Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

PAGANDO PELA CARONA

Click to this video!





Via aquela garota todos os dias nas aulas, nossa nem dava para prestar atenção na aula de introdução ao direito criminal.

Ela sempre ia linda, cheirosa, vestia sempre belos terninhos, eu mal a conhecia, eu era novo na faculdade, vinha transferido de outra. Naquela quinta ela estava especialmente linda, com uma saia preta, meias pretas, uma blusinha decotada, nossa como era decotada(rs), um salto bem alto que a deixava com as pernas ainda mais torneadas. Nossa!!! A Ariana tava incrível aquela noite, ela sentou um pouco atrás de mim na aula. Acidentalmente minha caneta caiu no meio da aula, quando me abaixei pra pegar tive uma bela visão da lingerie dela, preta, transparente e pelo visto minúscula. Ela percebeu que eu vi, olha pra mim bem nos olhos e deu aquele sorriso safado, me recompus e voltei a me sentar. Quando chegou o intervalo das aulas a galera e chamou pra ir ao bar com eles e eu recusei, ate que a Ariana disse com aquele tom de voz meigo e erático: - vamos... Você vai adorar! Não vai me fazer essa desfeita né Leo??

Não teve como resistir aqueles olhos amendoados e um pouco puxadinho. Fui!

No bar entre uma cerveja e outra ela não parou de se insinuar, em alguns momentos passava as mãos o decote, em outros falava no ouvido da amiga olhando para mim e sorrindo. A Ariana já um pouco alegrinha me perguntou se eu tinha carro, porque se eu tivesse iria me pedir uma carona, e eu respondi q tinha sim, mas perguntei onde ela morava e ela me falou o lugar pena que era totalmente fora de mão pra mim. E ela falou – olha, você acha que não vai valer a pena me dar uma carona? Garanto que você vai pedir para me levar todas as noites. Quando ela terminou de falar cruza as pernas de um modo que mostrou sua bala e minúscula calcinha. Entramos no meu carro coloquei minhas mãos nas coxas dela e fui beija-la, e ela recusou o beijo, olhou pra mim sorriu de um jeito safado, abriu meu zíper e disse: - não vou beija-lo agora, porque o q eu quero agora é sentir o gosto do seu pau na minha boca! E começou a me chupar com muita vontade, chupou uns 5 minutos seguidos, parou e me beijou... Eu estava doido de tesão, então ela me olhou e perguntou porque ainda não estávamos no motele levantou um pouco a saia, e, foi ate o motel esfregando a bucetinha e fazia questão de me mostrar os dedos lambuzados. Quando chegamos quarto do motel ela fez questão de exibis o belo corpo, tirou a blusinha e a saia, ficou sá de lingerie, meia 78 e salto. Como era gostosa, toda ninfetinha, deveria ter 1,60, cabelos negros ate os ombros, seios médios de mamilos cor de caramelo.

Apás dar umas voltinhas pra se exibir, a cachorra veio em minha direção, eu estava sentado, ela colocou o pé no meu peito me empurrando na cama.

Veio em cima de mim sentando com sua bela bucetinha na minha cara... virou a calcinha minúscula para o lado e me ordenou que a chupasse. Obedeci.

Toda melada ela rebolava na minha boca, forçava o corpo contra a minha boca, até q se levantou olhou pra mim beijou a minha boca, deu um tapa em meu rosto e sorriu. Posicionou-se em um delicioso 69, chupou deliciosamente meu pau que pulsava em sua boca. Enquanto ela me chupava e eu a chupava comecei a passar o dedo no seu cuzinho, que piscava de tesão, mas ela olhou pra mim riu e disse:

- Hoje você não vai ter o meu cuzinho... Talves na práxima carona. E sorriu a maldosa

Nos chupamos por mais algum tempo te que ela deixou eu retirar sua calcinha... sem calcinha ela veio se agachando no meu pau, nossa que bucetão guloso, ele subia e descia, ele subia ate deixar sá a cabeça do meu pau nela e depois sentava de uma vez com força.

De repente ela parou se abaixou beijou a minha boca e gozou. A sensação daquela buceta comprimindo meu pau foi maravilhosa.

Ela se levantou da cama foi ate o frigobar e se abaixou ficando de 4, expondo sua bunda deliciosa, não aguentei e a peguei de quatro, fodia sua bucetiinha toda melada e inchada.... metia com força, a safada sá sabia pedir mais, ela dizia:- me fode mais, com mais força, isso, assim, mais, mais....

