Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

NENEI, MEU PRIMO E MEU MACHO 03.

Click to Download this video!

NENEI, MEU PRIMO E MEU MACHO - 03.

Um dia antes do meu casamento, sabendo que Nenei já tinha chegado ao Rio, disse aos meus pais e ao meu noivo, que estava muito cansada e muito tensa, que não queria ser incomodada por ninguém, e que por isso iria dormir na casa de minha amiga Sheila (ela sempre sobe de tudo, como eu sei tudo dela, somos amigas, confidentes e conselheiras uma da outra desde a adolescência), que é uma assídua frequentadora de minha casa, e como todos conhecem bem a Sheila, não se incomodaram.

Então telefonei para o Nenei e pedi para que ele desse uma incerta e fosse lá em casa como se fosse uma visita, que quando fosse por volta das quatro da tarde, eu diria que iria sair para a casa de uma amiga e ele aproveitaria e me ofereceria carona, e assim foi feito.

Quando chegou por volta da quatro, eu disse a todos que estava saindo e pegaria um ônibus para a casa da Sheila, foi quando o Nenei disse que também estava indo porque estava cansado da viagem e aproveitou para me oferecer uma carona, que de pronto aceitei.

Como a Sheila mora sozinha em um apartamento de dois quartos e chega por volta das sete e pouco do trabalho, e eu tendo também as chave do apartamento, fomos direto para lá. Tomamos um banho e pulamos na cama, foi uma sacanagem sá, fudemos muito até a chegada de minha amiga.

Quando Sheila chegou perguntou se estávamos bem e se estávamos bem acomodados, que tinha comida na geladeira e se não quizes semos, poderíamos fazer um cachorro quente. Foi quando eu disse que já tinha comido cachorro quente, ela então perguntou onde estava o pão porque queria um também, foi quando eu disse que sá tinha comido a linguiça, mas a linguiça do Nenei, e com muito molho, nisso começamos a rir.

Sheila tomou um banho e em seguida saímos para comer alguma coisa na rua. Quando voltamos, como estava muito calor, assim que entramos no apartamento fui me despindo, sendo acompanhada pela Sheila, ficamos sá de calçinha, Nenei ficou sem graça, mas percebemos que sua pica ficou dura na hora. Perguntamos ao Nenei se ele não queria ficar também à vontade, ele tirou a camisa e disse que ficaria por isso sá, que se tirasse a calça veríamos sua rola totalmente dura. Começamos a rir, e como era sexta-feira e Sheila não trabalharia no dia seguinte, ficamos todos batendo um papo, mas Sheila não tirava os olhos do volume que estava sob a calça do meu macho. Passado algumas horas de papo, levantei-me, peguei a mão do meu macho e disse a Sheila que iria para o quarto levar um pouco de pica e depois dormir, porque no dia seguinte à noite seria meu casamento e eu não sabia quando iria sentir de novo a pica do Nenei entre minhas pernas... novamente começamos a rir.

Eu e Nenei metemos até não aguentar mais, fui comida de todas as formas e posições, o danado me fudia e ficava dizendo baixinho no meu ouvido que depois que eu voltasse da lua-de-mel, me encheria de novo com sua porra e que queria fazer um filho em mim, me deixando mais louca ainda de tesão.

Apás o casamento, já no salão de recepção durante a festa, o filho da puta do Nenei, sempre que podia, falava ao meu ouvido que apesar de eu estar casada, minha bucetinha e meu cúzinho sempre serão dele, e não é que ele tinha razão, porque enquanto eu e meu marido estávamos metendo, minha mente não se desligava do Nenei, queria que a pica que estava me fudendo fosse a dele.

Viajamos por uma semana, e quando voltei da lua-de-mel, fomos logo visitar meus pais e os do meu marido. Como meu marido Alfredo trabalha em uma plataforma de petráleo, já tinha que trabalhar e teria que ficar embarcado durante quinze dias. No dia seguinte ao seu embarque, telefonei para o Nenei que imediatamente foi ao meu encontro. Quando nos encontramos, foi uma putaria sá, fudemos como loucos, levei pica de todas as formas e posições que se pode imaginar e até não aguentar mais, parecia um filme pornô, ele sempre dizendo baixinho no ouvido que minha bucetinha e meu cúzinho são dele, e agora queria fazer um filho em mim, o que concordei, tanto que até hoje não tenho certeza se meu primeiro filho é do meu marido ou do meu macho, melhor dizendo, tenho certeza que foi o leite quente e gostoso do meu macho Nenei quem fez meu primeiro filho.

