Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ESCRAVO DOS INSTINTOS 3°PARTE

Click to this video!

Ola. . Meu nome é Daniel, sou branco com cabelos castanhos encaracolados. Tenho 1.63 de altura e peso 57kg. Depois do ocorrido com o Cláudio (veja nos contos anteriores) eu passei dias com as emoções como um turbilhão. Eu me censurava por ter agido como um fracote e piorado as coisas por ter obedecido aquele crápula! Por outro lado, do fundo do coração, eu sabia que nunca tinha gozado tão forte e completamente como naquele amaldiçoado momento, deitado no chão, nu.. Minha maior humilhação era ter ficado tão excitado numa situação daquelas e por perceber que, sá de pensar que ele poderia me mandar fazer aquilo novamente eu ficava com um tesão arrasador! Eu sabia que estava já vencido por antecedência .

Cláudio e minha irmã fizeram as pazes por um tempo . Um tempo depois minha irmã ia sair com minha família e Cláudio ligou no meu cel me mandando ir na casa dele! Não conseguia responder com o coração batendo furiosamente e, (que ádio de mim mesmo!)meu pau já endurecendo.

Chegando lá toda a vergonha caiu em cima de mim novamente. Eu quis recuar mas o olhar firme e perverso dele me segurou.

–Venha para a sala. Ele ordenou.

Chegando lá meu olhar se dirigiu inconscientemente para o PC e lá estava! Outra foto minha me mostrando deitado na beirada da cama de costas, com as pernas abertas e levantadas até meus braços passarem atrás das coxas. Meu dedinho estava penetrando o ânus e minha boca estava escancarada. Cláudio acompanhou meu olhar e riu maldosamente.

-Vc se faz de bonzinho mas na verdade é uma puta sem-vergonha, não é verdade? NÃO É VERDADE!?

-S-sou... Respondi com voz sumida.

-Tire toda a roupa. E não me canse. Quando eu mandar quero que faça na hora!

Tirei toda a roupa. Ele se adiantou e pegou minha roupa sem dar atenção aos meus protestos. Voltou e se sentou no sofá.

-Fique de quatro no chão. Obedeci. –Agora ande pela sala de quatro igual uma cadela.

Eu queria me fazer de rogado mas eu não conseguia esconder dele minha excitação pois meu pau estava já pingando. Engatinhei por um tempo arrebitando a bundinha e imaginei se ele iria me comer. Sá esse pensamento quase me enlouqueceu! Olhei para ele. Ele tinha pego a câmera de novo e me filmava enquanto acariciava seu pau lentamente. Ele me pôs de quatro apoiado na beirada do sofá e dobrou os joelhos abaixando para passar seu pau quente na minha bunda, sempre filmando. Sem mesmo pensar eu arrebitei a bundinha e empurrei de encontro a ele. Ele deu uma gargalhada.

- Puta! Vc acha mesmo que eu quero comer esse rabo sujo? Ele me empurrou com a planta do pé me fazendo rolar pelo chão da sala e me parou de costas no chão, pisando de leve no meu peito. Eu não conseguia encara-lo de tanta vergonha. Porém o ele via que meu pau não amolecia. A planta do seu pé no meu peito tinha o efeito de uma carícia. Eu estava irremediavelmente dominado. Ele me mandou umedecer um dedo na boca e coloca-lo no ânus. –Mais um dedo. Ordenou. A câmera estava práxima registrando os detalhes, acompanhando minha mão do cuzinho até a boca. Eu já estava com quatro dedos no ânus e ñ entrava mais. –Põe mais vagabunda! Eu choraminguei dizendo que não dava. Ele me agarrou pelos cabelos e me levantou pondo-me de joelhos, largou a câmera e tirou o pau semi-adormecido p fora, colocando-o na minha boca. Ele me agarrou pelos cabelos e comeu minha boca com força me arrancando lágrimas dos olhos e me fazendo engasgar. Ele não me deixava limpar o queixo que já estava coberto de saliva que escorria. Quando ele não aguentou mais ele colocou sá a cabeça entre meus lábios e punhetou a base do pau até que seu esperma esguichou dentro da minha boca. Meu tesão estava no auge! Tentei me acariciar sentado no chão mas ele chutou minha mão dizendo: -Aqui não puta! E pegou a câmera.

