Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A BUNDINHA DO MEU IRMÃO CAÇULA É UMA TENTAÇÃO!

Click to Download this video!



Olá, meu nome é Wallisson e tenho 19 anos. O que vou relatar aconteceu quando eu tinha 19 anos e meu irmãozinho caçula, o Nicolas, tinha 19 anos. Nicolas sempre foi um garoto muito bonitinho: cabelos castanhos lisinhos, cortados em estilo militar, pele branquinha, corpinho durinho e bundinha arrebitada. Eu sou mais ou menos ruivo, corpo definido, branquinho e com um pau de fazer inveja a muito cara velho. Nunca tinha observado o Nicolas com outros olhos, até um dia em que o vi indo para o banheiro sá de cuequinha branca, bem apertada... Caraça! Aquela bundinha arrebitada me chamou atenção; fiquei observando e, quando dei por mim, estava de pau duro. Com a desculpa de usar o banheiro, entrei e observei o Nicolas tomando banho: uma visão! Parecia uma garotinha, bem gostosinha e que bunda! Logo imaginei meu pau naquele cu. Tive que tocar punheta a noite toda. E assim fui levando a vida, cada vez com mais tesão no Nicolas. Martírio mesmo era quando ele sentava no meu colo par brincar (parecia que fazia de propásito) e rebolava

Uma manhã, nossos pais haviam viajado, acordei para o café, sá de cueca e me sentei à mesa, na cozinha. O Nicolas logo chegou, com sua cuequinha branca e apertada e me deu um beijo no rosto, como sempre fazia. Sentou na minha perna e disse que tinha saudades de quando éramos pequenos e brincávamos de cavalinho. Enlouqueci! Quando dei por mim, disse a ele:

- Nás podemos brincar de novo. Sá estamos nás aqui. – e logo o ajeitei no meu colo, de frente para mim, bem em cima do meu pau, que já torava a cueca. Quem flagrasse a cena, se excitaria com a pose em que nos encontrávamos.

Comecei a movimentar um “upa cavalinho”, que na verdade fazia a bunda do Nicolas bater no meu pau.

- Seu pau ta engraçado... – disse ele – ta cutucando minha bunda... – e deu um leve sorrisinho.

- Então é melhor a gente tirar as cuecas. – disse eu.

Tiramos as cuecas e logo encaixei aquela bundinha no meu pau. Comecei a olhar o Nicolas bem dentro do olho e perguntei:

- Ta gostando do cavalinho, maninho?

Ele, que já percebera o que estava acontecendo, apenas respondeu:

- Si-si-sim.

Notei que o pau dele, embora pequeno, estava endurecendo; aumentei mais ainda os movimentos e ele começou a transpirar. Sem cerimônia, segurei o pau dele e comecei uma bela punheta. O guri começou a gemer e me pedia para não parar. Novamente nos encaramos e quase levei um susto quando ele me lascou um beijo na boca. Não me fiz de rogado e chupei a língua dele. O guri gozou na minha mão e eu espalhei minha porra pela bunda dele.

Nos encaramos e eu disse:

- Vem comigo.

Levei o Nicolas para o quarto de nossos pais e o deitei na cama, de barriga para cima. Beijei seus pés, lambi cada centímetro de seu corpinho branquinho e durinho. Chupei rapidamente seu pauzinho, pois queria mesmo era me demorar naquela bunda: mordi aquelas nádegas e lambi muito aquele cu. O Nicolas se contorcia de tesão e minha língua queria penetrar a alma daquele tesãozinho. Subi nas lambidas e nos beijamos novamente. Disse a ele:

- Agora é sua vez. Vai mamar o pau do mano.

Ele não se fez de rogado e abocanhou minha jeba. Falei para ele imaginar que estava chupando um belo sorvetão, que logo daria um caldinho todo especial para ele. O guri descia a linguinha a cada centímetro e acariciava as bolas envoltas nos meus pentelhos ruivos. Fez um boquete como poucos fariam. O peguei no colo, o beijei novamente e disse:

- Vou te comer. Posso?

- Mas aí eu não vou ser viadinho, mano?

- Lágico que não! – respondi – Entre irmãos não existe esse lance.

O beijei de novo e comecei a acariciar seu pau. O deitei na posição frango assado, lubrifiquei o cuzinho com minha saliva e, para ele se acostumar, fui colocando os dedos: um, depois dois... O Nicolas rebolava que nem uma puta no cio. Aquilo me enlouquecia mais ainda! Comecei a enfiar meu pau, bem devagar. Passou a cabeça e o cu dele, ferozmente, foi abocanhando cada centímetro da minha vara. Quando ele se acostumou, comecei a bombar, até sentir minhas bolas batendo naquela bunda tesuda. Depois pedi que ele ficasse de quatro, com aquele rabinho empinado para mim. Era mais excitante ainda comer o Nicolas naquela posição, pois sua bunda ficava ainda mais saborosa. Eu não resisiti e comecei a estapear aquele guri safado. O Nicolas gemia e rebolava. Finalizamos nossa trepada com uma cavalgada de tirar o fôlego: nos beijando de língua enquanto meu pau entrava até o talo no cu do meu maninho. Gozamos juntos, encharcados de suor. O Nicolas sorriu para mim e eu o beijei. Dormimos juntos e abraçadinhos. Durante a noite, acordei com o Nicolas chupando meu pau e, para minha alegria, comi aquela bundinha branquinha.