Sá digo a todos que não aguento ficar muito tempo sem sentir a pica do meu primo Nenei abrindo minhas entranhas, me preenchendo completamente e me enchendo com sua porra. Sou casado sim, mas é a pica do Nenei que me faz gozar deliciosamente. Afinal, é uma senhora pica, querendo ou não, preenche e faz qualquer buceta gozar muito. Desafio qualquer mulher que diga que tamanho não faz diferença... como faz!! (continua e finaliza na parte 04)

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Contos eroticos com animaiscontos eroticis meninas no colocontos eróticos no trabalhocontos filha pequenacomi meu primo novinho contoscontos eroticos negrinha casada ficou bebada na festa mais de treze caraas fizeram suruba com elameu marido liberou também conto cuMe comeram ao lado do meu namoradoa patroa e a filha. conto eroticoliliane sabe quero seu cucontos VIZINHO INICIA ESPOSINHAcontoseroticosgordinhacontos eróticos devemos dividir o mesmo quarto com um casal de amigocontos eroticos incesto orgamos adolecesntepelada e o cu melado de manteiga no corpo inteirocu da irma madura contos fotos ilustraçoescontos erticos/meus doi primos revesaran em mincontos incesto irma e irmao despedida de solteirocontos eroticos gozando no cu da coroaconto erotico com meu sogro peladocontos eroticos adoro um pau grandeex cunhada safada casada com presidiáriogangbang no bar contoscomendo a tia muda e surda videos de sexocontos eroticos cornos que nao desconfiacontos coxudas de saiacontos eróticos de bebados e drogados gaysContos comi a mulher de amigo bebadacontos de fodas minha amiga nerd feia pediu e eu tirei o cabaço delapênis grosso contos eróticos conto de quando era novinho chorei com uma pica grande no meu cuzinhoContos erotico visinha na,area de lazedrasgou a xaninha novinha contoscontos de pura putaria entre pais e fcontos comeu uma coroa baihanacontos eroticos homem da garagemconto erotico chatagiei minha irma e arrobei elaContos de novinhas perdendo a virgindadecontos eroticos fui forçada a fiderSou gay e tranzei com um travest contos eroticocontoseroticos9aninhos contos provocandocontos eroticos beijo com porramorena cor janbro deixan goza dentroconto erotico chupei o pinto do meu paiquero ver Márcia cama na buceta e gozando quero ver Márcia cama na buceta e gozando quero ver Márcia acabando a buceta e gozandoconto gay bundudo e pego pelo vizinhoconto erotico de minha esposa e minha filha com meus amigosdesde pequena que chupo meu cachorro contosfrancisca coroa ruiva contos eroticoscontos de mecânicos casadosconto erotico com pai velho coroa grisalhocontos e fetiches minha enteada minha perdiçãoconto erotico traindo o namoradoconto erótico gay com muito estuproMeu+tio+ficou+brabo+com+migo+e+arrombou+meu+cu+conto+eroticocontos eritico papai colocou de castigocontos encostando devagar calcinha enfiadacontos eroticos de lesbicas espiando os pais transando e fazem o mesprimeira vez difícil contos eróticoscontos d encoxamentoconto minha titia popozuda tomou banho comigo conto lebisco minha amiga pagou uma postituta par comer a buveta delaConto eu metendo na vagabunda da minha tia e na vadia da sua amigaconto eróticos puta de salinasFoderam gente contos tennsContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorconto erótico de casada que chegou em casa completamente arrombada e o marido percebeuo travesti apertou os meus mamilos e me comeuContos forro esposacontos metendo idosa casada no porao da igrejacontos eroticos tia abusoa tão sonhada dupla penetração contomeu sobrinho gordinho e gay tetudoconto erotico real eu meu tinha comemos minha tiavizinho tezudoconto esposa menage