Ele me levou até o banheiro e, registrando a cena de vários ângulos com a câmera, fez eu me masturbar meio sentado no vaso, inclinado para frente com a mão apoiada no chão. Eu fechava os olhos para não encarar aquela lente cruel q registrava meu rosto lambuzado, minha vergonha, humilhação e o indescritível prazer que me acometia, o que era notado facilmente pela minha expressão e meus gemidos desconsolados. Eu gozei descontroladamente dentro do vaso, gritando e inclinando p frente ate apoiar meu braço no chão. Minha bunda estava no ar e meu corpo tremia com os espasmos. Foi um orgasmo demorado e eu caí no chão e continuei punhetando gemendo e com um dedo no ânus até que meu pau ficou mole e eu abri os olhos encarando aquela lente maldita, inexoravelmente apontada para mim! Meses depois Cláudio e minha irmã terminaram o namoro, o que me preocupou muito. Cláudio me chamou na sua casa. Entrei acompanhando ele até a sala. Chegando lá meu coração deu um pulo: Havia um homem duns 40 anos sentado no sofá e que me olhou com um olhar singular quando o cumprimentei. –Reginaldo. Apresentou-se ele. –Este é o “famoso” Daniel. Me apresentou Cláudio sarcasticamente. –Vamos assistir um filme? Meu coração disparou!

-Sente-se aqui ao meu lado. Disse Reginaldo.

Vendo minha indecisão Cláudio esbravejou: -Obedeça CADELA! Eu me sentei, morto de vergonha, num espaço que era p uma pessoa. Isso fazia com que eu ficasse colado em Reginaldo, que abraçou meu corpo rígido, sorrindo. –Rode o filme.

Meu coração acelerou ainda mais quando me vi na tela do PC, chupando o pau do Cláudio... (Continua...)

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eróticos de bebados e drogados gaysSenhoras cinquentonas casadas praticando Zoofilia prla primeira vezvidios de zoofilias mostra homem acariciando uma jumenta com a mão na buceta delacolo do velho. contocontos fodi menininha por docesContos titio comendo a sobrinha bem novinhatraveco dominando e excitando macho em banheiro, contos com fotoscontos eroticos guri faz buraco para ver vizinhaFlagrei minha cunhada chorando em cima de kct contoscontos eroticos d zoofilia cine maxcontos er passando em casacontos eróticos gay comendo o cu do garoto oferecidovendo a cunhada depilando a buceta contosminha mãe adora bater punheta para o meu irmãocontos eroticoso cu da cadelinhaCADELINha DOS homens e dos cachorro cpntp pornocontos eroticos eu menina engole porra do meu tioconto pega na siriricacontos eróticos de tirando o cabaço das cunhadasContos eróticos garotinha com garotosDei o cu pro tio contoscontos eroticos comi o cuzinho da minha colega de trabalho no estoque realconto amante do manocrossdressing miudinhaxoxota e picas contosconto mandaram esposa toda espprradacontos reais meu marido fez uma deliciosa DP com seu amigochantagiei o professor gostosoCoroas casadas trepando com novinhos contosconto erotico baba bate sirica espiano patroes fudendovelha cavala virando olhocontos eróticos dopando meu sobrinho gay dormindovideo porno cu virgem pau grande grosso aiiiii tira ta doendo sai paracontos eroticos incesto pai e filha fistingconto de sexo virei femea do meu paicoroa t***** da bundona state durinho rebolando gostosominha professora me deu carona e pegou mo meu cacetenamorado embreagou a namorada para foder o cuzinho delaconto erótico o que rola em cine Porno do Brasiliniciação contos eroticosconto erotico esposa sofre com o negaocomi meu aluno lercontos curtpsGozando na boca Abrantes dela chuparcontos de incesto minha filha sendo comidaconto gay dando na apostaconto de irma que viciou em dar o cuzinhovisão dos sonhos dos cornoscontos eróticos por categoriaconto erotico dopei minha filinhacontos erótico de velhas que adora ser chingadascontos eroticos envagelica abusadacontos eroticos virgndade molequeajudando a netinha com dever de casa ninfetaconto erotico bucetinha colo dindinhoconto erotico fraldario do mercadomeu cuzinho contraindo no teu paucontos gay paicontos porno de velhos caipira comendo viadocontos heroticos gay meu tio de dezenove anos me comeu dormindo quando tinha oito anosfilho delicia contocontossexotravesticontos eróticos verídico de ginecologista e grávidahomem de pau duro pra outro no cfc contoconto erotico comi.a .mulher.do meu amigo.corinthianobisexual contosvi minha namoradinha perder a virgindade contos eroticosgay conto erotico taradao num cuzinho masculo de seis aninhosContos eroticos namoradas sendo realizadas por pintudoContos erotico mulhrr casada dona de supermecadovideornposssardentinhas ninfetascontos erotico-você me deixa safadacoroa t***** da bundona state durinho rebolando gostosoConto Erotico Sou Morena A Gostosona Da Favela E Dei Minha Xana Pra Um Branco Do Pau Grandecontos : meu filho falou que minha buceta e bonitaconto mulher casada rabuda dei pedreiroconto erotico enbebedou e enrabou a casadinha carentecontos eroticos brincando com inocenciaconto erotico sogro ahh uhh mete metecontos eroticos real novinhavoyeur de esposa conto eroticocontos eroticos reais minha cunhada me seduziu e eu comiRelato picante comi minha esposa no estacionamento do shopping