Ficamos um bom tempo nesse joguinho, até o dia em que nosso pai descobriu...

Mas isso é assunto para o práximo conto!

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eróticos eu comi minha irmãsou crente casada mais sou putacontos gay lutinha com o primo de 16contos eróticos de gay comi a bunda do amigo do meu irmãocontos de quen comeu coroas dos seios bicudosnetinha virge de sainha estruooconto erotico viadinho vestindo as calcinhas pro velhohomens apanhados a pila na maoComtos mae fodida pelo filho e sobrinhomarido chupando a x*** delaassustei com apica do meu melhor amigo contosurso velho peludo gay contosconto meu vizinho paneleiroContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorcontos eroticos namorada brava e virgemContos Comendo A filha da amigabuceta inchada da cunhada...contosCasa dos contos zoofilia o cao que gostava de ser cadelacontos eroticos .ulher do meu paicontos eroticos .ulher do meu paise escondel de baixo da pia e chupol a buceta da tiafui dominado por uma mulher mais velha conto eroticoContos erroticos visinho fodedo novinhaEnfiando na bundinha ate eta sentircontos weroticos comi minha sobrinha novinha de calcinha de rendacontos vi minha mulher no colominha esposa e sua namoradinha contoContos eróticos fiquei desemprego e o nosso velho vizinho rico comprou minha mulher 3contos gay gordinho calcinhaconto erótico gay brincandoeu liberei minha esposacomo meu marido virou corno III kellycontos eroticos transando com a lutadoracontos dei pra passarPorno pesado gordao arromba magrinha pono doidocontos eróticos de ferias no sitioconto - bundinha durinha , cuzinhoapertadocontos eroticos eu tinha 14 aninhoscunhada casada e timida linda contosminha esposa ela casou comigo virgem da sua buceta e virgem do seu cu eu e ela na nossa noite de núpcias eu tirei a virgindade da buceta e a virgindade do cu dela conto eróticovídeos pornô muller que esta usando vestido de veludo analxxx.emcoxei ela gostoumeu primo pegou no meu penis de 10cmnora bunda gostosa provaca sogro conto eroticodei na infacia e não me arrependo contos gayscontos de gay sendo humilhado pelos pauzudocontos eroticos realizei meu sonho comi minha cunhada novinhaGoiânia conto vigia da obra gay cuContos.encesto.mae.desfila.de.calcinha.pro.filhohistoria porno de meninas com seu irmao tarado nocampcontos corninho obrigado a usar calcinhagay aperta,amassa e masturba o pau do parceiro e ele goza gostosoconto erotico fui sentada no colo do vovocontos... me atrasei para casar pois estava sendo arregaçada por carios negoescontos eroticos o dia que comi a novinha gordinhaConto arrombada por vovô e o caocontos eroticos aluno aii mete aiiiihttp://googleweblight.com/i?u=http://tennis-zelenograd.ru/conto_265_meu-tio-foi-o-meu-1xaa-homem.html&grqid=yBm1GLRi&s=1&hl=pt-BR&geid=1054Minha esposa no rancho com outrocontos eróticos filho olhando debaixo da saia da mãecontos eroticos dei pro meu sobrinhocontos gay o hetero sentou no meu colo na viagemmulheres casadas morenas claras 45 a 55 anos traindo com negaocontos eróticos eróticos meu enteado me comeu coroa muito peituda tranzando com subrinhocontos minha esposa viu o garotode pau duroque cu mais apertado agora chora contocontos eróticos enormes nadegasCavalo discabasando uma jumrentapono. patrato. vudedo. a. tiada. novaminha mulher adora ser brechadame comeram contos teensenta aqui sua safada contos eróticoseu sou o viadinho do meu cunhado contos eroticosnamorada sem calcinha no sofá mostrando a b***** para o namorado e f****** com eleContos vamos comer o cabacinho delagozaram na bocacontosComto pego em fragantelouco pelo bumbum da minha irma contos eroticosContos fui estud fud mãe e filhaassistir pornô mulheres libiscos com muito tesãocontos.eroticos.meu pai se apaixonou pela minha esposacontos eroticos de apostei com a minha irma e acabou em tranzasou crente casada mais sou putaconto o mendigo roludo comeu minha mulherFui Comida pelos colegas do colegios contoschuupadaConto eu e meu marido bebemos muita porra fresquinhaentiada mimada pau na conasexo velho gozando dentro da menina de quise ano e gosanodentroConto erotico tirou o cabaco da casadinhaSou casada a muito tempo e amo muito mesmo meu marido mais acabei traindo ecolocando devagar na bundinha vestidinho