Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ESTUPRO NUMA FESTA DE CASA DE PRAIA.

Click to Download this video!

Para o fim de semana, minha amiga fez uma festa e chamou muitos amigos para irem dormir na casa de praia dela. Bebemos, dançamos, nos divertimos... E um amigo dela, bem bonitinho, parecia interessado em mim. Ficamos, nos beijamos várias vezes, e ele tentou me bolinar. Apesar de muito bêbada e de eu não ser mais virgem, não quis nada disso tão cedo. Eis que umas três da manhã eu estava muito bêbada e fui me deitar num dos quartos lá de cima.

Me deitei de bruços e esperei a tontura passar. Depois de um tempo, eu já não estava mais tão tonta, ouvi a porta abrindo.

-Renata?

Nada.

-Renata?

-Não, é o Tiago...

-Ah, Tiago...

Dei um risinho, ele me deu um beijo. Fui ficando molhada, excitada, mas naquele estado, nunca poderia sair algo bom. Eu não gostava de ser irresponsável.

-Eu tô tonta, depois a gente fica mais...

Me deitei novamente, e ouvi ele trancando a porta.

Depois, sá senti.

Segurou meus braços com força. Eu sabia que naquela parte isolada da casa que eu estava, ninguém me ouviria gritando. Tentou me beijar de novo, e eu virei o rosto.

Ele me puxou, sempre bruto, e me jogou na cama de novo. Bati a cabeça na cabeceira e fiquei muito mais tonta do que já estava. Vi, mesmo com tudo turvo, ele abrindo o zíper da minha calça abaixando-a até os joelhos.

Com medo que eu gritasse, tapou minha boca com a mão com tanta força que eu não conseguia nem abri-la. Ele era forte. Depois, com a outra mão, tirou da calça o que eu nunca tive coragem de olhar e colocou-o entre minhas pernas. Estava rígido e me sujava com aquele líquido nojento.

Ele tentava beijar meu pescoço, me babava toda. Eu chorava, as lágrimas caíam incessáveis.

- Olha, como ela tá molhadinha... putinha, você tá gostando..

Ele enfiou três dedos na boca e os lambeu. Depois, sá fechei os olhos, porque já imaginava o que estava por vir.

Ele me penetrou os três dedos com força, eu não conseguia nem gritar a minha dor. Ficou tentando me masturbar, eu gemendo de medo, e depois desistiu. Pegou o pau que estava entre minhas pernas e o enfiou com tudo em mim, eu chorava mais que nunca.

-Putinha safada... pare de fazer tipo que eu sei que é isso que você quer...

Ele estocava tão forte que eu quase desmaiei de dor. O caralho que ele estava bêbado. Estava se aproveitando de mim o máximo que eu podia, enquanto eu não conseguia me defender.

Ele tirou a mão de minha boca e bateu minha cabeça de novo na cabeceira. Sá senti ele puxar minha blusa.

-Ah então os peitinhos tão durinhos é sua puta? Você gosta disso é sua safada?

Ele lambeu-os. Eu sentia vontade de morrer. Que ele me matasse. Eu não queria sair viva daquilo.

Meus braços não tinham mais força. Eu não conseguia lutar contra ele.



Depois, ele ficou calado. Pareceu que tinha se concentrado na prápria vontade de se saciar. Estocou, meteu, meteu, meteu, e depois de mais ou menos trinta minutos, por vezes batendo minha cabeça de novo para eu ficar tonta, senti os espasmos entre minhas pernas. Ele tremia todo, e puxava meu corpo frágil pelos quadris mais para perto dele, me usando como uma boneca inflável. Gozou dentro de mim.

Saiu, trancou a porta e me deixou sá.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


relatoeroticocasadaflagrei todos fudendoelaContos eróticos arregacei o cú da noiadaconto erotico travesti passeano na pracaconto erotico casado se apaixonou por um afeminadocontos eróticos devemos dividir o mesmo quarto com um casal de amigoContos gays amante do tio velho desde de pequeno adoro vpu casar com eleMeu irmao comeu eu e minha amiga contoConto etotico ninfeta putinha so dorme peladinha e arecanhadinhaconto erotico policial beijou minha namoradaconto punheta depois futebolempregada fingida, conto eroticoTennis zelenogradrelatos nossa que cdzinhalindacontos eroticos esposa com outropornodoido garota pequenA seguanndo pau grandepau expulsa pau do corno da buceta contosminha xana piscavasou amante do bundao da minha mae"anelzinho aberto" gay contocomtos etotico meus.amigos comeram.minha maedeixei minha esposa dar para outro contos de heteros branco comendo bunda negraminha cunhada mim chamo pra trnzarconto guey jogador chupa adversário no vestiáriosexo no arpoador conto eroticoviuva com fogo contos pornopeitinhos feito pera chupada pela amigacasada chantageada e submetida aos limites contos eroticosafeminando o corno contocontos eroticos escravizada e usada por um tarado IVcontos fui arrombada dentro de casa pelo baiano amigo do meu maridocontos de casadas escravascontos meu pai me arrastava pro matoRenato shortinho coladinho fazendo na rolaSou casada mas bebi porro de outra cara contosconto de iniciação transex quando tudo começa.conto gay fodi o namorado da minha irmaconto erotico irmã de 16 e a vizinha de 15 tranza com o irmão de17 e goza na buceta das duascontos eroticos sobre voyeur de esposaloca pra fude vai logo metenContos eroticos de sexo na infancia safadinha des de me nininhaConto erotico advogada enrabadacontos eróticos gay advogadodei a b***** para o meu genrocontos erotico encoxaram mulher do gordinho na frente delecontos meu marido comeu minha maecontos colocando menina pra. mamarnão sei como ela aguenta toda no cu e na boca está pica gigantecontos erotico o assalto meu marido participouconto gay camisolinhaTrepadas no caminhao cabinecontos eróticos de upskirt em escoteirameu amigo cumeu minha mae e minha irma.historias eroticasporno doido mamadas terminando na bocsamostendo bucetas"amor vou dar" amigo colegaviagra pra minha mae contos eroticoscontos veridicos de japa com negao de pau giganteContos eróticos atolei no cuzinho da mamae no onibus lotadoencaixei o cacete do amigo de meu marido q tava ao lado e nem percebeu contoscache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html sentei na rola do padrinho contos eróticosVídeo lendo contos com vibrador na bucetapapai deu banho e colocou o dedo npepeka d filhinha conto eroticoconto erotico cobrador casada lesbicocontos eróticos porra escorrendo coloco papel higiênico na calcinhaeu e minha cunhada lesbica fizemos um bacanal com sua irma e mae incestocontos eroticos perdendo avirgindade encesto compadreComtoerotico profesorinhacontos eroticos vendi minha filhaconto xota cu irmãzinhacontos erotico você agora é meu viadinhocontos gay comendo o amigo rabudo em casarelatos eróticos de incesto sogra cheirando minhas calcinha usadasParaíba putinhocontos esposa foi dançar e passou buceta no pau do amigoContos eroticos abusadas pelo meu padrastocasa dos contos virei vadia do meu filho e estou amando ele admeu pai e meu tio me comeramcontoerotico estrupada pelo negao pirocutoconto esposa se transforma na casa de swingconto - ela foi amarrada e fodida sem docomi o garotinho contos