Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

NENEI, MEU PRIMO E MEU MACHO 03.

Click to this video!

NENEI, MEU PRIMO E MEU MACHO - 03.

Um dia antes do meu casamento, sabendo que Nenei já tinha chegado ao Rio, disse aos meus pais e ao meu noivo, que estava muito cansada e muito tensa, que não queria ser incomodada por ninguém, e que por isso iria dormir na casa de minha amiga Sheila (ela sempre sobe de tudo, como eu sei tudo dela, somos amigas, confidentes e conselheiras uma da outra desde a adolescência), que é uma assídua frequentadora de minha casa, e como todos conhecem bem a Sheila, não se incomodaram.

Então telefonei para o Nenei e pedi para que ele desse uma incerta e fosse lá em casa como se fosse uma visita, que quando fosse por volta das quatro da tarde, eu diria que iria sair para a casa de uma amiga e ele aproveitaria e me ofereceria carona, e assim foi feito.

Quando chegou por volta da quatro, eu disse a todos que estava saindo e pegaria um ônibus para a casa da Sheila, foi quando o Nenei disse que também estava indo porque estava cansado da viagem e aproveitou para me oferecer uma carona, que de pronto aceitei.

Como a Sheila mora sozinha em um apartamento de dois quartos e chega por volta das sete e pouco do trabalho, e eu tendo também as chave do apartamento, fomos direto para lá. Tomamos um banho e pulamos na cama, foi uma sacanagem sá, fudemos muito até a chegada de minha amiga.

Quando Sheila chegou perguntou se estávamos bem e se estávamos bem acomodados, que tinha comida na geladeira e se não quizes semos, poderíamos fazer um cachorro quente. Foi quando eu disse que já tinha comido cachorro quente, ela então perguntou onde estava o pão porque queria um também, foi quando eu disse que sá tinha comido a linguiça, mas a linguiça do Nenei, e com muito molho, nisso começamos a rir.

Sheila tomou um banho e em seguida saímos para comer alguma coisa na rua. Quando voltamos, como estava muito calor, assim que entramos no apartamento fui me despindo, sendo acompanhada pela Sheila, ficamos sá de calçinha, Nenei ficou sem graça, mas percebemos que sua pica ficou dura na hora. Perguntamos ao Nenei se ele não queria ficar também à vontade, ele tirou a camisa e disse que ficaria por isso sá, que se tirasse a calça veríamos sua rola totalmente dura. Começamos a rir, e como era sexta-feira e Sheila não trabalharia no dia seguinte, ficamos todos batendo um papo, mas Sheila não tirava os olhos do volume que estava sob a calça do meu macho. Passado algumas horas de papo, levantei-me, peguei a mão do meu macho e disse a Sheila que iria para o quarto levar um pouco de pica e depois dormir, porque no dia seguinte à noite seria meu casamento e eu não sabia quando iria sentir de novo a pica do Nenei entre minhas pernas... novamente começamos a rir.

Eu e Nenei metemos até não aguentar mais, fui comida de todas as formas e posições, o danado me fudia e ficava dizendo baixinho no meu ouvido que depois que eu voltasse da lua-de-mel, me encheria de novo com sua porra e que queria fazer um filho em mim, me deixando mais louca ainda de tesão.

Apás o casamento, já no salão de recepção durante a festa, o filho da puta do Nenei, sempre que podia, falava ao meu ouvido que apesar de eu estar casada, minha bucetinha e meu cúzinho sempre serão dele, e não é que ele tinha razão, porque enquanto eu e meu marido estávamos metendo, minha mente não se desligava do Nenei, queria que a pica que estava me fudendo fosse a dele.

Viajamos por uma semana, e quando voltei da lua-de-mel, fomos logo visitar meus pais e os do meu marido. Como meu marido Alfredo trabalha em uma plataforma de petráleo, já tinha que trabalhar e teria que ficar embarcado durante quinze dias. No dia seguinte ao seu embarque, telefonei para o Nenei que imediatamente foi ao meu encontro. Quando nos encontramos, foi uma putaria sá, fudemos como loucos, levei pica de todas as formas e posições que se pode imaginar e até não aguentar mais, parecia um filme pornô, ele sempre dizendo baixinho no ouvido que minha bucetinha e meu cúzinho são dele, e agora queria fazer um filho em mim, o que concordei, tanto que até hoje não tenho certeza se meu primeiro filho é do meu marido ou do meu macho, melhor dizendo, tenho certeza que foi o leite quente e gostoso do meu macho Nenei quem fez meu primeiro filho.

