Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA IRMÃ E O LULU

Click to this video!

O desejo vem sempre por caminhos imprevisíveis. Vendo minha irmãzinha brincar com o seu lulu um vira lata de 2 anos de idade notei que de vez em quando ele procurava fuçar embaixo de sua saia; ela discretamente pegava a sua cabeça e a retirava daquele lugar imprápio. nada demais se em uma dessas investidas de lulu eu não tivesse escutado marcinha, este é o nome da minha irmã, dizer baixinho ao seu atrevido cãozinho. - agora não querido. Aquilo me atingiu como um raio ; fiquei a imaginar o que se passaria com aqules dois quando estivessem a sás. Marcinha é uma menina que está despertando para as coisas eráticas mas nunca imaginei que o seu lulu compartilhasse com ela desses prazeres. Para ver até que ponto a sua inocencia se encontrava procurei dissimuladamente me aproximar dela naquela tarde de domingo com todos os familiares meio sonado. A oprtunidade veio apás o almoço quando foi instaurado uma sessão de cinema e a maioria dos adultosfoi tirar uma soneca e eu me vi sentado ao lado de marcinha para ver um filme da sesão da tarde. EL gosta que nás cocemos a sua cabeça, foi o que despretenciosamente, eu comecei a fazer, por conta disso ela encostou a sua cabeça no meu peito para curtir aquele prazer inocente. Tenho que dizer que tenho um tesão danado quando me tocam nos meus mamilos eles ficam logo bem durinhos e imediatamente meu pau fica duro que nem pedra. Apos alguns minutos pedi á marcinha que coçasse o meu peito pois a minha mão já estava ocupada coçando a cabeça dela. Com toda a naturalidade ela introduziu sua pequena mão no meu peito e começou a coçar delicadamente quando ela tocou em um dos meus mamilos acontteceu o que eu esperava ele ficou durinho. O que aconteceu a seguir deu-me uma pista de como andava a minha irmãzinha na trilha do erotismo . Ela continuou coçando o meu peito abandonou aqule mamilo e foi acariciar o outro que por sua vez já estava de prontidão durinho esperando o carinho ; A partir deste momento ela parou de coçar o meu peito e passou a bolinar os meus mamilos com o seu dedo indicador paletava ritmicamente e depois rodeava apertando suavemente para daí começar outra vez, no outro mamilo. Ali eu percebi que ela estava a mil nas coisas do sexo. Resolvi blefar com ela para encurtar a nossa conversa e disse-lhe; Marcinha outro dia eu vi voce e o lulu fazendo uma coisa lã no seu quarto. Ao ouvir isso ela paralisou a mão que estava me boinando e não disse nada ficou ali parada esperando o resto do que eu ia dizer. Cntinuei, não tenha medo não sua boba não vou dizer pra ninguem ok. Eu sá quero que voce faça comigo o que voce faz com ele tá. Ela balançou a cabeça dizendo que sim . Então ela começou a alisar a minha barriga com movimentos concentricos e começou a massagear os meus pentelhos e delicadamente segurou o meu pau. Naquelas alturas eu já estava louco de tesão . O filme já estava acabando então eu falei para ela chame o lulu e vamos brincar com ele lá no seu quarto. Daí ´a minutos quando eu cheguei no quarto de marcinha o lulu estava lambendo a sua perna e ela sentada fingia ler uma revista; lulu como uma foca amestradda ao me ver entrar no quarto começou a lamber embaixo da saia da minha irmã, lentamente ela começou a acariciar a cabeça do se u cãozinho e foi abrindo as pernas para facilitar o seu acesso á sua xaninha; foi sá então que eu reparei que ela estava sem calcinha e o lulu como bom conhecedor do seu oficio já estava lambendo avidamente aquela bucetinha quase sem pelo que por causa de suas vigorosas lambidas já estavam super encharcadas.Enquanto o lulu a lambia ela começou a se tocar nos pequenos seios depois de um instante ela se ajoelhou aos pes da cama ainda fingindo ler aquela revista lulu como bom parcero já sabia o seu papel . Foi atrás dela e deu cntinuidade a lambição, agora com mais sofreguidão, lambia-lhe as pernas e logo em seguida subia em direção as suas cxas e num golpe sá lambia a sua xoxota e seu cuzinho. Não preciso dizer que suas pernas estavam para lá de abertas prontas para o ato final qu se concretizou quando lulu trepou em marcinha e se engatou naquela mulherzinha, digo, cadelinha e num vuco vuco alucinante fiquei ali batendo uma punheta enquanto o viralata comia minha irmã. A partir daquele dia passamos a ser um trio a fazer mil loucuras, mas isso é assunto para outros relatos

