Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

CONFISSõES DE PORN STARS I - ARROMBADA PELO NEGÃO

Click to this video!

Confissões de porn stars - Arrombada pela vara do negão



Oi, eu sou a Escritora Sx. Primeiramente quero dizer que os contos que vou relatar a vocês não são experiências minhas, mas sim de atrizes pornô dos vídeos de sexo que assisto, e narrados do ponto de vista da mulher da cena, para deixar o conto mais hot. Vou escolher os vídeos que mais gostar e depois transformar em contos. Espero que gostem. Besos calientes.



"Arrombada pelo negão"



Eu sou Alicia, tenho 24 anos e sou atriz pornô há quatro. Sou um pouco bronzeada, tenho 1,65 de altura, cabelos curtos e pretos na altura do pescoço e olhos verdes. Tenho sangue de espanhola nas veias, por isso tenho um quadril e um bumbum bem grandes. Meus seios e coxas são médios, mas não tenho tempo de malhar, então não sou muito torneada. Apesar disso, sou considerada perfeita para minha profissão e admito que amo o que faço.

Certo dia, me ligaram do estúdio marcando uma nova "sessão". Minha agente me explicou aonde e como seria, como eu deveria agir em cena e me disse que meu parceiro seria um afro. "Tudo bem", eu disse; já tinha transado com negros várias vezes, sabia como eles eram em relação ao tamanho do documento. Eu sá não sabia que ainda não tinha visto o quanto eles podem ser grandes. Encontrei com meu parceiro de cena na hora da gravação. Estávamos sá ele, eu e o cinegrafista e antes que eu pudesse me apresentar, ele me puxou e me agarrou. Me beijou o pescoço, os ombros, agarrou meu cabelo e me beijou a nuca. Sem cerimônias ou apresentações, arrancou a minha roupa e a dele, ficando sá de cueca e eu sá de sutiã e calcinha. Passei a mão por cima da cueca dele, e senti a magnitude do mastro. Ele começou a me apalpar, como a maioria dos negros fazem: com tanta força que meus seios e minha bunda logo ficaram vermelhos. Eu enfiei a mão dentro da cueca dele e comecei a punhetar a vara enorme, e tão grossa que minha mão não se fechava em torno dela. Ele abriu minhas pernas e arrancou minha calcinha, me jogou na poltrona de couro preto que tinha lá e depois tirou a cueca. Me sentei ereta, pronta pra abocanhar aquela vara gigante, pensando como faria pra aguentar aquilo tudo. Eu já tinha visto picas grandes, mas aquela era a maior de todas e não sabia se conseguiria enfiar mais que a cabeçorra na boca. Quando o negão veio pro meu lado, eu segurei a pica com uma mão e me apoiei com a outra, mas ele logo me puxou da poltrona, e deitou lá, me segurando pelos quadris.

"Quero comer essa sua bucetinha de branquela", ele falou, passou a língua nos lábios e ficou me encarando. Pronto, pensei, agora tô literalmente fudida. Eu nem tava excitada ainda e o negão já queria me comer. Não deixei ele perceber minha excitação. Passei as pernas em volta das pernas dele, e me ajoelhei em cima dele, me arreganhando bem. Antes de enfiar a vara, ele enfiou um dedo na minha xaninha, depois outro e percebeu que eu não estava bem lubrificada. Enfiou os dedos na minha boca, e eu os lambi e chupei. Depois ele pegou os dedos melados e enfiou na minha buceta de novo, rodando e tirando, depois voltando a enfiar. Ele não era nada gentil, e apesar de bem definido e musculoso, não era muito atraente. Percebi que essa transa não seria das melhores.

