Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

PERDI MINHA CALCINHA

Click to this video!

Olá, meu nome é maysa, hoje tenho 23 anos, sou loira, olhos esverdeados, 1,65, 63kg, o conto que vou narrar aqui aconteceu comigo quando eu tinha 19 anos, sá agora tomei coragem de contar, era fim de ano, minha familia junto com uns amigos alugaram uma chacara para passar os ultimos dias do ano, a chacara era uma chacará simples mas muito bem cuidada, tinha uma piscina que ficava um pouco longe da casa onde nos alojamos, a casa era bem grande tinha vários quartos, no meu fico eu minha prima Amanda e nossa amiga Talita, no quarto ao lado fico meu irmão Kaio, meu primo Gu, o Roberto amigo do Gu e o Marcelo que era amigo do Roberto, esse me interesso, Marcelo tinha 20 anos 1,90, 85kr, moreno, olhos castanhos, cabelo castanhos cacheados.

O primeiro dia passamos o dia todo na piscina, eu e a Amanda ficamos no sol pegando uma corzinha e notei que o Roberto não tirava o olho de mim, a Amanda estava afim dele, eu falei para ela fica fria que não quero nada com ele, meu negocio era o Marcelo, que nadava na piscina, e jogava volei com os meninos, no principio nao deu bola para mim, mas nem liguei, pois na hora certa eu fisgava meu gato. A noite fizemos uma festinha, rolo umas musicas e dançamos bastante, Roberto veio dar em cima de mim mas sai fora deixando ele para a Amanda que não perdeu tempo, fiquei sázinha num canto esperando que meu gato me visse e viesse falar comigo, não deu outra, estava sentanda em uma pedra no canto da piscina e ele me puxo pelo braço e me chamo para dançar, meu coração quase saiu pela boca, perdi a respiração, era tudo que eu queria naquela noite. Dançamos juntos umas quatro musicas, quando ele me chama para sairmos dali um pouco pois estava muito quente, concordei e fomos andar pela chacara, que apesar de ser noite tinha muita iluminação, minha mãe grito para não muito longe, eu retruquei, não vo sair da chacara pode deixa, rimos e continuamos andando, chegamos num anexo da chacara que tinha uns quisque que era usado como segunda opção para almoços, ele seguro na minha mão e disse que eu era muito linda e me agarrou e começo a me beija, se meu coração ja tinha quase saido pela boca acho que aquela hora ele saiu, ficamos num amaço bem gostoso, senti sua mão tocar minha bunda, que na hora pedi para ele parar, pois ainda era virgem, e ainda não era hora para aquilo, ele tirou a mão e continuamos a nos beijar, de repente começou a chover muito forte e não tinhamos como sair dali, ficamos embaixo do quisque e ele aproveitou para me agarrar de novo, senti sua lingua percorrer minha orelha, aquilo me arrepio, não sei onde fui parar, ele voltou a tocar minha bunda, e morde minha orelha, não resesti acabei aceitando, senti um volume crescer dentro da sua calça roçando em minha xaninha, aquilo me excito, fiquei com minha xaninha molhadinha, ele pego minha mão e levou até seu volume, puxei na mesma hora dizendo que não queria, ele insistiu e levo de novo, pedindo para me acalmar, não resisti e segurei com força e fiquei brincando com aquela coisa que ainda nao conhecia, ele abriu o ziper da calça e puxou aquela coisa para fora que na hora me assustei, ele pego minha mão de novo e levo até aquela coisa e me apresentou meu novo amigo, meio sem jeito comecei a acaricia-lo e logo ja estava masturbando ele, ele pediu que eu chupasse, relutei dizendo que tinha nojo, ele com jeito e com muito carinho me convenceu a chupa-lo, devagar fui beijando e depois coloquei em minha boca, senti um gosto salgado meio estranho mas fui gostando, nesta hora perdi o medo e chupei ele bem gostoso que ele pediu para parar se ia gozar na minha boca, obedeci, ele me levantou me virou e colocou de quatro, tiro minha calcinha e começa a passar a mão em minha xaninha, que ja estava toda encharcada, enfiou um dedinho, depois outro e depois outro, eu não aguentei e implorei para ele ir logo ao assunto que não aguentava mais, ele com jeito posicionou meu amigo em minha xaninha, senti a cabeça pedindo passagem, uma dor terrivel tomo conta de mim, tentei sair, ele me seguro dizendo, voce não pediu para ir logo, agora aguente, me segurando pela cintura, foi enfiando cada vez mais, senti meu cabacinho rasgando, uma dor insuportavel toma conta de mim, tentei de todos os jeitos sair e não consegui, senti suas bola tocar nas minha coxas, ele seguro com mais força e fico ali parado por alguns segundos e começo a fazer um movimento de vai e vem e aos poucos aquela dor foi desaparecendo e comece a sentir uma coisa diferente, e logo ja estava rebolando em seu pau, ele percebendo começo a bombar mais rapido, até anunciar que tinha gozado, senti minha xaninha sendo imundada por aquele liquido, gozei na mesma hora, que locura, se soubesse que era bom assim, ja tinha me entregado a um homem muito antes, ele tiro meu amigo pra fora e pude ver o resultado daquela locura, ele estava todo manchado do meu sangue, ele limpo com a chuva que caia, deixando ele limpinho de novo, agarrei meu amigo de novo e comecei a chupa-lo com tanta vontade que ele cresceu de novo em minha boca, em poucos minutos sinto ele segurar minha cabeça e bombar como se tivesse comendo minha xaninha, de repente sinto um gosto amargo na boca, ele gozo tudinho na minha boca e me fez engolir, quase vomitei, mas foi muito bom, deixei ele limpinho, quando escute meu pai gritando por mim, vi que ele vinha vindo com meu irmão, corremos para nos vestir, estava meio escuro por causa da chuva, não encontrei minha calcinha, vesti minha saia correndo me re-compus limpando minha boca e minha pernas correndo para ninguem perceber o que acabava de fazer, no outro dia acordei cedo para achar minha calcinha antes que alguem achasse e ai meu fim de ano tava perdido, e o Marcelo, bem isso eu conto no práximo conto.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


