Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

COMI MINHA IRMA CACULA

Click to this video!

COMI MINHA ÍRMãCAÇULA



Era um dia quente de verão. Estava na janela olhando a paisagem ao redor. O calor era insuportável. Não havia nada para se fazer naquela tarde ensolarada. Resolvi ir para o quarto e ditar um pouco.

Quanto entro no quarto, vejo minha irmãzinha deitada na minha cama de bruços. Ela estava dormindo. Estava usando mini-blusa e uma saia curtíssima. Aproximei-me e comecei a tentar acordá-la. Mas ela dormia profundamente. Dava para ver o volume da buceta na calcinha. Afastei-me um pouco e comecei o observá-la com atenção. Aproximei-me novamente e virei ela de frente para mim. Suas pernas ficaram abertas em minha direção. Era uma visão maravilhosa. Não resisti à tentação e resolvi passar as mãos nos seus seios. Eles eram de tamanho médio, firmes e, para minha surpresa, começaram a ficar durinhos com as minhas carícias.

Desci as mãos até chegar à sua buceta. Volumosa e macia, acariciava com cuidado com receio de acordá-la. Passava o dedinho na entrada. Não resisti e afastei sua calcinha de lado. Foi a visão mais maravilhosa que tive em toda a minha vida. Sua buceta era linda. Depilada e lisinha: Perfeita. Percebi que sua buceta começava a ficar molhada. Minha irmã mesmo dormindo já estava ficando excitada. Me abaixei na sua frente, abri suas pernas e comecei a chupar aquela buceta maravilhosa. Com o passar do tempo, chupava com mais força. Estava bebendo todo o leitinho que saia daquela xoxotinha deliciosa.

Estava com tanto tesão que resolvi tirar sua calcinha: talvez fosse a única chance de fuder minha írmã, não podia desperdiçá-la. De repente, ela começa a se movimentar: estava acordando. Quando se encontra de pernas abertas e eu agachado na sua frente ela sem calcinha, solta um grito ensurdecedor (deve ter sido ouvido em toda a vizinhança).

Fiquei apavorado. Tentei acalmá-la. Ela estava muito nervosa. Perguntou se eu havia visto ela pelada. Disse que sim. Ela perguntou por que eu tinha feito aquilo com ela. Porque era louco por ele, respondi. Disse a ela que não diria nada a ninguém se ela fizesse isso sá essa fez comigo. Ela pensou um pouco e disse que sim.

Comecei a chupar novamente sua buceta. Ela gemia de prazer. Pedi para ela sentar na cama e coloquei meu cacete para forra. Pedi que chupasse. Ela abocanhou todo de uma vez. Chupava deliciosamente. Mas não estava interessado nisso. Fui direto ao ponto principal: sua buceta.

Com as pernas bem abertas, coloquei meu cacete bem na entrada de sua xoxotinha. Ela disse que estava com medo de doer. Prometi que se doesse, eu pararia. Comecei a empurrar meu cacete naquela buceta maravilhosa bem devagar. A cada centímetro que entrava, mais alto ela Gemia. Começamos a nos beijar. Meu cacete já estava todo dentro dela e ela pedia para que eu mexesse mais rápido. Estávamos fudendo intensamente. Metia nele com todo força. Ela dizia que me amava. O que fazia eu meter mais forte ainda.

Ela começou a tremer, percebi que estava gozando. Iniciei uma sequência de estocadas com mais intensidade. Queria gozar junto com ela. Enfiar tudo, pediu. Ela gemia e se contorcia de prazer: estava gozando. Pouco tempo depois era minha vez. O gozo veio de forma tão intensa. Esporrei tudo dentro dela. Aquilo foi maravilhoso.

Estávamos exaustos. Prometemos um ao outro que essa seria a primeira de muitas transas gostosas.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Deixando a novinha laceadafiquei de pau duro quando mi.ha esposaconto fetiche apanhando da namoradacontos femininos reais encoxadas e zoofiliavídeo porno de menina goza no pau enomeContos eroticos como chantagieicontos erotico o assalto meu marido participouConto eroticxo gozando na boca do paicontos eroticos dopando a cunhadaconto erotico com amiguinho do meu irmaocuzinho doido por pica cdzinha contoContos eroticos .eu usava uma sortinho indescente contos eroticoso cu da cadelinhacontos erodicos de cabrito macho fazendo sexo com gostosa zoolofiavizinha novinha da obra contoconto fazenda com mamaecontos eróticos verídico de ginecologista e grávidaconto fala todas solteiro cornocontos eroticos corninho limpamdo xoxota da esposa cheia de gozo do amantejovem mostrando os pelinhis fino ds bucetaDelirando na pica do irmão contospornô brasileiro fui trabalhar na casa da minha tia e comi minha prima de baby dollcache:HVsxZOrs15AJ:http://okinawa-ufa.ru/m/conto_12619_quando-eu-dei-pela-primeira-vez.html+"dei pela primeira"conto erotico fraldario do mercadominha esposa nega mas eu sei que sou cornoContos eroticos bebezinha leite tetas puta incestocontos eroticos fui cumida a traz do salão da igrejacontos eroticos de incesto: manha mae me ensino a Transar 2Corno leva a mulher ao cinebolsoboqueteira gaucha contosubmetido a chantagem para ajuda o marido contos eroticominha prima e uma jebaScu do sobrinho menor contos eróticoscasada da bunda maior de todas contoscontos eroticos de negros em hospitaiscotos erotocos piscina casadacontos eroticos gay o inicio de tudocasadas que postam fotos de itanhaemmaridinho chupou minha bucetacontos de casadas que se entregam a outro homemmeu pai adora ser puta na camaconto eroticotia bate uma pro sobrinho contoscontos eroticos comendo a funcionaria novata casada da lojaorgia com velhas contos eróticoscontos erotoco sograChantageada e comida contoscontos eroticos currada garganta profundaconto erotico com crenteConto erotico comi minha aluna virgemContos eroticos cheirando calcinhas de vendedores no banheirovídeos pornô muller que esta usando vestido de veludo analcontos eroticos arrombada pelo empregadocontos eroticos faxineiraminha noiva com porra dos macho pra mim contosbuceta Detinhaconosco toma a porra de. macho na. bucetacontos gemi grita olha corninhoComtos professoras novas casadas fodidas na sala de aula pelos alunostranse com meu pai no onibushonme infinando a rola na bumda da molecontos eroticos elizandratocu de proposito pornodoudovidio porno mulher enloquede ao ve um pau grossoconto de encesto sou filho unico meus pais viajarom e eu fui com elescontos eroticos casado medico gordinhoru e a amiga da minha esposa contocontos de coroa com novinhoconto erotico meu compadrer e minha esposaconto corno sondei ela tava debaixo delemandei a rola na minha enteadinha de seis anoscontos ela gozou no meu dedo no metrôquelegal vouponhacaminhando e disfarçadamente batendo uma ounhetinha pro namoradomarido come a loira em silencio na cosinha e mulher espia boa foda sexoru cdzinhasobrinha gosta de sentar no colo do seu tio so de vestidoContos.encesto.so.com.mae.cu.com.batata"muito aberto" gay contocontos eroticos chupo pica desde novinhaestiquei os peitos da gostosa contoscontos eroticos amigas se mastubam juntas pela primeira vez