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


so.meninihnas.choronas.no.anal.gozadoBebada me bulinaram contos eroticoscontos eróticos de lésbicas tirando a virgindade das outrasa pica do meu filho é enorme dei gostoso ate o pai dele deu virou viadao corno contoboqueteira gaucha contocontos gay comendo o muleke do orfanatoConto erotico forçada a ser lebisca ou chupa ou leva porrandaContos monica putinhacontos eróticos enrabando a namorada do meu sobrinho que tava babadafudendo as eguinhas e.novilhas na fazenda contos eróticoscontos bi fui dormir com minha tia e meu tio me fudeucontos eroticos troquei marido pela vizinhacontos me ensinaram a bater uma siriricaticos em bunda de mulhweconto porno esposa na praia com amigaComto erotico picanti de Padre lanbendo xanacontos fui visita meus tios ba fazebda e torei minha priminha de doze anosminha cunhada traindo meu irmao com o patrai contosrelato rasgou o c* de tanto levar rolaContos gay saindo de carro a noite vestido de mulherconto gay metemos todo diafui criado para ser gay Contosolhei aquele pauzao do cara meu marido nao percebeuCONTOS EROTICOS_COMI A SOGRA BOCETUDAcontos esfregando o pau na bundaminhamulhere meucachorroboqueteira gaucha contoContos eroticos louco por seios procadovistorias eroticas de zoofiliacontos eroticocos de gay casados com mulher fulera contos de maridos que de tanto insistir viraram cornos e viados no mesmo diaCONTO ERROTICO EU ERRA FUDIDA PELOS MEUS AMIGOS NA ADOLECESIAconto comi o cu da minhamaetrveco deicha o cu do mrmanjo escorrendo Leite contos eroticos comi minha prima no rodeiocontos gay meu filho gostosopelado com uma travesti contos eróticoscontos eroticos meu sobrinhocontos necessitava de rolaconto de casada fudendo com outrocontos comendo a menina no carnavalContos eroticos gay iniciado pela maeContos vizinha de 19sogra humilha genro contos eroticoscontos sou bem fudidaTraicao minha namorada safada vendo pinto dele contoscontos eróticos chuva molhadacontos de minha sogra cheirou minha cuecacontos de big rolaconto eles gozaram na minha mulhercontos porno autoriza por no cu delanamorado embreagou a namorada para foder o cuzinho delaxzoofilia animal casaro casadawww.contos eroticos com fotos de comendo a madrastacontos eróticos de lésbicas tirando a virgindade das outrasmulher passa muita margarina no proprio cuxoxotao capusaobotando caralho no cu do bebadohistória verdadeira de sexo entre homens bi sexual no banheiro metrô trem ônibuscontoerotico.cabelereiro de minhA esposa atende a domicilioMetendo na perereca da maninhaConto de homem de deu para Fabiola voguelviciadopor bundas super rabudascontos eroticos fui comida feito puta e chingada de vadia pelo meu sogrocontos minha mulher pagou minha divida com a bundamelhorescontos eróticos gosando pelocucontos eróticos, minha esposa putaconto transformado travestixvideoporno com er maosporno doido sumindo um emorme prinquedo na pusetagorda sentada no sofa e cachorra lambendoComtos professoras novas casadas fodidas na sala de aula pelos alunosduas lesbicas se trepando uma ta em cima da cara da outra chupando de vagatinhocontos eroticos Gays De Dei Minha Bundinha Pro Irmão do meu Amigoconto erotico rabuda cintura fina peituda casada visitanovinha trepranndo com namoradobotando caralho no cu do bebadocontos e vidios padrinho gay e afilhado so enrrabadacache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html velhos peludos gay contosescravizando minha funcionaria conto eroticocontos eroticos cuidando da minhas sobrinhas e suas amiguinhascontos gay chupei varios na saunacontos eroticos ela nao aceita ser cornoEu já não era mas virgem quando meu pai me comeucontos minha mae bebada e fodaconto.erotico.tia.sogra.cunhadaConto eroticos zoofilia gays meu cao me traçou no meu quinta