Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

COMI MINHA IRMA CACULA

Click to this video!

COMI MINHA ÍRMãCAÇULA



Era um dia quente de verão. Estava na janela olhando a paisagem ao redor. O calor era insuportável. Não havia nada para se fazer naquela tarde ensolarada. Resolvi ir para o quarto e ditar um pouco.

Quanto entro no quarto, vejo minha irmãzinha deitada na minha cama de bruços. Ela estava dormindo. Estava usando mini-blusa e uma saia curtíssima. Aproximei-me e comecei a tentar acordá-la. Mas ela dormia profundamente. Dava para ver o volume da buceta na calcinha. Afastei-me um pouco e comecei o observá-la com atenção. Aproximei-me novamente e virei ela de frente para mim. Suas pernas ficaram abertas em minha direção. Era uma visão maravilhosa. Não resisti à tentação e resolvi passar as mãos nos seus seios. Eles eram de tamanho médio, firmes e, para minha surpresa, começaram a ficar durinhos com as minhas carícias.

Desci as mãos até chegar à sua buceta. Volumosa e macia, acariciava com cuidado com receio de acordá-la. Passava o dedinho na entrada. Não resisti e afastei sua calcinha de lado. Foi a visão mais maravilhosa que tive em toda a minha vida. Sua buceta era linda. Depilada e lisinha: Perfeita. Percebi que sua buceta começava a ficar molhada. Minha irmã mesmo dormindo já estava ficando excitada. Me abaixei na sua frente, abri suas pernas e comecei a chupar aquela buceta maravilhosa. Com o passar do tempo, chupava com mais força. Estava bebendo todo o leitinho que saia daquela xoxotinha deliciosa.

Estava com tanto tesão que resolvi tirar sua calcinha: talvez fosse a única chance de fuder minha írmã, não podia desperdiçá-la. De repente, ela começa a se movimentar: estava acordando. Quando se encontra de pernas abertas e eu agachado na sua frente ela sem calcinha, solta um grito ensurdecedor (deve ter sido ouvido em toda a vizinhança).

Fiquei apavorado. Tentei acalmá-la. Ela estava muito nervosa. Perguntou se eu havia visto ela pelada. Disse que sim. Ela perguntou por que eu tinha feito aquilo com ela. Porque era louco por ele, respondi. Disse a ela que não diria nada a ninguém se ela fizesse isso sá essa fez comigo. Ela pensou um pouco e disse que sim.

Comecei a chupar novamente sua buceta. Ela gemia de prazer. Pedi para ela sentar na cama e coloquei meu cacete para forra. Pedi que chupasse. Ela abocanhou todo de uma vez. Chupava deliciosamente. Mas não estava interessado nisso. Fui direto ao ponto principal: sua buceta.

Com as pernas bem abertas, coloquei meu cacete bem na entrada de sua xoxotinha. Ela disse que estava com medo de doer. Prometi que se doesse, eu pararia. Comecei a empurrar meu cacete naquela buceta maravilhosa bem devagar. A cada centímetro que entrava, mais alto ela Gemia. Começamos a nos beijar. Meu cacete já estava todo dentro dela e ela pedia para que eu mexesse mais rápido. Estávamos fudendo intensamente. Metia nele com todo força. Ela dizia que me amava. O que fazia eu meter mais forte ainda.

Ela começou a tremer, percebi que estava gozando. Iniciei uma sequência de estocadas com mais intensidade. Queria gozar junto com ela. Enfiar tudo, pediu. Ela gemia e se contorcia de prazer: estava gozando. Pouco tempo depois era minha vez. O gozo veio de forma tão intensa. Esporrei tudo dentro dela. Aquilo foi maravilhoso.