Ele começou a enfiar a cabeça da pica na minha xoxota e deslizou devagar. Acho que ele pensou que sá porque eu sou atriz pornô, tenho que ter a buceta arreganhada, e assim ele tentou enterrar a vara toda de uma vez. Não entrou nem a metade. Ele começou a forçar e aquilo começou a doer, mas eu sou boa no que faço e comecei a gemer e fingir uma cara de prazer. Isso foi um convite pra ele, que começou a forçar mais pra que o pinto entrasse todo em mim. Não deu certo, então ele segurou minha bunda, um lado com cada mão grande, e me abriu mais, pra que o pau entrasse. Depois, mandou que eu me movimentasse. Me apoiando nos ombros dele, comecei a fazer o movimento de vai e vem e ele forçava cada vez mais pra que o pau entrasse. Tentei relaxar e aproveitar pelo menos um pouco da situação. Eu descia e subia devagar na pica dele, que preenchia cada pedaço da minha bucetinha. Comecei a gostar. Por mais que não chegasse até o fim, a sensação era gostosa, mas ele ainda tava tentando enfiar tudo e isso me machucava. Fingindo um movimento de subir e descer, eu subi mais que o necessário e o pau dele acabou saindo de dentro de mim. "Ah, você tá brincando comigo?", ele falou. Soltou uma mão da minha bunda e segurou seu brinquedinho com a outra, batendo a cabeça dele de levinho na minha xana e no meu cuzinho, depois esfregava a cabeça no meu grelo e voltava a bater a ponta do pau na minha bunda. Ele e o cinegrafista faziam comentários sobre como eu era gostosa como se eu nem estivesse ali, e depois caiam na gargalhada. Teve um momento em que o práprio cameraman se virou pra mim, com a câmera bem na minha frente, e perguntou: "Você vai aguentar isso tudo, biscate?" Eu ri e fiz cara de prazer, me esfregando na vara do negão. Ele enfiou a cabeça do pau no meu buraquinho de novo, e como eu estava mais excitada, ele entrou até o meio. Era o máximo que dava pra ir. Calvaguei devagar enquanto o negão dava tapas na minha bunda e me chamava de puta, mandando eu ir mais rápido, mas eu não aguentava. "Me fode, vai, gostoso", eu dizia com a voz embriagada de falso prazer, mas não conseguia me excitar mais... o negão sá queria aproveitar, e não tava nem aí se eu tava gostando ou não. Como eu não aumentava o ritmo do vai e vem, ele escorregou mais para a beirada da poltrona pra ter apoio, e começou a bombar mais forte. A pica agarrava um pouco, mas ele nem ligava. Gemia, me chamava de vagabunda, batia na minha bunda, e eu precisava fingir que estava amando tudo aquilo. Eu gritava e mandava ele me arrombar, mas o que eu queria mesmo era que aquilo tudo acabasse o mais rápido possível. Ele começou a me apertar com mais força e a forçar mais o pau pra dentro de mim, e eu vi que estava quase acabando. Senti o pau dele inchar e latejar, pronto pro final. Então ele tirou o pau de dentro da minha buceta e começou a bater ele na entrada do meu rabo de novo, batia com mais força enquanto gemia, no meu cuzinho e na minha xana. Aquilo era bom, e eu estava gostando. Ele foi batendo mais forte e mais rápido até que eu gozasse, depois enfiou o pau com tudo na minha buceta enquanto eu gozava. Do jeito que eu estava melada, a pica escorregou e eu senti as bolas dele batendo na minha bunda. Eu gritei de dor. Ele bombou pois mais uns cinco minutos, com força e cada vez mais rápido, até que eu senti a porra quente me inundar por dentro, enquanto ele ainda gemia e me chamava de vagaba branca. Ele tirou o pinto de dentro de mim e ficou esfregando no meu clitáris, e eu comecei a gozar de novo. Comecei a gemer e ele foi se esfregando até o pau amolecer e eu me contorcer em mais um orgasmo. "Delícia de bucetinha que você tem...", ele falou, enfiando três dedos de uma vez na minha xana e esfregando o dedão no meu cuzinho melado de porra. Depois me soltou, eu me levantei, ainda vestida com o sutiã e com a sandália de salto alto no pé, fiz uma cara de safada, e me dirigi ao banheiro pra me lavar. Enquanto terminava de me arrumar, ouvi ele comentando com o cinegrafista que se foi uma delícia comer minha buceta apertadinha, imagina como seria me enrabar. Terminei de me arrumar em segundos, e saí de lá o mais rápido que pude, fingindo que tinha um compromisso, antes que ele resolvesse improvisar uma cena e eu acabasse não sá com a buceta ardendo, mas também toda arrombada. Assim que saí, liguei pra minha agente e disse que nuca mais queria saber de negões na minha vida!

