Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

EU, MEU NOIVO E UMA GARRAFA DE CHAMPANHE

Click to this video!





Aconteceu mais uma vez. Depois de eu e meu noivo, Fernandinho, irmos a um casamento de amigos, mais uma vez, voltei tremendamente excitada. Ele insistiu para que eu fosse com fio-dental mínimo, foi difícil arranjar um vestido que não me deixasse a puta da festa, mas encontrei um tomara-que-caia folgado na cintura que acabou servindo ao propásito.

Ainda no estacionamento da Igreja, antes da cerimônia, enquanto os convidados chegavam, dentro do carro tiramos um sarro, eu com todo o cuidado pra não amassar o terno do safado e ele me desnudou, lambendo e mordendo minhas panturrilhas até a brincadeira ficar mais séria, o que acabou numa chupadinha, ele afastou a calcinha e caiu de boca em mim, elogiando a maciez da pele recém depilada. Afastei o acento, virei a cabeça e fechei os olhos ao som de Martinho da Vila. Cada batucada da banda era como se estivesse sincronizada com a língua do safado e eu estava quase gozando quando vozes que estavam fora do carro se aproximaram demais. Os convidados chegavam. Era hora da cerimônia e não havia vidro fume que nos protegesse aquela altura do campeonato. Me ajeitei e saímos.

Passei a cerimônia atordoada, a calcinha estava molhada e ficava ralando na xoxota me excitando ainda mais. Estava muito gostoso e eu sá me preocupava se não estava exalando cheiro de tesão, mas meu noivo me confirmou dezenas de vezes que estava tudo o.k..

Na recepção é que a coisa esquentou, vários casais sentaram-se nas mesas e apesar da proximidade, a mesa era coberta por um vasto tecido, assim, depois que o pessoal começou a dançar com a banda baile e a se embebedar eu aproveitei e fiquei mexendo no pau do meu noivo, cheguei a botar pra fora num momento, punhetei, mas não deu pra gozar.

Dançamos, me esfreguei nele, abaixei como se fora fazer um boquete, mas todo mundo estava muito louco, meu noivo estava muito bêbado de wisky e eu apesar da champanhe, estava fazendo tudo consciente. Em momento algum nossas ousadias foram percebidas ou vistas como algo depravado. Nem no momento em que, brincando, pro meu noivo fingi um boquete na garrafa de champanhe, foi algo de puta, sá um casal desconhecido e já de idade viu, mas a essa altura, tinha gente que já tinha até levado tombo no salão...

Na volta pra casa ainda trouxe uma garrafa de champanhe e vim bebendo, Fernandinho tirava alguns goles, e a gente brincava, botei o pau dele pra fora de novo e comecei a punhetar, mas ele estava dirigindo e nessa hora perdeu a concentração e ia fazendo barbeiragem, desistimos, mas eu resolvi bater uma siririca ali, no carro mesmo. Fernandinho adorava me ver fazendo sozinha.

Quando chegamos em casa eu estava louca, Fernandinho também, ele foi pro quarto tirar a roupa trombando nas paredes do corredor e eu fiquei na sala, queria trepar ali hoje, na mesa de jantar dele, que é enorme. Pensei em fazer uma surpresa pra quando ele voltasse: tirei o vestido, afastei o fio-dental, fiquei de quatro no sofá, lambuzei meus dedos de saliva, fui colocando um a um no rabo e, por fim, coloquei o gargalo da garrafa de champanhe, nesse dia eu queria no cú. Fiquei me masturbando com ela no rabo enquanto ele se trocava.

Fernandinho achava que eu queria beber mais alguma coisa ou sei lá o que, quando voltou teve um susto, começou a se masturbar e foi chegando, fiz questão de curtir sem ele, e ia gozar se ele ficasse parado, não estava nem ai, mas meu noivo safado ficou com ciúme da garrafa, tirou e me chupou em todos os lugares, sua língua encontrou fendas sedentas por sexo. Não há nada que me deixe mais excitada do que casamentos.

Enquanto ele me chupava eu fazia um boquete na garrafa igual fiz na festa. Fernandinho, ciumento, tirou a garrafa, sentou-se no apoio de costas do sofá e se encaixou na minha boca, fiz o boquete que eu tanto queria, colocando tudo na boca, até engasgar, ele adora, a ponto de ficar me sufocando com o cacete. Gosta que eu cuspa no pau, que passe no rosto que me mele toda, sá pra em seguida, ele me beijar. Safado. Fiz questão de mostrar que ele era apenas um coadjuvante ali, então enfiei a garrafa de novo em meu rabo e fiquei assim: enrabada pela garrafa e boqueteando meu amante.

Fernandinho tirou a garrafa, me levou pra varanda e me enrabou, fiquei vendo a paisagem e sentido aquela delícia no cú. Não houve dor, a garrafa me preparou. Houve prazer, um algo gelado descendo pelas pernas, logo um comichão na xoxota fez com que eu ficasse ralando meu sexo no parapeito na tentativa de chegar a um orgasmo. Fernando suava em cima de mim e urrava, não conseguia gozar, pois estava muito bêbado, mas o tesão era demais.

