Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ESTUPRADA NO MEXICO

Click to Download this video!

Meu nome é Andressa, tenho 20 anos, loura, olhos verdes, 1.73m, 59 kg, bocas carnudas, corpo bem definido, seios medios, bumbum arrebitado. Ja trabalhei como modelo, saí varias vezes em capas de revistas e ja fui dançarina no programa do Faustão. Apesar da grande ferida que esse crime causou em minha alma vou relatar o que aconteceu para que outras pessoas não caiam nessa armadilha. Em 2002 tinha uma vida promissora, tirava fotos para revistas, desfilava e dançava, mesmo assim tinha uma renda que não era o suficiente para ajudar minha familia e pagar minha faculdade pois meus trabalhos eram sempre temporarios. Foi quando recebi uma proposta de uma amiga que trabalhava nos Estados Unidos. Ela ganhava 3 vezes mais do que eu trabalhando como babá. Apesar da discordancia dos meus pais, resolvi arriscar. Tentei tirar varias vezes o passaporte americano e não conseguia por não ter um trabalho fixo comprovado. Então minha amiga me passou todas as coordenadas para que eu entrasse no país clandestinamente através do deserto mexicano. Pelo perigo que sabia que ia correr meu irmão topou ir comigo. Então negociamos com uns agenciadores em Minas Gerais e conseguimos contatos com uns coiotes "como são chamados os mexicanos que fazem esse serviço" e fomos fazer essa loucura. Chegando em solo mexicano, encontramos com mais 19 brasileiros e dois coiotes que iam nos guiar pelo deserto. Eles me olharam de cima para baixo e conversaram algo entre eles. Fiquei com medo e avisei meu irmão. Ele perguntou se eu queria desistir, pensei nessa hipotese, mas como ja estava lá resolvi seguir em frente. Foi o grande erro da minha vida, não sabia que a partir dessa decisão ia passar o maior pesadelo da minha vida. A viagem é feita de noite e o lugar é de dar medo. Com 1 hora de viagem os dois disseram que iam dividir o grupo para despistar a policia. O estranho é que colocaram um grupo sá com homens e no meu grupo quatro mulheres, meu irmão e um senhor de uns 50 anos. Com mais 19 minutos de caminhada encontramos com mais tres coiotes todos mal encarados que prontamente olharam para mim e disseram que a viagem tinha chegado ao fim. Apontaram suas armas em nossa direção e começaram a nos amarrar. Sá eu e uma mineira ficamos desamarradas. Foi aí que desconfiei o que ia acontecer. Um deles ja chegou me beijando enquanto outro apalpava todo o meu corpo. Comecei a chorar compulsivamente e meu irmão começou a gritar levando logo varios socos e chutes que o deixou desacordado por um bom tempo. Tiraram toda a minha roupa e tbém da mineira que vou chamar de Valeria e que descobri depois que tinha apenas 19 anos. Ela tinha mais ou menos 1,65m e 54 kg, muito bonita, seios medios e bumbum bem redondinho. Nás duas choravamos como bebê mas não tinhamos mais nada a fazer, estavamos no meio do deserto com animais brutos, sujos e insaciaveis. O coiote que estava com outro grupo se juntou a eles e fui violentada de varias formas por 5 coiotes a noite toda sem parar. Eles revezavam em mim e na Valeria. Era virgem da bundinha e me estupraram sem dá. Fizeram fila, um gozava e ja entrava outro. Em um certo momento estavam fazendo dupla penetração em nás duas enquanto eramos obrigadas a chupar o penis do outro maldito porco mexicano. Tomei porra a noite toda, vomitei muito e de manhã meu corpo ja estava dormente de tanto esforço, minhas lagrimas secaram, não chorava mais, não tinha mais reação, meus joelhos estavam esfolados de tanto ficar de quatro. Aquela cena deles em cima de mim revezando na minha vagina, na bundinha e na boca sá me deixava com mais raiva de não ter desistido a tempo. Naquele momento eu pensava em me matar tamanho foi o sofrimento e humilhação. Acho que foram mais de 8 horas de sexo sem parar, um deles não gozava de jeito nenhum, chegou a ficar mais de uma hora comendo minha bundinha, a dor era insuportavel, metiam como animais. A Valeria tbém sofreu muito, o mais dotado de todos não a deixava em paz comendo sua bundinha diversas vezes. Estavamos ensanguentadas e com porra escorrendo por todos os lados. Quando cansaram, sorriram pra mim e disseram que adoravam comer as brasileiras por que nás eramos mais calientes que as mexicanas e que eu era uma putinha mais gostosa que eles tinham comido. Nos deixaram peladas no deserto e a unica coisa que eu esperava naquele momento era a policia chegar e me deportar. Queria voltar logo para o Brasil e esquecer esse drama que passei. Mas dois anos se passaram e ainda carrego marcas desse dia terrivel. Peguei hiv e outras dsts e na hora de fazer o aborto de um filho deles fiquei esteril. Sei que muitos irão fantasiar com esse relato, mas o meu intuito foi alertar as pessoas para um triste realidade que vem acontecendo. Beijos. Dressa.



