minha mulher. contoscontos eroticos desabotoando vestidocasadas piranhudas e cornos submissosFui confessar e comi a madre contoscontos eroticos mae desnaturada 2conto porno mulher crenteminha novinha tarada contopapai tirou do meu cu quis por na minha bocaComtos mulher fodida pelo marido e o filhoainda novinha chutavam meus peitinhosestou comendo a mulher do amigo caminhoneiro na viajem contoscomi minha sogra e cunhada velha gorda feia contos eróticoscontos eroticos cu e bucetacontos meu primo me comeudormindocontos eroticos tios gordinhos tirando o cabaço do cu do sobrinho novinhomulher chama homem pra chupar sua b***** dela já foi gozar e alguns amigos queridosFui vendida como escrava sexual para um negaoaprendi dar o cu com meu genro contosContos filho namorado "pintinho"Conto porno de estuprada por pai da mim amigacontos di mulheris que ralaram pela primeira vezcomo comecei a ser enrabada pelo meu cachorrocontoscontos eróticos eu e minha mãe na praiaVideosputas fz boquete de na linguacontos eroticos swingcontos eróticos comendo as Vizinhas ciarececonto de quarentona a fuder com desconhecidocontos-no colo de papai na praia de nudismocasadasna zoofiiliaO pau preto do papai contos eróticoscontos porno esposas estuprados submissosesbarrando na bunda da tia e rola sexona davela os homens nao tem frescura conto eroticocorno mijado contosconto a empregada me pegoux vídeo mulher da cu virgema outro antes de da marido conto eróticosContos eu e minha amiga demos a buceta e o cu pro cavalocontos di mulheris que ralaram pela primeira vezsempre dou uma escapadinha contosContos de incesto minha mae fugiu com outro e eu fiquei com o meu paicontos eroticos que saudade da lingua dela na minha bConto meti 29cm.de pau no cu da mamaecontos sou puta e insaciável por rolalencol conto heteroquebrei o cabaço da minha irmã ela chorou muito porno cariocaeu arreganga minha buceta pra elecontos sado marido violentosconto marido corno vendo daniela fyder com negaomãe e amigo contos eróticosconto ante de comer minha boceta papai lambeu ate meu cucontos esposa e visinha dando o cu juntas pro cãocontos eroticos de incesto mae massagista faz massagem no filho adultocont erot padrinho meteu tudover travesti dano o cu pra sincaras r chupano pimtocontos siririca com doce