Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MAE ME COMEU NO BANHEIRO

Click to Download this video!

Tudo aconteceu quando tinha 10. Meu nome é Pedro (nome fictício), hoje tenho 19 anos, tenho cabelos loiros, tenho 1,80 mts de altura, peso 70 kgs, sou magro, corpo malhado e olhos azuis. A estária que quero relatar aconteceu comigo há 7 anos, sempre tinha o hábito, desde pequenino, tomar banho com a minha mãe, mas a partir dos 9 anos, comecei a desenvolver-me e a pensar em sexo, e então comecei a ter vergonha de me despir e ficar pelado em frente a minha mãe. Um dia, já com os meus 19 anitos, quando vinha da escola, fui deixar as coisas no quarto e fui dizer oi à minha mãe, minha mãe na altura tinha 33 anos, devia de ter entre 1.60 e 1.70 mts de altura, devia de ter uns 56 kgs, bunda arrebitada, seios médios, cabelos loiros e olhos azuis, nesse dia estava muito calor e então decidi ir tomar um duche, quando entrei no banheiro, reparei que minha mãe tinha deixado a calcinha em cima da privada, então dei o jeito de a colocar na roupa suja, comecei o duche e um pouco depois oiço minha mãe bater a porta pedindo para entrar, eu logo disse que sim, continuei me lavando quando minha mãe me pergunta se também pode entrar no banheiro, eu timidamente disse que sim, e nesse momento ela já peladinha e entra, continuei me lavando mas fiquei de costas e ela logo disse, não tenha vergonha anjinho da mamae, e então eu me virei e comecei a olhar para os seus seios, que bonitos, bem feitinhos, e timidamente olhei para a sua xoxotinha, que lida, com poucos pelos, nunca tinha visto nehuma, so nas revistas que via enquanto me masturbava, minha mãe reparou que eu olhava para a sua xoxotinha e pergunto se eu podia lhe lavar as costas, e eu disse que sim e ela se virou e comecei a lavar as suas costas, derepente deixei cair a esponja e a apanhei mas sem querer toquei no seu rabo, eu pdei desculpa, ela olhou para mim e sorriu, nesse instante se vira para minha e me pergunta se eu quero ajuda a lavar-me e eu timidamente disse que sim, ela agarrou na esponja e começou a passar na minha barriga e foi descendo até que começou chegou ao meu pinto, nesse momento comecei a ficar com o pinto duro e fiquei vermelho de vergonha, ela se riu e disse não se preocupe, na sua idade é normal, você já esta ficando homenzinho, naquela altura já tinha um pinto com 19 cm o que deixou a minha mãe admirada, continuou e disse olhe deixe que eu lave melhor seu pinto, e eu sem saber o que estava acontecendo aceitei, nesse instante ela mete o pinto na boca e começa um vai e vem, eu gemi, estava sentindo sua língua e passado um bocado estremeci e gozei em sua boca, naquela altura so deitava um liquido transparente, fiquei vermelho e pedi desculpa, ela logo disse que não havia problema e limpou o meu pinto todo deixando todo melado, ela se mete em pe e dis me para me ajoeilhar e porque agora era a minha vez de lavar a sua xoxotinha e eu aceitei, ajoelhei me e ela com a mão empurrou minha cabeça até a entrada da sua xoxotinha, eu como não sabia o que fazer perguntei como a lava, ela sorriu e disse que tinha de deitar a língua fora e lember a sua xoxotinha, e então fiz como ela disse e comecei a apanhar o jeito, ela começa a fazer um vai e vem, gemia baixinho e começou a dizer que queria a sua xoxotinha bem lavada, que eu era o seu anjinho, eu estava gostando e enfiei a língua na sua xoxotinha e ela gemeu e gozou, ai ela disse que já estava bom e que ia se enxugar, eu disse que sim e continuei no banheiro, comecei a pensar no que tinha acontecido e comecei a masturbar me, passado um tempo sai do banheiro e fui po quarto sem olhar para minha mãe, vesti me e minha mãe me chamou para ir jantar, quando chegei perguntei onde estava o pai e minha mãe respondeu que so vinha na práxima semana, sentei me e estav sempre de cabeça baixa, ai minha mãe disse que o que tinha acontecido era normal e que não tinha de ter vergonha por já estar a ficar homenzinho, acabei e fui dormir, no dia seguinte quando chegei da escola prá sofá assistir TV, minha mãe não estava em casa, então decidi ir ao quarto buscar uma revista de mulheres nuas e sentei me na privada e quando olhava para a revista estava me masturbando, minha mãe chega a casa e eu não me apercebi, ela entra de repente e me ve com o pinto duro me masturbando e vendo a revista, eu tentei esconder a revista e o meu pinto duro mas não consegui, ela se chaga a mim e diz que eu não tinha de ter vergonha de tar a ver essas revistas e perguntou se podia ver comigo e eu timidamente disse que sim ela olhou para o meu pinto duro e disse que era grande e que era de certeza que aquelas mulheres que estavam na revista iam gostar dele, eu sorri e nesse instante ela pergunta se eu tinha gostado daquilo que tinha acontecido no dia anterior e eu disse que sim, nesse instante ela desce a abocanha o meu pinto duro e comecei a gemer, ela se levanta se despe ficando so de calcinha e sutiã, eu comecei a olhar para ela e perguntei se podia tocar em seus seios e ela dis que sim eu toco e eram macios e ela perguntou se eu estava gostando e eu abanei a cabeça dizendo que sim, nesse instante ela tira o soutiã e pude ver e tocar melhor em seus seios, ela me despe me deixando todo peladinho, e tira também a sua calcinha e se senta na privada e pede para que eu lhe faça o que lhe tinha feito no dia anterior, sem hesitar ajoeilhei e comecei a lember aquela xoxotinha já molhadinha, e estava gostando e ela se levanta e dis que me via ensinar uma coisa nova e que eu ia gostar sá que não podia contar a nigem o que estava acontecendo, e eu disse que sim, ai ela pede para me sentar na privada e se senta em meu colo, agarra meu pinto e o posiciona a entrada da sua xoxotinha e via descendo, me dando uma sensação áptima, começa um vai e vem rápido o que me faz gemer e de repente gozo em sua xoxotinha mas desta vez já era liquido mais consistente, ela começa a dizer que porra boa, que ia comer o seu ajinho, e se levanta, desta vez ela fica de quatro e pde que lhe pentre e eu meto me atrás e posiciono o pinto na entrada da sua buceta e empurro e comecei outra vez o vai e vem, passado um bocado ela se levanta e mama em meu pinto, mas desta vez com mais força que me estava levando a loucura, ela se levanta e pergunta se gostei eu disse que sim e ela dis que não podia falar a nigem sobre isto e eu concordei e fui prá meu quarto. A partir deste dia temos fodido até aos meus 19 anos e nessa altura meu pai e minha irmã também começaram a entrar na brincadeira, mas isso fica para outro conto, espero que tenha gostado. Se quiser conversar sobre alguma coisa, mande email para nano12live.com.pt.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


