Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MEUS IRMÃOS, MEU PAI E EU?

Click to this video!

Quando éramos crianças morávamos eu e mais dois irmãos mais velhos numa fazenda no interior da Bahia. Meu pai e meus irmãos, toda tarde iam tomar banho no rio e sá voltavam à noite. Eu tinha muita vontade de tomar banho com eles, mas eles não deixavam. Um dia resolvi ir escondido atrás deles e o que vi me deixou doido. Meu pai ensaboava o corpo de cada irmão meu com tanto carinho que ambos estavam de pau duro. Meu pai também estava. Num dado momento meu pai passou o sabonete para o meu irmão mais velho e ele ensaboou todo o corpo do meu pai, inclusive o cacete dele que já estava enorme, a cabeça já estava roxa. Depois do sabão os três entraram na água e retiraram a espuma. Meu pai falou: "Deixe-me ver se tá cheiroso mesmo". Ele se abaixou, segurou o cacete enorme do meu irmão e cheirou as bolas e depois a cabeça. Falou de novo: "Vou ver se tem gosto de pau sujo". E pôs a pica do meu irmão na boca. Fez um boquete monumental, meu irmão urrava e puxava a cabeça do meu pai pra engolir mais a caceta e falou: "Vou gozar na tua boca, meu macho tesudo" Ele socou com força o pau na boca do meu pai e gozou soltando vários palavrões. Meu pai cuspiu na água e se virou pro meu outro irmão que já estava saindo da água: "Êpa, mocinho, vou querer tua gala também". Meu irmão disse que não queria. Meu pai foi até ele e cochichou alguma coisa no ouvido dele que não deu pra eu ouvir. Naquele momento eu sentia meu corpo todo tremer de tesão. Então meu pai puxou a cabeça do meu irmão até o pau dele e disse:"Faça igualzinho ao que fiz com teu irmão". E rolou uma cena espetacular: meu pai metia com força na boca do meu irmão, dizia que não era mais pra ter ciúme, que ele também era muito gostoso e que iria trepar com ele o resto da vida. Meu irmão chupava meu pai com muita avidez, parecia querer engolir a vara. Na hora de gozar meu pai avisou e aí foi que ele segurou com mais força as coxas do meu pai e sugou toda a porra. Voltei pra casa correndo e cheguei antes deles. No outro dia segui os três novamente e a putaria rolou de novo. Comecei a desejar ardentemente participar daquela orgia. Mas eles nunca me levavam para o rio. Um dia meu pai veio me dar banho no quintal. Quando ele tocou em mim quase desmaiei e meu pau subiu no ato. Ele riu, pegou no meu pau e falou:"Acho que um dia ele ainda vai crescer" E eu pedi: "cheira ele pra ver se tá limpo". Ele me pegou no colo e cheirou meu pau. Pedi pra pôr na boca pra ver se tinha gosto de pau limpo e ele disse: "Não posso" E eu falei: "Por que meus irmãos o senhor chupa e eu não?" Ele disse que eu era muito criança ainda pra essas coisas e que o meu dia chegaria. Fiquei com muita raiva dele e dos meus irmãos. Estava muito enciumado. Mas não deixei de sempre espionar a transa diária deles. Desde que minha mãe se mudou da fazenda que meus irmãos dormem no quarto dele. Um dia meu pai avisou que viria uma outra pessoa morar com a gente. Era um primo dele. O cara era muito gostoso e desde o primeiro dia em casa percebi que seríamos "bons amigos". Ele brincava muito comigo e em alguns momentos eu dava um jeito de passar a mão no pau dele e ele nunca reagia. Aconteceu somente uma vez, depois de muito eu me mexer no colo dele assistindo a TV. O pau subiu mas ele logo pôs a mão em cima pra ninguém notar e percebi ali o quanto a vara dele era grande. O único quarto disponível na casa era o meu e foi lá que ele passou a dormir toda noite pra minha loucura. O cara sá dormia de cuecas e eu ficava acordado pra ver ele chegar e tirar a roupa. Um dia ele percebeu o quanto eu olhava pra sua mala e começou a mexer nela como quem não quer nada. No outro dia ele mijou e entrou no quarto ainda sacudindo o pau e fingiu que foi sem querer. Eu disse, safadamente, que havia gostado. Ele riu me abraçou e falou que eu era muito novo pra pensar nessas coisas. Contei pra ele do meu pai com meus irmãos e fomos juntos assistir a cena. Ele bateu uma na minha frente vendo aquilo. Na hora de gozar eu pus a mão no pau dele e ele gozou em mim. à noite, já estava dormindo quando ele chegou, deitou do meu lado, cheirava a cerveja, e falou: "Quer perder a virgindade no meu cacete hoje?"

