Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

COMI MINHA IRMA CACULA

Click to Download this video!

COMI MINHA ÍRMãCAÇULA



Era um dia quente de verão. Estava na janela olhando a paisagem ao redor. O calor era insuportável. Não havia nada para se fazer naquela tarde ensolarada. Resolvi ir para o quarto e ditar um pouco.

Quanto entro no quarto, vejo minha irmãzinha deitada na minha cama de bruços. Ela estava dormindo. Estava usando mini-blusa e uma saia curtíssima. Aproximei-me e comecei a tentar acordá-la. Mas ela dormia profundamente. Dava para ver o volume da buceta na calcinha. Afastei-me um pouco e comecei o observá-la com atenção. Aproximei-me novamente e virei ela de frente para mim. Suas pernas ficaram abertas em minha direção. Era uma visão maravilhosa. Não resisti à tentação e resolvi passar as mãos nos seus seios. Eles eram de tamanho médio, firmes e, para minha surpresa, começaram a ficar durinhos com as minhas carícias.

Desci as mãos até chegar à sua buceta. Volumosa e macia, acariciava com cuidado com receio de acordá-la. Passava o dedinho na entrada. Não resisti e afastei sua calcinha de lado. Foi a visão mais maravilhosa que tive em toda a minha vida. Sua buceta era linda. Depilada e lisinha: Perfeita. Percebi que sua buceta começava a ficar molhada. Minha irmã mesmo dormindo já estava ficando excitada. Me abaixei na sua frente, abri suas pernas e comecei a chupar aquela buceta maravilhosa. Com o passar do tempo, chupava com mais força. Estava bebendo todo o leitinho que saia daquela xoxotinha deliciosa.

Estava com tanto tesão que resolvi tirar sua calcinha: talvez fosse a única chance de fuder minha írmã, não podia desperdiçá-la. De repente, ela começa a se movimentar: estava acordando. Quando se encontra de pernas abertas e eu agachado na sua frente ela sem calcinha, solta um grito ensurdecedor (deve ter sido ouvido em toda a vizinhança).

Fiquei apavorado. Tentei acalmá-la. Ela estava muito nervosa. Perguntou se eu havia visto ela pelada. Disse que sim. Ela perguntou por que eu tinha feito aquilo com ela. Porque era louco por ele, respondi. Disse a ela que não diria nada a ninguém se ela fizesse isso sá essa fez comigo. Ela pensou um pouco e disse que sim.

Comecei a chupar novamente sua buceta. Ela gemia de prazer. Pedi para ela sentar na cama e coloquei meu cacete para forra. Pedi que chupasse. Ela abocanhou todo de uma vez. Chupava deliciosamente. Mas não estava interessado nisso. Fui direto ao ponto principal: sua buceta.

Com as pernas bem abertas, coloquei meu cacete bem na entrada de sua xoxotinha. Ela disse que estava com medo de doer. Prometi que se doesse, eu pararia. Comecei a empurrar meu cacete naquela buceta maravilhosa bem devagar. A cada centímetro que entrava, mais alto ela Gemia. Começamos a nos beijar. Meu cacete já estava todo dentro dela e ela pedia para que eu mexesse mais rápido. Estávamos fudendo intensamente. Metia nele com todo força. Ela dizia que me amava. O que fazia eu meter mais forte ainda.

Ela começou a tremer, percebi que estava gozando. Iniciei uma sequência de estocadas com mais intensidade. Queria gozar junto com ela. Enfiar tudo, pediu. Ela gemia e se contorcia de prazer: estava gozando. Pouco tempo depois era minha vez. O gozo veio de forma tão intensa. Esporrei tudo dentro dela. Aquilo foi maravilhoso.

Estávamos exaustos. Prometemos um ao outro que essa seria a primeira de muitas transas gostosas.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto comedo que meu filho virasse gay dei pra eleSou casada mas bebi porro de outra cara contoscontos fiz o cuzinho da mamãevideo porno gostozinha de vestido preto sndo fodida com amae do ladaconto erotico vi meu tio velho coroa grisalho peladocontos eróticos f***** por meninosprimos e primas transando enquanto os pais saíram totalmente Pelotascontos eroticos infanciacontos eroticos comendo a mulher do meu cunhadocontos eroticos a irmã da igrejacomendo cusinho da baba da minha.sobrinhacoloco sobrinha no colo contoContos heroticos esposa quer muitas picascontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casafotos derabudas na academia roupa brancasou casada quero homem pra micomedar o cu e oda contos eróticoscontos eroticos dividindo a namorada com um estranhohistorias eróticas a menininha no colocontoseroticos anal brital no acampamentocontos gay amigo da minha irmacontos eroticos estruprada pelo irmao beudacontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaContos fui estud fud mãe e filhadirigindo sem calcinha contosmae peladas socando muita margarina no cu e no corpomulherzinhas negar bucetadavideos porno mulher da a buceta com as pernas bem abertas io macho ainda chupa seus peitoescontos gay chupei varios na saunaodiava o marido da minha prima parte2 contos gayContos de esposa abriu o cu ao máximocontos de mecânicos casadosconto cu ensopado de porra gayconto erotico raquel morena deliciosacontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorcontos eroticos sobrinhospinto duro pra tu noivaFoderam gente contos tennscontos erotico goi arrumar o chuveiro e me comruviadinjo da bimda rrdonda contos eroticoscontos podolatria irmacomo arrombar um cu virgem ticacontos etoticos gordas maduras baixinhas 1,50 mtconto buceta arreganhada de eguaconto gay camisolinhacontos de mulheres que tomaram ativador sexualSubrinha sapeka adora usa ropinha provokante para da para mimconto erótico gay brincandocontos encesto na praia de nudismopono vitgen nãoa aguentiu epediu p paramconto de mulher sendo enrrabadavelha aqueles tempos do capô de fusca bem rapadinhatransei com meu namorado sob a luz da lua,conto eróticocontos eroticos buceta casa de aranhacontos eroticos traindo o marido no onibusadolecente perdendo a virgindade em aposta conto erotico gayfazendo gozar mulher casada darlene contoscontos eroticos madura gostei de dar o cu ao capataz conto minha tia tesuda peladaPMS contos eróticosfilmei minha esposa sendo arrombada porcontos eroticos meus amigos contos eroticoscontos eróticos do tio malvadoNovinha Bebi porra do meu amigo contocontos dei a buceta para meu patrao na fasendacontos erotico com pai come o cu da filha de nove anos escretogostosinha ergue a saia e masageia a bucetinha por cima da calcinhaContos eróticos mae medrosaSou casada mas bebi porro de outra cara contoscrentes da c c b,dando o cu,contoscontos meu tio dedava minha xaninhacontos de encesto marianacontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casafilho tirando a calcinha da mãe . ...mas mesmocontos erotico gay negro dando pra brancocontos encoxada com o maridoconto erotico viado velho humilhado por macho dominadorcontos eroticos vizinho me pegou shortinhocontos erotico meu amigo na picina de casaConto erotico dotado no vilarejo