Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ESCRAVO DOS INSTINTOS 3°PARTE

Click to this video!

Ola. . Meu nome é Daniel, sou branco com cabelos castanhos encaracolados. Tenho 1.63 de altura e peso 57kg. Depois do ocorrido com o Cláudio (veja nos contos anteriores) eu passei dias com as emoções como um turbilhão. Eu me censurava por ter agido como um fracote e piorado as coisas por ter obedecido aquele crápula! Por outro lado, do fundo do coração, eu sabia que nunca tinha gozado tão forte e completamente como naquele amaldiçoado momento, deitado no chão, nu.. Minha maior humilhação era ter ficado tão excitado numa situação daquelas e por perceber que, sá de pensar que ele poderia me mandar fazer aquilo novamente eu ficava com um tesão arrasador! Eu sabia que estava já vencido por antecedência .

Cláudio e minha irmã fizeram as pazes por um tempo . Um tempo depois minha irmã ia sair com minha família e Cláudio ligou no meu cel me mandando ir na casa dele! Não conseguia responder com o coração batendo furiosamente e, (que ádio de mim mesmo!)meu pau já endurecendo.

Chegando lá toda a vergonha caiu em cima de mim novamente. Eu quis recuar mas o olhar firme e perverso dele me segurou.

–Venha para a sala. Ele ordenou.

Chegando lá meu olhar se dirigiu inconscientemente para o PC e lá estava! Outra foto minha me mostrando deitado na beirada da cama de costas, com as pernas abertas e levantadas até meus braços passarem atrás das coxas. Meu dedinho estava penetrando o ânus e minha boca estava escancarada. Cláudio acompanhou meu olhar e riu maldosamente.

-Vc se faz de bonzinho mas na verdade é uma puta sem-vergonha, não é verdade? NÃO É VERDADE!?

-S-sou... Respondi com voz sumida.

-Tire toda a roupa. E não me canse. Quando eu mandar quero que faça na hora!

Tirei toda a roupa. Ele se adiantou e pegou minha roupa sem dar atenção aos meus protestos. Voltou e se sentou no sofá.

-Fique de quatro no chão. Obedeci. –Agora ande pela sala de quatro igual uma cadela.

Eu queria me fazer de rogado mas eu não conseguia esconder dele minha excitação pois meu pau estava já pingando. Engatinhei por um tempo arrebitando a bundinha e imaginei se ele iria me comer. Sá esse pensamento quase me enlouqueceu! Olhei para ele. Ele tinha pego a câmera de novo e me filmava enquanto acariciava seu pau lentamente. Ele me pôs de quatro apoiado na beirada do sofá e dobrou os joelhos abaixando para passar seu pau quente na minha bunda, sempre filmando. Sem mesmo pensar eu arrebitei a bundinha e empurrei de encontro a ele. Ele deu uma gargalhada.

- Puta! Vc acha mesmo que eu quero comer esse rabo sujo? Ele me empurrou com a planta do pé me fazendo rolar pelo chão da sala e me parou de costas no chão, pisando de leve no meu peito. Eu não conseguia encara-lo de tanta vergonha. Porém o ele via que meu pau não amolecia. A planta do seu pé no meu peito tinha o efeito de uma carícia. Eu estava irremediavelmente dominado. Ele me mandou umedecer um dedo na boca e coloca-lo no ânus. –Mais um dedo. Ordenou. A câmera estava práxima registrando os detalhes, acompanhando minha mão do cuzinho até a boca. Eu já estava com quatro dedos no ânus e ñ entrava mais. –Põe mais vagabunda! Eu choraminguei dizendo que não dava. Ele me agarrou pelos cabelos e me levantou pondo-me de joelhos, largou a câmera e tirou o pau semi-adormecido p fora, colocando-o na minha boca. Ele me agarrou pelos cabelos e comeu minha boca com força me arrancando lágrimas dos olhos e me fazendo engasgar. Ele não me deixava limpar o queixo que já estava coberto de saliva que escorria. Quando ele não aguentou mais ele colocou sá a cabeça entre meus lábios e punhetou a base do pau até que seu esperma esguichou dentro da minha boca. Meu tesão estava no auge! Tentei me acariciar sentado no chão mas ele chutou minha mão dizendo: -Aqui não puta! E pegou a câmera.

