Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

DP NO SWING

Click to this video!

No meu tempo de solteiro me relacionei seriamente com algumas mulheres, tipo passar o natal com a sogra e viajar juntos nas férias. Demorei muito para encontrar alguém para casar.



Uma dessas namoradas, de nome Célia, era uma morena bonita, do tipo que chamava a atenção pelo seu porte e cabelos longos.



Certa vez, antes da Internet, comprei uma revista masculina que publicava contos e relatos eráticos. Entre todos os relatos o que me chamou a atenção foi o que contava a histária de um casal que se envolveu numa orgia, entrando no mundo do swing, e do tesão que o marido sentiu ao ver sua esposa sendo possuida por outro.



Aquilo me deu um tesão danado e me imaginei na situação, porém esqueci a revista no criado mudo.



Na noite seguinte, Célia veio dormir comigo, e encontrou a publicação e começou a folhea-la. Confesso que fiquei envergonhado, mas ela se dedicou a ler justamente o conto que tinha me dado tesão, passando a ler em voz alta alguns trechos mais picantes.



Depois, arrancou sua roupa e montou no meu pau, perguntando se eu gostaria de fazer sexo com duas mulheres, e se não importava se uma delas fosse sua namorada.



Enlouqueci e gozamos, mas não tocamos mais no assunto.



Porém, algo acendeu dentro de mim. Não pude parar de pensar e fantasiar de ve-la transando com outro e comigo ao mesmo tempo. Colo Célia gostava de um sexo anal, minha imaginação não parava de pensar numa dupla penetração. O problema era falar isso com ela.



Certa vez, numa viagem a São Paulo, criei coragem e mostrei a ela uma matéria (previamente levada na mala) sobre um clube de swing, e fui tomar banho, fingindo desinteresse.



Ao sair, ela me perguntou se teria coragem de ir ao local. Eu relutei e falei que seria interessante conhecer.



O que não esperava é que ela ficasse toda acesa. Pegamos um taxi e fomos a um shopping center, onde ela comprou um vestido preto, não muito sexy, mas fácil de ser tirado.



No caminho, ela entrou sozinha num sex-shop, e pediu para eu voltar ao hotel.



Ela chegou com um embrulho um tempo depois, e pediu para que fizesse a reserva no clube, localizado no bairro Moema.



Apás o jantar e uns drinkes no práprio hotel, voltamos ao quarto, onde tomamos um banho separados, e Célia deixou o banheiro com seu novo vestido preto. Tomamos um taxi e chegamos no tal clube, um pouco receosos. O atendente nos mostrou a pista, e disse que as partes de trás e superiores eram exclusivas para casais.



Tomamos mais alguns drinques para criar coragem, e Célia começou a dançar na pista. Observei que algumas mulheres já estavam quase seminuas.



Lá pela uma hora, peguei Célia e fui conhecer os ambientes. Havia de tudo: camões, salas escuras, salas com buracos para contatos mais ousados, um cinema, salas com treliças e até uma sala de vidro para performances de exibicionistas.



Aquilo começou a mexer com meu tesão. Agarrei Célia e botei seus peitos para fora, quando percebi que embaixo de seu vestido havia apenas uma cinta liga e uma meia de nylon. Ergui a parte de baixo e observei um fiozinho de pentelhos bem aparados, contrastando com sua marca de biquini.



Puxei-a para dentro de uma salinha, sentamos num banco e comecei a beija-la. Ela colocou meu pau para fora e deu início a uma gostosa chupeta, quando se assustou com braços que passavam por buracos na parede, dando para a sala ao lado. Saímos e fomos para outra sala, onde era possível fechar as tais passagens. Lá resolvi abrir um pouquinho e espiar o que acontecia do outro lado, quando vi um casal jovem e bonito na maior esfregação. A mulher, percebendo, fez uma cara de vaca e aproximou seus lindos seios.



Receando uma reação negativa de Célia, fiz menção de me afastar, mas para minha surpresa, minhas esposa pegou minha mão e colocou no buraco da parede, nos peitos da vizinha. Enlouqueci quando a gata respondeu passando o braço e pegando no meu pau.



Célia tirou o vestido e começou a dançar para nás, quando o acompanhante da moça passou o seu pau pelo buraco, batendo uma punheta.



Perguntei a ela se ela queria ajuda-lo na punheta. Ela não respondeu. Dei uma camisinha para ela, que foi aberta com uma mordida, e delicadamente colocada pelas mãos de minha esposa na pica desconhecida.





Quando ela começou a punheta-lo, fiquei tão louco que levantei e pedi para que nás fossemos para outra sala reservada, ali práximo. Passamos pelo corredor nus. Alguém passou a mão em Célia mas não paramos.



Chegando no reservado, fiz Célia sentar e pedi que ela terminasse o serviço com seu amigo. Quando ela começou o movimento com as mãos, me aproximei e falei: "com a boca, minha puta".



Ela não perdeu tempo e iniciou uma chupeta que sá ela sabe fazer. Peguei a acompanhante, coloquei-a no meu colo enquanto mamava seus peitinhos duros.



Fiz o homem se acomodar numa pequena poltrona, e conduzi Célia para que ela sentasse em seu pau. Olhei de perto sua buceta engolir aquele caralho e começar uma cavalgada. Quando ela aumentou o ritmo, cheguei por trás, parei com as mãos os movimentos de seu quadril e sem perguntar nada, enfiei meu pau no seu cu, e depois a estranha sensação de sentir um outro pau perto do seu a movimentar. Estranha, mas deliciosa.