ver tv pornô mulher que tem a vajina muito linda e grade gozando na pica sem para vaquira com o cavaloirmã ver irmão peladinho com a picona com a glande cobertaminha esposa e o porteirovidio.da meninas do corpiho gostozuconto incesto fodendo no onibus cheio minha tiaconto dei pro namorado com minha irmãEu roberto o cachorro conto erotico gayconto erotico com menina e cachorromeu primo pegou no meu pau enquanto a gente jogava bola o que eu façover todosos fiumi di muller sendo aregasada por jumentoContos eroticos casadinha muito apertadacontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaCuzinho gostoso contoscunhada ariando a calçinha p mimtio domador fode com força Transei com minha prima brincando de esconde escondeConto de casada nao resistiu a pica do vizinhodeixei minha esposa dar uma foto com meu sogro contos eróticosconto erotico viadinho de calcinha dormindo no sitioContos eroticos gays danfo meu bundao para o meu medicocontos encoxando o amigo casadocontos eroticos era virgemcontos eoroticos sobre enfermeiras de montes claros mgcontos eclxado a tia de sainhame vinguei da minha mae contoscontos chupei o professor filhinhas safadinhas contosporno conto erotico novinhacontos o patrão do meu marido faz sadomasoquismo comigocontos eroticos troquei marido pela vizinhaTennis zelenogradela sentiu meu pau crescendo contos eroticosContos: comendo 2 irmãsconto eu doida pra gosar mas si tinha meu papaicontos eroticos transei pelo celularesfregacao de rola contos amigos punheteirosContos eroticos de podolatria com fotos chupando pes de primas dormindoConto erótico com neg conto de sexo velho taradome fez de puta e me estrupkcontos reais perdi meu cabacinho pro meu caocontos eroticos medico cinquentao tem sua primeira transa gayContos eróticos bizarros de zoofilia: cães vira-latas colaram em mimai ai primo eu nunca eu vou me esquecer foi você que tirou minha virgindade da minha buceta no motel conto eróticocontos eroticos casada flagra seu vizinho batendo punhetaMeu primo volume grosso enorme novinho contocontos erotico na prisãocontos eróticos dando por ex namorado contoseroticos encinando mamae a dirigircomo enfiar caralho na conaeu confesso mijoconto só uso fio dental sou gaúchaputaria todos diss contoconto zoofilia tezao estrupoconto erotico calcinha no varalZoofilia soniferoconto erotico patrao pauzudo do marido comeu eu e minha filhafui trepada pelo jegue di meu sogro. conto eróticocontos eróticos assediada por minha amigacomtos de incesto com subrinha bebada depos da balada no carrocontos eróticos minha esposa e o pastorContos eroticos mae inociando filho novinho conto realcontos eroticos nova vidafotos e videos de mulheres tomando banho etrocando de roupasmeninas no colo contos eroticoswww.contos eroticos de tias soteironas com sobrinhos.comcontos de bichinha dando pra negaoNovinha Bebi porra do meu amigo contocunhada casada e timida linda contosContos de safadesas desde pequenaminha cunhada gosta de piroca grossa,contos e relatos eroticoscomendo a mae e a tia na piscina contos eroticovi meu genro mijando e dei pra eleou porn contos mãe traindo com um negrocontos minha enteada minha amanteContos de casada salientecontos eroticos tomou toda porra da linda travestiirmao com ciumes contos eroticosgostosas de caixote apertadinha