Estávamos exaustos. Prometemos um ao outro que essa seria a primeira de muitas transas gostosas.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


cache:fqKHdRAEKq0J:studio-vodevil.ru/mobile/conto_27513_bebi-demais-e-virei-corno-na-praia.html contos arrombado por cdcontos eroticos deixei a sapatao chupa minha buceta e meu cuvideo porno gay de garoto com o calção com o fundo rasgado de parnas areganhada na casa do amigo tarado do pau gande e grosominha esposa e o porteirocontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anoscasadoscontosgayscontos eroticos sou casada realizei os desejos do meninocontos eroticos gay o inicio de tudomeu amigo chantagia minha mãe. conto eroticoo travesti apertou os meus mamilos e me comeucomendo cunhada asm que minha mulher saicontos eroticoscrentevi meu filho na punhetameteno grandes obigetos redondo na buçetaConto eróticos duas lésbicas me estruparaocontos eroticos sendo jantaramigo sex diplomata contoconto erotico enteadacoroa 46 anos cabelo curto enroladinho dando a buceta grandeconfia minha madrasta no pornô chorando gostosacontos zoo com cadelasfotos de buceta sendo lambinda e gritandoconto erotico castrado na favelaconto gay xoxotao de garotoconto porno 21cmcontos eróticos vovó safadacontos eróticos nerdssogras e madrasta fazendo boquetes rapidoscontos eróticos comendo a mulher do irmão na festa do final de anoconto erotico estudandoconto eu e minha babacontos eroticos nupcias blogspotaregasando a b da ncontos eróticos fui abusada pelo pirralhoporno coroa da boda mole de fiodetaoeu e maninha fudemos gostosolinha na Rachinha contos eróticosconto erotico virgem motoristacontos eroticos paulo e bruna parte 2conto erotico fodendo a sobrinha de seis anosfilho da vizinha contos gay heteroconto erótico comendo o passivo de calcinhafilme pornô minha prima gravata preta para mimconto porno mulher adora novinhoContos lesbicas sou casada e minha comadrd me seduziuconto erótico vizinha no baile funkcontos eroticos menina de 07anos dando a xaninhaConto erotico gostosao fas cuceta gay calcinhao cavaloenfiou seu pau com tudo no meu cu gritei de dor videos pornoVer vidios porno de exetos e contos eroticos somente de pai chupando a bucetinha propria filha, pequenininha da filinha caçula que e pequena de tudo que nem tem penugem na bucetinha ele chupa na mara:) Siririca contoscontos de menininhas sentando no colo de homensmamae linda e brava/contosconto guey jogador chupa adversário no vestiárioescravo conta como leva sua dona ao gozo com a língua na bucetaContos eroticos casada na excursãocontos eróticos esposa e um amigo gayconto erotico com pedreiro velho coroa grisalho peludoo lubrificante feminino é melado e pegajosocomendo a irmãzinha e a amiguinha dela contos eróticosporno patricinha chupando cunhado ao lado da irmãcontos porno os amigos de papai fuderam mamaecontos eróticos eu e minha mãe nos amamos feito loucoscontos não acreditei que meu sogro ia fazer aquilocontos vizinha dona de casa tetuda caidacontos coroas amazonensescontoseróticossobrinha menininhaEncoxador contosCasada leva marido bebado e o sogro fode a gostosa contocheirinho.gostoso da bucetinha contoshetero goza dentro ainda da im tapa pornô doido irmão f****** irmã fortemente com pau bem grandãowww.contos eróticos.com.br enrrabei a patroabisexual contosconto picante com colegapassando lápis na bucetacontos eroticos padastro com indiadacontoseroticos madrastcon erot vendo meus amigos estoura esposinhacontos eroticos de sobrinho comendo a bunda do tiox video.com madrasta me mandou eu lamber o seu cuzinhocorno na minha propria casa contos eroticonegra estuprada na frente so marido contos conto erotico eu e sil sua mae metendo devagar na buceta da minha irma dormindo no escuroMeninas novinhas de onze e doze perdendo a virgindadecontosvendo a cunhada depilando a buceta contospornô de Juazeiro meninas gostosinhas na realidade lado da cidade de Juazeiro da Bahiaconto eróticos peõesvhupou minha buceta lesbicaconto eróticocontos de envagelicas encoxadas e fudidas na frente do maridocontos tia preferidaporno produto gruda pinto na bucetaContoseroticos minha enteada novinha sendo estuprada por dois roludosRejane gosando na siriricaContos eróticos: boquete quando pequenavedio de puliciais revistando os bonitois e chupando o pau delis