relatos eroticos chantageada pelo amigo do maridocontos cavalonas evangelicascontos de maridos que de tanto insistir viraram cornos e viados no mesmo diacontos negao na praia de nudismocontos bem safados assanhando meucontos eróticos coroas na casa de repousocontos papai socou tudo no cu da filha ela se cagoucontos eróticos de bebados e drogados gayscontos minha enteada minha amantecontos eroticos meu cunhado me comeu na epoca eu so tinha 11cdzinha na madrugada excitante conto eroticoconto erotico defia um diero comi ela pornodei o cu na fazenda contoscontos.eroticos.so.taradinhas.de.seis.aninhoscontos porno eu e meu amigo fudendo minha maecontos de coroa com novinhobuceta toda vabiada pornoneguei e os garotos me comeram conto gaycontos eróticos abusada peli médico dupla penetraçãomeus tios comeram as camareiras do hotel conto eroticoesposa perdeu a aposta contoscontos eroticos levei rola com meu marido en casaadoro dar para o nosso cachorro contos eróticosConto sogra magrelinha gosta de orgiaDominando ela contosenrabada pelo meu filho especialconto meu chefe me chupoupai gosano dentro da eintiada. ela gritameu coninho deixou nosso filho mim fode gostoso contoContos punheta duplaporno aniverssrio do sobrinho a tia fudet com elepapai encheu minha boca de porraas mulher freira depilando o priquito no conventocontos porno 28cmcontoserotico loira fudendo com negaonegao pegando a velha no mato conto eróticoContoseroticosprimeiravezcontos de sexo com novinhas trepando com advogadoscontos eroticos chifrecontoseroticosbvTuco e nene buceta da grande familiAcontos eróticos mulheres mais vadiasfiquei de 4 e ele montou socando xingandoContos eróticos gay meu amigo da bumda grande sempre deu o cutia bate no casa sobrinho contofui errabada pelo meu avominha prima me seduziuputinhas de quinze anos xexo uricuiavidio porno corno mulher da em cima do jsrdineiro e empregada ver e participacontos gay meu amigo me ensinou a darpapai voce me acha bonita contos eroticosXvideo aguentando paenormecontos eróticos comendo vizinha sueli coroao importante e gozar e ser feliz conto eróticoesposa e meu amigo contos pornoscomedo tudo que e tipo de putinhas e putinhosnovinho delirando na primeira gozadacontos eróticos professora com garotinhosquentes carentes cariocasprimeiro conto de aline a loirinha mais puta e vadiacontos eroticos estuprada e gemendo gostoso issooo vaiiii nao paracontos eroticos jardineiro comeu eu e minha mulherconto erotico mae negra coroa dando cuconto erotic pirocudo na praia de nudismopotranca de mini saia fodendocontos gay menino hormonio virou mulhercontos zoo velha carentecontos de incestos e orgias entre irmas nudistasa massagista negao contosMãe mamando filho contoseroticosMaicon tá doida ela me pediu pra comer sua esposa na frente delenatalia do ceará chupando o paucontos a pequena taradinhaContos Eróticos Nega bebada de leguincontos eroticos escondido