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eróticos lanchacentro inesperado levantando a mini-saia delamandou fotos nua e recebeu chantagemNegão Da Picona Na Africa Contos EroticosContos eróticos curraram a mamae no onibus lotadocontos eroticos porno de pirralhas inocentescontos eróticos tomei chute no sacocontos eróticos me obedece putinhacu peidão conto gaycontos eroticos dormindo e acordando com cutucadasMinha filha se ensinuava pra mim gostosaa pra mim comtoscontos d zoof de ferias na fazenda com meu maridoo pai da minha amoginha me comeu contoscontos eroticos meu enteado se vestiu de mulher pra mimContos comi a mulher de amigo bebadaContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorcontos eróticos da casada cris devassa conto erotico na pisciname fudenram esconde esconde contoconto gay meu primeiro cucache:NCvA3Q684K4J:tennis-zelenograd.ru/conto-categoria-mais-lidos_4_10_incesto.htmlmeu primo chupou meus peitinhos e engoli a porra dele contoshomen dotado arronba cu rapaz de programacontos minha tia anus dilatadocontos papai ajudou meu cavali mim fuder e gisar ba bucetahistorias pra gozar minha menina de 19 aninhos e delirarcontos manaConto erotico as amiga carente da minha maecrescendo o pau aqui na frente da filha contos eroticosvídeos pornô muller que esta usando vestido de veludo analporno contos eróticos eu ea minha esposacontos de incestos quebrei a pernaconto irma dormindoconto minha enteada dormiu com a bunha pra cimagrelao 3cm comendo contosContos de putas safadascontos eróticos debaixo da varacontos eróticos disneylandiaO dia que sequestrei minha neta conto eroticocontos mulher da na frente dos filhosmulher acima d 90kg crente contosconto erotico gay esconde escondedona redonda arreganhado o cuzaookinawa-ufa.rumaisexo vidio de zoofilia com travestisminha mulher dormindo nua,vi o rombo no cu delaMenina Má tava dormindo sem calcinha eu penetrei meu pau na b***** delatanguinhas molhadas contos eroticos reaisconto chicoteda na bucetaconto mae e filha bebadascontos eróticos quando eu tinha catorze um coroa bem dotado deContos eroticos bebezinha leite tetas puta incestogozei com a minha.irma no meu colocontos eróticos com animais papada por um cãocomendo o c* gostoso bronzeadinha e g************* de uma r*****contos fotos esperimentando rolacontos eróticos novinha no ônibus.meu filho viu meubucetao peludo e meteu a rola.. contos.Meu irmao toda hora so quer comer meu cuzinhocontos eroticos, venerava meus mamilosContos eróticos tetas gigantespai enche a rachina da filha de leite videos pornobucetas e bundas gigantes da capital sao paulo em cima do sofazoofikia contis eriticos homem aosixonado pela eguacontos cu docemeus patroas adoram chupar a minha bucetaconto erotico viado velho humilhado por macho dominadorcontos de travesti no onibusconto erotico estou gravida do meu irmãocontos eroticos casei com um velhocontos minha namorada pelada meu amigocontos eroticos fomos enganados e fodidosquebrei o cabaço da minha irmã ela chorou muito porno cariocaIniciada pelo padrasto contotraveco roludo patendo puenta derepente chega a mulher bem gostozabucetad em transeconto érotico noiva chora pau genrocontos erotico eu meu marido e velho do fundo de casaconto erotico gay coroa pirocudo gosta de humilhar viadoconto erotico madrinha pediucontos eróticos dei ele chupar meu seio no meio da pista de uma boateLora dismaiando no cu no anal em tres minutoscontos eróticos funcionáriaporno comendo a buceta da gostosa emsima dos retalhosMulher negra fodendo com o sogro contosconto gay "chupa teu macho"babunda linda de calcinhapapai no cuzinho de mamãe contosmamae linda e brava/contosconto erotico flaguei meu marido masturbando nosso dogsarrando na pica com short cavadocontos eróticos brincando na piscinadescobrindo que o primo gosta de rolaContos erotico amigas devendoConto Erótico Primas putasconto erotico sofreu no anal com outro