Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

AMIGO BEBADO, MULHER FACIL.

Click to this video!

O que contarei hoje, aconteceu neste fim de semana, e ainda fico meio arrependido pelo feito, mas confesso que foi muito gostoso.



Cmo ja falei em outro conto, sou sou alto, magro, pele clara e cabelo preto, e 25 anos



Tenho um amigo de infancia, que somos muito apegados, sempre farreamos juntos até eu me casar, e mesmo depois continuavamos saindo pras cervejadas e tal.



Há um ano ele está casado com uma morena linda, estatura media, peitos normais, mas uma bunda linda.



Sempre frequentei a casa deles, e eles a minha, nunca olhei com malicia nenhuma para a esposa de meu amigo.



Neste fim de semana, decidimos sairmos juntos para uma balada qualquer e fomos, pra não ficar de vela convidei uma velha amiga minha para me acompanhar, e fomos para uma das boates de nossa cidade



Dança vai, bebida vem, minha amiga arruma um rolo e me deixa de vela ali no meio, logo comecei a procurar alguem pra mim, mas sem sucesso acabei sentando em uma mesa, quando vejo uma loira bonita me olhando do bar. a convidei para sentar com um sinal e ela veio...

Conversamos um bocado, e rolou uns beijos, tentei carregar essa loira para minha casa de qualquer forma porem ela queria que eu arrumasse alguem pra uma amiga dela, o negocio é q eu nao conhecia ninguem alem de meus amigos, e nao levaria 1 cara estranho com outra estranha pra minha casa sem eu ver o q estariam fazendo.



No final trocamos telefone e marcamos o encontro para outro dia.



Depois de algum tempo na boate, percebo meu amigo ja alterado pela bebida, e algumas horas depois, ja distraido, sua esposa me chama pra leva-lo embora pois ja estava fzendo fiasco.



Escorei ele no meu ombro e levei ate o carro. Procurei por minha amiga, porem nao encontrei-a e acabei a abandonando, mandando 1 torpedo em seguida relatando o acontecido.



Como eu havia tomado sá uma lata de cerveja e muito energetico e refri, ja prevendo que teria que dirigir, peguei o volante e fomos embora.



Chegamos na casa do casal, onde largamos o pinguço ja desmaiado na cama. Ela me convidou para tomarmos um alcool, ja que ele nao aguentou e ainda era cedo da madrugada.



Inocente, aceitei o convite, e depois de muitas eu ja estava alterado e ela tambem.



Ela começava a falar que estava louca por sexo e o marido dela desmaiado, eu sem graça, mesmo bebado....



Ela acabou levantando e na tentativa de ir ao banheiro cai no meio do corredor, eu vendo aquilo, ja bebado tambem vou la ajuda-la preocupado se ela havia machucado.. com muito esforço a levantei e a levei no banheiro, esperei no lado de fora, e quando ela sai a ajudo novamente a voltar pra sala..



A garrafa de vodka ainda tinha metade quando ela decidiu que iria secar tudo aquilo, eu tentei faze-la parar mas ela quase me espancou, entao a deixei beber, que nao durou muito, bebeu uns 4 goles e desistiu da façanha, entao se abaixou para colocar a garrafa no chao e acabou caindo de 4..



o vestido que nao era mt comprido e era meio colado levantou, mostrando tudo, ela estava sem calcinha e meu pau levantou naquela hora...

ela vira, me olha com cara de puta e diz: me ajuda a levantar?



confesso que ri na hora e ajudei, quando a levantei ela beija minha boca, e eu sem saber o que fazer retribuo o beijo...



enquanto ela me beijava ela abria minha calça, quando percebi a calça desceu, e ela logo enfiou a mao em minha cueca, tirando meu pau pra fora. eu falava para ela parar, mas quem queria mesmo era eu, estava louco de tesao e a bebida tinha colocado o "modo foda-se" ligado. nao resisti, e depois de muito beijo e pegação, levantei o vestido dela, e daquele jeito mesmo a empurrei para o sofa, deitei-me em cima e sem camisinha coloquei meu pau pra dentro, fodemos feito loucos, de 4, 69, frango assado, papai mamae...



ja estava amanhecendo quando paramos, o alcool ja tinha perdido 1 pouco do efeito. e o arrependimento começa a bater, tomamos banho juntos, mais um boquete delicioso dela no chuveiro, e fui dormir em um quarto que sobrava na casa.