Assim, havia forças pra realizar minha fantasia daquela noite, fomos pra sala, afastamos as coisas da mesa eu me debrucei e meu macho me enrabou mais uma vez. Adoro fuder em mesas, não aguentei muito tempo, minha xana estava louca, logo sentei na mesa e puxei Fernandinho pra dentro das minhas pernas, aconcheguei seu pau duríssimo em minha buceta completamente babada e respingando tesão. Beijos e chupões no meu pescoço suado e nos seis fizeram com que ele logo mostrasse que ia gozar, saí da posição antes que ele gozasse dentro, me abaixei e ainda engoli um pouco de porra como ele gosta que eu faça, Fernandinho se prostrou num pufe e eu fiquei chupando e limpando o gozo dele enquanto ele se tremia a cada linguada.

Me levantei, preparei uma dose de winsky pro meu noivo dei em suas mãos e agora era o meu show, me deitei como um frango assado no sofá, lambi a velha garrafa de champanhe, enfiei de novo no meu cú, dois dedinhos na xoxota e agora era minha vez de gozar!

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


vamos lá tem uma loira chupando a b***** da outra na boa f***conto maridoviadoConto erotico dotado no vilarejoconto cutuquei pai na bundia delapeguei meu sobrinho mexendo nas minhas calcinhaconto veridico gozada dentro xoxota recifexvideo mulher fazendo trepe tizerdemorou mais eu fodi minha irmacontos eroticos esposa e primocontos eróticos eu comi minha irmãdei a b***** para o meu genroContoseroticosnoivasCONTOS EROTICOS_COMI A SOGRA BOCETUDAcomi minha criada boazudaentreguei minha esposa de bandejaconto erotico gay jericontos erotico garota do interior peteu cabaçocontos eróticos funcionáriaConto acho que minha mulher deu pra outro chegou em casa com a buceta machucadaxvideo subril comedo atinacontos meu vizinho tira o pau pra foracontos eroticos fudendo a mae travesticontos foi sem quere comi a cunhada coroaviciadinha em dar o cu contosvoyeur de esposa conto eroticoconto erotico calcinha no varalamigocome casal conto eroticovídeo de pornô com as moletinho as mulatinha pornô vídeos sexocontos dexei minha mulhe tomando no cu na minha frenteconto gay camisolinhacontos no cu da esposaelena senta na pica duracontos sadomasoquista extremoContos filhinhas calcinhafomos cem calcinha e fomos fodida por puzudos dotafos no bar contocontos-pego teu pau e coloco no meu cuzinhoconto chicoteda na bucetaconto gay o primo do meu amigo contos eroyicoa muito rabudacontos eroticos gays zoofiliameu cachorro mecomeu a forcanoite maravilhosa com a cunhada casada contosconto erotico meu cunhado fez meu cu sair sanguecontos eróticos com menina muito nova crentesContos me exibindoConto meu marido me devorou na madrugadaContos to gravida de um travesti meu marido arrumoucontos eroticos estupro da cegaestoria porno a fantasia do meu marido e c cornocontos gozando primeira vez orgasmo 19 anossexo contos deposito de porracontos eroticos corno bebe leitecontos eróticos comi minha amiga skatistarelatos eróticos sexo com aluno especialminha sogra usando lycrachupando mamilos com sofreguidaopornotrasandocomatiadei a buceta no trabalho. contos.relatos eroticos romanticocontos meu pai me arrastava pro matoler contos pornô de incesto durante um assaltanto eu fui obrigado a fuder minha mãecontos eroticos com coroa mulher d meu amigocontos eroticos casadas canalhascanto erotico trai meu noivoContos zoofila comi mia professoracontos ninha cachorra chupou minha bucetacontos incesto comendo minha maeContos dormindo com juninhoconto de sexo com estrupo em família rasgei o cu de meu avô sem docache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html poi ve a folha fundedo com o primo dentro de casabofe escandalo na punhetaAquela seria uma luta inédita e muito estava em jogo para Marilia. Há 3 meses ela havia descoberto que eu tinha uma ...meu padrasto fou no meu quarto vcontoscontos etoticos casais disputam bunda maior das espisasPeguei o amigo d meu esposo cheirando minha calcinha meladinha,contos eroticosmeu marido comeu nossa filhacontos/minha filha esfolou meu paucontos eroticos fui bem fodida feito puta e chingada feito uma vadia pelo meu tiogostosa e muito branca maz mete muitoputa irmão contoContos quero goza muito na minha filha quando ela nascebebadas na piscina contosconto flagrado com a calcinha enrolada no pauo amigo do meu marido comeu meu cu/contosconto porno pentelhos a mostracontos dexei minha mulhe tomando no cu na minha frentev¨ªdeo porno pai enfia o dedo na bucetinha?