Ele me levou até o banheiro e, registrando a cena de vários ângulos com a câmera, fez eu me masturbar meio sentado no vaso, inclinado para frente com a mão apoiada no chão. Eu fechava os olhos para não encarar aquela lente cruel q registrava meu rosto lambuzado, minha vergonha, humilhação e o indescritível prazer que me acometia, o que era notado facilmente pela minha expressão e meus gemidos desconsolados. Eu gozei descontroladamente dentro do vaso, gritando e inclinando p frente ate apoiar meu braço no chão. Minha bunda estava no ar e meu corpo tremia com os espasmos. Foi um orgasmo demorado e eu caí no chão e continuei punhetando gemendo e com um dedo no ânus até que meu pau ficou mole e eu abri os olhos encarando aquela lente maldita, inexoravelmente apontada para mim! Meses depois Cláudio e minha irmã terminaram o namoro, o que me preocupou muito. Cláudio me chamou na sua casa. Entrei acompanhando ele até a sala. Chegando lá meu coração deu um pulo: Havia um homem duns 40 anos sentado no sofá e que me olhou com um olhar singular quando o cumprimentei. –Reginaldo. Apresentou-se ele. –Este é o “famoso” Daniel. Me apresentou Cláudio sarcasticamente. –Vamos assistir um filme? Meu coração disparou!

-Sente-se aqui ao meu lado. Disse Reginaldo.

Vendo minha indecisão Cláudio esbravejou: -Obedeça CADELA! Eu me sentei, morto de vergonha, num espaço que era p uma pessoa. Isso fazia com que eu ficasse colado em Reginaldo, que abraçou meu corpo rígido, sorrindo. –Rode o filme.

Meu coração acelerou ainda mais quando me vi na tela do PC, chupando o pau do Cláudio... (Continua...)

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contosflagascontos erotico dono de sitio meti com a esposa dos empregadocontos eroticos dando ao sobrinho piveteContos eroticos travesti inicianteOlá , meu nome é Tati sou morena , alta , magra , pois bem , vamos ao contoé bom chupar pau cheio de sebo contos eroticoscontos de coroa com novinhominha esposa vestida à vontade em casarelatos eroticos chantageada pelo amigo do maridocontos eróticos doeu mas gozeidominado e submisso contossogra metida a santa contos eróticoContos eroticos eu meu tio e minha mulhercontos eroticos coroa forróconto erotico em familiacache:fqKHdRAEKq0J:studio-vodevil.ru/mobile/conto_27513_bebi-demais-e-virei-corno-na-praia.html contos de encesto marianaxoxota as infinitasputona da pro chefe marido nem desconfiacontos eroticos de piveteshora e lugar errado/contos pkrnocontos coroas primas do interiorcontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anosContos de sexo virgem dor extrema membro grosso teen incestocontos eroticos a filhinha da empregadacontos sex fui tratada como putadormino na mesma cama com duas irmas fudeno uma e a outra ficano com tesaotracei minha irmã contosconto de mulheres que trazam com cavalo no curalxvideo porno cavalu comedo aeguaconto erótico corno de mendigofui arrombado no cuzinhoA Tia super gostosa com uma bunda maravilhosacontontos eroticos fui levar meu amigo bebado en casa tracei a mulher escandaloza delehomem interra tudo na buceta inxada da sua cadelacontos:meu pinto endureceuContos eroticosmenina de dez anos fazendo sexomenina você já passou o dedo no cu e cheiroucomo arrombar um cu virgem ticaconto erotico minha mae chupava minha bucetianha deus de pequenaConto cu afrouxadocontos ela e feia e gostosacontos eróticos virei cd para usar fio dentaldei para o comedor do bairro filhos contocontos eroticos chupando a pica do meu filhocontos eroticos ela não queriaminha tia querida bota roupas curtas e eu fico com tesão doido pra comer ela mais tenho vergonha o q façoconto erotico funkeiro chupando novinha no funkzoofilia gay extraordinárias bizarroscontos minha tia humilhando meu tiovelha aqueles tempos do capô de fusca bem rapadinhaconto amador minha mulher viu o tamanho do cassete do cunhadosocando na minha irmã compressão sexefoi buscar a cunhada para a festa e meteu gostoso nelametendo na barba de shortinho atoladolua de mel da esposa do corno e o amante contosFui obrigada a da a bucetacontos eroticos boqueteira40cm no cu da minha vo contoscdzinha contos troca trocaxvidio.esfregando o pau so no short vermelinhocontos sado marido violentoscontos dei pro mulequinho de ruacontos cavalonas evangelicasvideos porno enfiando a mao nao buceta da egua zoofilianovinha de 13com peitinhoconto incesto gay peludotransei gostoso com minha aVò insertoscasa dos contos incesto carlContos eróticos mães com a buceta peluda e cheiro fortecontos eroticos dos leitores meu marido e eu e outra mulher na camaconto erotico eu e sil sua mae viu tudocontos eróticos massagemminha sogra falou que tem dificuldade para gozarConto erotico as amiga carente da minha maeminha mulher tá ficando conclusão tem alguém comendo contos eróticospoeno cenas namoado apwrtando mordendo e chupando teta da namorada pra formar bicocontos eroticos homem barbudo e peludo fudendo bucetaconto de cabeleiro comendo o cu do novinho sem penaSo uso fio dental enfiado no cu.conto erotico feminino