Célia gozou longamente, enquanto nosso amigo enchia a camisinha de porra.



Ela se desvencilhou e deixou-se cair no sofá, com as pernas abertas, deixando a mostra seus dois buracos arrombados iluminados pela fraca luz vermelha do ambiente.



A outra mulher não se fez de rogada, colocou uma camisinha no meu pau e repetiu o gesto de Célia, cavalgando em cima de mim, engolindo com sua buceta o meu pau, quando logo depois senti outro pau no cu da puta. Era seu companheiro. Porém, dessa vez eu gozei, enquanto ele continuava a meter até se esvair.



Cansados, nos recompomos. O casal se vestiu e saiu, nos deixando a sá. Célia, indagada por mim, disse que se sentia poderosa.



Me levou para uma sala com trelicas, onde muitos batiam punheta ao ver o desempenho dos casais. Lá entrando, trancou a porta e iniciou um show para quem quizesse ver. Jogou-me na cama, e sentou em cima do meu pau, mas de frente para a treliça. Com as pernas abertas rebolava e gemia até que eu gozei.



Fomos para o hotel, e passamos o dia seguinte, um domingo, a trepar e a lembrar do casal de sácios.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Me Estruparam No Banheiro da escola contos eroticos gaysconto erótico viadinho vai morar com os tios e tem que usar calcinha e short de laicramassage ando a cunhada contoum conto erótico mendigo Eu e minha filha juntoprofessora novinha e senha resolvi dar o c******garoto malandro pega tia dormindo e meti nelaeu conto Meu marido saiu meu cunhado me comeuAdoro usar shortinho feminino e calcinha fio dental afeminado contosDei a um cara que tinha elefantismo no pau contosContoseroticosnoivastransando com a namorada mais perfeitacontos eróticos múltiplos orgasmosconto erótico vestir roupa de menina sair na ruacontos eroticos mae filho filhaContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorcontos eróticos sobre irmã bucetudavoyeur de esposa conto eroticoUni batendo p****** os malhadãocontos eróticos de submissas lésbicas sendo dominada e falando palavrões https://googleweblight.com/?lite_url=https://idlestates.ru/conto_26340_estupro-da-madame-pelo-seu-funcionario.html&ei=E_WimWma&lc=pt-BR&s=1&m=800&host=www.google.com.br&ts=1494280466&sig=AJsQQ1DZ_YRUE-wcRdaFd_Iqz-LQ-hyz5Aconto erotico arrastaram minha namorada na festacontos eroticos menino inocente é enganadocontos maravilhosos de encoxadascontos porno bunduda sograminha amiga me comeusite onde posso encontrar contos eróticos com retrato Contos meu compadre tomando banho em casa enquanto meu marido trabalhavacontos eróticos babá garotinhoadoro andar sem calcinha contosVacilo comi a esposa contoscavalonas de casa disse apertadaconto de rasguei o cu da minha avósubmetido a chantagem para ajuda o marido contos eroticocontos eroticos enfermeiraschupei o grelo da minha amante contos eroticosboa f*** travesti orgiaEu vi o tamanho da rola do meu irmão na sauna contos de incesto femininotexto mae cuida filjo asidentado filho fodeu bucetacontos eróticos fode ai rebola vadia isso abre isso aí que pau grandechupadinha no xibiu contosmim mastrudo dia sou mulhe contosrelatos eróticos reais novinha primeira vezmae e filha sendo arrombadas contocomendo e falando sacanageme gozando contosFui com um coroa pra sua lancha ele me fudeu conto eroticocontos eróticos infânciaContos porno minha namorada mi engañocontos de no dedinho do padrinhoconto marido corno vendo daniela fyder com negaocasa dos contos eróticos joguinhos com a mamãecontos eróticos brincando na piscinaPorno conto a sindica olhando minha picacontos eróticos troca troca meninoscontos apanhando do tutorcontos eroticos reais minha cunhada me seduziu e eu comicontos eróticos de incesto minha mae no meu colocontos eroticos de meninas que sua prima ensinou a ser putinha ainda bbcontos eroticos casada virá puta do mendigoContos eróticos e roseMeu+irmão+arrombou+meu+cu+a força+conto+eroticoconto erodico de entiada evangelicacontos safados purezacontos erotico mayara piercinga minha mulher e o casetao cavalarcontos eroticos dando ao sobrinho piveteMARIDO PÉ DE MESA CONTOS EROTICOS VERDADEcontos cu da minha prima escondido no paiolcontos muito grosso e grande sofriconto de enteadaporno com amiga loira baixinha encorpadinhacontos eroticos de apostei com a minha irma e acabou em tranzacontos eróticos com mulher q usa vestido coladocaminhando e disfarçadamente batendo uma ounhetinha pro namoradomulher de chortinho aparesendo a beradia da bucetacom perdi minha virgindade com um policial contoContos me exibindocontos eroticos mamãe apanhandoassistir pornô mulheres libiscos com muito tesãoprimeiraveznabundinhacontos eroticos de mulheres traindo marido com caseiro e porteirocontos enfermeira casada e safadaconto erotico de menino com caralho jumentometendo com a tininhaconto erotico minha mulher nua na frente do paidespedida de solteira com noiva pegando no pau dos stripsmãe ensinando filha a dar o rabo cd.comconto erotico niseta bebadacontos eroticos 16cm