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


iniciando um viadinho contoDei para o cavalo contoscontos eróticos por engano eu enrabei a minha enteadavovó nadando pelada contos eroticoscontos velhas que traem maridosconto erótico dei meu c* para o Jornal do Campocontos eróticos, cuzinhocontos de velhas gordas tomando gozada na caraespiando o.vizinho contos eroticoscontos eróticos online pai tarado e filinha devassapezinho com chulezinho da minha amiga contos eroticos podolatriahistoria contos de sexovovo bulunado minha pepeca incestocontos de cherado decalsinhaconto meu irmEle gozou em mim e no meu marido bebado contoscontos eróticos: gostosa não resistiuraspada para surpresa do marido contosconto erodico de entiada evangelicacontos eróticos menininha bebeu minha galacontos eróticos peguei a minha irma dando para o cachorro contos fui brincar amoite de esconde esconde e dei o cu pra todos mulequesvídeo de gorda lavando o rabo ensaboadocontos eroticos mae com filhos deficientexzoofilia animal casaro casadacontos como se come uma putaContos eróticos com anal jovem inocente gostei gostoso ela chorousexo-gostoso-numa-ilha-paradisiaca..comconto erótico com professora de filosofiacontos eroticos molestada no onibusengravidei minha vizinha casada se chama marcha nos contos eróticoscalma aí bota devagarcontos de corno minha mulher me trocou por outrocontos eroticos traindo na Lua de Melcontos eroticos meu marido sempre soubeconto erotico lesbico chupa meu grelinho ai vou gozar isso não para ai ai ai to gozandoconto aquela mulher mexeu na minha buceta cu teencontos eroticos fazendo o bico dos seios dando de mamarhistoria eroticass papai mum chupou contoseroticos d sexos de camioneiro comendo travesti na estradaviciei em dar o cu e virei transconto erótico vestir roupa de menina sair na ruacontos eroticos cm chantagia minha intiada para mim da a sua bocetinhaconto erotico viadinho vestiu calcinha e shortinhocontos eróticos sadomasoquismo argola enfiada na bucetaminha filha fudendo com nosso impregados contosContos eroticos menstruadaconto erótico cantada pesada na ruade calcinha na frente do meu pai contoscontos eróticos de mulher encarando um pau gigante e não aguentaconto gay "nao puta"porno policia agelma ou marido fode amulhercontos eróticos sexo no carnavalsou loco pela minha cunhada contos eroticospedindo pra fuder com minha,mae sandracontos eroticos com giuliachantagiei a negra contocontos erotucos meu pai tirou meu cabacinhoViadinho Estuprado Na Frente Da Mãe no assalto Contos Eróticosbunda queria sentir a Rola entrando devagar contowww.contos eróticos.com.br enrrabei a patroacontos eróticos com palavrões de lésbicas sendo submissasConto homosexuais de enteadoscontos eroticos de submissaofui consola a cunhada contosConto porno vi mamae sendo sarrada no busaoConto acho que minha mulher deu pra outro chegou em casa com a buceta machucadaMeu namorado virou corno contos teencontos eróticos família vavela minha mãe comigo no banheirocontos picantes se masturbando com pepinoComo sentir prazer ssozinha ate gozarcontosconto erotico amigas chupei cunhadanovi bateno sirica e hosano fostoso