Não aguentei e disse:- vou gozar.

Ela sá se virou de frente para mim e abocanhou meu pau e gozei em sua boca.... e a safada engoliu todo o liquido grosso e quente que saiu do meu pau.

Tomamos um banho e no banho eu quis mais, mas elas disse que embora estivesse morrendo de vontade, ficaria para a carona do dia seguinte e que ela tinha horário pra chegar em casa.

No caminho para a casa dela ainda ganhei mais uma bela chupada...

No dia seguinte estava ela deliciosícima e já ao chegar na sala disse:

- Não esquece a minha carona hein... e hoje não tenho horário pra chegar em casa.



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eróticos esposa sodomizada no metrôa irma dela dorme conosco de calcinhaContos reais de sodomiaconto erotico viadinho de calcinha no citioContos erotico comi minha irmã cadeirantecontos eroticos meu marido me vendeu no bingocontos eróticos gay meu primo cumeu meu cu no sofaconto peguei a coroa dona do cormecioprimeiro conto de aline a loirinha mais puta e vadiacontos eróticos de mestre domadorcoloquei minha sobrinha de quatro virgemconto erotico gay pai ensinando o filho a beijarconto incesto minhas irmãs gritaram no meu pauhistória de contos eroticos novinha sentou no meu colo dentro do ônibus na viagemcontos eroticos com objetosComtos casadas fodidas na rua por camionistascontos chantagiei minha mae e mi dei bemconto incesto gay peludoconto de encesto a supresa de mamaecomi varios cu na casa de sungprofessora recatada pagando boquete pro colega de servico contoscontos eroticos gays atiçei meu tiowww.contos de abusada desde pequena pelo tio no incestocomeu a baba madura contoscontos espiando a irmã no banhocontos erotikos moleke de menor comendo o cu da mulher casadacontos heroticos gay meu primo de dezessete me comeu dormindo quando eu tinha oito anoscontos eróticos, esposa safada, puta dos patrõesContos eróticos dotadoscontos eróticos de bebados e drogados gaysporno éla dis méche que eu vou gozarconto de rasguei o cu da minha avóconto erótico gay em cinema. De Recifecontos-contraindo o cuzinho no teu pauconto erotico carona pro sobrinhoContos fiquei bebada e me chuparamcontos de comi o cuzinho da irmã na banheiracontos minha esposa bunduda dandoo cu pra caminhoneirosnamoradalesbicaConto erotico de sexo incesto cheiro da buceta suada da irmaContos cai de boca na buceta da minha avocontos eróticos minha esposa benzido pelo pai de santoconto me fode maninhoComi minha amiga bebada contosconto fiz sexo oral em padrepasto da igreja tirou meu cabaçomeu chefe comeu meu cu a força contosconto erotico fodendo a sobrinha de seis anosconto de arrebentando o meu cu com a pica grandecontos gay me depilando e pego no flagraconto minha tia chupo minha bucetadevolvendo esperma no pau do bem dotadomae me seduziu de calcinha conto eroticodei com muito amor conto separacaocontos erotico fui concertar s torneira da vizinhacontos com fotos travesti xexo com a mae da sua amigacontos camioneiro pau muito grossocontos carona q virei cornocontos eroticos sexo com minha empregada de vestido curtinhoContos eroyicos fui castigada e mamae chupo minha bucetacontos pisando na cara e comendo cudando padrasto contos eróticoscontos verdadeiro de filha de 10 aninhos dando o cuzinhocontos eroticos tava numa vontade danada de comer um cu e acabei dando o meucontos massagem na tiame fode com esse pintãoMeu irmão mandou eu deitar com eleporno agiota estouranda a buceta da mulher do devedoContos eroticos humilhadaMeu filho socou seu pau na minha bucetacontos feminino vacilei e me entregueicomia mae contoscontos eróticos gay putinha pedreiroscontos eróticos escravo de minha irmãcontos de mulheres pegano carona indo no colocontos completos quentes esfregando so pra judiar pedindo mascontos erotico esposa na festaCONTOSPORNO.sapecaContos de esposa abriu o cu ao máximocontos eroticos seduzi meu cunhado e tomei sua porracontos eroticos esposas na praia