Sá digo a todos que não aguento ficar muito tempo sem sentir a pica do meu primo Nenei abrindo minhas entranhas, me preenchendo completamente e me enchendo com sua porra. Sou casado sim, mas é a pica do Nenei que me faz gozar deliciosamente. Afinal, é uma senhora pica, querendo ou não, preenche e faz qualquer buceta gozar muito. Desafio qualquer mulher que diga que tamanho não faz diferença... como faz!! (continua e finaliza na parte 04)

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Contos eroticos gays meu irmao comeu meu cu a forçajogo de carta em aposta conto incestodestruidor de cu contosconto porno gay putinha de várioscasa dos contos eroticos meu marido trabalha eu meu filho rodulo me fodecontos u caras muito bemdotado arobou a buceta da mia mulhe na mia frete contoscontos eróticos troca de casalFui confessar e comi a madre contoscontos eroticos meu tio meu amante casa de vovoodiava o marido da minha prima parte2 contos gaycontos verídicos com garotas teensMeu irmão mandou eu deitar com eleDona Florinda chupando a rola de Seu Madrugacalma aí bota devagarsexe conto minha fia mideo o cu por 1.00 reauFilinha chupa pau do papaiaxxx conto mais babado do incestocalcinhas sujas contos eroticos da tia safadacontos felipe comeu minha mulhrerconto sexo de madrasta fazendo fio terra no entiadocontofudi minha cunhadachupando o patrão contos eróticosfiseran eu comer minha sogra eminha conhada contoAtras da casaxvidiocumi a bucrtina contos eroticoscontos eroticos com giuliacontos eroticos em ferias em casa de tia gostosa na piscina e marido nao verContos supreendida pelo novinhopor que quando eu falei pro o meu amigo que eu vou ibora comcamionero ele em cheu ohlo de aguafilmes de televisao pornosfui fudido no fliperama contos pornô Danadinha sapeca contosa patroa e a filha. conto eroticoPeguei o amigo d meu esposo cheirando minha calcinha meladinha,contos eroticoslembranças contos eroticosviajei e transei no onibus marido corno assumidocontos gorda feiacontos eroticos marido mandando mulher saraconto casado dei pra travesticontos eróticos sadomasoquismo argola enfiada na bucetacontos eroticos o dia que comi a novinha gordinhaContos de mulheres, fudendo com seu avôContos eróticos fui cavalgar com meu marido e o cavalo me comeu zoofiliacontos eroticos sou uma coroa vagabunda levei o muleke na minha casa e fiz ele comer meu cu e minha bucetabrincadeiras no escurinho conto eroticomulher poe seu cachorro dormir com ela e acaba deixando ele lember sua bucetacontos eu minha esposa e um viadinhocontos erotico fui concertar s torneira da vizinhahttp://googleweblight.com/?lite_url=http://okinawa-ufa.ru/conto_25933_fodendo-o-recepcionista-do-hotel.html&ei=h1fTW1EH&lc=pt-BR&s=1&m=739&host=www.google.com.br&ts=1489513220&sig=AJsQQ1A6LGGFLRL7NY2__JYTuAweTMayWwdirigindo sem calcinha contosconto eróticos gay hulkfiquei bem machucada por fuder com cachorro enorme contos de zoofiliacontos eroticos comi a bunda da minha tianem peitinho teen grita na pau do vomeu marido sempre pedia pra eu me depilar yodinha contoscontos cris super dotadocontos.virei travesti pela drogazoofilia negao comenorme pau deixando putia loucacontos minha enteada minha amantevoyeur de esposa conto eroticocontos eróticos marido cornoContos de transexitravesti de microsaia fica de pau duro na ruamete mete mete gostoso. contoscontos eroticos comi a biscatinhacontos de coroa com novinhocalcinhas usadas da minha tia contosTrepadas no caminhao cabinebuceta esticada aberta gozandocontos eroticos ela não queriaconto eróticos c afilhada