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


enchemos a boceta de porraContos eroticos de podolatria com fotos chupando pes de empregadas dormindomora Nana bem gostosa da bundona bem grandes eu dental bem deliciosa néde calcinha na frente do meu pai contosconto erótico assediaram minha mulher na ruacontos eróticos gay taxista Santarém Paráme amarro nos peitos delaconto eroticos maduras e filhas na putaria caralhudosconto porno descrobri q minha mulher tinha.umde calcinha na frente do meu pai contoscontos porno esposas estuprados submissoscontos eroticos....primeira vezfui viajar com minha nora minha buceta ei cu delaComtos mae e filha fodidas pelo empregado do maridocontos eroticos fui putinhacontos de mulher chupando o pinto.contos de coroas safadas no cacetaocontos erotico frentistahantai filinha patendo punheta pro pai safadaZofilia Homem fodendo forte acadela ela chora sentido dorcontos eroticos dentista coroa casada tarada por sexoconto erotico gravida carentecontos de heteros branco comendo bunda negraconto gay amigos do papaiconto erotico minha mulher de calcinha e shortinho provocou o coroa taradoconto mulher conta que que dois predeiro comeu seu cuzinho a força fotos derabudas na academia roupa brancaesposinha chorosa: contosgrelo xoxotudaentei no quarto da minha primaContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorcontos de sexo eu meu amigo e minha esposacontos eroticos caçaConto gostoso picante paiContos erótico eu casada dando na pescariacontos eroticos estrupada por pivetesconto erotico esposa sofre no pintaocontos erótico minha chefe gostosacontos eroticos amigas ci pegandoPai filha chuva dourada contos euroticoshistórias de sexo o meu padrasto cominnha a mãe ea enteadacontos eroticos de putas viciadas em porra gang bangcontos de velhos mamando seios bicudosContos eroticos minha esposa e um meninoo amigo do meu marido me chantageou contosContoseroticosdegatinhasmasagista se marturbando no meio do espediente porCONTO EROTICO:FIQUEI COM A CRENTE SUPERGATAcontos eróticos priminha caçulaSendo comida a força pelo neto contos eróticoscontos comi a internadacontos eroticos chantageada pelo titiohestoria erotica o grandi fatasia do meu marido e c cornoconto erotico aposta gayconto gay viciei na rola do negÃoChupando o pau do.meu paidormi.docontos sexo cabaso samgrandomijando na boca desde era bem pequena contoscontos eu era enrabada toda noite pelo taradocomi egua nova contocontos eroticos de enteadasporno quando o home empura o cacete no egua ela gozacontos de putas se chupando ate o orgasmoconto erotico raquel morena deliciosameu filho me dominou contos incestosTennis zelenograd contoconto erotico o cu da mendinga gostosacontos eroticos meu amigo veio fazer trabalho e acabo me comemdofraguei meu garotinho de seis anos mamando o pau do vizinho contos eróticos gayno hotel com meu filho contos de encestomalhadinha de cabelo vermelho malhadinha malhadaporn contos eroticos negao foi entregador fudeu minha esposapia se acha ser pausudodepois direto para fudela dormindoo coroa rico que tirou a virgindade do meu cu no motel que ele fez eu vira seu gay ele adora fuder meu cu no motel ele me ligou pra eu ir com ele pro motel eu fui com ele no seu carro pro motel eu e ele dentro do quarto eu chupei seu pau ele começou a fuder meu cu ele disse pra mim eu não vou goza dentro do seu cu eu vou gozá dentro da sua boca pra você engolir minha porra ele tirou seu pau do meu cu ele disse pra eu chupar seu pau eu comecei a chupar seu pau ele gozo dentro da minha boca eu engolir sua porra conto eróticorelatos eroticis minha esposa eu e nossa amiga Lu