Algumas horas depois sou acordado por meu amigo me dando travesseiradas e me chamando de vagabundo por estar dormindo ainda.

Nesta hora que o arrependimento bateu de verdade, enganei meu melhor amigo, aquele que sempre me apoiou em tudo.



A esposa dele estava normal, com uma puta cara de ressaca, mas agia normalmente, sera que ela se lembra do que aconteceu? nao sei, sá sei que eu me lembro e nunca vou me esquecer dessa covardia que fiz com meu amigo.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos garotas na escolarodolfo era meu vizinho me chamo ana contos erótico contos erotico gay negro dando pra brancocontos d zoof pegei minha sobrinha c um cachorrocontos minha namorada pelada meu amigosonhar com a mulher tranzndo com outrocontos gay chupei o pau do borracheirodeusa de ebano com uma bunda maravilhosaContos gays vestido de mulher a noite na borrachariabranquinha magrinha de cabelos caracolado danadinhacontos eròticos gay virou minha negawww condos erotiscos garotas mastubandobuceta bem regacada peluda perna aberta na camaxvidiocontos eroticos novinhapapai - contos eroticosemprestou a esposa e ela ficou grávida contoamigocontoseroticoscondos erodicosconto de mulher transando com meninos novinhoscontos eróticos gay depilação entre machosfomos cem calcinha e fomos fodida por puzudos dotafos no bar contoviuva darlene fudendo muitoContos Comendo A filha da amigadp swing buracoNegão e minha filha contos eróticospornô irado a mulher que tem a minha branca e tem aquela bundona fome morte elacontos de crossdresser me seduziucontos eroticos dupla penetraçãocontos eroticos gay femeaconto cutuquei pai na bundia delacontos eroticos irmazinha se oferecendocontos eroticos meu avô me obrigou a chupar elecontos eróticos dr meninacom homens e negros dotadosenrabada pelo meu filho especialcontos eroticos meu cunhado estourou meu cabacinhocontos erotico incesto virei a cadela do titiocontos de fudendo coroas dos seio bicudo de maiscontos eroticos primeiro cucontos de comi o viadinho do irmão caçulacontos eroticos fudendo a mae ño campismoA melhor foda da minha vida, contosConto de cadelinha depósito de porra dos machos no barContos erotico orgia no meu cucontos eroticos zt i: blackmailqueria que minha esposa me traísse contoscontos minha bunda ernome encoxada de pau super duroas antigas Sophie travestis masturbando na salacontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anosela me contou que estava toda assada de fuder a noite todacontos eroticos cegocontos genro me comeucontos eroticos reais padreprovoquei o velho e fui fudidatem homem on line dar telefne pra foda com mulher casada chupa seu pau deixa chup bucetacu peidão conto gaycontos eróticos inversão bêbadocontos eróticos chupeiabaxar video porno de coroas de 20 anoscontos xupo pau desde novinhocontos de coroa com novinhocontos chantagiei minha mae e mi dei bemAquela seria uma luta inédita e muito estava em jogo para Marilia. Há 3 meses ela havia descoberto que eu tinha uma ...anita mijando no copominha mulher explorando meu cu contocontos eroticos gay eu sendo arrombado por dois amigos negros do caralhão grossoContos madrasta putaconto minha mostrouMeu namorado me comeu com um pepino contoscontos de maridos que de tanto insistir viraram cornos e viados no mesmo diavestida de caipira sem calcinhaconto zoofilia o pone me quando cai estrupoucontos de sexo chupadascontos eroticos infanciavideos chupando a xoxota uma da outra o clitores bem lisinhocontos tias de 29 anos loira contos de incesto amiga da minha tiacontos tia com fome de picacontos eróticos esposa amanheci toda meladaimcestos minha filha novinha cabacinho quiz fuder compapai vcontosxvidiominha pica é maio doque a do seu maridocomi a madame na fre.te do marido. experiencias sexuais.eu quero ler contos eroticos com mulheres que adora da pra homens da pica de cavalocontos minha esposa eu e mais 2 travestishomem comeno a espoza de pois asograconto primeiro boquete